História Oneshot park jimin - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin
Tags Bts
Visualizações 257
Palavras 1.235
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Mami chupa-le boy by taetae


Fanfic / Fanfiction Oneshot park jimin - Capítulo 1 - Mami chupa-le boy by taetae

      Já era noite,por volta das 3 da manhã; Estava frio,o ar nebuloso e a grama gélida; Me encontrava sentada a frente de um lago onde jimin me trouxe,em sua superfície,uma graça neblina.

A escuridão ao meu redor,onde minha luz era a lua que refletia no lago,junto ao farol do carro,e minha única companhia,sentada ao meu lado,jimin estava a olhar o lago sorridente,sentia entre minhas mãos a grama gélida que logo é substituída pelas mãos mornas de jimin.

Ele me olhava com uma feição de admiração,uma feição sútil.Me perguntava o motivo de ter-me trago a este lugar.

S/n: porque me trouxe aqui?

Jimin: queria Passar um tempo a sós com você,este lugar me parecia bom -Diz olhando para o céu estrelado.

S/n: Está frio- Digo,olhando para a mesma imagem que jimin.

Não mentia,a frieza do local,o vento que vinha do lago batia em minha espinha me fazendo arrepiar,nossas bocas saiam-se fumaça,mesmo tamanhos panos que me cobria parecia insuficiente.

Jimin:vem cá.

Envolve em seus braços,me aquentanto;

Encosto minha cabeça em seu ombro;

O reflexo da lua na água batia em meus olhos,a superfície da água refletia o céu estrelado, parecendo,ali um mar de estrelas.

Estar ali abraçada a alguém que ama,era reconfortante,a forma de jimin me amar,era maravilhoso...

Jimin: Dúvido você entrar no lago.

S/n:Que??!!

Bom,o clima romântico nunca foi de durar o mesmo.

S/n: Está frio, você está louco?

Ele ria e ao mesmo tempo se despia.

S/n: você está louco,a água deve estar -0 graus,quer morrer?

Minhas palavras não o impedia.

E lá se vai jimin correndo até a beira do lago apenas de cueca box. Sua mão me chamava,minha mente pensava;

Por que não?

Seria errado?

Não tinha nada que disse que não poderia.

Além do frio,nada me impedia.

Retiro tudo que me cobria,deixando a mostra minhas roupas íntimas da cor que me favorecia. Corro em sua direção,em meio á escuridão,me aproximando,logo seguro a sua mão. Nossos corpos já trêmulos;

Seu rosto expressava ansiedade,seu corpo encolhido tremia,mas seu sorriso esplandecia.

Jimin:Pronta? No três,um.... Dois

Meu coração acelerava a cada contada,meu corpo tremia e fumaça de mim saia.

Jimin: Três!

Corremos o que faltava para nossos corpos tocarem a água fria. A água parecia agulhas perfurando,nossa pele despida.

Grunhia com a algidez que se encontrava em nossos corpos já cobertos pela água. A água já batia em meus ombros e no peitoral de jimin.

Jimin: Mergulha.

S/n: Quê?? Nã...

Jimin: Vamos mergulhar.

Jimin segura em minha cintura e me puxa,nos deixando submersos. Me levanto sugando desesperadamente o ar em minha volta.

Jimin sorria alegremente,por mais difícil que pareça, aquilo me aquecia incrivelmente.De nossas bocas trêmulas sauna fumaça sem parar.

Jimin junta nossos corpos puxando-me pela cintura,colocando meus braços ao redor do seu pescoço coberto por friúra.

Juntamos nossas bocas trêmulas e gélidas em um beijo calmo,nossas línguas se tocavam, incrívelmente,sua língua ainda era quente. Era prazeroso, entrelaçando  minhas pernas em sua cintura,intensifico ainda mais o beijo.

Nossos corpos já não aguentavam tamanha frieza,tremiam sem sutileza.

Jimin:Vamos sair.

Corremos até a beira.

Jimin:Vou trazer algum pano.

Meu corpo sacudia por completo,meus dentes chocavam-se sem decreto.

Jimin volta com um pano na mão,seu rosto vermelho como salmão, Corria em minha direção.Jimin se encontrava enrolado em um longo pano escuro, parecido com o que trouxesse para mim,me rodeia com o mesmo,que me cobria até a canela,tentando me esquentar,esfrega suas mãos em meus braços sem parar.

Com o que restava do seu pano,ele me rodeia junto a si, envolvendo-me em seu braço.

Jimin:Eu poço te esquentar mais se quiser.

S/n: Quê?

Jimin sorria para mim e no fundo,sabia o que significava.

Jimin:Vem.

Ele me guia até o carro;

Abre a porta de trás e me empurra para dentro,me fazendo deitar no banco.Ele entra ficando em cima de mim,entre as minhas pernas,e fecha a porta.

Se contorce para alcançar o botão do farol e do farol e do aquecedor, deixando tudo escuro ao redor nossos corpos iluminados apenas pela lua.

Suas mãos estavam apoiadas no banco rente a minha cabeça. Seu sorriso me estremecia.

Seus lábios gélido tocavam meu pescoço com leveza, fazendo arrepios crescerem pelo meu corpo. Sua mão glacial por minha cintura descia,até chegar em meio e adentrar o pano que me cobria.Seus lábios frios tocavam minha intimidade,me dava prazer, me fazendo enlouquecer,me massageava com uma certa pressão.

Seus dedos giravam em meu clitóris, fazendo meu torso se contorcer para traz,meus gemidos saiam como grunhidos,saiam baixos e com sorrisos. Sua mão apertava minha intimidade levemente,enquanto me tocava. Não escondia meus sorrisos,mordia meu lábio inferior tentando abafar meus grunhidos, enquanto encarava seus sorrisos despercebidos.

Parecia gostar da minhas feição de prazer,mas não foi suficiente,jimin enfia dois de seus dedos com força,me fazendo enlouquecer,fecho os olhos e solto um gemido quase como um grito,seus dedos se encontrava dentro de mim,se movimentam lentamente em minha intimidade já úmida,volto a morder meus lábios me restringindo de gemer.

Jimin:Queria ouvir você gritar- fala baixo em meu ouvido. Jimin tira lentamente o pano de minha intimidade agora exposta, põe para fora seu membro que parecia pulsar, às veias do seu membro já eclodia,ele penetra lentamente em minha genitália.

Deixo escapar um grunhido; Seus movimentos aceleram e aceleram,até podermos ouvir nossos corpos molhados se chocarem,ele enfia por completo. Jimin penetrava seu membro com rapidez e força.

Jimin: Grite,grite meu nome s/n..

S/n:Ji-ji...

Seu membro atinge meu ponto principal,me fazendo gritar,gritar de prazer.

Jimin:isso,grite mais.

Minha mão buscava apoio que pudesse apertar,jimin entrelaça nossos dedos em cima de minha cabeça. O olhava aquela feição de prazer,seu Cabelo molhada deixava mais sexy.

Jimin me penetrava rápido e com força,segurava em suas costas com minhas unhas, meu corpo acompanhava seus momentos. Ele gemia rouco e falho.

vidro já embaçado e a fumaça exalando no espaço,o carro era como uma chama acesa rodeado por frieza.

Jimin vira,de maneira que fico montada nele; me deixando sentada em seu membro,suas mãos subiam em minhas costas; desabotoando meu sutiã.

Sua mão segurava forte minha cintura,me conduzindo,sentava com força em cima do seu membro como mandava,me apoiava em seu peitoral pouco definido,minha mão suava no vidro.

Suas mãos apertavam meu quadril,me puxando para cima e para baixo, deixando-o me comandar,estava sedenta. Meu cabelo molhado pingava em seu peitoral,deixando tudo mais prazeroso.

Me curvo indo até seu pescoço o lambendo e sugando,deixando marcas,suas mão alisavam minhas costas exposta enquanto rebolava em seu membro ereto. Sentia meu líquido fluir, já estávamos no orgasmo,nossos gemidos eram altos e nossas respirações ofegantes.

Jimin:E-Eu vou....

Sentia seu líquido me adentrar,era gostoso e quente,era prazeroso,continuava cavalgando em meio ao seu rio..

Jimin levanta seu torso e sua boca se direciona ao vivo do meu peito,o lambendo em círculos e sugando enquanto eu quicava em seu membro.

Jimin apoia suas costas no encosto do banco e rodeia seus braços em minha cintura, fazendo nossos corpos se colarem ainda mais,coloco minhas mãos em seu pescoço e a outra em sua nuca.

Rebolava em seu membro lentamente,para frente e para trás,ouvia sua respiração ofegante em meu ouvido, junto a um baixo gemido de prazer;

Sua cabeça bombeada para trás,seus olhos fechados e seu sorriso coalhado de excitação. Eu o olho e entrelaço nossos lábios em um beijo intenso e quente,jimin agarra suas mãos em meus cabelos,tomando posse de meus gestos.

Sua mão quente e suada percorria minhas costas despida até chegar a minha bunda, é assim a apertando e me ajeitando,me controlava,na maneira que lhe deixava mais duro. Nosso limite chegava,juntava forças de onde faltava. Cavalgava com mais força e rapidez,eu seu membro já enlambuzado,o som era exitante.

Atinge meu pico,olhos para nossos corpos molhados cheios deleite. 

O cheiro de coito exalva.

Meu corpo gritava.

Jimin retira seu membro e me gira,me fazendo deitar em seu peito e nos cobre com o pano que largamos por ali.

O abraçava.

A lua sorria

A lua brilhava

Da janela ela gritava

Apaixonada ela estava.

Jimin,a lua resplandecente

 Confundias minha mente,

Com amor não comumente

Seu jeito de amar,era reluzente.


Notas Finais


Me falem vcs se gostaram,eu irei postar mais sobre os outros membros então me sigam para ficar por dentro bjs ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...