História Oneshots Jarlos (Jane e Carlos) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Descendentes
Personagens Carlos de Vil, Jane
Tags Descendentes, Disney Channel, Jarlos, Oneshot
Visualizações 138
Palavras 689
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


- Oneshot vinda do Spirit, link nas notas finais
- Status do primeiro filme da franquia*
- Comédia/+18

Capítulo 6 - Do You Drool? - Oneshot 5


Fanfic / Fanfiction Oneshots Jarlos (Jane e Carlos) - Capítulo 6 - Do You Drool? - Oneshot 5

P. O. V Carlos. 

- AHÁ! Eu sabia! - de imediato, saltei da minha cama e comecei a pular em comemoração, segurando fortemente o meu celular em minhas mãos para o caso dele querer voar. Esses filhos... 

Sabendo que já era bem tarde da madrugada, parei de pular e suspirei fundo lembrando que estava no quarto que divido com Jay e o mesmo estava dormindo, igualmente a Dude. O fato era que: eu acabei de ganhar uma apostar que fiz com a pequena Jane. Simples, eu disse que o personagem favorito dela da série que nós assistimos juntos iria morrer, e morreu mesmo. Bem, agora ela me deve dose chocolates. Dose, tudo pra mim. Somente. 

Logo abri o chat de conversa dela, mas ela não estava online. Droga.! Ela deveria estar acordada, que tipo de pessoa dorme cedo e deixa o melhor amigo forever alone na madrugada? Jane deve mesmo estar acordada, aproveitando seus dias de férias de tarefas de organização para festas e tals, é muito desperdício passar esse tempo dormindo. 

Nem mandei mensagem apenas saí do meu quarto de forma cautelosa para não acordar o Jay ou o Dude e fui até o quarto dela, abrindo a porta vagarosamente. O local estava parcialmente escuro, apenas um abajur do outro lado do cômodo estava ligado, e Jane estava mesmo dormindo. 

Suspirei, desanimado; caminhei até o outro lado da cama, onde podia ser notada sua face fofa, um bebê dormindo, com o cobertor até a cintura e com a barriga exposta por esta usando uma blusa curta e colada. Uau, que bonito corpo. Mexi em seu cabelo e analisei seu rosto, um bico estava sendo formado em seus lábios, metade do rosto estava enterrado no travesseiro e... Ela estava babando.

Tampei a boca tentando segurar o riso e imediatamente peguei meu celular, indo diretamente para a câmera. Bati uma dez fotos de vários ângulos diferentes e gravei um vídeo de cinco segundos. Mas, parecia que Jane estava percebendo a presença de outro alguém por perto e começou a se remexer na cama. Por fim, ela abriu seus olhos verdes lentamente, e eu, frente a frente com a minha melhor amiga, soltei a pergunta:

- Você baba? 

Jane saltou da cama e me encarou. 

- O que você está fazendo aqui? - perguntou meia sem jeito. Ela estava linda, com o rosto meio amassado, os olhos fechadinhos e os lábios grossos. Bem, se não fosse pela poça de baba em sua bochecha esquerda, eu a beijaria. 

- Você baba, olha! - mostrei as fotos para ela. 

- Apaga isso, Carlos de Vil! 

- Você quer que eu apague as melhores fotos que eu tenho suas no meu celular? Não mesmo! - ri mais um pouco, vendo Jane virar o travesseiro do outro lado sem baba e limpar o rosto com uma toalha. 

- Não ouse! - então senti ser puxado rapidamente para a cama, caindo deitado no colchão e a Jane em cima de mim, com o punho cerrado. - Carlos, imbecil! 

- Sai, você vai babar em mim! - comecei a rir mais e ela me apertou ainda mais sob si, estava me debatendo e ficando sem ar, até perceber que que nossas intimidades estavam se encostando. Por um momento fiquei aliviado por estar usando uma bermuda e ela um short, até eu lembrar que o short dela era muito fino minha intimidade estava entrando na dela. Então tudo parou. Olhei nos olhos dela e ela nos meus. - Eita... 

Ela me lançou um olhar malicioso e mordeu o lábio inferior, sem querer eu encarei seu corpo e percebi que, além de fino, seu short azul claro era também transparente. Consegui ver sua calcinha rosa forte, logo encarei o tamanho de seu bumbum e, sem perceber, mordi os lábios. Fiquei imóvel, quase sem respirar. 

Vi ela ficar de joelhos em cima da cama, meus olhos estavam presos em suas mãos que desfaziam o nó da minha bermuda e agora quem babou fui eu. 

- Agora é você que vai babar, Carlos. - Jane tirou minha bermuda junto com minha boxe. 

Ah, eu babei mesmo. 

Só não disse por onde. 



Notas Finais


*Status do filme: pegando a intimidade que eles tem em algum dos três filmes (ex: primeiro filme) e a utilizando para a interação da oneshot
- Link para a Oneshot:
https://www.spiritfanfiction.com/historia/voce-baba-16181658/capitulo1


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...