História Oneshot's Reddie. - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias It: A Coisa
Personagens Benjamin "Ben" Hanscom, Beverly "Bev" Marsh, Edward "Eddie" Kaspbrak, Georgie Denbrough, Henry Bowers, Michael "Mike" Hanlon, Pennywise - o Palhaço Dançarino ("A Coisa"), Richard "Richie" Tozier, Stanley "Stan" Uris, William "Bill" Denbrough
Tags Eddie, Reddie, Richie, Romance
Visualizações 132
Palavras 1.236
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capitulo com um ótimo destaque para a minha banda lindíssima
Musica mencionadas:
R U mine? (Arctic Monkeys)
Wanna Be Yours (Arctic Monkeys)
Thinking Out Loud (Ed Sheeran)
Can't Help Falling In Love (Elvis Presley)
Ouçam porque são muito maravilhosas sz
Boa leitura!

Capítulo 4 - R U mine?


Fanfic / Fanfiction Oneshot's Reddie. - Capítulo 4 - R U mine?

 

Richard Tozier estava muito ansioso.

Sem exageros.

Não estava um pouco ansioso ou apenas ansioso.

Estava MUITO ansioso.

 

Tão ansioso que já tinha encharcado três de suas camisas floridas com suor. Tão ansioso que já estava pensando em tomar seu quinto banho da tarde. Tão ansioso que já estava pensando em sair correndo, pegar um avião e ir para outro país depois de alterar seu nome para Finn.

Mas óbvio que ele não iria fazer isso. Era apenas a ansiedade e o nervosismo criando ideias loucas em sua cabeça que ele nunca teria coragem de botar em prática. Talvez.

 

Richie estava sentado no sofá da sua sala, sem camisa porque a outra já estava encharcada novamente, seu peito magro subia e descia rapidamente por conta de sua respiração descontrolada. Ele parecia estar tendo uma mistura de ataque cardíaco com crise de ansiedade.

Ao redor estavam seus amigos idiotas, que deviam estar acalmando o garoto, mas estavam muito ocupados se divertindo com a situação e fazendo piadinhas. Eles diziam que estavam “sendo Richie Tozier.” Richie discordou, afinal, ele tem certeza que é muito mais bonito que todos ali e também não é tão irritante.

Talvez.

Será que Eddie o acha irritante?

A não, Eddie de novo.

As mãos de Richie começaram a tremer novamente e ele achava que ia vomitar.

 

-Aqui, beba. -Beverly falou entregando um copo de água para Richie. -Vai te ajudar a ficar mais calmo.

-Ele precisa de uma bombinha de asma, isso sim. -Stanley comentou e Richie engasgou com a água. Todos os presentes riram, menos Beverly, a única pessoa que estava realmente preocupada e não ficava zoando Richie a cada segundo. Ela estava pronta para bater em Bill, Stan e Mike, isso sim.

-Você não vai pedi-lo em casamento Richie, é só um pedido de namoro. -Bill falou se referindo a Eddie. Sua gagueira já tinha sumido e isso deixava a fala do garoto mais carregada de segurança. Richie quase se acalmou por um momento. Quase.

-Mas eu vou pedi-lo em namoro! -Richie exclamou depois de terminar a água e se virou para Bill. -Você pede seu namorado em casamento depois! Pedir em namoro é como uma preparação. Se ele dizer não, é porque não tem namoro, nem casamento e nem Eds!
-Cara, você é muito desesperado. -Stanley comentou e Bill concordou.

-Ah, vão tomar no cu.

 

-Ei ei! -Beverly interrompeu. -Podem ir parando crianças. Richie, se acalme um pouco antes que você desmaie. Stanley e Bill, calem a boca um pouco, E QUAL É A DIFICULDADE EM ACHAR UMA BLUSA MIKE? -Beverly gritou para o menino que estava no andar de cima. Alguns segundos depois Mike entrou na sala com outra blusa florida de Richie nas mãos.

-Vai se acalmando Miss Stress, eu estava procurando outra blusa para Richie, mas ele só tem essas malditas camisas floridas. -Mike se justificou jogando a camisa no rosto de Richie, que se levantou com um pulo.

-Elas são muito horríveis? Eddie vai me achar horrível com elas certo? É melhor eu ficar sem blusa? -Richie se desesperou e Bill colocou a mão no ombro do garoto.

-Richie, Eddie é louco. Ele gosta de você desse jeito!

-A não ser que ele não goste de você desse jeito. -Stanley entrou na conversa. -Talvez ele não aceite e te dê um fora jogando a bombinha de asma na sua cara. -Bill riu do comentário de Stan e os dois começaram a rir juntos.

-AI MEU DEUS E SE ELE FIZER ISSO? -Richie gritou mais desesperado e Bill e Stanley gargalharam ainda mais.

 

-Stanley, acho que tem um pássaro ali no quintal. -Beverly falou para o garoto que ficou confuso. -Vai lá, o Bill te acompanha. -Ela foi empurrando os dois que protestavam e quando eles já estavam do lado de fora, Beverly bateu a porta, os impedindo de entrar.

-SE PEGUEM PARA PELO MENOS CALAREM A BOCA. -Ela gritou para que eles ouvissem e se virou para Richie.

-Beverly, eu não vou conseguir...

-Mas vai tentar.

-Vira homem Tozier. -Mike falou com um sorriso divertido.

-Meu pau ainda é maior que o seu. -Richie retrucou.

-Isso é problema do Eddie. -Richie sentiu seu rosto esquentar com o comentário de Mike, que riu.

 

-Richie, só coloca essa blusa. -Beverly apontou para a peça que estava no chão.

O garoto a vestiu rapidamente e rezou para todos os Deuses e forças do mal que conhecia para que Eddie o achasse bonito.

 

Agora o show começava.

 

-NÓS CHEGAMOS EDDIE. -Ben gritou do lado de fora e Richie revirou os olhos. Ele realmente não sabe ser discreto. -CHEGAMOS NA CASA DO RICHIE.

-Sim, eu percebi. -Ele ouviu Eddie responder e seu coração deu um pulo. Beverly já tinha arrastado Mike para algum lugar antes que ele estragasse tudo.

A porta foi aberta e Eddie entrou.

 

Eddie estava como sempre, o que para Richie significa perfeito.

 

-Oi Richie. -Eddie cumprimentou com um sorriso, mas ficou confuso quando olhou ao redor. -Ondes estão os outros?

Eddie andou na direção de Richie.

-E-e-eles f-f-fo-fo-fo...

-A gagueira do Bill saiu dele e passou para você? -Eddie brincou, porém percebeu que Richie estava realmente nervoso. -Ei, você está bem?

Eddie colocou a mão no ombro de Richie, que estremeceu. Ele nem percebeu o quanto estavam próximos.

-Eu preciso conversar com você Eds.

-Não me chama de Eds. -O garoto repreendeu. -O que você quer me dizer?

 

-Eddie eu... a cada dia que passa, sua presença me deixa... eu não sei explicar, só sei que não consigo evitar, não com você. Não consigo evitar me apaixonar por você, porque eu me apaixono mais por você cada dia e eu quero que você saiba disso. Esses segredos que eu mantive...são mais difíceis de esconder do que eu pensei. Me deixe ser tudo o que você quiser Eds, você decide, mas eu só quero ser seu e tudo o que eu quero te ouvir dizer é que eu sou seu.

Eddie ficou calado por alguns segundos, ainda absorvendo tudo enquanto Richie o encarava ansioso.

 

-Essa foi muito boa Tozier, realmente uma ótima pegadinha. Quantas músicas você escolheu, porque eu reconheci umas quatro. Parece que você realmente se esforçou em me zoar.

Eddie parecia... magoado?

Não, Eddie não pode ficar magoado. Richie prefere morrer do que magoar seu Eds.

 

-Passar bem Richard. -Eddie se virou, mas Richie o segurou pelo braço. -Me solta!

-Eddie, olhe para mim. -Richie pediu e Eddie cedeu. -Eu peguei trechos de música porque não sou bom com palavras e porque essas músicas dizem tudo. Elas mostram tudo o que eu sinto. Eu te amo Eddie, você não tem noção do quanto. Você me faz muito bem, e é o meu primeiro pensamento quando acordo, um pensamento que me acompanha o dia inteiro com esse seu sorriso lindo, um pensamento que me deixa feliz em todos os momentos e que com certeza é o meu único pensamento decente.

-Você não está brincando? -Eddie sussurrou.

-Não Eddie, eu realmente estou te pedindo em namoro, porque isso é tudo que eu mais quero, você. Mas eu entendo se você não aceitar, porque eu sou um garoto idiota que não merece alguém incrível como você, então...

 

Richie foi interrompido por Eddie, que o beijou.

 

-As vezes você fala demais. -Eddie sussurrou sorrindo quando eles se separaram.

-Isso é um sim?

-É um claro seu idiota. -Os dois tinham sorrisos gigantes no rosto.

-Eu sou seu?

 

-Você é meu.


Notas Finais


All I want is to hear him say: Are you mine


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...