História Only Desire - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Magcon, Merritt Patterson, Sam "Wilk" Wilkinson
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Chris Miles, Hayes Grier, Jack and Jack, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Visualizações 310
Palavras 1.127
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capitulo pra vcs morisss, espero que gostem <3

Capítulo 30 - Leilão 2


Fanfic / Fanfiction Only Desire - Capítulo 30 - Leilão 2

Sammy Wilkinson Point Of Views 

Aperto a mão da morena ao meu lado afim de ignorar o zé ruela a minha frente, Alex sabia como me irritar, ele chegou com um intuito – de levar murro na cara –  e por mais que eu queira muito fazer isso, Mare está aqui, ele teve um passado com ela e eu preciso apenas engolir isso e engolir a porra dessa situação. 

A puxo para dentro da Fraternidade, tudo tinha sido arrumado pelo Taylor e Matthew, que por incrível que pareça, tiveram a maior paciência e pensaram nos mínimos detalhes. Aponto para o bar a fazendo sorrir de orelha a orelha, não me seguro quando me dá aquele tremenda vontade de beijar seu sorriso e acabo lhe dando um selinho demorado. 

Ela realmente acaba comigo. 

Seus olhos brilham a cada traço, os garotos realmente tinham feito um bom trabalho. A última chance de chegar ao preço estimado está aqui, precisávamos fazer de tudo para dar certo. 

— E quem vai participar do leilão? —  Mare sussurra em meu ouvido pelo som alto. Sorrio de orelha a orelha. 

— Eu, o Matthew... — Seu tapa em meu braço me faz gargalhar alto. — Estou brincando, linda. — Entrelaço nossos dedos acariciando sua mão. — O Taylor, Matthew, Carter, Nate, e os Jack’s. — Digo rápido fazendo a conta com os dedos. — Só.  

— Só? Caramba! — Mare sorri. — E como ficou o leilão depois de você sair? — Questiona olhando para os lados. — Ahn.. 

— Caiu um pouco o nível de interessadas. — Digo dando de ombros. — O que foi? — Pergunto a vendo um pouco confusa. 

— Cameron não vai participar? — Mare sorri. 

— Não, ele está meio enrolado pelo jeito. — Respondo vendo o garoto do outro lado do bar conversando com a amiga da América, a doida que jogou bebida no mesmo. 

— Ai meu Deus! — América afasta a mão para dar algumas palminhas. — Não acredito, sabia que ele estava gostando dela. — Sorri. 

Clarisse Busnello Point Of Views; 

Me inclino na mesa sorrindo para a moreno a minha frente. Ele preparava um drink que ele dizia ter aprendido com o Nash, que apenas olha rindo. 

— Porra Cameron! Está fazendo tudo errado. — Diz caçoando do mesmo que apenas dá de ombros continuando a fazer do seu modo. 

— Vai ficar com a Emily, Nash. — Cameron esbraveja fazendo o garoto emburrar. 

— Estou esperando ela chegar. — Ele responde olhando para o seu relógio. — Apenas faça uma bebida de verdade se quiser impressionar a garota. — O garoto de olhos azuis solta deixando Cameron com uma risada sem graça no rosto. 

Sinto minhas bochechas queimarem, o ruim de ser completamente branca é isso, minha vergonha é evidente. 

— Quem é Emily? — Pergunto tentando aliviar o rubor. Cameron percebe e então sorri negando com a cabeça. 

— Por que está vermelha, Claire? — Ele diz parecendo inventar um apelido para mim. 

— Claire? — Mudo de assunto. 

— Não gosta? — Cameron indaga. 

— Parece... — Penso. — Bem americano, gostei! — Sorrio. 

— Também gostei. — Cameron coloca uma azeitona espetada em um palito jogando dentro do meu suposto drink. — Gosto de você. — Seu sussurro parecia ser só para si mesmo e quando eu leio seus lábios, seus olhos praticamente voam para os meus para se certificar de que eu não ouvi. 

— Ahn... — Murmuro. — Também gosto de você, Dallas. — Sorrio de orelha a orelha sentindo todo o meu corpo gelar, o modo em que eu me congelo por dentro e sinto as mãos soando por fora é completamente confuso. 

Suspiro o olhando, não consigo evitar isso, eu fito ele. 

— Seu drink. — Cam arrasta o copo pelo bar até a minha mão. Assinto o levando até a minha boca, passo a língua pelo líquido o sentindo queimar um pouco. O desço pela boca jogando a minha cabeça para trás, minhas bochechas e lábios formigam e a minha garganta queima totalmente. 

Sinto suas mãos pela a minha cabeça a balançando, fecho os meus olhos de imediato e quando vejo o moreno está a minha frente fazendo eu me virar, suspiro o tendo tão perto. Suas mãos descem até a minha cintura enquanto seus olhos castanhos me encaram. 

Mordo meu lábio dormente e sinto meu corpo um pouco mais leve. 

— Está tentando me embebedar? — Questiono. — Isso estava muito forte. 

Cameron gargalha, uma gargalhada muito gostosa. 

— Nash é o garoto das bebidas. — Diz cessando a risada. — Sou apenas um amador. — Faz um biquinho um tanto falso, seus musculo se contraem assim que ele coloca a mão no bar atrás do meu corpo. Me encosto no mesmo o sentindo mais perto de mim. 

Subo meu olhar fitando seus olhos castanhos. Sua outra mão ainda pousa em minha cintura e quando ele dá mais um passo em minha direção, meu coração quase salta do peito, minhas mãos voltam a soar e meu estômago abriga pequenas borboletas. 

Fecho os meus olhos em totais expectativas, ou é apenas a bebida agindo em meu corpo, mas quando seu nariz acaricia o meu, sinto meu corpo entrar em outra dimensão, a ansiedade me toma e eu apenas espero aquele momento. Pareço uma garotinha beijando o primeiro garoto, ou é apenas o jeito que Cameron faz eu me sentir. 

— Vamos lá garotos! Subam no palco que vamos iniciar o leilão. — Ouço a voz do Matthew no microfone e então abro meus olhos o encarando, tão perto. 

— Não vai ir lá? — Questiono afastando meu rosto do mesmo. Seus olhos habitam um brilho que eu nunca havia visto, me fazendo admirar todo seu rosto. 

Eu tenho tudo o que preciso aqui. — Suas palavras me fazer abrir um sorriso, um sorriso que logo é acompanhado pelo seu. Suas mãos chegam até as minhas costas onde ele massageia me puxando para si. 

Sinto seu rosto se aproximar e assim seus lábios tocam os meus, e em um beijo delicado e interminável paro no tempo apenas sentindo o momento, sem som algum, sem nenhuma música, apenas Cameron e eu, e sua boca prensada sobre a minha. 

Eu o seguro dando passagem para a sua língua e assim deixando esquentar mais, suas mãos apertam toda a extensão do meu corpo, puxo o cabelo de sua nuca movimentando minha língua sobre a sua boca de um jeito excitante, e Cameron não perde nessa, suas mãos são provocativas e me causam uma queimação em um lugar indesejado. 

Sorrio me afastando por um segundo, o olho por apenas um segundo, recebendo alguns selinhos em meus lábios. 

É você. — Cameron sorri. — A garota que a Mare disse que eu encontraria. — Ele diz me fazendo arquear o cenho e sorrir ao mesmo tempo, completamente confusa, mas também completamente apaixonada. 

Caramba! 

Sinto meu braço ser puxado abruptamente afastando o meu corpo do seu de modo rápido, subo o meu olhar para a pessoa irritada por trás disso e acabo encarando a figura ruiva que carrega uma bela de uma carranca no rosto. 

— Que porra é essa Cameron? — Tasha grita. 

 

Continua... 


Notas Finais


Gostaram? Comentem e favoritem!!! Vao ter mais tretas no proximo capitulo!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...