História Only Friends - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Clichê, Hoseok, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Rap Monster, Seokjin, Suga, Taehyung, Taekook, Vkook, Yoongi
Visualizações 63
Palavras 3.041
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá ;)

Gente, eu nem sei o que escrever aqui ... Essa é minha primeira fanfic e estou nervosa para saber a opinião de vocês.
COMENTEM PELO AMOR DE DEUS


Enfim, sem mais enrolação ... Boa leitura, espero que goste !

Capítulo 1 - Happy Valentine's Day


Fanfic / Fanfiction Only Friends - Capítulo 1 - Happy Valentine's Day

Mais uma vez em minha monótona vidinha o barulho estridente do maldito despertador ecoou pelo meu quarto, me fazendo acordar do meu maravilhoso sono. São nesses momentos da vida que eu daria de tudo para conhecer a primeira pessoa que teve a brilhante ideia de fazer as coisas logo de manhã. Nunca quis tanto matar alguém, sério.

Era mais uma horrível manhã de 12 de junho. Dia das pessoas que tem com quem dormir agarradinho, receber e dar presentes, ganhar cafuné e todas essas coisas que a magia do dia dos namorados proporciona. E também meu aniversário. Minha mãe não podia escolher dia melhor para me dar a luz ? (Apesar de que, às vezes, eu acho que a única coisa que ela me deu foram trevas) é ironia demais para um único dia : Kim Taehyung, o maior encalhado do século, nasce no dia dos namorados. Olha só que coisa mais linda, dá até vontade de morrer !

Você deve estar pensando "não é tão ruim assim nascer no dia dos namorados", para todo mundo nascer no Valentine's Day é algo super romântico e fofo. Mas como diria a grande filosofa da idade moderna, minha mãe : eu não sou todo mundo.

Okay, tenho que admitir que é até legal comer os chocolates que minha mãe ganha do meu pai, mas fora isso tudo é um completo pesadelo !

Sempre que eu penso que alguém finalmente se lembrou do dia que eu vim a esta Terra, para agraciar os seres existentes com toda a minha excelência, o indivíduo me olha e diz "feliz dia dos namorados !". Não entendo como as pessoas conseguem ficar tão felizes simplesmente por verem o número 12 em um calendário !

Credo ! Eu estou parecendo um típico jovem resmungão inconformado com a própria desgraça ... Mas é isso que eu sou mesmo, fazer o que ? Não adianta chorar pelo dia em que seus pais resolveram fazer um filho, condenando o probre coitado a nascer no exato e maldito 12 de junho. 

JYSUS CRYSTO, EU ESTOU ATRASADO !

Passei tanto tempo reclamando mentalmente da minha própria vida que acabei esquecendo que eu ainda tenho que ir para o cárcere, vulgo escola.

Me levantei da minha maravilhosa caminha, eu estava tão quentinho com os meus cobertores. Maldito despertador desgraçado ! Coloquei minhas adoráveis pantufinhas de coelho nos meus pezinhos de princesa. E isso é exatamente o que eu sou : uma princesa !

Me dirigi ao espelho praticamente me arrastando, enquanto esfregava os olhos tentando me acostumar com a claridade da luz do dia. Quando finalmente meus olhos estavam enxergando normalmente, me olhei no espelho.

Misericórdia.

Say hi to satan, Taehyung !

Não me lembro de estar tão acabado assim nos últimos dois anos. Eu estava um caco, vala minha nossa senhora ! Olheiras tão profundas e escuras quanto um buraco negro, meu cabelo estava definitivamente uma desgraca e meu rosto estava mais amassado que as roupas velhas que eu uso aos domingos, sem contar o inchaço. Eu estou tão feio que tenho medo de ir em alguma loja comprar uma mascara para o Halloween, e a vendedora me oferecer só o elástico. Nessa manhã eu estava idêntico ao que vocês podem chamar de : lixo degradante para toda a biodiversidade mundial. Talvez eu estivesse até um pouco pior !

A cada dia mais eu me espanto com a minha enorme inclinação para o drama. Sinceramente, adoro !

Eu realmente não sabia se estava mais desnorteado com a minha feiúra ou com o meu sono e indisposição. Talvez os dois tenham gerado o desgosto que estou sentindo agora. Para falar a verdade, em dias normais eu não me importaria nem um pouco com a minha cara de ogro, mas hoje não era um dia tão normal. Além de eu estar completando meus sofridos 17 anos, era o dia dos namorados ! Todos na escola estariam muito bem alinhados, afinal não é todo dia que se recebe presentes, correio elegante e beijinhos apaixonados ... Eu não quero ficar para trás, mesmo sabendo que não vou ganhar nada disso. Quanto sofrimento, monas. A real é que eu nem ao menos entendo a teoria de que todos na escola passam o ano inteiro horríveis, em todos os sentidos da palavra, e em um dia específico vão deslumbrantes só para olharem na cara uns dos outros e, no dia seguinte, estarem terrivelmente desleixados novamente.

Mas não é porque eu não entendo a teoria, que eu não a siga !

O problema é que meu estado de decomposição está avancado hoje, amigos. Eu teria tanto trabalho para lapidar esse diamante pra lá de bruto, que só de imaginar já senti uma enorme onda de preguiça percorrer todo o meu corpinho indisposto.

Mas o que é isso, Taehyung ? Vamos mulher, se anime ! É seu aniversário, era para você estar feliz, mesmo sabendo que todos vão te olhar e dizer "feliz dia dos namorados, fique tranquilo, sua hora vai chegar ! Tenho certeza que irá achar alguém que te mereça !". Mas francamente, quem na face da terra mereceria um ser tão gracioso como eu ? Talvez não tão gracioso essa manhã ... Mas vocês entenderam. Eu sou um mito contemporâneo universal, e mereço algo muito acima dos padrões !

Ai ai ... Quem vê pensa, né ?

CARALHO ! EU CONTINUO PENSANDO EM COISAS IDIOTAS ENQUANTO O TEMPO ESTÁ PASSANDO ! PRECISO ME APRESAR OU ENTÃO TODOS CONHECERÃO O MEU LADO FIONA DE SER !

Depois de despertar dos meus devaneios eu corro para o banho, na intenção de lavar essa cara de defunto e tentar dar um jeito nesse cabelo que mais parece uma vassoura. Após um longo período de banho, eu me enrolo na toalha e me olho no espelho do banheiro. Meu rosto havia desinchado, os amassados diminuíram bastante e meu cabelo estava devidamente hidratado ! As olheiras ainda estavam lá, mas nada que um corretivo não resolva.

Continuei a encarar meu rosto no espelho, até achar algo novo por ali. Um pelo. Um mísero e minúsculo pelo, na região esquerda do meu queixo.

Parabéns Taehyung, você já está se tornando um homenzinho !

Era humilhante o fato de eu estar completando 17 anos com cara de 14. Aquele pelo era um bárbaro insulto contra mim. Quem ele pensava que era pra aparecer assim do nada, e me lembrar que eu nunca tivera uma  barba decente no auge da minha adolescência ? Ele merecia ser punido com muito rigor ! Dei fim a ele com a pinça de sobrancelha. Maldito aproveitador safado.

Enfim, depois das minhas crônicas em busca de um milagre no banheiro, me dirigi ao quarto pensando sobre qual roupa eu deveria vestir. Esse era mais um problema. Eu só tenho verdadeiros trapos ! Minhas vestimentas podem ser resumidas em : Jeans, moletons, camisas quadriculadas e tênis. Pelo fato da minha falta de opções, hoje não seria diferente. Optei por um moletom rosa pastel, uma calsa jeans com alguns rasgos que era larguinha de lavagem clara e tinha as barras dobradas. No pé um tênis branco.

Agora eu precisava dar um trato nisso que eu chamo de cara. Me dirigi até minha comoda, onde guardava todos os meus utensílios de reboco e peguei tudo o que precisava.

Olá meninas, no tutorial de hoje vamos aprender a como NÃO se maquiar, com o Taehyung ! Não se esqueçam de deixar o like, se inscreverem no canal e ativar as notificações. Compartilhem com seus amigos ! Sem mais demora, vamos para o vídeo !

Comecei a espalhar os corretivos de diversas cores pelo rosto, um para cada necessidade diferente. Em seguida passei o corretivo, um tom mais claro que minha pele na região de minha olheiras. Logo após finalizei com a base, matifiquei a pele com um pô translúcido e passei uma leve camada de blush, só para não aparentar estar tão noiva cadáver.

É isso, meninas ! Espero que tenham gostado ! Tae blogueirinha de merda, estará de volta no próximo vídeo ! Tchau ;)

Me desculpem por isso, juro que vou tentar melhorar.

Depois de tudo isso, penteei meu cabelo que ainda estava úmido o deixando alinhado sobre a minha testa, até eu chegar na escola ele já estaria seco.

Minha arrumação estava finalizada. Me olhei no espelho me sentindo menos pior que da última vez que me vi ali, e então abri a porta do quarto me dirigindo para a cozinha.

— bom dia, filho ! Feliz aniversário ! —  disse meu pai que estava sentado na mesa lendo seu costumeiro jornal, enquanto esperava a mamãe terminar de preparar o café.

— bom dia, obrigado — respondi me sentando a mesa junto a ele, tentando colocar no rosto meu mais sincero sorriso, mas creio que não tenha funcionado.

Minha mãe que, até então, estava de costas para nós servindo o café nas xícaras que estavam sobre o balcão, se virou segurando duas xícaras. Ela me olhou, arqueando uma das sobrancelhas enquanto distribuía as bebidas pela mesa. Lá estava ela, com sua típica cara de deboche me afrontando logo de manhã.

— resolveu sair de casa como gente, é ? — perguntou com um sorriso zombeteiro nos lábios enquanto ainda me encarava. Pra que inimigos se eu tenho minha mãe ?

— bom dia para você também. Eu sei que estou lindo, obrigada ! — respondi com o mesmo tom debochado que ela tinha me direcionado. Filho cobra, cobrinha é.

Ela me olhou com cara de "não comece a se achar muito, quem te fez fui eu".

— feliz aniversário, fruto do meu honrado e ilustríssimo útero. — completou com um sorriso mais falso que nota de 25.

— obrigada, querida ! — respondi ainda com o mesmo tom de sarcasmo que ela se dirigia a mim.

— não a de que, lindíssimo ! — completou ela, encerrando nossa seção diária de deboche.

Meu pai só concordava com tudo, enquanto ria baixinho de nossa conversa. Eu estou rodeado de gente doida, socorro.

— e como vai o dia dos namorados ? — perguntou me pai, tomando um gole de seu café. Ele sabia o quanto aquilo me irritava. Por que eles amam tanto me provocar ? Sou apenas um pobre garoto inocente e indefeso.

— maravilhoso, e o de vocês ? — novamente o tom sarcástico.

— nós vamos sair depois do almoço, e chegaremos bem tarde. Vamos deixar dinheiro para você comprar algo para comer mais tarde. — respondeu minha mãe enquanto mordia sua maçã. A bonita estava de dieta, e olha que nem estava tão acima do peso. Nós eramos totalmente diferentes nesta questão, eu não me importava nem um pouco com minhas coxas grossas, enquanto ela só sabia me dizer que eu deveria emagrecer assim como ela. Coisas de mãe, eu acho.

Mordi meu sanduíche enquanto assentia com a cabeça.

— talvez eu vá para a casa do JungKook ou ele venha para cá, vamos decidir depois.

Ah ! Eu não havia mencionado JungKook antes. Nós somos melhores amigos desde que eu me entendo por gente ! Nossas famílias são muito próximas, nós crescemos juntos. Ele é considerado da família aqui, assim como eu sou para os familiares dele.

— tudo bem. Se for para lá, mande lembranças para os pais dele ... E lembre-os do almoço que teremos no domingo !

Os pais de JungKook tinham viajado por uma semana, e voltaram para casa ontem. JungKook tinha alternado entre ficar lá na sua casa e aqui. Era sexta-feira, e no domingo nossas famílias iriam se encontrar para "matar a saudade". Saudade de apenas uma semana. Eu já citei que estou cercado de loucos, então não vou repetir.

Terminei meu sanduíche e meu café, lavei minha louça e subi para o quarto novamente para pegar minha mochila. Em seguida fui ao banheiro, escovei meus dentes, passei meu perfume e saí correndo como se não houvesse amanhã. Eu não queria levar bronca por chegar atrasado no dia do meu aniversário.

— tchau, amo vocês ! — falei para meus pais quando passei rapidamente pela cozinha.

— amamos você também ! — ouvi meu pai gritar, enquanto eu fechava a porta.

Comecei a andar em passos largos até a escola. Quanto mais eu acelerava o passo, mais eu ofegava. Meu coração faltava sair do peito de tão forte que estava batendo, eu nunca me senti tão cansado. Eu preciso urgentemente largar dessa minha vida de sedentárismo, misericórdia !

Após muita luta eu cheguei a escola nos últimos minutos, o porteiro me olhava com desaprovação enquanto eu marchava para dentro da escola. Se nem eu mesmo espero algo de mim, por que ele deveria esperar ? Me poupe !

O sinal havia acabado de tocar e todos estavam se dirigindo para as salas de aula, e assim eu também fiz. Andei até a sala praticamente rastejando e me dirigi para o meu cantinho sagrado, na ultima carteira ao lado da parede, joguei a mochila no chão e em seguida despejei meu corpinho cansado na cadeira. Eu estava ofegante ainda sentindo meus batimentos cardíacos descompassados. Apesar de todo o cansaço eu não estava suado, graças ao tempo nublado e ao vento frio que soprava suavemente por todos os locais. Já que eu não tinha transpirado minha maquiagem ainda estava intacta, pelo menos eu tenho isso como trunfo.

— feliz dia dos namorados ! — disse JungKook enquanto se sentava na mesa ao lado, me fazendo notar sua presença. Seu tom era zombeteiro e provocador.

— vá para o inferno, seu maldito ! — eu respondi irritado. Ele sabia mais do que ninguém que eu odiava essa frase. Eu sabia que ele estava apenas tirando uma com a minha carinha de modelo da Vogue, mas eu ainda odiava essa frase, e não iria responder diferente.

— eu também te amo. — respondeu com um leve sorriso no rosto. — mas sério, feliz aniversário ! — disse enquanto tirava algo de dentro da bolsa.

— obrigado, e eu te odei-

— toma, eu que fiz. Coma antes que eu me arrependa e faça esse serviço por você ! — ele me interrompeu, me estendendo um garfo e um pote com bolo de morango com muito glacê. Meu sabor favorito. Depois dessa, nem mesmo me lembro do porque de eu estar irritado com ele. Comida sara todas as mágoas e ressentimentos.

— ai meu Deus, eu te amo ! Passa isso para cá agora ! — eu falei puxando o bolo e o garfo para mim, arrancando de suas mãos como se fossem as coisas mais preciosas da minha vida. E eram, pelo menos naquele momento.

— interesseiro ! não sei como eu ainda sou seu amigo. — ele disse fazendo um biquinho fofo.

— porque no dia que você se afastar de mim, eu juro que te mato ! — respondi olhando para meu bolo decidindo por qual parte começar a devora-lo.

— a bixa está agressiva hoje, fujam para as colinas !

— me desculpe, eu te amo. — sim, nós temos uma relação de amor e ódio.

— vai aonde desse jeito ? Rodar bolsinha na esquina é ? — ele disse me olhando de cima a baixo.

— você convive tanto com a minha mãe, que está ficando igualzinho a ela, cruzes ! — eu disse fazendo o sinal da cruz. — eu acordei com meu rostinho de princesa um pouco danificado hoje de manhã, então resolvi me arrumar um pouco. — expliquei

— princesa Fiona, isso sim ! Mas até que ficou razoável ... É que eu não te vejo como gente normal a algum tempo.

— me deixa ser bicho do mato em  paz ! Aliás, é meu aniversário, eu posso fazer o que me der na telha. — respondi o olhando também. Ele usava uma camiseta branca lisa, uma camisa quadriculada vermelha, calsas pretas, tênis preto e um boné virado para trás. — você também está aceitável hoje, parabéns por essa conquista !

— obrigado, eu sei que minha sensualidade e elegância são deslumbrantes !

— não acha que está se achando muito para alguém que está usando roupas minhas ? — disse me referindo a camisa quadriculada. Nós convivemos muito um na casa do outro, então nossas roupas estão sempre misturadas.

— sou apenas modesto. E devo te lembrar que esse tênis é meu, então não venha me dar lição de moral, seu pilantra ! — ele disse olhando para os meus pés. O sujo falando do mal lavado ! Eu até rebateria, mas não estava a fim de levar essa discussão adiante, no fim nós não iríamos chegar em um acordo mesmo. Um Taehyung indisposto não quer guerra com ninguém. — aliás, você vai la para casa ou eu vou para a sua ? — perguntou cortando meus pensamentos

— meus pais vão sair hoje, e vão deixar dinheiro ... Acho melhor ir para a minha, assim poderemos pedir  uma pizza ! — é amigas, comida em primeiro lugar.

— tudo bem, mas dessa vez eu escolho o sabor ! Não quero mais provar das suas misturas nojentas, eu me sinto uma cobaia de laboratório ! — ele disse se referindo a última vez em que pedimos pizza. Eu escolhi uma pizza meio a meio, metade portuguesa e metade frango com catupiry. O que foi ? Não me julguem ! Eu queria provar coisas novas ... Apesar de ter forçado JungKook a provar primeiro, dos dois sabores juntos. No final tivemos um JungKook com dor de barriga e um Taehyung fazendo suco detox para a princesa intoxicada.

— acho que você tem esse direito mesmo ... — eu disse coçando a nuca

O tempo foi passando e assim que o sinal soou indicando que era hora do intervalo, corremos desesperados para a fila da cantina, que de fila não tinha era nada ! Quem chegasse já ia furando a fila e seja o que Deus quiser. Após eu e JungKook termos comprado metade do abastecimento da escola, nos dirigimos a uma mesa, colocamos tudo em cima e começamos a comer o nosso banquete. As pessoas nos olhavam com cara de "vocês vão levar a cantina a falência" mas nós não nos ofendemos. Na verdade, víamos isso como um elogio. Tanto eu quanto JungKook adoramos comer desde que viemos a esse mundo, então estamos acostumados a entupir a goela juntos.

Nós somos uma ótima dupla quando se trata disso.


Notas Finais


Comentem o que acharam, críticas construtivas são bem vindas !

Obrigada por lerem, beijos no popo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...