1. Spirit Fanfics >
  2. Only i see your beauty >
  3. Novos sentimentos

História Only i see your beauty - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Hoeeeee!!!! Essa é minha primeira fanfic que posto, então, se não estiver bom, peço desculpas QwQ

Essa fanfic é mais focada nos shipps de death note mais adorados:

L x Light
Near x Beyond Birthday
Mello x Matt

Capítulo 1 - Novos sentimentos


*Light onn*


Você já deve me conhecer, sou Light Yagami, o aluno mais inteligente do internato, e até mesmo o mais inteligente do Japão. Moro nesse internato desde o sexto ano, e todos sempre me idolatraram, sempre me elogiaram em tudo que faço, e sempre fui o garoto exemplar, o mais inteligente, esforçado, participativo, popular, bonito, gentil, etc, etc, etc...


Por mais que não pareça, fico entediado com toda essa perfeição, e até mesmo irritado em alguns momentos, não que eu esteja reclamando, longe de mim! Agradeço por ser eu mesmo, mas se eu pudesse pelo menos um dia, me afastar dos holofortes, ficar longe dessas pessoas que ficam me endeusando... Seria incrível...


Até que ouço uma voz atrás de mim, olho para trás e vejo Misa, ela praticamente berra pra mim:


- LIGHT, LIGHT, LIGHT!!! VAMOS LOGO PRO DISCURSO DO DIRETOR DE COMEÇO DE ANO!! Dessa vez, vou ficar pertinho de você! - A é, o discurso de começo de ano, óbvio que esse é um nome menos elaborado que damos para essa maldita reunião que temos todo ano com o diretor, e normalmente não é nada de mais, é apenas agradecendo por estarmos no internato, falando as regras prós novatos do sexto ano, e falando outras besteiras... Eu obviamente tinha que ir, pra manter minha reputação de aluno exemplar.


- Calma Misa, eu tenho que ir conversar algo com o diretor, pode ir primeiro, já já eu vou com você! - Só disse isso pra despistar ela e poder sentar em algum lugar longe desse demônio. Mas agora, tenho que ser o último a ir se realmente quiser despista-la, porque ela me chamou bem em cima da hora, quando já faltavam poucos alunos para irem ao lugar onde aconteceria o discurso.


Assim esperei, e fui o último a ir, admito que foi até melhor, porque assim vou me encontrar com menos pessoas, e ninguém vai ficar me chamando toda hora, é bem cansativo ser popular.


Eu já estava indo, até que de repente vejo três alunos sentados em um banco que fica escorado num tronco de uma árvore bem grande e grossa. Engraçado, nunca vi eles aqui no internato, e se tivesse visto, os reconheceria, porque eles são bem diferentes do resto das pessoas que estudavam aqui. Um deles era muito branco, tinha um cabelo preto e bagunçado, sentava de maneira estranha, e roía a unha do seu polegar, e seus olhos eram pretos e profundos, e sem brilho, usava uma blusa de manga longa branca, com uma calça jeans azul, e estava descalço. O outro era parecido com o que descrevi antes, mas ele sentava de maneira normal, e tinha os olhos vermelhos e até um pouco perturbadores, e usava uma blusa preta de mangas longas, o resto era praticamente igual o outro. Já o outro, era um ruivo, que jogava em um PSP, usava um óculos um pouco diferentes, com uma camisa listrada e calça jeans azul.


O primeiro que citei me chamou muito a atenção, mas por quê? Por que me interessei nele? Me sinto culpado em não avisá-los sobre esse discurso do diretor... Normalmente eu não aviso os engraçadinho que decidem não ir pra lá, mas agora está diferente...


- Hey, vocês não vão vir não? - Os chamei, era a única coisa que poderia fazer, como representante do internato. 


*Light off*


*L onn*


De repente vejo um cara parecendo o Justin Bieber de 2010 chamando eu, BB, e Matt, onde exatamente era para irmos? Acabei de chegar aqui, e já estou fazendo algo de errado?


- Aonde exatamente é para irmos? - BB pergunta o garoto que vimos.


- Para o discurso do diretor, é obrigatório a participação de todos! - Disse o garoto, acho que não está blefando, já estavam só nós no pátio.


- E se não irmos? - BB desafiou o moreno, acho que hoje ele acordou com o pé esquerdo...


- Vamos só obedecer o moreno, ele deve estar aqui a mais tempo de nós, aliás, podemos levar uma bronca de alguém se não formos - Digo me levantado, e indo em direção a onde todos estavam indo. Não sei por que, mas sinto que devemos confiar nesse cara...


Me sinto um pouco estranho, por que devo confiar nele? Mas ele me chamou a atenção de uma maneira tão estranho, será que isso é coisa da minha cabeça?


Chegando lá, sento ao lado daquele garoto, e o discurso começa.


- Ei, qual é seu nome? - Diz o garoto com um sorriso simpático.


- L. L-Lawliet - Por que caralhos eu gaguejei? O que tá acontecendo comigo? MAS QUE PORRA ESTÁ ACONTECENDO COMIGO?!?


- Sou Light Yagami, prazer! - Ele também parece um pouco sem jeito, e estava corado - Vocês são novatos, certo? - Ele perguntou


- Sim, estamos um pouco perdidos, como pode ver - Solto uma leve risada, QUE PORRA DE RISADA FOI ESSA LAWLIET?!! SE CONCENTRA!! VOCÊ NÃO TEM EMOÇÕES, CERTO?!?


Ele também solta uma risadinha, e ele fica bem fofo rindo... Eu disse fofo?


- Esse ao meu lado é meu irmão: Beyond Birthday, mas pode chamá-lo apenas de B ou BB - Falo apontando para B, que estava um pouco desconfiado do moreno - E o ruivinho lá atrás, é Matt, é um amigo meu - Ele não larga aquela merda de vídeo-game um minuto, avemaria! - Meninos, esse é Light Yagami


- É um prazer conhecê-los! -Diz Yagami dando mais um de seus sorrisos lindos e perfeitos... 


Até que algo naquele discurso realmente nos chama a atenção:


- Então alunos, o nosso internato esse ano, está com muito mais alunos do que os anos anteriores, e estamos sem quartos para acomodar todos esses alunos, então a partir de hoje, vocês irão dividir os quartos com outros alunos, não importa a série - Disse o diretor.


*L off*


*BB onn*


O QUE?! SÉRIO?! VOU TER QUE DIVIDIR QUARTO COM UM SER HUMANO?! MAS QUE INJUSTIÇA!!! COMO VOU FAZER MEUS HÁBITOS ESTRANHOS??!! Ah, quer saber? Esquece! Reclamar não vai dar em nada! Só não concordo com isso...


*Depois do discurso*


Quando saímos de lá, o viadinho do Yagami falou que o primeiro dia daqui é apenas se mudando para os quartos conhecendo o lugar, os alunos etc, etc... Ainda não confio muito nele... Desde de que o L encontrou esse cara ele ficou um pouco estranho...


- Vamos pegar as chaves dos nossos quartos - Disse a bixa, mas também conhecida como Light - é por ali!


- Podem ir, vou esperar a fila acabar - Disse L, mas o miserável é espertinho, hein!


Então, foi eu, Matt, e Light pegar as chaves. Pegamos as chaves e fomos em direção a nossos quartos.


Eu ainda estava odiando a ideia de compartilhar quarto com alguém, mas não poderia reclamar, ou muito menos ameaçar o diretor com minha faca, então, fazer o que?


Quarto 108, é esse mesmo o meu! Olho para a placa que estava na porta do quarto e verifico se é o mesmo número que estava em minha chave. Tentei abrir.

Nada.

Tentei de novo...

Nada novamente.

Mais uma vez...

Nada...


- MAS QUE PORRA DE CHAVE QUE NÃO FUNCIONA!!! -  Gritei pra Deus e o mundo ouvir


- O problema não e a chave, é a fechadura. - Disse um garoto praticamente albino, apenas com os olhos negros, por incrível que pareça, ele também usa branco da cabeça aos pés, era baixinho, e parecia ter seis anos de idade, estava sentado atrás de mim, brincando com um boneco. Como não percebi ele antes? - Aconteceu o mesmo problema comigo, pelo visto dividiremos o quarto.


AH, TÁ DE BRINCADEIRA COMIGO?! SÉRIO QUE VOU COMPARTILHAR O QUARTO COM UMA CRIANÇA?!! OBRIGADO UNIVERSO, TE AGRADEÇO!!!


- E você não fez nada?!! - pergunto pro albino, EU TAVA PUTO DA VIDA!!


- Eu fiz, por que acha que eu sei exatamente o problema da porta? 


- SÉRIO QUE NÃO VAMOS ENTRAR NO NOSSO QUARTO?!!??!


- Calma, já chamei ajuda, logo eles chegam com alguma solução. - Ele parece ter sentimento nenhum, parece até um robô - Senta aqui, vamos esperar.


Eu já não tava com saco mais, mas o que eu poderia fazer? Sentei ao lado do albino.


- Você é novato, certo? - disse o garoto que não parava de brincar com uns bonecos que estavam no chão, era fofo ver ele brincando daquele jeito...


- Sim - Respondo com frieza


*BB off*


*Near onn*


Estava um silêncio entre nós dois, não estou reclamando, até porque é muito melhor esse silêncio do que ficar ouvindo alguém tagarelar nos meus ouvidos. Mas esse cara... Me deixou curioso, que aparência diferente, queria perguntar o nome dele, mas sou tímido demais pra isso...


- Qual é seu nome, ovelhinha? - Ele me chamou de que? Ovelhinha? Que intimidade é essa meu querido?


- Nate River, mas me chame de Near, por favor. - Respondo sem tirar os olhos dos meus bonecos.


- Beyond Birthday, mas pode me chamar de B ou de BB. - Ele respondeu.


Decidi fazer contato visual pelo menos uma vez, quero dizer, vamos compartilhar o quarto, acho que não tenho escolha...


Eu olho pra ele, ele olha pra mim, Meu Deus, que olhos lindos... São vermelhos, mas, é um vermelho único, diferente, indecifrável! Eles brilhavam mais que qualquer noite estrelada, eram lindos... Qualquer pessoa normal ficaria com medo desse olhar perturbador, mas eu, me senti diferente, que sensação diferente...



Notas Finais


Acaba por aqui, yeeeeyyyyyy TuT

Desculpa se estiver uma bosta, é que eu não sou muito bom pra começar com histórias :'D além do mais, meu celular tá quase morrendo aqui (3 porcento), acho melhor botar ele pra descansar

Mas prometo que o próximo capítulo vai ser melhor TwT

Tchau meu povo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...