1. Spirit Fanfics >
  2. Only i see your beauty >
  3. Ressaca, e pares.

História Only i see your beauty - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Hoeeeee meus amigos :3 desculpas por não ter postado nenhum capítulo ontem!!! Eu não tive muito tempo pra fazer rs QwQ

Então, infelizmente não é agora que a festa acontece, porque o último capítulo ficou sem desfecho, então esse capítulo é apenas para fechar o último, então ele tá uma bosta e sem graça ;-; mas o próximo já acontece a festa, EU JURO!!!!!

Enfim, esse capítulo não é tãããããoo relevante, mas recomendo você ler ele, mesmo estando uma merda TuT

(Capa nada avê)

Boa leitura :D

Capítulo 6 - Ressaca, e pares.


Fanfic / Fanfiction Only i see your beauty - Capítulo 6 - Ressaca, e pares.

*Matt onn*

Quando era de manhã, o despertador tocou, e me acordou, me levantei e desliguei o despertador. Eu sempre acordo com disposição, mesmo quando ainda estou com um puta sono, como agora, mas acho melhor acordar feliz do que com raiva de tudo e todos! Mas pra Mello não é bem assim, o que já é de se esperar! Hoje ele custou a se levantar, com uma ressaca da desgraça... Acho melhor ele faltar a aula hoje, sabe ele está mal pra caramba, melhor deixar ele um pouco quieto hoje. Ele se deitou novamente na cama, enquanto eu já me arrumava, e saia do dormitório.

Acho que não vai ser muito bom pro Mello faltar dois dias seguidos, e faltar sem faltar o motivo, acho que tenho que avisar ao diretor o por quê da falta dele. Então, fui primeiramente à diretoria, conversar com o diretor sobre isso. Chegando lá...

- Ah, olá Matt! Algum problema? - Disse o diretor. E precisa de um problema pra eu vir aqui?

- Bom dia diretor, vim aqui para avisar que Mello não poderá vir a aula hoje, pois está passando muito mal.

- Ah ok, mas o que ele tem? - Porra, pra que você precisa saber disso? 

- ... - Eu estava pensando em uma desculpa, já que eu não podia simplesmente falar: "Ah, é a ressaca, sabe?". Isso não colaria muito bem...

Foi um silêncio até que curto de eu pensando no que falar para ele, mas foi constrangedor. Logo pensei no primeiro tipo de dor que veio na minha cabeça...

- Aaaahhmm... Cólica menstrual! - Não, eu não sabia o que era isso, só sabia que era uma dor que muita gente reclama, então eu não sabia de nada sobre isso. Agora que eu estou narrando, sei muito bem o que é isso, e porque isso é causado. Desculpa Mello...

O diretor me olhou com os olhos arregalados, e parecia um pouco surpreso, eu achei que estava arrasando em achar uma dor insuportável, e ter uma boa desculpa para não admitir a ressaca.

- Err, ok... Eu acho... Pode ir a sua sala, Matt - Ele disse ainda surpreso.

Logo saí da sala, bem feliz por ter ajudado o loiro que eu amo! Espero que em algum momento ele perceba meus sentimentos por ele... Isso seria um sonho a ser realizado...

Alguns poucos minutos antes de começar as aulas, vejo L e Light sentados no clássico banco da árvore, eu vou até eles, e só ouço reclamações de dores e tonturas, quem mandou beber aquele veneno em forma de álcool? Acho que eles não se lembram do beijinho que eles deram ontem, uma pena pensar que só fizeram isso porque estavam sob efeito da bebida, OU SERÁ QUE NÃO HEHEHE... Aliás, acho que está rolando sim algo a mais, porque eles não saem de perto do outro um sequer segundo, isso obviamente quer dizer uma coisa: Amor!

Logo chega Beyond, também muito puto com essas dores, não quero admitir que fico feliz que todos estejam assim, já que eu fiquei avisando toda hora que isso era uma má ideia, então não venha dizer que não avisei. Espera cadê o Near? Normalmente ele e Beyond estão juntos, acho que hoje não seria diferente...

- Ué B, cadê a ovelhinha albina? Ele costuma ficar com você quase o tempo todo... - Eu perguntei para ele

- Ah, eu sei lá onde aquele menino se meteu! Deve estar na sala de aula dele, esperando a aula começar... - Vixee... Tá bravinho o assassino de meia classe, é?? 

- BB, dá pra ser um pouco menos irritante? - L disse. Meu Deus, está todo mundo puto nessa porra? Oxe...

Logo o sinal tocou, e fomos todos para nossas salas de aula.

*Matt off*

*Light onn*

Fui para minha sala de aula junto com L e BB, com muita dor de cabeça, mas fomos. Acho que deveria ter ficado na cama, mas não seria muito bom para minha reputação de aluno exemplar faltar dois dias seguidos, e um desses dias ser por ressaca... Enfim, sentei em uma cadeira que ficava no centro das filas, que estava livre, ou pelo menos eu acho, já que provavelmente quem sentava lá deve ter me "dado" o lugar sem eu perceber... Já L se sentou no fundo da sala, ainda naquela pose estranha, e suas olheiras estavam maiores que o de costume... BB também se sentou num canto bem escondido no fundão, bem a cara dele se sentar no fundo, ele estava muito bravo, foi até engraçadinho ver ele brigar com tudo e todos...

Não consegui prestar atenção na aula, estava com muitas dores, e também muito tonto, poderia desmaiar a qualquer momento. E pra piorar, Misa fez questão de ficar me chamando a atenção por simplesmente nada, só pra falar as idiotices que ela fala sempre... E eu não poderia simplesmente falar: "Cala a boca, Misa!", Isso não seria bom pra mim. Quando a aula acabou, e estava na hora do lanche, eu nem comi. Mas infelizmente, Misa me encontrou no recreio, e me levou para o grupinho de amigos nosso, não gosto deles nem um pouco, eles não tem nenhuma conversa que tenha nexo ou seja interessante, são sempre coisas aleatórias e idiotas... E ainda por cima, tenho que ficar com fama de "namorado da Misa", já que ela espalhou isso para todos, sem que não esteja rolando nada de sério. Juro que estava quase explodindo... Acho que o único verdadeiro amigo que tive foi L, mas acho que ele não deve estar afim de conversar agora, já que também está de ressaca. Será que ele lembra das loucuras de ontem? Ou pior, será que ele lembra daquele beijo...? Merda, essas paranóias só me entristecem, preciso parar de pensar demais nas coisas...

- Light? Light, você está me escutando? - Ouço Kiomy Takada me chamando, ela é uma amiga bem antiga minha, ela é até que bem inteligente e interessante, mas não é uma amiga verdadeira minha.

- Estou, fala o que você quer falar! - Fui bem curto e grosso, não estava de saco pra conversar com ela, sério...

- Você já sabe quem é seu par pra festa de início de ano? - Ah sim, esqueci desse detalhe, quando você participa da festa, você tem que levar algum par, não me pergunte o por quê! Eu costumo ir sozinho, mas prometi a mim mesmo que esse ano iria levar alguém...

- Que pergunta é essa? É claro que sou eu, Takada! - Disse Misa com muita certeza me abraçando. Obviamente não é ela minha parceira pra essa festa, não consigo aturar ela nem em conversas simples como esta, imagina em uma festa, com ela falando a todos sobre nós dois? Não vai rolar não...

Nossa, tinha me esquecido completamente de que teria que escolher um par, tenho que pensar cuidadosamente para não me arrepender depois. A Misa já é um descarte, a Takada também não é uma opção, as outras garotas... Não tenho intemidade com nenhuma... Será que terei que convidar um garoto..? Bem, não vejo problema nisso, porque todos já sabem que sou bissexual, então não seria estranho me verem com um cara sendo meu par. Mas o problema é: quem convidar?

Eu já estava passando mal pra caralho, aturando as duas demônias ali, e ainda tinha que pensar nisso... Me levantei da mesa em que estávamos.

- Eu estou um pouco cansado agora, acho que vou sair um pouco daqui... - Disse indo em direção contrária delas. 

- Ah, ok Light-kun - Disse Misa

Fui ao meu dormitório, só para tentar me acalmar enquanto a aula não começa. Por minha surpresa, L também estava lá, acho que com as mesmas intenções que a minha.

- Ah, oi L... Fazendo o que? - Perguntei

- Nada de mais, apenas esperando a porra da ressaca passar... - Ele disse com a mão na cabeça.

- É, ontem foi um dia bem louco... Você lembra de algum momento de ontem? Lembro de quase nada... - Queria ver se ele se lembra do beijo de ontem.

- Não de muita coisa, acho que só antes de bebermos aquilo que o BB nos deu. - É bem impossível dele querer me lembrar do acontecido, ou ele simplesmente não lembra.

Finalmente consegui me lembrar da cena! Foi tão... Bom...? Será que ele sentiu o mesmo? Queria repetir esse momento, mas sóbrio, só para ter a sensação com mais conciência, sabe? No meio do nada eu corei, acho que é só pelo fato de pensar nesse beijo, e acho que o moreno no meu lado notou isso, que situação vergonhosa...

- Ué, tá vermelhinho por quê? - Ele disse agora com um sorriso em seu rosto, isso fez eu simplesmente esquecer da dor, da tontura, e do resto dos problemas... Isso é algo que apenas ele conseguiu fazer em toda a minha vida, como ele consegue?

- E-Eu não estou vermelho, deve ser o calor...! - Eu disse isso, mas lá fora estava fazendo doze graus. Isso só piorou a situação.

L se virou para mim, e ainda estava com aquele lindo sorriso, eu olhava para aqueles olhos, eram lindos... Agh... Ele realmente me elouquece...

- Sabe L, fizemos muita besteira ontem. Isso você já deve saber. Mas uma das besteiras que fizemos... - Dei uma pausa, estava com muita vergonha... - Meio que nos beijamos...

Quando disse isso, o moreno corou muito, ele estava muito fofo nessa cena...

- Ah, uma pena de eu não lembrar... - Quero muito que o que ele disse ontem, seja verdade, eu realmente quero que ele me ame...

- E você ainda disse que me amava... - Piorei a situação.

Ele deu uma risada, muito fofa inclusive...

- B-Bem, não podemos dizer que isso é mentira...! - Ele disse ficando mais vermelho do que já estava.

I-Isso que ele disse... É v-verdade...? Senti meu coração bater muito rápido, estava quase saindo pela boca, e já não tinha como eu ficar mais vermelho, nunca senti isso por alguém...

- V-Verdade? - Eu perguntei pra ele, que também estava muito vermelho.

- É... Parece loucura, mas você é o único que consigo ter uma boa conversa, e também chamar de amigo... - Ele disse isso a mim, e logo depois eu o abracei...

Foi um abraço muito longo e quente, não queria parar em momento nenhum...

- L, posso te fazer uma pergunta...? - Eu disse a ele, se ele aceitar, acho que já tenho um par para a festa...

- Humm, diga

- Eu esqueci de dizer, mas na festa é preciso de um par para entrar... Se você quiser ser meu par, ficaria muito grato...! - Eu disse a ele ainda corado com toda a situação.

- Ah, quero sim! - Ele disse isso a mim, e eu só pude abraçá-lo novamente...

- Muito obrigado, L... Muito obrigado por me fazer feliz como só você consegue... 

Por apenas esses pequenos minutos, consegui esquecer tudo o que me atrapalhava, eu realmente não sei como esse garoto consegue me ajudar...

*Light off*

*Matt onn*     (Denovo, foda-se)

Gosto muito desse horário, porque é nesse momento que eu posso encontrar e fazer amigos, mas agora que não me sinto muito a vontade aqui, com esse tanto de gente diferente, não estou muito acostumado com pessoas tão... "Normais"... Estou mais acostumado com pessoas mais esquisitas, tipo eu, L e BB. Então acho que vai ser bem difícil conversar com pessoas tão "padrão" assim, prefiro os mais distintos, sabe? Eles tem mais personalidade e são mais interessantes. Então, acho que vou me encontrar com meus amigos! Normalmente eles ficam no banquinho da árvore, mas agora só estava B lá, cadê o L? O Light? O Near? Cadê o povo dessa porra?!

- Eai B! Cadê os outros? - Eu perguntei me sentando ao lado do assassino, que parecia estar melhor.

- Os viado? Sei lá cadê essas bixa... Deve tá por algum lugar aí... - Nossa, valeu pela informação! Jurava que eles não estavam em um lugar!

- Ei B, cadê o Near? Eu não vi ele hoje em lugar nenhum... 

- Sei não... - Meu Deus, cara seco...

- Vixeee, ainda tá de ressaca?

- Não... Só um pouco... Acho que deveria ter te escutado, você estava certo...

- HUUUM? O QUE VOCÊ DISSE? EU ESTAVA O QUE?? PODE REPETIR? - Disse apenas para jogar na cara deles que eu acertei em algo.

- Vai tomar no cu caralho! - Esqueci que o estressadinho aqui odeia errar, pena... Né?

Enquanto nossa linda conversa terminava, chegava o melhor casal da história: L e Light. Eles estavam vindo em nossa direção, enquanto não desgrudavam um do outro. Melhor casal.

- Eai otários! Senta aqui, bora conversar enquanto a aula não começa. - Eu disse pra eles enquanto dava espaço para os pombinhos apaixonados se sentarem. BB não parecia muito satisfeito com a presença deles, acho que só a do Light, já que ele não gosta do mesmo. 

- Ah gente, sabe aquela festa? Então, tem um detalhe muito importante que eu esqueci de falar a vocês... - Disse Light sentando ao meu lado, enquanto L sentava ao lado do moreno. - Para vocês conseguirem entrar na festa, precisarão de um par, não me pergunte o por quê, mas é nescessário.

- Então os dois aí são um par? - Disse BB, acho que ele também acha os dois um ótimo casal.

- Não sei, talvez...! - Disse L

AH MEU DEUS, EU SABIA QUE ERA REAL!!! LAWLIGHT VAI SEMPRE SER REAL!!!!!

- MEU DEUUUSS, EU SABIAAA!!! OS DOIS SE AMAM! SE AMAM!! SE ADORAAM!!! - Disse isso chamado nem um pouco de atenção.

- CALA A BOCA RESTO DE ABORTO!! - Disse BB puta estressado, povo fresco, aguenta nem um gritinho pequeno desses...

- Mas eai Matt, e seu par, é quem? - Perguntou Light

- Tá vendo não? Óbvio que é aquele loiro lá que parece uma mina! - Disse B, agora rindo da minha cara, agora você ri, né desgraça?

Enquanto os dois riam e eu ficavam corado, chegou o cospobre de Madonna, ele já melhorou? Pensei que iria demorar um puta tempo pra passar a ressaca dele. 

- Meu Deus, Matt... Quando minha cabeça finalmente para de doer, vem você e começa a gritar... - Ele disse, puto como sempre.

- Afê, nem gritei tanto, foi bem pouco, e nem foi tão alto!

- Não gritou muito? Pelo amor de Deus, se isso é não gritar muito, estou com medo de quando você gritar pra caralho... - Disse L intrometendo na conversa.

- Ô mini-Madonna, seu namorado aqui quer te convidar pra... - O Beyond não vai falar isso, né? Eu interrompi ele antes que terminasse a frase.

- OU, SABIA QUE O LIGHT E O L VÃO IR JUNTOS PRA FESTA?! - Disse a ele, não só interrompendo B, mas também contando essa novidade com brilhos boa olhos.

- Já tava na cara isso... Eu acho que não vou nessa festa, como sempre. - Disse o loiro.

- IIIIIHHHHH, MATT PERDEU O NAMORADO!!!! VAI FICAR SOZINHO NA FESTA!!! TOMAAAA TROXAAA!!! - Disse BB que antes reclamava da minha gritaria, mas agora grita como se não estivesse passando mal.

- Cala a boca inferno! - Eu disse mais vermelho que meu cabelo, e não era só por vergonha! Era por raiva desse infeliz! - Por que você não vai, Mello?

- Pra ir nessa porra aí precisa de par, e eu não tenho saco pra convidar alguém, muito menos passar a festa inteira com essa pessoa. 

- Ou, o ruivo aqui tá querendo ir com você! Aceita aí trouxa! - B realmente não me ajuda...

Mello não disse nada sobre o assunto, e sentou no banco com a gente. Ele parecia um pouco envergonhado, o que faz ele ficar muito fofo, porque quando ele fica envergonhado ele também fica bravo. Será que eu chamo Mello para a festa? Porque eu realmente quero ele como par... Mas será que ele também vai querer...?








Notas Finais


Viu? Tá uma bosta kkkk :'D Os últimos capítulos não estão saindo muito bons, né? Desculpa rs... E eu ainda acho que o próximo ainda vai ser pior kkkk qwp

Muito obrigado a todos que estão acompanhando e comentando, sério, isso me ajuda demais e faz eu ficar com um pouco mais de autoestima para continuar! Sério, se não fosse vcs, eu teria parado a fic no capítulo quatro kkkk

Obs: gente, eu tô pensando em fazer história dos shipps solo, o que acham? Se gostarem da ideia, qual shipp seria legal? :O

Até o próximo capítulo, tchauuuuu meu povooo 💜💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...