1. Spirit Fanfics >
  2. Only If it's You (Só se for você) >
  3. Mal entendidos

História Only If it's You (Só se for você) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Hey gente, não me matem preciso fazer um draminha, digam o que acharam pliiz a opinião de vocês é muito importante pra saber o que tenho que melhorar...

Capítulo 3 - Mal entendidos


Fanfic / Fanfiction Only If it's You (Só se for você) - Capítulo 3 - Mal entendidos

Jensen POV:
O sinal do intervalo toca e eu me aproximo meio nervoso na sua carteira, ele guardava o caderno na bolsa enquanto passava a mão nos cabelos de um geito bem sensual, tinha algo nele diferente de todos os garotos que já peguei e isso me atiçava muito, tinha mistério em seu olhar e no seu geito tímido,  
eu me aproximo da sua carteira e ele me olha de relance e "Deus" a faisca do sol vindo da janela deixavam seus olhos num azul prata esverdeado lindo…


-olá eu sou o Jensen, quer ficar com agente no intervalo? Digo e vejo Misha gargalhar atrás de mim junto com Ashley e Jhony o que não ajuda em nada, eles cochichavam e riam muito.
 -éh, obrigado mas eu prefiro ficar sozinho. Diz franzindo a testa e saindo da sala pra minha surpresa.
-que fora em! Grita Ashley quando ele sai da sala e eles caem na gargalhada da minha cara que não tava das melhores.

-vocês não ajudam em nada rindo da minha cara! Digo bufando.

-ah qual é Jen! foi muito engraçado sua carinha de apaixonado e de cãozinho abandonado quando ele disse: "prefiro ficar sozinho". Diz Misha rindo.

-ta doido é? Eu não tô apaixonado, conheci ele hoje! Além do mais só quero tirar uma casquinha daquele Deus grego, só isso.

-sei. Diz Ashley contendo o riso com a boca e eu revivo os olhos saindo da sala.

Jared POV:
Eu tava pensando na minha chácara que deixei pra trás, nos meus cavalos, no cheiro de campo, e nas danças cautry da minha antiga escola, a  minha vontade era de chorar de saudades...
 Quando o garoto loiro veio falar comigo eu pude olhar seus amigos rindo quando ele me convidou pra ficar com eles e então percebi a roupa e o geito burguês deles e conserteza tavam rindo da minha roupa simples de cauboy, então eu percebi o quanto não queria estar ali com aqueles riquinhos muito mais estilosos do que eu, tinha vontade de sair dali e não falar com mais ninguém apesar do garoto loiro ser muito lindo e parecer simpático, peguei minha blusa de flanela e sai dali o mais rápido possível.

Cheguei no banheiro afoito e vejo um playboyzinho rindo e cochichando algo com o amigo que olhavam com olhar de deboche sem parar pra mim, eu tava lavando o rosto quando não me contive.
-o que tá olhando? Falo nervoso.
-nada, só que você parece ser um caipira pobretão. Eles saem rindo e eu me pego chorando lembrando dos meus amigos que eram tão diferentes desses riquinhos...
   
Jensen POV:

- o que será que fez ele sair assim? Digo baixinho pra mim mesmo enquanto meus amigos comiam e conversavam animadamente.
 Derrepente ele chegou no refeitório e meu coração pulou uma batida, ele sentou um pouco lonje com sua bandeja mas eu pude ver perfeitamente dali, vi que seus olhos tavam inchados e seu rosto um pouco vermelho, ele tava chorando?  
Meu coração falha outra batida ao pensar que ele podia tá chorando por alguém, mas porque? Minha intenção era ser amigo dele e só pegar ele uma vez e nada mais, como sempre fiz minha vida toda e não era agora que ia mudar, mas porque aquele garoto lindo tímido e misterioso mexia tanto comigo?

Derrepente o sinal toca e entrei na sala rapidamente esperando ele chegar, pensei em falar com ele quando vi ele entrando de cabeça baixa e sentando na carteira mas não tive coragem e meus amigos falavam comigo coisas que nem prestei atenção, logo outra professora chega dona blender, professora de história, ela era ranzinza e implicava comigo um pouco dês do quinto ano mas eu nem dou bola.
Passei a aula toda olhando pra ele o secando o máximo que podia, vez ou outra ele me pegava no flagra e eu virava os olhos rapidamente percebendo que ele notava muito bem meu olhar sobre ele, eu tava literalmente o despindo com os olhos quando a professora chamou.
-senhor Jensen Ackles pode prestar atenção na aula ou se retire, eu te fiz uma pergunta por quais motivos aconteceu a guerra fria? Ela tava com os óculos caindo sobre o nariz me encarando por cima e eu tava uma pilha de nervos pois não tinha prestado atenção em nada da aula.

-hã, foi culpa dos políticos? Falo e a sala toda cai na gargalhada.

- muito engraçado, se retire agora mesmo da sala!

Eu saio de cabeça baixa bufando vendo meus amigos rindo da minha cara.

Pensamento de Jared on:

Era impressão minha ou aquele menino loiro tava literalmente me secando em plena aula? 

Jared POV:

Antes dele sair da sala percebi como me olhava e eu tava sem reação alguma porque aquilo tava me deixando realmente nervoso, eu tava me sentindo abusado com um simples olhar, eu não tava acostumado com isso no meu lugar as pessoas custumam ir mais de vagar, serem mais "românticas" na hora da conquista e eu sabia que ele não queria ser exatamente "romântico" comigo seu olhar tarado dizia tudo, apesar do meu romantismo de querer compromissos sérios talvez eu deva me aproximar, afinal que mal teria?, Depois da aula falaria com ele eu já tava decidido...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...