1. Spirit Fanfics >
  2. Only in memory.... (Kim Taehyung) >
  3. Lua de Mel

História Only in memory.... (Kim Taehyung) - Capítulo 40


Escrita por:


Notas do Autor


Gente eu sinto muito, muito mesmo, mas eu não consigo escrever capítulos hot, sla e tipo um bloqueio kkkkkkk e quando escrevo fica uma grande bosta, eu não sei a vou conseguir, mas espero que gostem......

Capítulo 40 - Lua de Mel


Fanfic / Fanfiction Only in memory.... (Kim Taehyung) - Capítulo 40 - Lua de Mel



Sn on.....



A festa foi incrível, dançamos muito, bebemos, comemos várias coisas e nos divertimos até altas horas. Eram quase duas de manhã quando todos os convidados foram embora, eu e o Tae preferimos viajar no dia seguinte ao casamento, pois sabíamos que estaríamos cansados. Se bao fosse pelo Tae eu teria dormido com o vestido de tão cansada que fiquei, sem contar que está meia bêbada, não estávamos um nenhum pouco de pique pra esquentar a noite antes, apenas tomamos um banho rápido de fomos dormir. 


Nosso vôo estava marcado para oito da manhã, então tivemos que acordar bem cedo para terminar de arrumar as coisas e ir para o aeroporto. Tae escolheu o lugar que iríamos passar nossa lua de mel, e quis fazer surpresa pra mim, então até chegar la, eu não vou saber onde é. Assim que o avião pousou, Tae tampou meus olhos com uma venda, e colocou musicas altas no meu fone pra mim não escutar nada até chegar no hotel.


Sn: Amor! Ja posso tirar essas coisas? - disse alto pelo barrulho da música no fone -

Tae: Não! - tirou rapidamente meu fone e depois colocou de novo. Uns quinze minutos depois ele tirou um de meus fones novamente - acabamos de entrar no quarto do hotel... você está em frente a uma janela, assim que abrir os olhos vai saber onde está! - disse ele se posicionando atrás de mim, e tirando a venda bem devagar -


Estava em frente a uma "parede" de vidro, que dava a visão de boa parte da cidade e do mar, mas oque me chamou a atenção, foi a terceira Maravilha do mundo moderno mas conhecido como..... Cristo Redentor, estávamos no Rio! Meus olhos brilharam ao ver aquele cidade novamente, meus olhos ss encheram de lágrimas, não conseguia dizer nada, apenas me joguei nos braços dele é chorei.

Tae: gostou da surpresa?

Sn: Você ainda pergunta? - disse olhando pra ele com um sorrisão bobo no rosto - nem acredito que estamos aqui! Eu senti tanta saudade desse país, da praia, o sol, sei que a Coreia tem seus momentos quentes, mas não chegam aos pés do Brasil... as vezes ñ arrependo de ter dito que quando saísse daqui não iria voltar nunca mais!

Tae: Você dizia isso? - perguntou rindo - por que? esse país é ótimo.

Sn: mora nele por 20 anos!.... pode parecer um país ótimo, mas só por vista, 80% do Brasil é puro desgosto, mas é tudo culpa dos brasileiros, agora vamos mudar de assunto..... NÃO ACREDITO QUE ESTAMOS AQUI!!!! - corria toda animada pelo apartamento - esse apartamento e lindo amor! a vista é perfeita... não poderia ser melhor.

Tae: que bom que gostou amor... vamos tomar um banho? 34 horas de viagem acaba com qual quer um, quase não dormi de tão ansioso que estava.

Sn: viajar é ótimo, mas tudo tem limite, ficar esse tempo todo infornada dentro de um avião mata.... mas no fim valeu a pena, estou muito feliz amor muito mesmo.

Tae: que bom... pode ir entrando no banho, vou pedir serviço de quarto, estou morto de fome, depois que comermos a gente dorme um pouco, aproveitar que ja esta escurecendo.

Sn: ok.... que bom que chegamos nesse horário né? Assim ja vamos nos acostumendo com o fuso.

Tae: eu tentei fazer umas contas pro horário bater... nas minhas contas íamos chegar aqui umas sete ou oito horas, mas agora são seis.... mas ha bom né? fazer oque.

Sn: Você contou? se eu tivesse contado, minha conta daria umas cinco da manhã qui, teria me perdido inteirinha - disse enquanto tirava a roupa e entrava no banheiro -

Um pouco depois Tae entrou, estávamos cansados, então fogo teria que aguentar mais um pouquinho, apenas trocamos beijos e carinhos durante o banho, assim que saimos e fomos comer oque a recepção havia mandado, e logo caimos na cama, dormindo agarradinhos, oque não durou muito tempo, pois estava super calor então tivemos que dar uma afastada!... única coisa que eu não gosto quando estou no Brasil, não poder dormir agarradinho por causa do calor.


[ .... ]      



No dia seguinte acordamos as seis da manhã, estávamos bem dispostos, então depois e tomar café fomos andar pela cidade. Infelizmente tivemos que usar boné e máscara para andar pelas ruas, mas sempre que tínhamos uma oportunidade, nós tirávamos um pouco para respirar, estava realmente muito quente. 

Passeamos por algumas lojas e compramos algumas coisas, comemos várias coisas gostosas, que honestamente eu estava morrendo de saudade, como o pão de queijo, nosso que saudade eu estava dessa pequena bolinha, é uma pena que não exista no mundo todo! É realmente divina. Passeamos e mãos dadas pela praia, e ficamos vendo algumas pessoas nadando e brincando pela areia.


Sn: você quer entrar? 

Tae: entrar? a onde, na água? 

Sn: é!.... quer? você não consegue parar e olhar pra água e para as pessoas brincando.

Tae: não, não é isso.... e a gente nem trouxe roupa de banho - disse olhando para nossas roupas, eu estva com um vestidinho mais solto e sandália, Tae estava s short jeans e blusa, com uma chinela nos pés -

Sn: quem disse?..... vamos - disse tirando rapidamente as sandálias, jogando as coisas na areia e correndo pra água -

Tae: Ei! oque está fazendo? SN! - disse correndo atrás de mim, mas parou assim que chegou perto da água, que ja batia quase na minha cintura - 

Sn: VEM AMOR! A ÁGUA ESTÁ ÓTIMA! - ele exitou um pouco, mas depois tirou as chinelas, e deixou as coisas junto com as minhas, e por fim, oque me deixou boquiaberta com a atitude, tirou a camisa e cobriu nossas coisas com a mesma logo vindo até mim - Uau! esse é meu marido! JÁ te disse que você é gostoso pra caralho?

Tae: para! - disse rindo - me deixa com vergonha..... pelas coisas que você ka me disse que acontecem por aqui, achei melhor cobrir as coisas, e outra, nem tem nenhum homem nadando de blusa!

Sn: é, isso é verdade, você fez bem, além de protejer nossas coisas você ainda pega um bronzeado.... ou uma insolação! - disse e ele me olhou assustado, e eu me acabei de rir -


Ficamos um bom tempo la, nadando, brincando na areia, trocando beijos e carícias... no começo o Tae ficou com vergonha de "expressar afeto em público", pois isso é um tanto que errado na Coréia,  mas depois ele gostou de não ter que ficar se escondendo tanto. Ficamos sentados em um banco que tinha ali até nos secarmos, ficamos converssando e rindo a beça, foi um dia incrível. 

Depois que fomos embora, Tae disse que havia feito reserva em um restaurante para comemorarmos nosso primeiro dia de casados. Ele colocou uma roupa maravilhosa, ele fica lindo até do aveço, nunca me acostumo, toda vez fico babando por esse homem! eu coloquei um vestido preto colocado, de gola alta e sem mangas, coloquei um colar dourado simples e um salto também preto, dexei o cabelo preso e fiz uma maquiagem bem simples, sabia que se suasse iria acabar com tudo!

O jantar foi incrível, romântico, as comidas estavam deliciosas, e a cada palavra que saia de nossas bocas eram acompanhadas de olhares penetrantes, ja sabiamos como a noite iria acabar assim que saissemos do restaurante. 

Entramos no carro ja acompanhados pelas mãos bobas, Tae me puxou para um beijo profundo e sedento assim que entramos no carro, levou uma das mãos até minha nuca para aprofundar mais o beijo, e a outra em minha cintura, dando apertos e puxões intensos, se não fosse pelo medo de sermos vistos, teriamos acabado com nosso fogo ali mesmo. É incrível como esse homem consegue me levar a extrema loucura apenas com seu olhar predador, seus sorrisos maliciosos, e seus beijos quentes, sentia que poderia chegar ao apce apenas com essas coisas. 

Subimos no elevador calmamente, tentando parecer calmos, apesar do fofo ser grande o suficiente para termos feito aquilo la mesmo, dentro do elevador. Mal entranos no aprtamento, e Tae ja me empurrou contra parede, atacando mais lábios da melhor forma possível, ele trancou a porta cegamente, e eu joguei minha bolsa em qualquer canto, ele passava suas mãos pela minha nuca, costas, cintura e pernas, como se explirasse casa sentimento meu, sua mão puxou minha perna direta para cima, apertando fortemente minha coxa, me fazendo arfar entre o beijo.

Em um movimento rápido me colocou em seu colo, precioando cada vez mais nossas intimidades, e simulando esticadas fundas, tinha certeza que ja me encontrava completamente molhada, ele me apiou sobre seus braços, me desencostando da parede e nos levando as cegas até o quarto, onde nos deitou suavemente sobre a cama. Seus beijos passaram a ser depositados em meu pescoço, maxilar e clavuculas, mordia levemente meu pescolo e lobulos, deixava fortes chupões em meu pescoço e sabia que iria ficar uma bela marca depois. 


Ele se encaixou entre minhas pernas, sem soltar meus lábios, tirou meus saltos, e subiu as mãos até o cós do vestido, logo o tirando rapidamente de mim, o próprio vestido tinha bojo, então eu ja estava sem sutiã, oque facilitou muito, rapidamente ele atacou um de meus seios, seua lábios eram como algodão doce tocando a pele, delicado e sensível, como se fosse dereter a qualquer segundo. Eu arfava a cada sugada, cada mordiscada e cada lambida, seus beijos foram descendo até meu colo, e ele se colocou em pé em minha frente desabotoando a blusa lentamente e a jogando pelo quarto, tirou seu sinto e logo após a calsa junto a cueca box que esava, ele ka se encontrava duro, pronto pra mim, e isso me deixava ainda mais em êxtase. 

Rapidamente tirou minha calcinha, logo começando mais um beijo quente e profundo, soltei um gemido abafado quando ele entrou sem ao menos avisar, começou com estocadas lentas e fundas, restringindo beijos e mordidas pelo meu pescoço, apesar de ja termos feito aquilo milhares de vezes, todas as vezes pareciam ser a primeira, ele sabia exatamente como me fazer delirar, sabia exatamente cada um dos meus pontos e prazer, e usava todas as suas armas pra isso, apesar de conseguir me levar a loucura com apenas seu sorriso. Suas estocadas passaram a ser mais rápida e a precisas, ele metia forte e fundo,  rindo do meu delírio e prazer a cada vez que revirava os olhos por puro lrazer e delirio, gemia rouco em meu ouvido e as vezes soltava um palavrao ou uma palavra suja. 

Pouco depois eu ja havia chegado em meu apce, mas ele ainda não, rapidamente mudou nossas posições ficando por baixo, e se encaixando dentro e mim lentamente, segurava em minha cintura me ajudando nos movimentos, enquanto afundava o rosto em meu pescoço, e eu maltratava seus ombros e costas com minhas pequenas unhas, seus gemidos foram ficando cada vez mais roucos, anunciando que logo chegaria ao apce também, e algum tempo depois sa desmanchou dentro de mim, me fazendo cair sobre seu peito suado. Ainda estávamos tentando acalmar o fôlego quando ele saiu de baixo e mim, e com sua voz rouca e extremamente sexy do momento, ordenou para que eu ficasse de quatro, sem exitar, assim fiz. Ele deu um rápido, mas forte, tapa em minhas nadegas, apertandoas forte logo em seguida, segurando em meus cabelos, e o fazendo olhar por cima dos ombros.

Tae: segure e fique firme... agora eu vou colocar com força! - Sua tomada frase que sempre me alegrava, e jogava fora toda minha sanidade, amava quando ele falava aquilo, pois sabia o quão maravilhoso era recebe-lo daquele jeito, e assim fiz, ja pronta para te-lo novamente em mim - 

Ele segurou forte em minha cintura, empurrando minhas  costas mais orar baixo, me deixando ainda mais empinada pra ele, e assim que deu sua primeira estocada, tive que enfiar a cara no travesseiro para abafar o grito, ele não brincava quando dizia que iria forte e fundo, ja bastando o seu tamanho, mas ele sabia bem que eu amava aquilo, sabia bem que eu aguentava, então não se segurava, e ia o mais forte que conseguia, sabia que ficaria sem andar ao fim, mas valeria a pena, ô se valeria...

Ficamos por alguns minutos daquele jeito, até que chegamos ao apce juntos, eu cai ofegante sobre a cama e Tae caiu em cima de mim, ainda dentro, nossas respirações eram fortes e pesadas, completamente descompensadas, estávamos todos suados, e aquilo era perfeito. 


Tae: esse foi a melhor noite... da minha vida - disse depois de sair de dentro de mim e se deitar ao meu lado, me deitando sobre seu peito -

Sn: com certeza foi amor..... quero ver eu andar depois dessa - disse e nós rimos alto - mas valeu a pena, valeu muito a pena.

Tae: com você sempre valeu a pena, mesmo me deixando completamente exausto depois, sempre foi maravilhoso - disse olhando em meus olhos e fazendo carinho em meus cabelos, seu olhar era doce e cereno, perfeito - eu te amo... senhora Kim.

Sn: eu também te amo... senhor Kim - rimos doce, e ele depositou um selinho demorado em meus lábios -

Tae: vamos tomar um banho? - perguntou e eu acenti - sei que não vai conseguir ficar em pé direito, então vou encher a banheira e ja volto pra te buscar esta bem? - disse se levantando e depositando um beijo em minha testa, e logo indo para o banheiro -


Poucos minutos depois ele volta, eu estava quase dormindo,  deitada de bruços na cama, ele deu um beijinhos nas minhas costas logo dizendo que a banheira estava pronta, me levantei para ir até o banheiro, mas ele me pegou no colo e me levou até la, entramos juntos e ele se sentou atrás de mim, logo começando a passar a buchinha em minhas costas, me ajudando a me lavar, e depois de um banho longo, delicioso e romântico com meu lindo marido, tivemos uma maravilhosa noite de sono. 











CONTINUA.... 



Notas Finais


Espero que tenham gostados amores, volto logo com mais um cap, e provavelmente o último!
Me desculpem pelos erros.



👋😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...