História Only love i need - CAMREN G!P - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Alessia Cara, Austin Mahone, Bea Miller (Beatrice Miller), Cameron Boyce, Camila Cabello, Cara Delevingne, Chris Colfer, Demi Lovato, Dianna Agron, Dove Cameron, Emma Stone, Fifth Harmony, Hailee Steinfeld, Harry Styles, Hayley Kiyoko, Maggie Lindemann, Shawn Mendes, Taylor Swift, Zayn Malik
Personagens Alessia Cara, Ally Brooke, Austin Mahone, Bea Miller, Cameron Boyce, Camila Cabello, Cara Delevingne, Chris Colfer, Demi Lovato, Dianna Agron, Dinah Jane Hansen, Dove Cameron, Emma Stone, Hailee Steinfeld, Harry Styles, Hayley Kiyoko, Lauren Jauregui, Maggie Lindemann, Normani Hamilton, Personagens Originais, Shawn Mendes, Taylor Swift, Zayn Malik
Tags Camren, Larry, Norminah, Semi
Visualizações 150
Palavras 1.453
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi, rs <3

esse capítulo vai ser dedicado a normila <3

Capítulo 12 - Capítulo 11.


Fanfic / Fanfiction Only love i need - CAMREN G!P - Capítulo 12 - Capítulo 11.

Karla Camila Cabello Lovato

- Normani Kordei! - digo indignada.

- Karla Camila! - diz ela sorrindo.

- O que você está fazendo aqui, morena? - pergunto dando um meio sorriso.

- Vim ver como você estava, não pode? - pergunta ela em um tom indignado, como se fosse normal fazer isso.

- Pode sim, mas diga ai, o que quer de mim? - pergunto fazendo um sanduíche para mim.

- Demi me pediu para vir aqui ver se você estava bem e eu também estava querendo vir para conversar com você, então uni o útil e o agradável e aqui estou, meu bebê. - diz ela sorrindo largo.

- Também senti saudades. Mas também né, nunca mais falou comigo, me esqueceu! - digo fazendo bico. 

- Ei! Eu não esqueci, apenas tinha que resolver algumas coisas. - diz vindo até mim e me abraçando.

Normani e eu eramos e continuamos muito grudadas, conheço ela desdos meus 9 anos de idade, viramos melhores amigas desde então. Demi até ficou com ciúmes e ainda tem mas leva tudo na brincadeira por mais que as vezes ela ameaça a cortar meu amigo. 

- Demi me falou de uma tal de Lauren, e você nem pra me falar! - Normani diz colocando as mãos na cintura arqueando a sombrancelha.

- Você não me ligou, não me deu mais atenção. - digo dando de ombros segurando o riso, porque eu sabia que ela ficaria puta da vida.

- COMO É QUIÉ, RAPARIGA? - grita indignada. - Claro que te dou atenção bebê, mas eu sou modelo, viajo pelo mundo, me desculpa.  - Normani diz vindo me abraçar.

- Tudo bem Bear, só me liga de vez em quando, sinto saudades! - digo retribuindo o abraço apertado como um coala.

- Nunca deixou de ser minha Koalinha, em? - diz dando uma risada. - eu queria conversar com você, é sério. - ela diz desfazendo o abraço e segurando minhas mãos.

- Tudo bem, diga. - digo atenta.

- Eu vou parar de trabalhar logo em breve, ja sou uma pessoa rica e bem sucedida claro, mas só irei parar porque tomarei o cargo de dona e vice diretora da empresa de mo.... - não deixei ela terminar e logo sai gritando.

- CARALHO NORMANI SUA RAPARIGA, PARABÉNS MORENAAAAA! - grito sorrindo e pulando pela casa. 

Ela gargalha e fica me olhando pular para lá e para cá, isso tudo porque ela não vai viajar tanto. Modelos da empresa viajam para lá e para cá para tirar fotos em países diferentes, donos da empresa não viajam muito, apenas vão em casos extremos. 

- Sim e por isso, terei que arrumar um lugar para ficar, inclusive vou arrumar nesse prédio mas vai demorar um pouco. Então eu pensei e... - não deixei ela terminar novamente.

- Pode vir morar aqui, temos dois quartos de hóspedes, escolha qual você quiser morena. E também preciso te contar sobre uma pessoa...

(...)

Eu e Normani passamos o dia todo conversando sobre as novidades. Algo que ninguém sabe sobre os Cabello's Lovato é que não temos essa pose prepotente, egocêntrica e fria com a família, somos apenas nós mesmos com nossos amigos. Temos poucos porque não se pode confiar em qualquer pessoa quando se tem um Império do tamanho que nós temos. 

Eu e Demi temos muitos amigos mas podemos contar nos dedos quantos são confiáveis. Ter muitas empresas espalhadas pelo mundo não é para qualquer um e também mais uma coisa que ninguém sabe é que, existem seguranças que cuidam da minha família, invisíveis. Cada um da família Cabello tem 5 seguranças, ninguém os vê porquê são bons no que fazem, é realmente para não nos preocupar porque muitos ja tentaram golpes e sequestros contra nós. 

Normani é uma das poucas pessoas que eu confio, que sabe tudo sobre mim, que eu deixei entrar no meu mundo. Eu e ela ja passamos por muitas coisas juntas, não é surpresa se ela ja tenha me visto apenas de cueca e sutiã. Apesar dela não gostar do que eu tenho no meio das pernas, ela me chama de mulherão da porra e tem uma tara pela minha bunda, Dinah Jane que não saiba sobre isso. 

Saio dos meus pensamentos com Normani me chamando para comer, ja era outro dia, hoje eu iria mostrar a empresa para ela, faz tempo que ela não vai lá. Muitas mudanças ocorreram e acho que ela irá ficar surpresa. 

- O que fez pro meu bucho, munhe? - digo segurando a risada e fazendo sotaque de pessoas que moram no interior. 

- Óia fiz panqueca, ta servido? - Normani resolvi entrar na brincadeira.

Assinto e pego uma panqueca e coloco no prato que tem na minha frente, começo a comer e quase tenho um orgasmo de tão boa que a comida está.

- Você sempre fez boas panquecas, Bear. Trabalha pra mim como cozinheira vai, vai. - digo mexendo as sobrancelhas.

- E quanto seria meu salário, bunduda? - pergunta rindo.

- Hmmm, uns 10 mil por mês. - digo gargalhando.

- Vou pensar no seu caso. - diz ela pensativa.

Dou uma risada e termino de comer a Maravilha que ela preparou. Vejo no meu celular as horas e vejo que já podemos ir a empresa.

- Vamos? - pergunto limpando minhas mãos em um paninho que tem em cima da mesa.

Ela assente e eu pego minhas coisas para logo ir para a garagem do prédio. Vou para o elevador junto a Normani e aperto no andar da garagem, demorando apenas 3 minutinhos para logo vermos carros no estacionamento.

Vou para o meu com a Normani me seguindo, logo colocando a chave, ligando o carro e indo em direção a empresa.

(...)

Chegamos na empresa e como sempre atraindo olhares curiosos sobre nós duas, todos conhecem a modelo gostosa Normani Kordei Hamilton, convenhamos que ela é um mulherão da porra! Todos estavam curisos para saber o que ela estava fazendo aqui mas sabiam que ela era minha melhor amiga. Bom, pelo menos os mais velhos da empresa.

Caminhamos até o elevador e subimos ao andar do escritório, sendo novamente atraido olhares para a morena do meu lado, ela tinha percebido e tinha uma pose impecável. Não podiamos ser muito como eramos em lugares públicos, sempre temos que manter a pose então na empresa eu era a diretora Karla Camila Cabello Lovato junto com a modelo também dona de um Império Normani Kordei H.

Logo chegamos no andar e eu percebi que a morena estava encantada com tudo mas não demonstrava mas sabia que ela iria pular que nem louca no escritório. 

Mas logo percebi algo, normani e eu estavamos de mãos dadas, era normal isso entre a gente, era costume mas tinha um par de olhos verdes olhando para a gente totalmente irritada e confusa, eu não sabia o porque da reação mas com certeza descobriria depois. 

Cheguei ao escritório com Mani e ela logo virou pra mim com uma expressão indecifrável.

- Não acredito que tu fez o que eu pedi! - ela diz sorrindo. Ela tinha um sorriso lindo, não me julguem. 

- Fiz. - digo dando de ombros rindo.

Ela pulou nas minhas costas e começamos a rir porque quase caimos no chão.

- Ta bem mais bonito agora mas olha aqui, tu percebeu que tinha uma mulher de olhos verdes nos olhando estranho? - pergunta se sentando no sofa da sala.

- Sim, é a Lauren que eu te falei. - digo fazendo o mesmo.

- Caralho que mulher em! Que sorte que tu teve, mamacita. - diz ela gargalhando. 

- Ai para Mani. - digo sorrindo.

- Acho que era ciúmes, o jeito que ela olhou pra gente de mãos dadas me deu vontade de rir, mas também ne, sou um mulherão da porra. - ela diz convencida. 

- Convencida só ela. - digo rindo. - Eu não sei o que eu acho, mas sei lá, acho que não deve ser ciúmes. - digo dando de ombros.

- Você sabe que você um mulherão, não sabe? Qualquer mulher cai de quatro por você, até eu mesmo não gostando do seu amiguinho ai. Pelo o que você me contou acho que deve sim. Você sabe que tem todas as mulheres que quiser, baby. - diz sincera.

- Eu sei, mas é tão confuso. Nunca senti isso antes. - digo suspirando..

- No encontro que irá ter, você conversa com ela e a conquiste se não quiser perder o que sente. Mas lembre-se meu amor, você ja tem o mundo. - diz me abraçando. E eu assinto e logo coloco minha cabeça na curva de seu pescoço, era uma mania que tinhamos.

Eu precisava ouvir aquilo, então sorri feliz porque eu sabia que era verdade. 

Mas o momento acabou quando ouvimos um barulho de porta ser fechada, eu não sabia se era a minha ou não mas resolvi continuar conversando com a minha amiga. 





Continua.










Notas Finais


comentem e favoritem caso gostarem, ajuda no crescimento da fanfic. <3
divulguem com os amigos se puderem.

obs; tentarei trazer com mais frequência capítulos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...