História Oops! - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Abo, Jikook, Namjin, Sope, Yoonseok
Visualizações 12
Palavras 1.436
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bem, é aquele negócio né rs
É a minha primeira fanfic, então peguem leve comigo, ok?

Capítulo 1 - Eu não sou o Taehyung


Jung Hoseok estava distraído com mais um dos romances que Namjoon havia lhe emprestado - provavelmente o segundo daquela semana - por isso não notou a aproximação de um certo ômega loiro até a sua mesa, consequentemente fazendo o ruivo dar um pequeno pulo na cadeira - e quem sabe, acompanhado de um gritinho considerado nada másculo - ao sentir uma mão em seu ombro. 


- H-hobi, você t-tinha que ver a sua c-cara! - O loiro disse em meio a risadas. 


- Jimin! Estamos na biblioteca, poderia, por favor, calar a porra da sua boca?! - O outro ômega sussurrou de forma esganiçada, temendo que a qualquer instante a bibliotecária nada simpática da escola pudesse aparecer. - E aliás, o que faz aqui? Pensei que você estivesse ocupado demais se agarrando com o Jeon em algum canto. - Disse de forma debochada. O loiro revirou as orbes para logo encarar o mais velho. 


- Sabe, hyung estressadinho, é por isso mesmo que estou aqui. - Jimin abriu um sorriso malicioso, fazendo a expressão debochada de Jung se converter para uma outra que demonstrava espanto.


- Vocês vão ficar se agarrando na biblioteca?! - Hoseok pergunta completamente incrédulo. 


- Errado, hyung. O certo seria, nós já nos agarramos na biblioteca. - Jimin aponta para um canto mais afastado do local, onde um Jeon Jungkook meio vermelho e ofegante, tentava desajeitadamente - e claro, sem sucesso - arrumar os fios desgrenhados. 


- Uh... eu não lembro de tê-los visto entrando. - O ruivo murmurou meio pensativo enquanto coçava a nuca. 


- É claro que não nos viu! Você fica lendo esses romances bobos do Namjoon hyung e esquece de tudo ao seu redor! - Toda a frustração de Jimin logo se dissipou e deu lugar a outro sorriso malicioso. - Bem... menos quando o assunto é Kim Taehyung, não é, Hobi-ah? - Logo após à forma cética que o ômega mais novo usou para fazer a afirmação, o ruivo pode sentir suas bochechas queimarem graças ao constrangimento. Talvez o mesmo tivesse sim uma pequena queda pelo beta de fios alaranjados. - Hyung, quando você vai falar para ele o que sente?


- Minnie... - Chamou o outro em um tom manhoso. - Você bem sabe que eu não tenho coragem para isso. E mesmo se tivesse, o que eu deveria falar? ''Olá, eu sou Jung Hoseok. Nós fazemos literatura juntos e estou aqui para anunciar que você é o beta da minha vida, é claro.'' - O loiro riu de todo o drama do amigo mas logo parou ao lembrar-se de algo. Com um enorme sorriso, o qual fazia suas salientes bochechas transformarem seus olhos em dois risquinhos - adorável aos olhos dos de fora, mas macabro para o Jung em certos momentos. Como aquele, por exemplo -, fez um gesto com a mão para que o Jeon - que até então ainda se encontrava tentando ajeitar o cabelo - se aproximasse dos seus hyungs, também ostentando um enorme sorriso na face.


- O que há, Jimin hyung? - Perguntou de forma sorridente, assim que já se encontrava próximo. 


- Mostre ao Hobi hyung o que nós conseguimos. - Hoseok olhava para o menor de forma duvidosa e um tanto temerosa, já que Park Jimin poderia ter ideias um pouco bizarras. Já o Jeon continuava olhando para o seu hyung baixinho sem de fato entender aonde o mesmo queria chegar. 


- Jeon... o número... - Jimin murmurou já se mostrando impaciente com a lerdeza do mais novo. Jungkook soltou um ''ah'', compreendendo o que o loiro queria. Apalpou então os bolsos traseiros da calça e assim que achou o celular, entregou na mão do mesmo.


- O que vocês fizeram? - O ruivo perguntou com um pouco mais de medo ao ver o Park com a expressão ainda diabolicamente risonha, enquanto procurava algo no celular. 


- Nós não fizemos nada demais, apenas estamos te dando um empurrãozinho... boa sorte pensando no que vai falar. - Hoseok então ouviu o seu celular apitar, indicando que havia recebido uma nova mensagem e ao ver quem era, franziu o cenho. 


- Ok. Jimin, por que você me mandou uma mensagem pelo celular do Jungkook, sendo que estamos um de frente para o outro? - O Park apenas revirou as orbes. Seu hyung as vezes poderia ser mais lerdo que o seu próprio namorado. 


- Poderia, por favor, ler o conteúdo da mensagem? Garanto que seja de seu interesse. - E mesmo um pouco hesitante, o Jung abriu o chat do alfa, pois sua curiosidade para saber o que seria tão interessante assim para si, era realmente grande. Quando teve consciência do que se tratava o assunto, quase se afogou com a própria saliva. Não conseguia acreditar, aquele era o número do Kim Fucking Taehyung!


- O q-que... c-como... ? - O ruivo estava tão surpreso que não conseguia formular uma frase coerente. 


- E então, hyung? Eu e o Jungkookie não somos demais?


- Como assim, "eu e o Jungkookie''?! Fui eu quem conseguiu o número! - Jungkook arqueou uma sobrancelha, direcionando o seu olhar para o namorado. Este que em resposta apenas esfregou o rosto no peito do alfa.


- Vocês... são... incríveis! - Hoseok conseguiu balbuciar depois de um curto tempo em silêncio. Levantou-se então da cadeira para poder abraçar o casal, mas o ato acabou gerando um pouco de barulho, o que atraiu o olhar extremamente carrancudo da bibliotecária que havia voltado para o seu posto atrás do balcão. Depois de algumas reverências como pedido de desculpas, os três resolveram cada um voltar para suas respectivas salas, já que o intervalo estava quase no fim. 


- Hey, hey, hey! - O Jung chamou os amigos antes destes entrarem na sala. - Como conseguiram o número? - Perguntou assim que conseguiu a atenção de ambos. 


- Foi fácil na verdade. Um amigo de Taehyung, Seokjin o nome, me deu o número. - Jungkook respondeu.


- Quer dizer que você pediu o número e ele simplesmente o deu a você? - Hoseok perguntou incrédulo.


- Basicamente, é, foi isso que aconteceu. - Jungkook deu de ombros enquanto sorria de forma um pouco nervosa. Entrou então na sala, sendo acompanhado pelo namorado. Já o ruivo se questionava o porquê de não ter feito aquilo antes. Aparentava ser tão simples!


E ainda com o sentimento de frustração, Jung Hoseok seguiu até a sua sala para enfrentar as últimas aulas.


- Jiminnie, tem certeza que esse plano dará certo? - O alfa perguntou ao ômega, assim que este finalmente se sentou à carteira ao lado.


- Jungkookie, acredite no seu namorado, sim? - Jimin respondeu simplesmente, voltando a atenção para a frente da sala, onde o professor já se encontrava. 


                              (...)


- Certo, Jung Hoseok, você consegue! - Murmurou para si mesmo pela terceira vez antes de finalmente entrar no chat do Kim. Desde que saiu do colégio, ficou encarando o próprio celular como se este fosse uma bomba prestes a explodir. Talvez devesse chamar sua noona? Dawon, por ser a ômega mais velha, provavelmente sabia como lidar com o assunto. Bufou. Ela com toda certeza iria rir aos montes de si antes de ajudá-lo. Certo, nada de Dawon. Mas o pânico por não saber o que mandar, aumentava gradativamente. 

Um 'oi' basta, não é? Merda! Claro que não! Preciso ser diferente!

 O ruivo continuava imerso em pensamentos até que uma ideia lhe surge à mente. Ora, por que não se declarar?! Resposta óbvia! Ele não queria assustar Taehyung logo de cara, por isso um ''olá, você é o amor da minha vida. Quer casar comigo?" Estava fora de cogitação. Quem sabe um ''eu gosto de você" seja suficiente, não? 


Completamente decidido, e com um pouquinho de coragem que o mesmo possuía, Hoseok pegou o celular mais uma vez, já começando a digitar. 

Taehyung

      you: Taehyung, é o Jung Hoseok, o ômega da aula de literatura, lembra? Eu sei que pode parecer loucura, ou nem tanto já que você é o beta mais perfeito do mundo e provavelmente já deve estar acostumado com esse tipo de abordagem. Mas enfim, a questão é que eu realmente gosto de você.


Hoseok mal teve tempo para acalmar o coração agitado e o característico som de quando surge uma nova mensagem se fez presente, ecoando por todo o quarto do ômega. Com as mãos trêmulas e a respiração um pouco desrregular, entrou novamente no aplicativo de mensagens. Seu nervosismo se dissipou aos poucos ao ler o conteúdo da mensagem, franzindo o cenho ao que terminou.


Taehyung: Admiro sua coragem por ter vindo se declarar de forma direta, mas há um pequeno probleminha...

You: O que?! Qual?

Taehyung: Eu não sou o Taehyung.

                    ©©©


Notas Finais


Beeeem, como eu disse á cima, esta é a minha primeira fanfic. E eu sinto que será divertido trabalhar com ela, principalmente porque tentarei fazer algo mais voltado para a parte da ''comédia romântica".
Mas espero mesmo que vocês gostem. Lembrando que não teve nada tão "paaaah" porque se trata apenas de um prólogo.
Enfim, até o próximo capítulo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...