História .opala metálico azul (Stray Kids - HyunJin) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Stray Kids
Personagens Bang Chan, Han Ji-sung, Hwang Hyun-jin, Kim Seung-min, Kim Woo-jin, Lee Felix, Lee Min-ho, Personagens Originais, Seo Chang-bin, Yang Jeong-in
Tags Hwang Hyunjin, Romance, Stray Kids
Visualizações 6
Palavras 1.092
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


eai gente, começando aqui e espero que gostem

Capítulo 1 - .caráter questionável


'Cause we are the helpless, selfish, one of a kind 
Millennium kids, that all wanna die
 

 

Quarta-feira/ 7:54AM

Encarei meu reflexo em frente ao espelho do banheiro feminino da escola e ajeitei a gravata do meu uniforme. Meus cabelos ondulados estavam soltos e meus olhos um pouco caídos pelo cansaço. Liguei a torneira e lavei o rosto para logo em seguida passar um gloss nos lábios.

Apanhei minha mochila que estava no chão e sai dalí, indo em direção à minha sala. O sinal ainda não havia tocado e a maioria dos alunos estavam nos corredores, dificultando um pouco a passagem rápida que eu esperava.

Cheguei em minha classe e só dois alunos estavam ali, duas personalidades opostas. Han JiSung que parou brevemente a limpeza em seu óculos para me olhar na porta e Hwang HyunJin que nem havia notado minha presença, um em cada canto da sala. O segundo garoto estava de olhos fechados, com fones de ouvido e os pés apoiados na mesa, parecia despreocupado.

Diferente de mim, que estava sempre apreensiva por alguma coisa.

Fui até a minha carteira em silêncio e aguardei o sinal tocar. Não demorou muito para isso acontecer e meus colegas começarem a entrar na sala.

--- Bom Dia. --- saudou o professor ao entrar logo depois que o último aluno passou pela porta.

SooHyeon que sentava em minha frente se virou para me cumprimentar enquanto prendia seus cabelos em um rabo de cavalo

--- Oi, bom dia. --- sorriu pondo os cotovelos em minha mesa e apoiando o rosto nas mãos.

Park SooHyeon e eu éramos amigas há bastante tempo já. Nossa amizade começou quando umas meninas começaram a implicar comigo por eu ser estrangeira assim que cheguei na escola na sétima série e foi a Park que fez elas pararem. Ela era mais durona do que parecia.

--- Bom dia. --- sorri de volta enquanto organizava as coisas em minha mesa.

A mais velha me encarou e levantou as sobrancelhas.

--- 'Tá tudo bem, As? Você parece um pouco cansada, sei lá...

E eu realmente estava, fiquei estudando até tarde na última noite.

--- Mais ou menos. Não dormi tão bem quanto queria e não consegui comer antes de sair, achei que fosse me atrasar. --- expliquei, bocejando em seguida.

A garota olhou para trás para espiar o que o professor fazia e então pôs as mãos ao redor da boca e sussurrou pra mim:

--- Quer uma barrinha de cereal?

Antes mesmo de eu responder ela já tinha tirado o pacote da mochila e posto na minha mesa discretamente.

Era proibido comer em sala de aula e eu não tava afim de ter pontos negativos mas meu estômago estava me incomodando também.

Basicamente o esquema de pontos negativos da escola era o seguinte: Haviam regras e quando essas regras eram quebradas recebíamos pontos negativos. À cada cinco pontos negativos perdíamos nota e quando chegávamos a dez era suspensão.

Era uma merda, ainda mais que haviam milhões de regras.

Porém... resolvi arriscar. Abri o pacote com cuidado e fiz a menina na minha frente de escudo para o Senhor Choi não me ver.

--- Amiga minha não fica com fome jamais.--- ri do seu comentário e dei a primeira mordida no cereal torcendo pra não ser dedurada por algum colega.

Quase engasguei quando o professor repentinamente se levantou de sua cadeira, por sorte ele não havia me visto. 

--- Eu vou passar um trabalho... --- começou, nos deixando atentos --- Tive a ideia de fazer em dupla dessa vez.

A turma comemorou por alguns segundos, mas logo a animação cessou quando foi revelado que ele quem escolheria as duplas. Me desanimei também, eu não tinha algo contra alguém da minha sala nem nada mas a única pessoa que eu era próxima de verdade era a SooHyeon.

--- Espero que fiquemos juntas. --- ela comentou.

E eu esperava o mesmo, mesmo sabendo que era improvável.

Suspirei e tratei de terminar logo aquele cereal.

--- Vou dar as duplas primeiro e depois falo sobre o trabalho em si. --- disse pegando uma folha em sua mesa e então ajeitando seu óculos antes de começar a dar os nomes --- Han JiSung e Lee MinHoo, Hatake Hoyara e Kang Minseok....

"...Astrid Collins e Hwang HyunJin"

Ah, não.

Foi como eu disse, eu não tenho algo contra alguém da sala, porém esse garoto era uma das últimas pessoas que eu queria ter que fazer um trabalho. Eu não o conheço bem e sei que é errado julgar as pessoas assim mas... ele tem um caráter questionável e também existem muitos boatos sobre ele por aí.

Me virei devagar para tentar olhá-lo discretamente e ele já estava me olhando como se esperasse que eu fosse fazer isso. Assim que nossos olhares se cruzaram ele me lançou um sorriso forçado e irônico, desviando o olhar em seguida.

SooHyeon que havia visto a cena me olhava com um sorriso cômico nos lábios.

--- Boa sorte, acho que você vai precisar. --- sussurrou.

Depois disso nem prestei mais atenção no resto das duplas, pedia mentalmente para que HyunJin não me atrapalhasse e que ao menos me ajudasse quando formos fazer o maldito trabalho.

Eu sabia que ele não tinha notas péssimas mas também não era como se ele se esforçasse muito na escola. Aparentemente ele tirava o mínimo pra passar e só, não sei como podia se contentar com isso.

     [...]

Após o término das aulas eu fui até o meu armário pra organizar minhas coisas antes de ir pra casa. Assim que fechei a porta o barulho de metal ecoou pelo corredor vazio e dei de cara com HyunJin que estava escorado no armário ao lado.

Me assustei, nem tinha ouvido ele chegar. Ele pareceu ter percebido meu susto e soltou uma risada nasal debochada,, o que me irritou um pouco.

--- Oi --- meteu as mãos no bolso da calça e me encarou, um olhar quase debochado, quase arrogante e isso me irritou também.

Parecia que agir debochadamente e arrogantemente era tudo o que ele fazia o tempo inteiro.

--- O que quer? --- cruzei meus braços e levantei mais a cabeça para lhe encarar melhor.

--- Sobre aquele trabalho lá... --- começou --- Amanhã na minha casa, depois das aulas.

--- Eu preferiria que fizéssemos na minh...

--- Até amanhã, então. --- me interrompeu como se o que eu falasse fosse irrelevante e então deu as costas e saiu andando pelo corredor.

--- Imbecil. --- bufei jogando minha mochila mas costas e saindo de lá.


Notas Finais


até mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...