História Open The Door


Escrita por:


Sinopse:
"Recentemente, deves imaginar que se ocorreram muitos problemas. Tive de tomar muitos remédios, eles dizem que me deixam mais "estável". Você sabe, eles têm muito me perguntado quando você foi e por que foi. Tenho evitado os responder, pois nesse meio tempo estive, digamos que, meio "azul". Desculpe-me pelo sangue no papel, está difícil escrever agora, minha visão está ficando borrada. Tem sangue para todo o lado.

Mas eu realmente não me importo, meu amor. Eu estou indo te encontrar. Por favor, abra a porta."


Taekook!broken
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 186
Favoritos 48
Comentários 9
Listas de Leitura 6
Palavras 759
Terminada Sim
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Tags Bad, Bts, Drama, Kookv, Ourjungkook, Suícidio, Taekook, Vkook

Fanfic / Fanfiction Open The Door
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Mistério, Shonen-Ai, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Ú n i c o
9
186
759

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por peekibum
Capítulo 1 - Ú n i c o
Usuário: peekibum
Usuário
Man... Você tem um poder de me fazer ficar chorosamente soft, sempre escrevendo coisas lindas e reconfortantes. Cara, eu sinto que tenho uma ficwriter preferida e que, mesmo não aparecendo muito pelas bandas dos comentários, eu admiro muito mesmo!
Aliás, seu nome é Ana Clara? Se sim, somos chapas, cara 0/
Essa fic, a sua escrita, tudo me deixa tão feliz (e triste às vezes rs), eu realmente acho que você é a minha ícone!!
❤🌸
Postado por Algol-
Capítulo 1 - Ú n i c o
Usuário: Algol-
Usuário
Meu Deus... Essa doeu. Eu estou a um passo de chorar, e olha que fiz a leitura aqui no trabalho (psst, não conta pra ninguém...), imagina só se eu estivesse na minha casa.
Bom, vamos ao que interessa. Eu já tinha tido vontade de ler uma história sua, mas, como quase tudo que eu faço na vida, acabei me esquecendo e só fui me lembrar depois de você fazer um post na minha timeline. Desnaturada, eu sei... Seus comentários em Fraterno me deixaram tão feliz, que já devia ter vindo prestigiar sua escrita há algum tempo. Mas eu sou super desligada, então espero que você possa me desculpar. O importante é que eu cheguei agora.
Eu sou super nova no fandom de BTS. Eu comecei a ler recentemente, estou conhecendo ainda e às vezes fico perdida, hahaha! Mas essa é uma oneshot que você escreveu só há dois dias, e é profundamente depressiva (motivo pelo qual eu me interessei, cof, cof...), então não dava para deixar passar.
Estou em choque até agora. Quero dizer... Eu já ficaria suficientemente mal se fosse apenas uma fanfic em que o Taehyung se suicida, mas não... Você precisava fazê-la em forma de uma carta do Jungkook. E eu fiquei tão mal por ele...
As palavras que você usou, a forma como escreveu, realmente soaram como uma pessoa que estava se enchendo de remédios e a um passo do suicídio. Todas as lembranças não parecem apenas lembranças quaisquer, mas marcas profundas que vão descrevendo como era linda e - ao mesmo tempo, frágil - a relação entre eles. O Jungkook se sente mal pelo Tae ter se matado, como se ele tivesse dado o seu melhor e mesmo assim não tivesse conseguido salvá-lo...
E ao invés de você escrever sob o ponto de vista do Tae, que já tinha a intenção de se matar por algum motivo, você escreve sob o ponto de vista do Jungkook, que se mata pela solidão logo em sequência.
Eu não consegui parar de ler desde que dei início à história. Eu nunca havia lido nada seu, mas, a julgar pelo fato de que você passou sentimentos extremamente profundos e complexos com apenas 700 e poucas palavras, eu te garanto que vou ter que ler mais histórias suas. Se é que não vou reler essa (porque admito, o meu coraçãozinho sombrio também gosta da tristeza, haha!).
Parabéns por esse trabalho maravilhoso e espero que você ainda tenha muitos comentários por aqui. E desculpe se o comentário em questão não ficou tão bom assim, mas é que você me deixou bem triste, então acho que você é que deveria se desculpar. (Brincadeira, brincadeira, hahaha!)
Um beijo e até a próxima!