História Operação Amar você - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Jihope, Sugakook, Taegi, Taeyoonkook, Yoonkook
Visualizações 113
Palavras 706
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Parabéns Jeni 💖💖💖
Eu adiantei a postagem por causa dela
Te amo ❤❤

Capítulo 1 - Prólogo


Eu sempre me considerei uma pessoa sensata e decidida, mas de uns tempos pra cá, minha vida está mudada.


Parece que tudo de ruim que poderia acontecer na minha vida veio de uma só vez, perdi meu emprego; meu namorado me traiu; meu pai está doente; hoje completa um ano que minha irmã faleceu; meu aluguel está atrasado; tranquei definitivamente a minha faculdade; minha saúde mental está quase nula; minha autoestima não existe mais e minha felicidade não está mais presente em mim mesmo.


— Você pode, por favor, parar de fazer drama e de reclamar da sua vida? Eu já estou ficando cansado. — O Jung fala enquanto revira os olhos. — Quantas vezes eu vou ter que te falar que as coisas ruins tem um motivo para acontecer?


Jung Hoseok era o noivo da minha irmã, nós três éramos muito ligados e depois que a Mina morreu ele nunca mais foi o mesmo, entretanto como temos que seguir a vida, mesmo que isso tenha acontecido mais comigo do que com ele, continuamos conversando e mantendo contato.


— Eu não estou bem. — Me jogo de bruços na minha cama. — Minha vida está indo de mal a pior.


— Tudo isso só por quê você levou um fora?


— Na verdade é porque eu levei mais um fora.


— Não tô acreditando que você não superou o Taehyung. — Hoseok cruza os braços. — Já faz mais de três anos que ele terminou com você.


— Mas ele foi o meu primeiro amor e o meu primeiro namorado, com ele que eu tive a minha primeira vez, foi com ele que eu tive a minha primeira esperança de casar, ele foi a minha primeira paixão.


— E também a sua primeira desilusão.


— Tá vendo como ele marcou a minha vida?


— Você já tem vinte anos e até hoje não conseguiu esquecer um namoro adolescente, até parece que você tem chances de amadurecer.


— Eu sou muito maduro. — Falo ofendido. — Não misture as coisas.


— Sei. — Ele fala debochado. — Já que você quer falar do passado... e o seu amigo Jungkook?


— Ele era o meu melhor amigo na época da escola, só que já faz um tempão que não nós falamos. — Suspiro derrotado. — Depois dele se declarar e me beijar as coisas ficaram estranhas entre nós dois.


— Depois da sua formatura do ensino médio você não teve notícias de nenhum dos seus amigos ou colegas?


— Pior que não, com o passar dos anos cada um seguiu seu rumo e hoje em dia nem sei o que aconteceu com esse pessoal todo, mas de qualquer forma eu não gostava da maioria dos alunos daquela escola.


— Quer saber qual é a minha opinião?


— Você vai falar ela de qualquer jeito, né? — Ele balança a cabeça de forma positiva. — Então pode ficar a vontade.


— Você tem que superar o seu fracassado passado amoroso e seguir em frente, virar a página e ser feliz de verdade.


— Falou o cara que não fica com ninguém, porque ainda ama alguém que está morta. — Digo sem perceber, mas logo me arrependo. — Eu não quis falar isso, me perdoe. — Me levanto e vou até o mais alto. — Eu também morro de saudades dela, mas você tem que continuar a sua vida.


— Tem razão. — Percebo uma lágrima solitária escapar do seu olho direito. — Mas você tem que fazer o mesmo, o que você acha de irmos fazer uma viagem?


— Como assim?


— Eu vou procurar um lugar muito legal para passarmos as suas férias. — Ele está tentando dizer, de uma forma educada, que agora que eu não tenho mais um emprego e nem vou mais para faculdade estou, praticamente, de férias. — O que acha de uma semana na praia?


— E o meu pai? Ele está doente e eu não posso deixá-lo sozinho.


— Tenho certeza que ele quer te ver bem e para que isso aconteça, você precisa tomar um rumo, pensar o que pode fazer para buscar a sua felicidade e principalmente tem que ajeitar os seus sentimentos.


— Nesse caso eu não tenho mais argumentos. — Dou um sorriso animado. — Vamos viajar. — Digo convicto. — O que pode dar errado?


Notas Finais


E então??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...