História Operação C.A.G (Conquiste Amigo Gay) - Kim Taehyung - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Comedia, Kim Taehyung, Romance
Visualizações 22
Palavras 1.315
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie amores, tudo bem com vocês?
Eu estou trazendo minha primeira fanfic
Confesso que estou nervosa, não sei se escrevi bem o bastante
Mas dediquei todo meu amor aqui, então espero do fundo do meu coração que gostem e dêem amor a ela.

Ah, e eu não vou fazer revisão dos capítulos, se tiver alguma coisa escrita errado ignorem.
Por que? A tia Yuna aqui tá com preguiça hahaha
Mas juro que em breve eu faço, quando eu tomar vergonha na minha linda (sqn) cara. Beijinhos e boa leitura!🌼

Capítulo 1 - Eu sou apenas sua


Fanfic / Fanfiction Operação C.A.G (Conquiste Amigo Gay) - Kim Taehyung - Capítulo 1 - Eu sou apenas sua

A última coisa que eu queria era que Kim Taehyung falasse da sua vida amorosa para mim, sério. Eu sinceramente não me importo se ele está "ficando" com alguém, a única coisa que eu queria era ele na minha cama, porém ele gosta de meninos.

- Você está realmente me ouvindo Julie? - Taehyung disse com cara de quem já sabia da resposta, que era não.

- Claro que sim, mas você sabe que eu odeio quando fala de seus peguetes pra mim. - Revirei os olhos, por saber que eu nunca teria chance com ele.

- Por que não? - Ele se aproximou de mim, fazendo uma cara de interrogação.

"Porque eu sou apaixonada por você seu idiota, mas você gosta de banana, e não de manga."

- Sei lá, me deixa pra baixo saber que você pega mais homem que eu. - Disse cabisbaixa, por não ter coragem o suficiente para me declarar.

- Você ainda é BV? - Ele me olha curioso.

- Sim, você sabia disso. - Falei fazendo uma careta, com vergonha de dizer que ainda não beijei ninguém.

A trouxa aqui se guarda pro seu melhor amigo gay

- Quer experimentar? - Taehyung se aproxima cada vez mais de mim, com um olhar malicioso.

- Sim, eu quero. - Falei e ele logo avançou em meus lábios, nossas línguas faziam um trabalho perfeito juntas.

Molhado, estava molhado. Molhado até mais do que deveria estar, mas não era de baba, e sim; de água.

- Acorda Julie, morreu foi? - Abri meus olhos lentamente encarando Taehyung, que estava segurando um balde de água em suas mãos.

- Ah não acredito, eu juro que vou te matar seu desgraçado. - Me levantei bufando, a minha cama estava toda molhada.

O ruim de morar com seu melhor amigo é isso, um dia vocês estão de boa e no outro você pode acordar com água fria igual eu. Mas talvez você se apaixone por um garoto insuportável que mora com você e ele é gay, no meu caso.

Me levantei e expulsei Taehyung do quarto, eu iria tomar um banho, outro banho..

Depois de fazer tudo o que eu tenho direito, me olhei no espelho e vi o quanto eu tinha ficado gata com a maquiagem que fiz, me surpreendi. Peguei minha bolsa e sai do meu quarto, indo atrás de Taehyung

- Então, vamos logo? - Perguntei pegando um pedaço de queijo na mesa.

- Sim, e para de comer o queijo. - Ele bateu na minha mão, para que eu parasse.

(…)

Tínhamos acabado de chegar na escola, e todos já ficaram de olho na beleza do menino ao meu lado. O que foi? Nunca viram alguém bonito não? A vai lavar a casa da cachorra.

Segurei as mãos dele, o aproximando de mim. Quero deixar claro que Kim Taehyung já tem dona, isso vale tanto pros meninos, quanto pras vadias.

- O que você tá fazendo? Se continuarmos assim, vão achar que somos um casal. - Sussurrou para que apenas eu ouvisse.

- Isso não parece bom? Pois eu acho ótimo, você precisa ver como essas piranhas olharam pra você quando chegou aqui. - Disse olhando para os lados, vai que alguma menina queira se aproximar, eu dou logo um chute na cara.

- Mas você sabe o quanto eu sou tímido, preciso que os meninos saibam que eu sou gay para se aproximarem de mim. - Me olhou com negação e depois voltou a falar. - Por que não vai conhecer pessoas novas por aí?

Conhecer pessoas novas, é isso mesmo que eu vou fazer. Tenho certeza que quando Taehyung encontrar um garoto para se atracar vai me deixar de lado, por isso é importante que eu já tenha feito amizades novas e não ficar sozinha sem ninguém.

Me soltei de Taehyung com raiva por ele ter sido rude comigo e fui para um lugar onde não tinha ninguém, me sentei em um canto e comecei a ver minhas redes sociais.

- O que uma menina tão bonita faz sozinha aqui? - Uma voz doce me fez parar o que estava fazendo e olhar para seu rosto.

- Ah, oi. Eu estava apenas vendo as mensagens de meu Whatsapp. - Falei meio envergonhada diante da situação.

- Que ótimo, daí você aproveita e me passa seu número. - Ele senta ao meu lado, com um sorriso, e que sorriso hein.

- Isso é sério? - Soltei umá gargalhada, sem acreditar que um gato desses queria meu número.

- Sim, me dê seu celular aqui. - Ele toma o aparelho da minha mão, vai nos contatos e adiciona seu número lá. - Vou tirar uma foto para salvar o contato. - Ele apertou na câmera, deu um sorriso que fez seus olhos sorrirem também e tirou a foto, me entregando o celular em seguida.

- Mas, qual é seu nome mesmo? Porque você salvou o contato como "Melhor pessoa" e eu estou curiosa. - Disse enquanto olhava para tela de meu telefone.

- Park Jimin, e o seu bela dama?

- Me chamo Julie. - Sorri. O sinal da escola tocou, avisando que estava na hora dos alunos entrarem em suas salas. - Eu preciso ir, tchau Jimin. - Acenei um tchau e fui para minha sala.

Eu fui a primeira a entrar na sala, me sentei em um lugar qualquer que eu me sentia confortável e apoiei meu cotovelo na mesa, colocando meu queixo apoiado em minhas mãos, pensando em coisas aleatórias. Olhei para a porta e alguns alunos estavam entrando, junto deles Jimin. Ele era da minha sala? Aish, não importa, pelo menos um amigo por aqui.

- Oi, posso me sentar com você? - Jimin disse dando um de seus sorrisos doces, que eu tanto adorava.

- Pode sim. - Falei, porém logo me lembrei da possibilidade de Tae chegar e me ver sentada com outra pessoa, mas ignorei esse fato.

Depois de uns minutos conversando com Jimin, ele era realmente um garoto muito divertido. A porta é aberta, eu estava pensando que seria a professora, mas era Taehyung. Seu olhar foi direto para mim, me lançando um olhar mortal, provavelmente porque eu me sentei com Jimin, não com ele. Eu nem liguei para isso, continei minha conversa com Jimin, afinal Taehyung foi rude comigo mais cedo, ele merecia.

As aulas se passaram bem rápido, arrumei minhas coisas junto de Jiminnie e saimos juntos, conversando sobre assuntos bobos que ele dizia, me faziam rir. Senti algo me puxando, olhei para trás e Taehyung estava me segurando.

- O que foi, Taehyung? - O olhei com raiva, revirando os olhos.

- Vamos para casa juntos, esqueceu? - Ele sorri.

- Oh, vocês namoram? - Jimin arregala os olhos, assustado.

- Não oppa, somos amigos que dividem o apartamento. Taehyung não gosta de meninas, se é que me entende. - Taehyung iria dizer algo, mas eu fui mais rápida para responder Jimin.

- Ah que bom, nós vemos amanhã então. - Jimin sorri, eu retribui seu sorriso e vou andando com Taehyung.

- Vamos conversar quando chegarmos em casa. - Disse sério.

Tínhamos chegado, eu já sabia exatamente o que ele iria dizer, mas estava nervosa mesmo assim. Afinal, Taehyung sempre foi bem ciumento quando se tratava de amigos meninos, o que me deixava com muita raiva. Ele podia pegar todos, menos eu!

- O que você pensa que fez Julie? Me trocou por um.. Aish, você disse que iríamos sentar juntos. - Ele disse puxando fios de cabelo e andando em círculo.

- Achei que você não queria que os garotos pensassem que tinha namorada. - Falei e abaixei a cabeça.

- MAS VOCÊ NÃO PODE ME TROCAR ASSIM PORRA! - Gritou, me assustando.

- Você só pensa em você Taehyung. - Uma lágrima teimosa desceu.

- Meu Deus, desculpe Julie. Eu juro que não queria fazer você chorar, mas eu tenho medo de você achar um garoto qualquer e me deixar de lado, não quero te perder nunca. - Ele me abraça, chorando também.

- Você nunca vai me perder, eu sou apenas sua.

"Ah Taehyung, você não sabe o quanto eu sou sua, não faz a mínima ideia"


Notas Finais


AH QUE TIRO <3
Quem achou fofo a Julie e o Taehyung chorando e se abraçando? Eu achei maravilhoso.
E sobre o Jimin, ele é bom partido, sim ou claro?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...