1. Spirit Fanfics >
  2. Operação copido! failed ...? >
  3. Plano executado com sucesso!

História Operação copido! failed ...? - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura 📖

Capítulo 3 - Plano executado com sucesso!


Fanfic / Fanfiction Operação copido! failed ...? - Capítulo 3 - Plano executado com sucesso!


Meu querido parceiro e amigo Cat Noir teve a brilhante idéia de trancar a Alya e o Nino na biblioteca por conta de um falso ataque akuma, e assim fizemos peguei Alya que estava no meio de mais uma de suas teorias escrevendo para o Ladyblog, se ela soubesse quem realmente são Ladybug e Cat Noir nós mataria.


Ela não entendeu nada quando eu simplesmente a tirei do banco onde estava sentada e a levei até a escola a trancando na biblioteca.


_ Oque está acontecendo? - ela perguntou frenética.

_ Então está tendo um ataque akuma e precisamos manter a população segura, aliás me de aqui seu celular - Cat Noir pegou o celular dela.

_ Mais porquê.... -  Antes que pudesse terminar ele a empurrou pra dentro da biblioteca e trancou a porta.

_ Prontinho Bogboo! - Ele se gabou.

_ Tá... Mais porquê você pegou o celular dela?

_ Simples, se ela ficasse com o celular saberia que não tem ataque akuma nenhum, afinal ela vive bisbilhotando nossas vidas.

_ Mais e o Nino?

_ O Nino não leva o celular dele para a biblioteca.

_ Como você sabe?

_ Eu sou o melhor amigo dele sera que você esqueceu?

_ Entendi... Espero que isso de certo.

_ Aii Ladybug melhor a gente ir embora agora - ele fala olhando para seu anel que estava apitando - Estou prestes a mostra a gostosura que sou por trás da máscara - Bogboo? 


Eu estava distraída olhando pela precha da janela vendo Nino e Alya conversando juntos, talvez eu ame um shipper? 


_ Eii eu to falando com você!

_ Desculpe Chat, Mais olha só ahhh que fofos.

_ Você não pretendo ficar espionando eles ne?

_ Ahh e porque não? Quer dizer so um pouquinho...

_ Olha não se deve observa um casal sozinhos...

_ E porquê não?

_ Não vêm fazer a santa prá cima de min...

_ Você realmente acha quê esses dois podem querer....

_ Nós estamos querendo juntar eles né? Isso aí faz parte do processo - Fala num tom debochado.

_ Ta bem eu acho que entendi kkk.


Dito isso Cat Noir deixou o celular de Alya alí próximo a porta afinal uma hora os dois teriam que sair dáli, nós dois voltamos para minha casa, afinal era lá que estávamos e nós destransformamos.


_ Vocês dois vão realmente deixar os dois trancados lá??? - Tikki pergunta como se fosse uma barbaridade oque estávamos fazendo.

_ Sim, é óbvio - eu responde.

_ Relaxa docinho! - O pequeno gatinho fala.

_ Não me chame de docinho! E isso não é muito correto!

_ Quem é você agora em? A defensora dos humanos indefesos. - Plagg debocha.

_ Plagg se você continuar com essas piadas eu juro que pego seu precioso Camembert e enfio ele no seu...!

_ Ooouuu Calmaa aii Tikki! - Adrien a enterrompe - Agora eu entendi porquê a Marinette é tão brava vocês duas estão ligadas!

_ Eu não sabia que Kwamis tinham ânus...

_ Marinette é sério?!?! - Adrien me questiona quase arrancando seus fios de cabelo loiros.

_ Oque?? Eu so fiquei curiosa!

_ Ahh esquece... Oque você acha de nós dois saímos?

_ Nós dois?

_ Ehh... A Alya e o Nino vão passar o dia juntos, então achei que nós dois podíamos sair seila, quem sabe tomar um sorvete?.

_ Humm, prá min parece ótimo. Eu só vou trocar de roupa.

_ Ta bem.

Então ela foi para trás do provador e começou a trocar sua roupa, o provador esconde tudo menos a silhueta... Eu podia ver a sombra do corpo dela e pôr mais que uma parte de min dissesse para não olhar eu estava hipnotizado com àquela perfeição.


_ Viu só Tikki! O Adrien está babando! Eu já ganhei esse queijo!! 

_ Não comemore ainda, e não pense que vou dá um queijo assim de graça prá você!

_ Oque? Você quê aposta que eles não vão ficar juntos?

_ Não! Esses dois aí são o próprio Yin yang, é contra os meus princípios não querer eles juntos.

_ Então...?

_ Você acha quê eles vão ficar juntos ne?

_ Sim! Com certeza vão se pegar olha o jeito que o Adrien esta babando ali! Kkkk pervertido!! Com certeza já está ate de...

_ Arrg Plagg! Me poupe dos detalhes explícitos! Bom eu já aposto que eles não vão so se pegar...

_ ..... - Plagg espera ela completa a frase.

_ Aposto que vão se apaixonar!

_ Docinho... Você está muito exaltada.

_ Tá com medo de perde é Plagg?

_ Oque!! Jamais! Fechado!!


O Kwami voa em direção ao seu dono tirando a alta atenção que ele colocava naquele provador.


_ Se olhar mais o pau rasga as calsas!

_ P-Plagg!!!! - Adrien grita extremamente constrangido pelo comentário de seu Kwami.

_ Aconteceu alguma coisa? - eu pergunto saindo do provador, eu tinha colocado uma blusa de manga branca com um short soltinho preto e um tênis, e tudo que vi em minha frente foi Adrien suando frio.

_ Nada não, Hahahaha.... - o Kwami respondeu a minha pergunta enquanto desaparecia suavemente atrás da sombra de Adrien com um sorriso bastante maligno no rosto.

_ Adrien tá tudo bem?

_ Claro!!! Tá sim - ele coçou a cabeça e sorriu sem graça - Vamos indo??

_ Ta bem - sorri - Vem Tikki. 


Tikki entrou dentro da minha pequena mochila e nós saímos para a praça eu ainda me perguntava porquê Adrien parecia tão estranho.


______________


_ Será que eles vão demorar muito para voltarem?

_ Esse vilão tá difícil em estamos aqui a mais de uma hora de relógio. Pelo menos com sua ajuda eu consegui terminar o trabalho rápido, Você é bem inteligente senhorita Alya.

_ Obrigadaa, eu sei.

_ E convencida também.


Alya se levantou da mesa onde eles estavam e foi guarda os livros que eles haviam usado no trabalho, era uma pilha de livros bem pesada.


_ Alya deixa eu ajuda você esses livros estão pesados - Nino se ofereceu para ajudar.

_ Não precisa, relaxa rsrs 

_ olha tem certeza? - ele perguntou colocando as mãos em volta da cintura da morena pronto para ajudar se ela precisasse.

_ Total certeza!


Ela começa a subir na escada da biblioteca para colocar os livros de volta no lugar.


_ Alya não to brincando toma cuidado.

_ Nino! Você tá muito tenso! - ela fala rindo meio debochada.


Àquela pilha de livros estáva interferindo no equilíbrio dela, até que ela não aguentou o pesso dos livros e caiu de costas! Nino que estava embaixo já preparado para o pior segurou Alya mais os livros não... Esses caíram com tudo na cara do mesmo quê caiu no chão ainda batendo a cabeça e como se a coisa já não estivesse ruin o bastante Alya caiu em cima do mesmo, ou melhor encima da área sensível dele... Naquele momento Nino quase chorou pois não sabiá se depois daquele baque ainda poderia ter filhos.


_ Minha Nossa!! Nino desculpa! Sério me desculpa mesmo! Cara quê merda! Você tá bem?


Uma pergunta meio ridícula da parte dela, até porquê quem estaria bem depois de levar uma pilha de livros no meio da cara, bate a cabeça no chão e ainda ter as bolas quase estouradas??? Bom eu não sei, mais Nino optou pela boa educação.


_ Estou bem sim Alya....

_ ai minha nossa me desculpa! Isso é tudo minha culpa! Por favor Nino me desculpa.


Enquanto a morena pedia mil perdões para o garoto que não morreu por um milagre kkkk Nino estava quieto.... Se recuperando dá dor? Sim, também, mais sem deixar de percebe que Alya ainda estava encima dele, a morena se remexia levemente no local fazendo Nino apreciar com calma ele arfava discretamente.


_ Nino oque houve? Porquê você não me responde? - a morena perguntou preocupada com o silêncio do rapaz e na sua mente so ce passava o medo de ter deixado o garoto em coma!

_ Você ainda tá encima de min... - ele falou com a voz rouca quase num sussurro olhando dentro dos olhos de Alya, ele a olhava de uma forma tão intensa quê acho que podia sentir até a alma dela.


Estática por um momento sem acreditar no poder da voz do cara, ela se levanta rápido pedindo desculpas, logo em seguida Nino se levanta com um pouco de dificuldade afinal as costas dele também já eram, colocando suas mãos na cabeça que parecia que ia explodir.


_ Nino eu realmente sinto muito... - Alya se desculpa mais uma vez.

_ eii  Alya tá tudo bem você não tem culpa.

_ Eu devia ter ouvido você... Esse ataque não terminar nunca! Cade aqueles dois que não chegam nunca!  - Alya anda até a porta que estáva apertar e encontrar seu celular logo alí próximo a porta, acha estranho toda àquela situação mais ignorar.


_ Acho que o já tudo bem, nós podemos sair agora.

_ Que bom...

_ Vêm vamos lá pra casa, você se machucou eu posso fazer um curativo...

_ obrigada Alya. - Sorriu simpático.


Continua......

 



Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...