História Operação Cupido 2 - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias WWE
Personagens Fergal Devitt "Finn Bálor", Seth Rollins
Tags Bállins, Bromance, Derchitect, Sefinn, Yaoi
Visualizações 46
Palavras 2.266
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Adivinhem quem voltou e com uma fanfic novinha? Sim, euzinha aqui. Isso depois de ficar com muita raiva que diga-se de passagem era pra ter sido postada ontem. Aliás essa fanfic eraa resposta para o desafio da minha querida Princess ( @Mel-DA ), só que a pessoa aqui está com bloqueio, não consegui terminar a tempo, porque para mim não fica bom.

Então, olhando em alguns grupos, me falaram que se você escrever o que vier a mente, ajuda um pouco, então eu fiz isso. Completei essa parte com o que veio a cabeça e aqui estamos com uma "derchitect" como a princesa chama.

Espero que gostem e Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo 1 - Ambrose Ataca Novamente.


Seth Rollins e Dean Ambrose estavam na enfermagem, lógico que o pobre lunatic estava desacordado com uma bolsa de gelo em sua cabeça. Tudo começou quando Finn havia sido atacado por Kane, no fim de sua match ja ganha.

...

Rollins andava de uma lado para o outro na frente de Ambrose que estava sentado em uma caixa no corredor.

- Quer parar, está me deixando tonto! - Disse o maluco o seguindo com os olhos.

- Não da! - Disse parando por um momento e fitando ele. - Não consigo evitar! E se atacarem ele? - Seth questionou preocupado olhando para Dean como se o mesmo podesse lhe dar uma resposta.

- Calma, ele sabe se cuidar! - Tentou de certa forma consolar o amigo.

Escutaram a plateia gritar e a música de Finn tocar, o que por um minuto aliviou os ânimos do Arquiteto.

- Eu não fa- - Dizia Ambrose colocando a mão no ombro de Seth até a música de Kane soar e o mesmo aparecer na rampa atrás de Finn. - Falei... 

Seth arregalou os olhos colocando a mão nos cabelos desesperado. Olhou para Dean e andou rumo a arena, mas foi segurado pelo Lunático.

- Hey! Hey! - Dizia Dean enquanto prendia pelos braços.

- Me solta Dean! - Gritou Rollins desesperado.

- Não podemos ir lá Seth! - Falava Dean com dificuldade.

- Ah! Fala isso, porque não é Roman lá! - Falou o Rollins envolto à raiva.

- Já passei por isso, e você vai enfrentar Kane daqui a pouco. Então quieta o faixo ai. - Dean tentou ser compreensível.

Finn passou por eles meio cambaleante rumo a enfermaria. Seth olhou com o coração apertado e a música do Shield tocava. Dean arrastou o Arquiteto para o meio do Crowd para fazer sua entrada.

"Sierra. Hotel. India. Echo. Lima. Delta. SHIELD." - Soava as "vozes da rádio" anunciando a vinda do Shield.

E la vinha os dois descendo entre os wwestas, os levando a loucura andando pelo meio das pessoas. Agora o único foco de Seth Rollins vingar seu amado. Kane ia ver o que era bom para tosse.

O arquiteto adentrou o ringue e recebeu um sorriso diabólico de Kane enquanto Dean saia do ringue. Do outro lado estavam Sheamus e Cesaro a esgueira e aí morava o perigo. Seth avançou para cima de Kane dando um soco seguido de um chute o que não estava sendo o suficiente para derrubar o Big Red Machine. Mas não interessava isso era questão de honra, iria vingar fim custo o que custar.

Mas o que Seth não esperava era que Sheamus e Cesaro começasse a atacar seu amigo lunático. A e essa agora, só podia ser conspiração para o seu ser, não tendo saída pulou em cima do "Shesaro" como as meninas do tumblr gostavam de chama-los, executando uma Plancha. E voltando para acertar Kane. E foi nessa ponto que sua sorte mudou e o Demônio Vermelho ganhava a partida.

Nessa hora Dean adentrou o ringue e foi olhar como Seth estava depois de executar o Dirty Deeds no demônio. E como de costume esse havia levantado do nada e aí virou festa, Sheamus e Cesaro começaram a fazer do pobre lunatico saco de pancadas. Seth frustado fez a única coisa que poderia fazer deitou por cima do lunatico que já estava desacordado para impedir que o mesmo apanhasse mais. E assim acabava a luta com Dean totalmente desacordado sendo levado por Seth e o árbitro.

...

E aqui estava agora deitado na maca com um Dean totalmente desmaiado na outra ao lado. Mas isso não ia ficar assim, não mesmo. Aquele demônio mexeu com as duas pessoas mais importantes para ele. E foi com esse pensamento que ele se levantou da cama para no mesmo momento dar de cara com Finn Balor.

Mas calma aí... Desde de quando esse Irlandês estava aí? Foi com esse pensamento que estreitou seus olhos olhando no rosto do mesmo.

- Você deveria continuar deitado, não? - Falou Balor.

- Eu tenho que tratar alguns assuntos não acabados... - Falou num sussurro dolorido pela dor que sentia em sua cabeça.

- Sei que quer vingar seu "amigo" ali - apontou para um Ambrose adormecido. - Mas você não está em condições de enfrentar aquele cara.

- Não era bem ele que quero proteger... - Seth sussurrou inaudível desviando o olhar.

- O que disse? - Perguntou Finn não entendendo o King Slayer.

- Sei o que quis dizer e Ambrose e eu somos apenas melhores amigos. - Estreitou os olhos.

- Se você diz. - Deu de ombros o que fez Rollins se irritar. Finn tinha que concordar que Seth tocava ainda mais bonito com raiva, no entanto, deveria estar achando o outro bonito?

- Está imaginando coisas Balor. - Proferiu um Seth irritadiço.

...

No outro lado na outra maca certo Lunatic já havia acordado, mas preferiu não se manifestar já que estava havendo uma DR ali bem na sua frente. Nunca desejou tanto para Roman vim busca-lo logo, não estava a fim de ver a crise de ciúmes de um irlandês ingrato. Será que ele não via que Seth estave tentando protege-lo.

A vontade que tinha era de ir la e fazer os dois parar com esse papo já, no entanto a dor pelo seu corpo não colaborava, então resolveu apenas deixar como estava. Pensando que estava desacordado.

...

Quando Finn pensou em cutucar Seth mais um pouquinho (Não dessa forma que vocês imaginaram. Hahaha) Roman atravessa a porta, olhando para os dois.

- Seth você está bem? - Perguntou o Roman preocupado com o amigo, meio que ignorando o Bálor.

- Sim, mas é melhor ver o Dean! Faz um tempo que ele está desacordado. - Roman olhou para a maca ao lado e caminhou até ele.

- É quem sabe você não falou a verdade. - Sorriu travesso o irlandês.

- Seu ingrato. - Sussurrou fazendo um bico obviamente com raiva.

- Quer falar mais alto? - Disse o Balor.

- Tst. Deixa pra la. - Falou Rollins cruzando os braços.

- Ok... - Deu de ombros e saiu andando só para ver Seth praguejar.

- Ora seu... - Estreitou seus olhos, mas teve sua linha de raciocínio cortada ao escutar seu nome.

- Seth? - Perguntaram Roman e Dean ao mesmo tempo.

- O que é? - Respondeu Seth.

- Você está bem? - Perguntou Dean ainda grogue.

- Nada que analgésicos não resolvam. - Respondeu sem interesse.

- E quanto a ... - Começou Dean sendo interrompido.

- Ah! Não! Eu não vou falar disso aqui e agora! - Seth encostou mais a cama e balançou com o dedo.

- Seeeeeth! - o loiro o repreendeu arrastado.

- Já falei que não, Dean! - Respondeu zangado.

- Do que vocês estão falando? - Perguntou Roman curioso. - Não me diga que... Seth? - Apontou Roman sabendo exatamente do que se tratava.

- Sim... - Respondeu Dean.

- Oh! Por favor! Parem com essa merda! - Esbravejou Seth já de saco cheio. Será que já não bastava esse maldito Irlandês, que seus amigos queriam o tirar do sério também.

Dean e Roman se entreolharam e suspiraram. Agora o loiro ficou mais preocupado ainda.

- Bom, eu já estou indo - Roman ajudava Dean a levantar da maca. - Seth você vai vir tambem? - O moreno olhou para ele.

Seth olhou para os dois e não estava muito a fim de "queimar vela". - Depois eu vou... - Estreitou os olhos.

- Certeza? - Insistiu o samoano.

- Claaaro! - Se acomodou na maca. - Podem ir, vou ficar bem. - Pegou a bolsa de gelo e a colocou de volta na cabeça.

- Tá mais toma cuidado, ok? - Disse Roman por fim saindo acompanhado de Dean.

...

Passaram-se algumas horas desde que Dean e Roman saíram da enfermaria. Seth por sua vez, ja cansado de ficar naquele lugar, colocou a bolsa do lado e levantou da cama para pegar um analgésico e ir para seu locker room e ficar por la mesmo.

Pegou a cartela de remédio e um copinho pegando água do filtro e bebendo o remédio em fim. Ele estava destraido que não esperava em se virar e dar de cara com Finn Bálor tão perto dele como estava. O susto foi tão grande que acabou recuando um passo para trás e apertando o copo descartável que segurava. Os olhos estavam arregalados e a boca semi aberta evidenciando seu recente susto, mas o que ele estava fazendo aqui.

Bálor olhou para Seth divertido, até que o norte americano é um ser adorável.

- O que está fazendo aqui? - Falou o arquiteto recompondo-se do susto. - Nunca falaram que não é educado chegar na espreita! - Seth encarou o rosto do irlandês, ao que parece sua dor de cabeça não iria passar tão rápido quanto havia pensado.

- Bom, vi seus amigos saindo e pensei que talvez você quisesse companhia. - Deu de ombros. - Se bem que... - Ficou pensativo o loiro.

- Se bem que o que, Bálor? - Estreitou os olhos. O que esse Irlandês estava querendo.

- Bom, você gosta do Ambrose né? - colocou a mão no queixo pensativo.

- Ambrose é apenas meu brother, Fergal! - afirmou Seth pela primeira vez o chamando pelo nome verdadeiro. - E aliás por que tanta implicância com isso? - Rollins falou convicto cruzando os braços.

Touché! Por essa ele não esperava! Por coisa como essas que Seth era chamado de arquiteto. Mas sim poderia contornar essa situação, ou achava pelo menos.

Antes que Finn respondesse a pergunta o barulho da porta ao se fechar foi escutado chamando a atenção dos dois homens na sala.

...

Um riso sapeca foi escutado, mas não pelos que estavam dentro do quarto e sim para certo samoano que vinha logo a frente. Dean descuidado, satisfeito com o seu feito andava de costas olhando para a porta o que resultou em se chocar com "algo" quase caindo no chão. Quase pois sentiu um par de mãos segurando seu quadril o virando para si em seguida.

- Roman... - Sorriu ao ver o samoano novamente.

- Não sei se devia perguntar, mas... o que está aprontando? - olhou para seu lunatico.

- Dando um jeito naqueles dois idiotas ali dentro. - apontou para a infermaria. - Como dei um jeito naqueles outros idio...

- De quem você está falando, Ambrose? - Dean olhou por cima do ombro de Roman para ver um pequeno e conhecido esquilo com os olhos estreitos e um "bico do tamanho do mundo".

- Falando no diabo... - sussurrou o lunatico para o samoano.

- Vou fingir que não escutei nada stupid idiot. - Cruzou se ajuntando aos outros.

- Veja só, já tá pegando as manias do Jericho. - Roman se virou para ver o Phenomenal, escutando o que Dean falava. Certamente que seu loiro não sabia o significado da palavra limites, mesmo estando com uma enxaqueca.

AJ apenas olhou para Ambrose com o meio sorriso, agora sacando o que Dean havia feito. E aos poucos descobrira o porquê de "lunatico".

- Saquei o que você fez idiotão. - Sorriu de canto. - Você trancou Finn com Seth la na infermaria.

Roman abriu a boca piscando os olhos várias vezes. Não acreditava no que havia escutado e nem no que o Dean fez.

- Mas o que? Está me acusando assim, do nada? - falou com indignação nas palavras. - Se bem que não deixa de ser verdade. - Deu uma risadinha no mesmo instante.

- Dean... - Roman sorriu franzindo o cenho.

- Você tem problemas... Definitivamente você tem... - Styles falou incrédulo.

Dean apenas olhou para eles rindo como uma criança sapeca.

...

Na infermaria...

Finn caminhou contra a porta e tentou abrir. Tentou, pois a porta não abriu. 

- Estamos presos! - Afirmou o óbvio.

- Mas quem será que... - Não! Seth se recusava a acreditar que havia sido o loiro. - "Dean Ambrose eu vou te matar!" - Seth ficou destraido encostando-se na maca.

- Mas quem? ... Como? ... -- Finn virou - se para Seth aparentemente não tendo ideia de quem havia fechado a porta.

- Prefira não ficar sabendo... - estreitou os olhos. - Vai por mim.

- Se você diz... - Deu de ombros começando a andar contra Seth.

Seth estreitou os olhos, notando só agora que Finn estava sem camisa, semi nu, já que a unica coisa que cobria seu corpo era o calção Preto que compunha seu uniforme. Ele prestou atenção no corpo definido do irlandês prestando atenção em casa detalhe do abdômen trincado dele, o corpo realmente muito bonito, desceu seu olhar para baixo notando certo volume virando devido a isso.

Finn sorriu sedutor ao olhar para Rollins e o jeito como o mesmo estava.

- É impressão minha ou você gosta do que é ver Seth? - chegou bem pertinho, encarando o arquiteto, colocando a mão na mesa deixando Seth entre a mesa e ele.

- Na-Não seja idiota! - Seth se odiou por ter gaguejado. Não era isso que queria dar a entender. Só que no entanto, seus malditos sentimentos estão falando mais alto que sua própria vontade.

- Você pode até dizer que não, mas não é o que seus olhos querem dizer, não é mesmo? - Sorriu vitorioso ao ver o tom de vermelho que o rosto do Freaking Rollins chegou. Como esperado, ver o rosto de Seth vermelho era ainda melhor do que ve-lo irritado.


Notas Finais


Oooh! Se você chegou aqui e não quis me matar, é porque gostou certo? u.u

Mas então se puderem dizer como foi ou o que precisa ser melhorado, eu ficaria muito feliz. \^^/ Mas se não puderem não tem problema. s2

Nos vemos no próximo capítulo.

Um beijo. Até mais. Bang!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...