1. Spirit Fanfics >
  2. Operação; Cupido! -Jikook >
  3. Capítulo 02

História Operação; Cupido! -Jikook - Capítulo 2



Notas do Autor


AVISANDO AKI QUE JA ESCREVI A CONTINUAÇÃO E JUNTEI COM O CAPITULO QUE POSTEI ANTES, ENTÃO ELES SE TORNARAM UM SÓ!

Capítulo 2 - Capítulo 02


Fanfic / Fanfiction Operação; Cupido! -Jikook - Capítulo 2 - Capítulo 02

Após o incidente na escola, eu e Jungkook pegamos o beco. Assim que cheguei em casa, fui subindo logo as escadas que davam para meu quarto e do infeliz.

No caso, o infeliz é meu irmão. Ele vive me atormentando.

Por falar no diabo

- Fala maninho! - Dou de cara com ele na escada, ele me pega pelo pescoço e me coloca em seu sovaco enquanto "acariciava" minha cabeça

- Sai Taemin! Você tá fedendo ao mais puro urubu! - tento sair de seu aperto e consigo, assim que olho para ele, vejo que o mesmo estava me olhando furioso

- O que você disse pirralho? - Ele pergunta antes de começar a correr atrás de mim feito uma gazela, sério, parecia uma gazela saltitante. Taemin não corre, ele pula.

Passei por de baixo de suas pernas e me tranquei em meu quarto, estava farto dele e não queria apanhar.

Mas tio Taetae, você já tem 19 anos! Pode muito bem dar uma surra nele.

Eu poderia se ele não tivesse VISTE É TRÊS ANOS NAS COSTAS E AINDA SER TREINADOR DE JUDÔ!
Agora entendem minha situação, não é crianças?

Passado uns 5 minutos, comecei a me sentir apertado. Estava quase me mijando  nas calças e o idiota do meu irmão continuava plantado em frente à porta do meu quarto.

- Taemin, tempo mano, preciso mijar! - Digo dando pulinhos em frente à porta, como se isso fosse passar minha vontade de urinar.

Olha falei chique, urinar, ui ui.

Taemin não me respondeu, então me deitei no chão e olhei por de baixo da porta, os pés dele ainda estavam lá. Ele deveria estar rindo de mim, desgraçado.

Me levantei e comecei a andar pelo quarto, analisando cada canto dele procurando alguma coisa para me salvar de Taemin.

A janela!

Não tio Taetae, você vai se machucar!

Dane -se, eu preciso mijar ha!

Abri a janela, me sentei e deixei meus pés pendurados para fora.

- Não vai doer, não vai doer. - Respirei fundo e pulei, caindo em cima do arbusto de rosas de minha mãe. O vizinho que estava passando com seu cachorro em frente à minha casa me olhou espantado. - Nossa que rosas lindas, não é? - Digo a ele tentando disfarçar mas ele desviou olhar e saiu puxando seu cachorro.


                                                               [...]

Após ter pulado a janela do meu quarto e ter me estrebuchado nas rosas da minha mãe, fui direto para o banheiro da cozinha urinar.

Eu precisava resolver logo o problema de Jungkook, usando minha arma secreta huahuahua.

Assim que terminei, voltei para meu quarto, nem um sinal de Taemin. Me joguei em minha cama e comecei a mexer no meu celular, passei uma mensagem para Hoseok (sim eu tenho o número dele por causa do grupo da nossa turma)

Você: *video*
Falae mermão, tudo em cima?

Hoseok: Mas que porra é essa!?

Você: Um vídeo que eu gravei  seu e do Yoongi se pegando

Hoseok: Apaga essa porra agora, Taehyung!

Você: Vou pensar no seu caso, sabe, eu tô
Precisando de um favor :3

Hoseok: O que você quer!?

Você: Que você e o Yoongi me ajudem
a juntar o Jungkook com seu amiguinho
boa pinta.

Hoseok:  O Jimin? Hahaha nem fodendo


Você: Então tá, então amanhã todos da escola vão
saber que vocês não são hetero porra nenhuma.

Hoseok: Tá tá tá! Nós te ajudamos, mas não compartilhe
esse vídeo!

Você: okok


Depois de falar com Hoseok, criei um grupo no App de mensagens chamado Operação: Cupido! Yoongi estranhou, mas o Jung logo explicou a situação deles é o Min concordou em ajudar hehehe.

É hoje que eu junto esses dois huahuahua.


                                                           [...]


Já era de noite e eu estava me arrumando para ir ao shopping. Eu havia combinado com aqueles dois de nós encontrar no shopping para podermos bolar nossos planos maquiavélicos para juntar Jimin é Jungkook.

- embuste dois! Tem dois rapazes aqui na porta dizendo que marcaram de encontrar você! - Ouvi a voz doce como de um avestruz de minha mãe. Ela era tão delicada e amorosa.

Minha mãe sempre foi assim, meia insensível e não muito carinhosa. Já meu pai sempre me paparicou, me dava presentes e me mimava, quer dizer, até hoje ele faz isso. O mesmo faz isso para compensar a falta que ele faz, Kim Taehwan é um homem muito ocupado. Ele trabalha no exército e por isso vive fora de casa, sempre viajando. Confesso que sinto muita falta dele, mas sei que ele faz isso para o nosao bem.

Descia as escadas lentamente, todo pomposo, como se eu fosse uma verdadeira donzela encantada, assim quem desci o último degrau, avistei os dois, Yoongi e Hoseok, me esperando em frente à porta de minha casa.

Me despedi de minha mãe e mostrei o dedo do meio para Taemin, aquele urubu manco.


Eu já disse que não gosto de Taemin???

Sim tio Taetae! Quer dizer, não sei tio Taetae!

Assim que o Min e o Jung me viram, ele se viraram de costas e partiram em direção ao carro. Hoseok abriu a porta de trás para mim entrar e assim o fiz.

Aquele carro era todo desarrumado, cheirava a repolho estragado. Horrível

Quando o Jung entrou no banco do motorista, ele deu partida no carro e fomos para o nosso destino: o shopping



                                                                [...]



O silêncio reinava naquele veículo, o trânsito estava infernal e eu não aguentava mais aquele cheiro horrível que fazia parte do carro

Liguei meu celular, é passei uma mensagem para Jungkook

Você: Mano me ajuda

Jungkook: Que foi estrume, estou no meio de um episódio de Boku no Hero.

Você: Credo, eu pensava que você me amava. Estou me fodendo por causa de você!

Minha última mensagem foi ignorada pelo Jeon. Fiquei puto, mas finalmente chegamos ao nosso destino.


   


                                                                           [...]


- OLHA UMA LOJA QUE FAZ BICHINHOS DE PELÚCIA!!!AAAA - Eu sacudida o Min que reviravam os olhos com raiva

- Me solta, porra - Disse Yoongi se soltando

CARALHO que top cara, eu adoro bichos de pelúcia! Tenho dois: A Neide, um ursinho azul e o Jubiscreudo, uma coruja redonda cinza.

Meus filhos.

- Lembre-se que você está em minhas mãos, Min - Então eu quero que você me pague um bichinhos desses - Apontei para um Pateta do desenho Mickey Mouse . Minha mãe sempre me dizia que eu lembrava ele.

Eu já disse o quão delicada e generosa ela é?


- Aff - Ele bugou e revisou os olhos, depois puxou sua carteira do bolso e tirou de lá uma nota de 20 reais - Toma logo essa merda.

- Yay! - Pulei de alegria.









                                                           [...]

Eu carregava o pateta feliz em meus braços, mais um membro para a família, pensei.

Hoseok estava bobo pelo pateta também, ele adorava o personagem, por isso conversávamos animados enquanto imitavamos a risada do mesmo.

Min apenas andava atrás de nós olhando a cena e achando humilhante.


Chegamos na praça de alimentação e nos sentamos em uma mesa, estava na hora de colocar o plano em prática!

- Bem, eu tive uma ideia bem doida. - Comecei

- E qual seria? - perguntaram os dois ao mesmo tempo. Estavam curiosos, meus planos eram muito maquiavélicos

- O elevador - Digo

- E o que tem ele? - Perguntou Hoseok que era o único confuso ali. O Min parece ter entendido meus planos por isso respondeu em meu lugar.

- Vamos prender os dois no elevador, sem querer - Ele disse com um sorriso diabólico

A.d.o.r.o


Notas Finais


Pronto, patinhos, espero que tenham gostado!

Beijos de Nutella para vcs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...