História Operação: Detona Vivu - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Aventura, Ficção, Internet, Rebeldes, Vandalismo
Visualizações 3
Palavras 1.294
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Misticismo, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Explodindo a Vivu


As aventuras de Nino e Marcio

 

Cap.1 - Operação Vivu

 

 

Numa sala fechada dois meninos de 12 e 13 anos estavam organizando um plano arriscado com o objetivo de derrubar a internet da Vivu, pois estavam indignados com o péssimo serviço da empresa que cobrava um preço absurdo e em troca davam uma internet que vivia caindo e travando.

Um dos meninos chamado Marcio estava nervoso com o andamento do plano, já que para acabarem com a empresa de vez teriam que entrar na sede da Vivu, e para isso teriam que passar por vários seguranças e câmeras, ele então pergunta para seu amigo Nino:

-Tem certeza que vai dar tudo certo? Você sabe que podemos ser presos por isso né? Se meus pais descobrirem tenho certeza que não vão pagar fiança...Eles falam que lugar de criminoso é na cadeira.

Nino para de mexer no seu computador, já havia terminado de ajustar os programas para o que estava por vim, ele se levanta da cadeira e dar um leve soco no ombro dele, Nino já estava de saco cheio com os preocupações de Marcio, era a quinta vez que ele falava as mesmas coisas, Nino responde:

-Certeza eu nunca tenho né Marcio e sim obvio que podemos ser presos mas nós sabíamos dos riscos quando bolamos esse plano e outra seu pai é muito ranzinza, pois não seremos criminosos e sim justiceiros!

Marcio ao ouvir as palavras de seu amigo ficava mais aliviado, Nino falava de uma forma que inspirava liderança, se olhassem nos olhos de Nino poderiam ver o olhar de segurança em suas palavras, Marcio pegava sua mochila e colocava nas costas  e Nino seu computador.

A mãe de Marcio abre a porta da sala, Nino começava a chamar a atenção da mulher soltando piadinhas sem graça enquanto Marcio escondia as coisas disfarçadamente.Eram 21h da noite, a mãe de Marcio havia mandado os dois dormirem por conta da escola.

Na calada das 22h da noite, os dois levantavam da cama, estavam prontos para por o plano em ação, Nino ia na frente e Marcio atrás, eles olhavam atentamente cada local da casa se fossem vistos pelos pais de Marcio tudo estaria perdido, felizmente, os dois conseguiam sair de casa despercebidos, os pais de Marcio já estavam dormindo.

Marcio na rua fala empolgado, ele nunca tinha passado por tanta adrenalina como essa antes:

-Conseguimos Nino, nós conseguimos!

Nino se contagiava com a empolgação de seu amigo, falando:

-Sim! Nós fomos verdadeiros ninjas! Mas ainda não acabamos, nosso plano só esta começando

Marcio respondia já mais confiante:

-Sim!

Os dois pegavam dois skates da bolsa de Marcio, e iam correndo com o skate até o local, Nino estava com o mapa nas mãos e liderando o caminho.

Depois de 10km de corrida, os dois finalmente haviam chegado à Sede da Vivu, Marcio estava acabado, suado e sem fôlego, Nino por ser mais atlético não estava acabado.

Os dois analisavam cautelosamente a entrada da Sede, havia apenas um segurança na portaria que estava entretido com sua TV portátil, assistindo um filme qualquer, depois do portão os dois não conseguiam ver mais ninguém.

Nino pegava seu computador e com apenas alguns cliques conseguia hackear as câmeras de segurança da sede, colocando uma imagem travada nos monitores dos computadores da sede da Vivu, Marcio olhava abismado sem entender como Nino conseguia fazer isso.

Nino pergunta a Marcio:

-Os explosivos estão ai na bolsa? Vamos precisar deles pra desviar atenção.

Marcio confirmava com a cabeça retirando os explosivos da bolsa, ele perguntava:

-Como você conseguiu comprar explosivos? Meu pai sempre fala que vender armas e outros meios de violências para menores é crime...ah meu deus! Se meu pai descobrir vai me matar!

Marcio mais uma vez ficava inseguro, com peso na consciência, fazer coisas que seu pai não gostava incomodava profundamente.Nino fala:

-Você bem que podia parar de pensar nas coisas que teu pai te falar, você nunca vai ser livre se toda vez fizer o que seu pai manda.Agora toma conta do computador, vou espalhar os explosivos ao redor da sede.

Antes que Marcio pudesse dizer algo Nino já se afastava com os explosivos na mão, Marcio ficava escondido observando os arredores, já haviam se passado mais de 10 minutos e Nino ainda não tinha voltado.

Marcio começou a pensar na possibilidade de Nino ter sido morto por cães selvagens ou por coisa pior! Um dragão! A imaginação de Marcio aflorava junto com a tenção, quando uma enorme explosão acontecia, vários guardas  saiam da sede, um alarme de incêndio era acionado.

Marcio então pensou que seu amigo havia sem querer se explodido junto com a bomba, uma mão tocava seu ombro e Marcio pulava para frente tomando um susto, era Nino que estava todo sujo e cheirando a fumaça.Marcio fala:

-Meu deus! Que susto, pensei que você tinha morrido! Essa explosão não tava no plano!

Nino dava um peteleco na testa de Marcio, falando:

-Não fale que eu to morto, isso da azar todo mundo sabe! E eu apenas aperfeiçoei o plano, rsrs vamos?

Marcio confirmava, mais aliviado, o bom humor de Nino fazia isso.Os dois aproveitaram que a sede estava sem guardas e adentravam o local, eles viam um belo elevador panorâmico e entravam lá indo até o ultimo andar da sede, ao chegar lá Marcio perguntava:

-Tem certeza que é aqui?

Nino respondia confiante:

-Certeza absoluta, todo mundo sabe que chefão final fica no ultimo andar, rsrsrs

Marcio respondia, impressionado com a inteligência de Nino:

-Caramba! Verdade, faz todo sentido! Eu já vi isso jogando jogos de árcade com meu irmão, genial!

Nino ficava orgulhoso, com um rosto do tipo ''sou incrível mesmo!'', os dois iam até um computador central da sede Vivu, lá Nino conectava seu computador ao da sede, espalhando vários programas virais que eram compartilhados para todos os aparelhos da Vivu.

Feito isso Nino guardava seu computador, os dois ficavam se encarando por alguns minutos quando, de repente, gritavam de animação dando um ''toca aqui'', Nino falava se gabando:

-Hahahah! Isso é por terem feito eu e Marcio cair de Elo no jogo Liga das Lendas, se for pra vender internet vendam direito!

-É isso mesmo!

Marcio concordava.

Depois de muitos minutos de distração no último andar, os dois tentaram ir embora pelo elevador, mas o mesmo se encontrava danificado, possivelmente pelos vírus que Nino havia espalhado.

Já haviam se passado 1h hora, e eles ainda estavam sem conseguir sair do último andar, Nino estava sem idéias, ele não imaginava que o elevador fosse quebrar também, Marcio estava mais apreensivo que nunca, ele já podia se imaginar sendo preso.

Uma porta se abria, os dois pensavam que eram os guardas que finalmente haviam voltado para dentro da sede , os dois se escondiam, era um jovem que perguntava:

-Maninho?

Marcio reconheceria aquela voz em qualquer lugar, era seu irmão Syder.Sem pensar duas vezes ele corria para abraçá-lo.Porém seu irmão fazia cara feia, e Marcio já entendendo falava:

-Eu to bem encrencado né?

Seu irmão respondia:

-Se o papai souber que você fez isso...

Nino entrava na conversa falando:

-Ninguém precisa saber disso!

O irmão de Marcio olhava irritado para Nino, falando:

-Você é uma péssima influencia para ele

Um clima ruim se espalhava pelo local, Marcio percebendo pergunto a seu irmão tentando mudar de assunto:

-Como você conseguiu subir aqui? E como achou a gente?

Seu irmão falava:

-Existe uma coisa genial chamada ''Escada'', eu vi vocês dois saindo de casa e como você tava com Nino já sabia que ia acontecer alguma coisa

Nino ficava irritado, mas tentava esconder isso.

Os três vão embora da Sede Vivu, por sorte os guardas estavam ocupados demais com o fogo da explosão, no dia seguinte aparece no Jornal ''Ato de Vandalismo na Sede Vivu''.


Notas Finais


Se poderem falar os pontos negativos e positivos eu ficaria feliz, porque assim deixo minhas historias mais legais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...