1. Spirit Fanfics >
  2. Operação Princesa Escondida >
  3. O início do Caos

História Operação Princesa Escondida - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem <3

Capítulo 1 - O início do Caos


Ilha Branca, 4 de janeiro de 2018.

Minhas pernas tremiam. Eu sempre fui forte, mas agora eu tremia agarrada em minha mãe, como um filhotinho. Rainha Clair também não parecia nada com a verdadeira e habitual Rainha Clair, que era sempre mandona e exigente, minha mãe estava com medo, isso transborda de seus olhos grandes e tempestuosos. Eu a entendia, a dor de perder papai era enorme.

Estávamos sendo atacados. Inimigos rebeldes invadiram Ilha Branca e estávamos despreparados. Essa é a segunda vez em 45 anos, e a primeira que presencio. Eu estava com muito medo, mas ainda sim estaria disposta a lutar pelo meu povo.

Os rebeldes querem exterminar tanto ao Rei e Rainha, quanto a única herdeira do trono, eu, e dominar sobre o povo de Ilha Branca. Pelo menos é o que dizem.

Uma grande estátua despenca de cima de um pedestal, perto de onde estamos, causando um barulho insuportavelmente alto. Rainha Clair me aperta contra si.

- Mãe, onde está o papai? - pergunto, já impaciente por sua demora. Ele havia nos deixado ali e prometido que voltaria mais rápido que o trovão. Já faz 40 minutos.

- Ele vai vir. - dizia mais pra si mesma do que pra mim.

Ele vai voltar.

Ele vai...

- Garotas! Vamos, vamos! Temos que sair urgentemente daqui, os rebeldes conseguiram entrar... - Alertava papai correndo em nossa direção. - Vamos, vamos. - falou.

- Papai, onde está o Jake? - perguntei.

Jake é meu melhor amigo e guarda. Quando eu tinha 10 anos, papai resolveu pagar Jake, que tinha 13 anos na época, para ser meu amigo. O que é uma humilhação, já que na época as crianças da realeza não gostavam de mim. Mas com o tempo eu e Jake viramos grandes amigos. E quando Jake tinha 18 e eu 15, papai contratou Jake como meu guarda pessoal. E estamos juntos até hoje. Ele já faz parte da família. Eu não aguentaria perdê-lo. Jake é a melhor pessoa que eu poderia ter.

- Já está nos esperando lá. - respondeu.

Mamãe me puxa pelo braço apressada, seguindo papai. Meu vestido e os saltos dificultam o processo, minha vontade era de tirá-los e arremessá-los para longe de mim. Me contenho. Andamos o mais rápido que podemos, mas ao mesmo tempo tivemos que tomar cuidado para não sermos pegos pelos rebeldes, que estavam pelo local. Eu me sentia como Tom Cruise em missão impossível.

- Subam a escada, vocês vão pegar o helicóptero até a ilha do norte. O rei e a Rainha de lá acolherá vocês. - disse papai e nos deu um beijo na testa.

Ele ficaria.

- Você não vem conosco? - Disse Rainha Clair, que já chorava como um bebê.

- Não posso deixar nosso povo na mão dos rebeldes. - disse convicto. - Eu amo muito vocês, minhas garotas. Jake cuidará de tudo por mim. - disse por fim e sumiu por uma das portas que o corredor em que estávamos continha.

- Vamos mamãe, papai voltará para nós. - disse com lágrimas nos olhos. A puxei escada à cima. Subimos com velocidade os 100 degraus que havia ali. Graças aos meus treinos diários, eu não era uma pessoa sedentária.

Quando chegamos ao topo, encontramos com um Jake assustado e com cara que não dormia há dias. Esse não era o meu Jake. O Jake que eu conhecia era doido e divertido. Alegrava todos por onde passava. Ele não era aquele Jake.

Me aproximei de Jake, com rainha Clair ao meu lado. Assim que Jake me viu, ele me abraçou como se não me visse há dias. Retribui na mesma intensidade.

- Eu tive tanto medo de perder vocês! Que bom que estão aqui. - Disse me soltando e beijando a testa de mamãe. - Onde está Charles, Clair? - perguntou se dando conta de sua ausência.

- Não vira conosco, filho. - falou fungando.

Sim, Jake era como um filho para rainha Clair. Quando papai o contratou para ser meu amigo, Jake tinha acabado de perder seus pais de forma trágica. Eles haviam sido mortos por engano, confundidos com assassinos. Quando Jake veio morar conosco, mamãe acabou apegando-se à ele, eu também, e hoje ele é "como o filho homem que ela nunca teve", palavras da própria rainha Clair.

- Ele ficará bem. - disse para nós. - Vamos, o helicóptero nos espera.

O grande helicóptero branco estava à nossa frente. Eu e mamãe entramos primeiro, com a ajuda de Jake, depois ele também entrou e sentou ao meu lado, logo tratou de juntar nossas mãos.

- Vamos para a ilha do norte. - Disse para o piloto que já estava em seu lugar. O mesmo assentiu e Jake voltou a atenção para nós. - Eu estou com vocês independente do que houver.

E o helicóptero partiu.


Notas Finais


Esse livro foi postado inicialmente no wattpad, vou repostá-lo aqui também.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...