História Operação rescuing love - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Anko Mitarashi, Chiyo, Chouji Akimichi, Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Konan, Konohamaru, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Matsuri, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shisui Uchiha, Suigetsu Hozuki, Toneri Otsutsuki
Tags Naruhina, Naruto, Romance
Visualizações 91
Palavras 2.049
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha eu aqui de novo, não me matem sei que não atualizei as outras ainda mas vou tentar essa ideia e uma comédia romântica bem e isso espero que gostem 💃😘

Capítulo 1 - Prólogo


 

Sinceramente eu deveria ter escolhido outra profissão, advogado e desgastante mas fazer o que eu gosto do que faço aquela era a terceira audiência em um dia em plena segunda-feira, minha agenda estava lotada não sei nem se vou poder almoçar hoje, droga eu tô com fome uma tigela extra grande de ramen cairia bem agora, essa velhota por que não dá logo a sentença para mim poder fazer meu papel e ir logo.

-senhor Uzumaki, se o senhor não prestar atenção a essa audiência eu terei que prendê-lo por desacato a autoridade. a juíza percebeu que eu estava boiando naquilo tudo beleza, ou eu presto atenção ou vou preso,pelo menos eu vou poder comer ramen em paz mas se eu dissesse isso para a juíza aí sim eu estaria ferrado. 

-desculpe excelência, não vai mais acontecer. Foi a forma que eu achei de concertar as coisas, mas nem sempre eu tive essa capacidade, eu já cometi muitos erros e infelizmente naquele tempo eu jamais poderia consertar. 

-senhor Uzumaki e o último aviso, concentre-se ou o senhor será detido. Velha chata, ou prende ou libera de uma vez por todas 

- perdão excelência, novamente. Eu tô querendo sair daqui o mais rápido possível e se continuar assim vou acabar sendo é  preso. 

A promotora retomou a palavra, as acusações eram sem fundamento e faltavam provas, não que o meu cliente não fosse culpado mas com certeza se livraria dessa sem dificuldades, o júri não estava convencido da culpa do meu cliente acho que apenas eu não acredito na inocência desse cara, a juíza também já estava entediada com toda aquela história, faltavam provas para ele ser preso.

-Dra. Namira, caso a senhora não tenha provas eu vou liberar o senhor Naraku, e esperarei até que a senhora tenha novas provas para apresentar enquanto isso o réu aguardará julgamento em liberdade.

-entendo excelência. Finalmente eu não estava aguentando mais, ela sabia que ia acabar assim mas ele. Ainda corria o risco de ir preso, se a Namira achasse mais provas Naraku estaria ferrado, e eu perderia mais duas horas do meu precioso tempo, o meu dia não estava sendo dos melhores,tudo parecia estar dando errado quando saí do tribunal encontrei Sasuke do lado de fora de braços cruzados encarando o teto, ele fez uma cara de ódio para o meu cliente, não culpo ele afinal um policial não deve gostar de criminosos,iria dispensar Naraku e ir falar com Sasuke.

-você se livrou dessa, mas não pode abaixar a guarda, se a polícia achar mais provas você não vai ter como escapar. Disse sério não gosto daquele homem, mas gosto da minha profissão.

-como não? Você é pago para isso e não vai conseguir impedir que eu seja preso? Que tipo de advogado é você?

-sou advogado Naraku, não santo eu não faço milagre. Como eu queria esmurrar a cara desse idiota

-tá bom, tá bom.

-vai direto pra casa, a polícia vai estar na sua cola. Naraku saiu e eu fui falar meu amigo que eu tenho certeza que se pudesse descarregaria a arma na cabeça do meu cliente, andei até ele que estava com a típica cara de poucos amigos, não sei como a sakura aguenta ele, e muito amor.

-oi teme como estão as coisas?

-estariam melhores se você não tivesse saído acompanhado do seu trombadinha de estimação. Ele sempre foi sério, e ainda mais em relação ao seu trabalho eu deveria ter seguido pelo mesmo caminho.

-você sabe que não é pessoal e apenas trabalho Sasuke.

-eu sei dobe, mas ainda assim é estranho.

-então vamos ao ichiraku?

-não vai dar, sakura e eu vamos ser padrinhos de um casamento, e vamos nos encontrar com os noivos hoje. Estranhei nenhum dos meus amigos estava se casando, deveria ser alguma amiga da sakura, quando olhei para o Sasuke ele estava sorrindo e olhando para a frente mas depois ficou sério novamente.

-e quem vai casar? Perguntei e vi Sasuke erguer o indicador é apontar para a nossa frente.

-ela! Não pude acreditar quem era, depois de três anos ela está de volta e continua linda, senti o ar se esvair dos meus pulmões, e o chão desaparecer, eu queria voltar no tempo e concertar tudo, era Hinata Hyuga o meu antigo amor e agora iria se casar só lá Deus sabe com quem,ela vinha em nossa direção junto com sakura que sorria para mim e para Sasuke, o uchiha apressou o passo em direção a esposa que o abraçou enquanto Sasuke depositava um beijo em sua testa, Hinata tinha um sorriso gigante nos lábios, sorriso que antigamente era direcionado a mim, ela me viu mas o sorriso não desapareceu, respirei fundo e andei até eles que conversavam animadamente.

-oi sakura! Disse abraçando minha amiga de infância

-oi Naruto, como está? Ela retribuiu, sakura sempre se preocupou comigo.

-olá Hinata, quanto tempo?!

-olá Uzumaki, voce não mudou nada. Aquilo me magoou muito ela me chamando pelo sobrenome foi uma facada

-você também não!

-que tal a gente ir almoçar juntos? Sakura tentou desfazer a tenção que pairava no ar

-acho uma boa ideia, Kiba está esperando lá fora.

-vamos. Sasuke disse me chamando mas eu não queria me magoar ainda mais, ver ela nos braços de outro seria muito doloroso já não basta ficar sabendo que ela iria se casar com ele.

-eu acho que vou pra casa, essa audiência me deixou com muita dor de cabeça!

-tem certeza que não quer ir Naruto?

-tenho sakura eu vou pra casa e qualquer coisa eu ligo para você se ver que preciso de um médico.

-você quem sabe. Sakura me abraçou e saiu com Sasuke e Hinata, o teme deu uma última olhada para trás, a preocupação tomando sua olhos forcei um sorriso, e fui até a garagem, minha cabeça estava realmente doendo agora, enquanto dirigia me lembrei de tudo que fiz para Hinata.

Flash Back

Era para ser apenas mais uma festa, Hinata não pode vir mas disse que eu poderia se quisesse era festa de aniversário de um amigo, eu já era maior de idade haviam algumas bebidas, e eu já havia tomado algumas mesmo sabendo que sou fraco para beber, o álcool me sobe a cabeça muito fácil, depois de algumas doses estava completamente bêbado e nem me lembrava de mais nada, tudo estava girando, me lembro de uma ruiva sentada ao meu lado e depois fomos para um dos quartos da casa, e depois disso não me lembro de mais nada só de acordar no outro dia com uma dor de cabeça terrível, e quando iria me levantar uma Hinata preocupada aparece na porta sua face foi de preocupada para furiosa quando viu a garota ao meu lado foi o pior dia da minha vida.

-então esse é o motivo pelo qual você não atende o celular?! Muito obrigado Naruto pelo belo presente de aniversário de namoro. As lágrimas grossas rolavam pela face alva dela, eu estava em choque, não conseguia formular uma frase, a garota ao meu lado acordou e ficou vermelha de vergonha.

-quem é você?

-eu sou a futura ex namorada do idiota aí!

-meu Deus, mil perdões eu não sabia que ele tinha namorada, eu juro! A menina estava chorando, ela parecia sincera no que dizia.

-não bastava mentir só pra mim tinha que mentir pra ela também!

-Hinata calma, não é isso que você está pensando por favor me deixa explicar.

-explicar o que? Eu não sou criança Naruto eu sei o que está acontecendo aqui! Ela pegou o celular chorando e discou um número que eu não sabia de quem era.

-Neji, você pode vir me buscar? Ela havia ligado para o primo, depois de passar o endereço ela saiu do quarto e se foi, em minutos Neji estava em Frente a casa eu me vesti o mais rápido possível, o que ano era lá grande coisa, quando saí para o pátio, Hinata estava entrando no carro de Neji e indo embora eu tentei várias vezes falar com ela depois daquele dia, mas não consegui ligava para o celular ela não atendia, ligava para o telefone residencial ela nunca estava, fui até a cada dela mas o pai de Hinata não me deixou subir depois de duas semanas sakura me contou que ela havia viajado para a Holanda e não voltaria tão cedo.

Flash Back off

Droga é agora o que eu vou fazer, não me apaixonei de novo por ninguém, nunca esqueci Hinata nem o quanto eu errei com ela, fui direto para casa não estava com vontade de ver ninguém o que seria difícil as 14:00 teria outra audiência, mas por enquanto queria ficar sozinho quando cheguei em casa o carro de Sasuke estava lá na frente e o Uchiha estava escorado no carro mexendo no celular, aparentemente sozinho, pelo menos eu espero que esteja sozinho,desci do carro e marchei sem ânimo em direção a casa

-veio tripudiar do meu sofrimento? Disse fazendo ele me encarar

-não, vim ver como estava sakura ficou preocupada!foi direto como um cabo de aço, esse era Sasuke uchiha sempre direto ao ponto.

-desde quando vocês sabem? Já havia aberto a porta e dado passagem para Sasuke.

-a quatro meses quando ela nos convidou para sermos padrinhos! Ele se sentou no sofá e eu me sentei ao seu lado encarando o teto

-quem é o noivo? Eu estava realmente muito chateado com tudo isso

-um neurologista Holandês, chamado Kiba inuzuka. Sasuke não se alterou ou brigou comigo dizendo que eu não tenho o direito de ficar assim ele apenas conversou comigo

-o casamento acontece quando? Perguntei já pensando em uma possibilidade de conversar com Hinata sem brigas ou troca de farpas

-achei que o policial fosse eu! Sasuke tentou brincar sei que estava fazendo piada para melhorar meu humor.

-sem brincadeira eu tô sofrendo! Deixei claro o meu estado, nunca pensei que ficaria assim após saber que ela seguiu a vida dela enquanto eu fiquei parado no tempo tendo apenas casinhos de uma noite

-eu sei, daqui a três dias!dei um salto pelo susto,teria pouco tempo.

-tão rápido?! Eu estava assustado por que a pressa em casar?

-eles namoram a dois anos e estão noivos a um ano e normal que casem. Sasuke agora falava como se fosse a coisa mais óbvia do mundo

-tudo bem. Obrigado teme., agora é melhor você ir sei como a sakura é impaciente e não gosta de esperar. Isso era realmente uma verdade sakura não gostava se esperar e era ciumenta, não que fosse exagerada mas era melhor não arriscar

-claro, mas você sabe onde nos encontrar de precisar. Sasuke foi sincero sei que se precisar eles vão me acolher tem até um quarto pra mim na casa deles

-sei, não de preocupe. Tentei passar tranquilidade mas sei que falhei pelo modo que Sasuke me olhou,

Sasuke foi embora, eu precisava fazer alguma coisa precisava pelo menos tentar e sabia quem me ajudaria nessa loucura, mas não poderia contar com Sasuke não nessa situação,disque um número rapidamente no meu celular.

-itachi onde você está? Perguntei logo de cara

-em casa por que? Ele parecia preocupado droga por que todos estão tão preocupados comigo

-pega o shisui e corre para cá preciso da ajuda de vocês! Falei com urgência

-ok, estamos indo! Depois de duas horas e uma garrafa inteira de café eles chegaram,abri a porta e mandei os dois entrarem.

Itachi era irmão de Sasuke e shisui primo dos dois

- então o que você quer? Shisui era igual ao Sasuke com diferença que ele não tinha muito juízo, na verdade shisui era uma criança disfarçada de adulto igual ao itachi

-vocês sabem que Hinata minha primeira namorada vai casar não sabem?!

-sim, meu otouto vai ser padrinho junto com a minha cunhadinha.

-isso, eu tenho que impedir esse casamento e preciso da ajuda de vocês.

-claro vamos lá!

-um momento eu tenho uma objeção! Só o que faltava

-e qual seria shisui? Perguntei prevendo o pior

-só vou se me deixar em chamar esse momento de operação rescuing love. Ele disse batendo palmas

-resgatando o amor,serio isso? Itachi olhava para ele. Como se ele tivesse doença mental

-muito.

-tá bom.

-ok, mas o que nos vamos fazer? Itachi me encarou e perguntou um tanto sério.

-sequestrar o padre! Meu plano era brilhante.


Notas Finais


Chegamos ao fim, e só eu que acho que esse plano dele não vai dar certo? Bem e isso por hoje espero que tenham gostado bjs até o próximo meus amores 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...