1. Spirit Fanfics >
  2. Operação: Surpresa! >
  3. Eles Realmente Esqueceram?!

História Operação: Surpresa! - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Quem é vivo sempre aparece uh?

Boa leitura e parabéns para o nosso Solzinho 😔✋🌞

Capítulo 1 - Eles Realmente Esqueceram?!


Nunca imaginei que uma "simples" data poderia me render tamanha onda de sentimentos! É sério! Tristeza, decepção, raiva, medo e por fim alegria. 

Olha, serei obrigado a aplaudir de pé toda a equipe e principalmente os meninos, porque eu não desconfiei de nada! Acho que estava tão cego pela indignação que ao menos me dei o trabalho de notar as mínimas falhas, nos mínimos detalhes. 

Uh? Não sabe do que estou falando? Ah, é claro que não, vocês ao menos estavam aqui quando tudo aconteceu! Aff, que cabeça a minha. 

Mas enfim, vou contar tudo 'pra vocês! Quer dizer, quase tudo, tenho uma doença muito grave e contagiosa chamada "preguiça", então vou explicar resumidamente tudo que ocorreu no excelentíssimo dia dezoito de fevereiro! Então, para não perder o fio da meada, voltemos a algumas horas antes. 

Tururu... Introdução

Era uma bela manhã de quinta-feira, exatas dez e trinta e duas da manhã. Todos os membros estavam reunidos em uma rodada na sala de prática depois de longas horas de ensaio, conversando civilizadamente enquanto eu... Hum... Eu... Eu 'tava muito empolgado! 

Nossa, eu corria pela sala de dança, cantava, pulava, até fiz piadinha com a beleza e risada do Jin! Haha rimos muito, apanhei. 

Enfim, eu estava todo serelepe, porém, tinha uma pequena coisinha que estava incomodando minha pessoa. Bom, veja bem:

Como cite anteriormente hoje é meu aniversário, dia dezoito (blá blá blá) e, quando deu meia-noite, as notificações do twitter bom-ba-ram! Era só army na minha timeline me desejando os parabéns (Inclusive, muito obrigado. Insira seu coraçãozinho roxo aqui). 

Acontece, que eu recebia as felicitações de vocês e não tinha nenhuma dos meninos. Nem mesmo no weverse, porque eu fui lá checar também! 

Levado a isso, logo pensei: Ah pronto! Agora 'tá tudo mundo fazendo cosplay de Jungkook! 

Kook-ah, se você ler isso, saiba que eu amo você e que isso é brincadeirinha, 'tá bom neném? (Porém depende). 

Cof cof, voltando... Eu obviamente fiquei muito intrigado, eles nunca dormem cedo, principalmente quando faltam minutos para o aniversário de um de nós. 

Mas tudo bem, deixei passar e abri uma live (até porque se eu não abrisse os armys iriam simplesmente surtar), o que resultou em um Hoseok indo dormir três horas da manhã por ter se empolgado demais com a interação alheia. 

Bem, agora que dei aquela contextualizada básica e aproveitei para agradecer, acho que vocês já sabem o que tanto me incomodava, certo? 

Se você respondeu "sim" e em seguida "a falta de parabenização da parte dos meninos e staffs", vocês estão completamente certos! E bem, eu como a pessoa super calma que sou, fui logo caçando alguém 'pra fazer a sonsa e perguntar que dia é hoje. 

Depois de um tempinho procurando, ao longe, bem pertinho das caixinhas de som, estava justamente o Jeon mexendo no celular. Então, mais uma vez pensei: É a minha chance. 

Saí da rodinha na maior paz de Cristo e fui até ele, cutucando seu ombro com o indicador assim que cheguei perto o suficiente. 

— Jungkook-ah... - Como quem não quer nada, iniciei assim que sua atenção veio para mim. — Er... Eu queria perguntar, assim... Que dia é hoje? - Sorri simpático, colocando uma mecha de cabelo atrás da orelha (não adiantou muito, meu cabelo é curto e logo ela voltou pro lugar). 

Jeon parou, pensou, me olhou estranho e disse:

— Não sei, hyung. - Largou o celular e saiu. 

Ele SAIU e NÃO ME RESPONDEU! Esse moleque me paga. 

Respirei fundo, voltei a mim e fui para a rodinha de novo, encarar mortalmente o Jeon Traíra Jungkook. 

Traíra sim! Porque ele estava com o 'fucking celular na mão e ao menos fez o esforço de ir até o calendário! 

Enfim (peguei a mania de dizer "enfim", perdoem-me.), vou dar uma pequena quebra de tempo, mais ou menos para às três da tarde, que foi quando alguém percebeu a minha cara de cú e veio perguntar o que aconteceu. 

— Hobi-hyung? - Escuto a voz do Jimin ecoar pelo  dormitório vazio. — Está tudo bem? 

Isso! Era só essa pergunta que eu estava esperando! Deus é bom e me deu uma segunda chance! 

Como eu estava de costas até então, virei meu corpo lentamente na direção do Park, a expressão sofrida... Abatida... 

— É que... O Jungkook não me respondeu que dia é hoje. - Dei de ombros, comprimindo os lábios em uma fina linha. Touché. 

A boca do saeng se abriu em um 'O', como se ele tivesse entendido o motivo da vida, e então sorriu largo. 

— Ah, não seja por isso! - Respondeu, eufórico. Quase pulei de felicidade. — Hoje é dia dezoito! 

Leitores... Desocupados... Warever... Espero que todos estejam escutando o meu grito de frustração. 

— Sim, mas... Não tem nada de especial hoje? Sei lá, algum compromisso... Talvez seja uma data importantes... - Tentei e o fiozinho de esperança que me restava foi 'pro ralo ao ver a carinha pensativa do Park. 

— Não, hyung. - Negou com a cabeça de maneira fofa. Quis esganá-lo. — Não que eu saiba, pelo menos. 

E saiu as pressas do quarto. Maldito! 

Bufei irritado, voltando a dobrar as roupas que eu mesmo baguncei para ocupar meu tempo. 

Ok, vamos de mais uma quebra de tempo, dessa vez para umas cinco da tarde, pois não aconteceu nada mais de útil no tempo que se passou. 

Então, o horário acima foi quando eu resolvi, uh... Dar um passeio. É. Eu coloquei minha máscara e fui 'pra rua, na intenção de passar em uma barraquinha de cachorro-quente e comprar um pra mim. 

Acontece, pessoal, que o anta aqui não pensou que só aquela máscara não iria cobrir o rosto e que todos me reconhecem a um raio de distância. 

Essa percepção tardia, resultou em um Jung Hoseok CORRENDO DESESPERADAMENTE DE NO MÍNIMO TRINTA ARMYS! 

Nossa, quando eu cheguei na BigHit, eu estava cansado, suado e sem minha comida. 

E isso nem foi o pior! Não! O pior foi chegar, e ver todas as luzes apagadas e um silêncio torturante. 

Nessa hora eu só fiz correr 'pro interruptor, pouco ligando que os meninos saíram sem mim. Mas acontece, meus amigos, que lá na sala de prática, no corredor, eu ouvi um pequeno estralo. 

Hihi... Nem preciso dizer que me borrei todo, né? Minha nossa, eu me apavorei tanto que o demônio que 'tava ali me olhou e ficou com pena! 

Mas tudo bem. Mesmo todo borrado, eu empunhalei o controle remoto e fui a luta! 

O que eu não esperava, é que quando eu chegasse na sala de prática, meu susto seria muito maior porque do nada uma cambada de gente que estava lá dentro gritou:

— SURPRESA! 


Notas Finais


E o capítulo acaba aqui! Hihi, gostaram? Foi minha primeira fic de comédia, então me desculpem se ficou ruinzinho.

Aliás, perdoem-me o sumiço também, algumas coisas andam acontecendo e a criatividade tá indo embora. Fiquei até surpresa quando consegui escrever esse especial.

Enfim, espero que tenham gostado. Não esqueçam de favoritar, deixem uma escritora flopada feliz! Até breve Cerejinhas! ❤🍒


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...