História Opia - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekchan, Baekyeol, Chanbaek, Colegial, Drama, Fobia Social
Visualizações 267
Palavras 1.260
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Lírica, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Capítulo 5


Dormi na primeira aula e só acordei quando o sinal tocou….Para irmos embora. Fiquei atordoado sem sequer saber onde estava ou quem eu era quando olhei a sala vazia. Estiquei meus braços e eu juro que senti até os ossos da minha bunda doerem, recomendo não dormir sentado.

Levantei e peguei minha mochila, meu pescoço doía demais.

Apenas o zelador estava ali, ele me olhou com uma cara feia quando pisei no piso que ele tinha acabado de limpar, me desculpei e sai correndo. Parei no portão da escola, tinha perdido o maldito ônibus, quis deitar ali no chão e esperar a morte, eu não queria ir para casa de pé.

Ajeitei a mochila em meus ombros e segui meu caminho, o sol da tarde estava quase queimando meu rosto, a única parte descoberta de mim.

Uma moto passou a andar devagar a meu lado, olhei pelo canto do olho e acelerei meus passos, a moto acompanhou, não sei quem era, usava capacete e o uniforme da escola. Passei a andar mais rápido ainda, foi quando a moto estacionou. Olhei para trás a tempo de ver o motociclista, Park Chanyeol. Quando ele tirou o capacete, pareceu uma cena de filme, seus cabelos bagunçados, um sorriso de lado em seu rosto, eu juro para você que meu coração parou umas três batidas enquanto eu olhava ele se aproximar.

ㅡ Para ser nerd igual a você tem que ficar até tarde?

ㅡ Que susto Chanyeol! Pensei que fosse um ladrão. ㅡ Suspirei. Mesmo sem querer eu olhei em seus olhos, desviei rápido e foquei meu olhar na moto. ㅡ É sua?

ㅡ Não, é do Yifan, eu vou buscar algo do time. Você quer uma carona? ㅡ Eu poderia o achar o cara mais lindo e gostoso daquela escola, mas não estava pronto para subir em uma moto com ele, ele tropeçava no próprio pé…enquanto estava parado.

ㅡ Não. Não precisa, não quero te incomodar.

ㅡ Vem logo Baek. ㅡ Ele me puxou pela mão, ele está a segurando minha mão.

Segurar mão de Park Chanyeol, feito.

Ele pegou o capacete que antes usava e colocou em minha cabeça, deu duas batidas nas laterais e sorriu para mim. Meu coração. Ele subiu e fiquei encarando, eu estava morrendo de medo, morrer com Park Chanyeol não estava na minha lista não.

ㅡ Sobe logo nisso Baekkie, se você não subir eu vou te jogar em cima dela, vai ser pior.ㅡ É um sequestro? Subi na moto todo desengonçado, eu nunca tinha andando em uma antes, dava medo demais, nem sequer tinha onde segurar. Procurei nas laterais por onde me apoiar, Chanyeol riu de mim e puxou minhas mãos as entrelaçando em sua cintura.

Segurar a cintura de Park Chanyeol, feito.

Ele estava sem capacete e eu estava preocupado, essas preocupações se esvairam quando ele ligou a moto, ele não estava rápido, nem devagar. Mas sentir o vento bater em mim era uma sensação muito boa.

Vi pelo espelho que seus cabelos estavam atrapalhando sua visão, levei uma de minhas mãos até seus cabelos e os tirei da sua vista, ele sorriu e acelerou, puta que pariu. Voltei a agarrar sua cintura e deitei minha cabeça em suas costas, aquilo era assustador.

Agarrar Park Chanyeol, feito.

Era legal sentir o vento batendo em mim, mesmo sendo assustador. Dei a ele as instruções de onde morava e logo ele foi diminuindo a velocidade quando mostrei minha casa.

Larguei sua cintura e desci da moto, minhas pernas pareciam bambas.

ㅡ Isso foi muito legal! ㅡ Ele tirou o capacete e riu para mim, ri para ele, pelo seu sorriso e pelo estado do eu cabelo, ele parecia ter levado um choque. Socorro, ele está muito fofo. ㅡ Seu cabelo..Esta bagunçado.

ㅡ Ah. ㅡ De um jeitinho todo desajeitado ele passou sua mão entre seus fios vermelhos, deixando pior do que já estava, tão lezado.

ㅡ Deixe eu te ajudar. ㅡ Passei minhas mãos em seus cabelos, eram macios, como sempre achei que fosse, o arrumei do jeito que sempre via nele, estava tão concentrado em seus cabelos que quando olhei em seu rosto, ele me encarava, desviei o rosto e senti o mesmo queimar, meu Deus do céu.

ㅡ Esse que é seu namorado? ㅡ Quase tive um ataque cardíaco ao ouvir a voz de meu irmão a meu lado, coloquei a mão sobre o peito e vi ele encarar Chanyeol, que tinha um sorriso bobo no rosto. ㅡ Sou Byun BaekBom e você quem é?

ㅡ Oh! Sou Park Chanyeol. É um prazer conhecer o irmão do Baekkie.

ㅡ Hummm… Saiba que estou de olho se você machucar meu irmãozinho eu vou socar suas bolas e depois brincar de futebol com sua cabeça. ㅡ Vi Chanyeol engolir em seco e colocar a mão entre as pernas. Bati com a mão em minha testa e arrastei meu irmão.

ㅡ Até amanhã na escola Chanyeol, desculpe por meu irmão. ㅡ Puxei Bom pela camisa nos afastando de Chanyeol.

ㅡ Não vai se despedir do seu namorado? ㅡ Perguntou meu irmão, estávamos longe, espero que Chanyeol não tenha ouvido. Puxei os cabelo de meu irmão e abri a porta de casa. ㅡ Aí Baekkie..

ㅡ BaekBom, eu te dou dois segundos para correr antes que eu quebre seu braço. Um…dois. ㅡ Ele já não estava mais ali na sala e eu estava morrendo de vergonha. Ele achava que Chanyeol era meu irmão e ainda me fez passar uma baita vergonha com aquela ameaça. Eu vou espancar ele.

(…)

De banho já tomado, deitei em minha cama e peguei meu celular, quando liguei a Internet, chegou uma mensagem, me senti famoso. Iludido.

Era no Kakao, não conhecia o número.

Desconhecido: Baekkie…

Eu: Chanyeol?????

Desconhecido: Sim.

Eu: Como você conseguiu meu número?

Desconhecido: Ontem liguei para mim mesmo do seu celular, para salvar seu número, tudo bem?

Eu: Claro, não tem problema algum.


Gritei pulando na cama, meu coração estava acelerado.

Trocar mensagens com Park Chanyeol, feito.

Salvei seu número; Channie

Channie: Eu chamei você porque estava sem sono, podemos conversar?

Eu: Claro que podemos.

Channie: Não sei como começar isso, sem parecer estranho. É que estou gostando de alguém.


Minha felicidade foi toda embora, junto com meu coração e o resto da minha vida fodida.


Eu: Ah, que bom. Gostar de alguém é bom.

Channie: Sim, mas eu não posso gostar dessa pessoa, somos iguais demais e acho que essa pessoa não gosta de mim desse jeito.


Quem seria essa pessoa? Eu teria que descobrir isso.


Eu: Quem é essa pessoa?

Channie: Desculpa Baekkie, mas você não pode saber agora, talvez mais para frente eu conte para você já que somos amigos.


Amigos.

Aí.


Eu: Hum. Tenho que fazer minha atividade, depois nos falamos, ok? Tchau Chanyeol.


Não esperei respostas, desliguei meu celular e quis o jogar contra a parede, mas apenas o joguei sobre minhas cobertas.

Fechei a porta de meu quarto e as cortinas da janela, deitei na cama e cobri todo meu corpo, eu iria chorar pelo resto da noite até conseguir dormir, as primeiras lágrimas saíram de meus olhos ao imaginar Chanyeol beijando uma garota, ele parecia feliz com ela, eu o trouxa aqui, era o único que sairia machucado dali.

Ouvi a porta de meu quarto abrir e o lado do meu colchão ceder, tirei a coberta de meu rosto e vi meu irmão, ele me olhava, eu odiava esse filho da mãe, ele sempre parecia saber quando estava triste, mas nunca queria escutar, apenas estava ali para mim. Ele abriu seus braços e me aconchegou neles, deitei minha cabeça em seu peito e voltei a chorar. Essa era um dos momentos que eu amava ter BaekBom em minha vida, mesmo nunca dizendo isso em voz alta.


Notas Finais


MELHOR IRMÃO, QUERO UM ASSIM URGENTEMENTE


Dêem uma olhada na minha fic linda Yoonmin, que tem que alcançar 50 favs até dezembro :')

Link: https://spiritfanfics.com/historia/schizophrenie-10873680


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...