História Opostos - Imagine Jungkook (BTS) - Capítulo 65


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jisoo, Jungkook, Lisa, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bangtan Boys, Bts, Híbrida, Imagine Jungkook, Lie
Visualizações 81
Palavras 1.144
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii. Me desculpem a demora. Estou com problemas e amanhã minhas aulas voltam ;-;

Boa leitura♡

Capítulo 65 - Desafios.


Fanfic / Fanfiction Opostos - Imagine Jungkook (BTS) - Capítulo 65 - Desafios.

• Como não tinhamos nada para fazer decidimos ir para casa. Eu com certeza vou dormir por conta desse cansaço. É nisso que dá ser preguiçosa, você faz alguma coisa e depois fica morrendo.


• Sanay- S/N!! Espera! - Dizia com a voz cortada por conta da falta de ar. - Podemos ir com vocês? Se vocês estiverem indo para casa, é claro. - Apenas assinto, mesmo sem entender o "Podemos".


• Eu- Podemos? - Eu pergunto confusa e ela apenas se toca de que eu estava sem resposta.


• Tae- Pera. Eu tô morrendo! - Põe a mão sobre o peito esquerdo, fingindo uma feição de dor. Quanto drama para um só ser humano. - Vamos logo, antes que eu morra. - Faz mais um pouco de teatro.


• JK- Para de drama! - Dá um tapa na nuca do mais velho, que apenas resmuga e solta um palavrão. - Vamos logo, antes que eu mate esse caralho. - Ameaça Tae. 


• Andamos até o lindo e maravilhoso nada. Carro? Nunca nem vimos. Olhamos apenas de um lado para o outro, não encontrando um carro que fosse. Claro, S/N! Vocês vieram de carona com a polícia, ou FBI, quem sabe a Sia.


• Olhamos de um lado para o outro, até que todos nos entreolhamos. Paro pra pensar em alguma resposta que possa nos ajuda nessa situação precária. 


• Eu- Tem uber na Coréia? - Olho para Tae e Jungkook, esperando ambos ao menos me responderem. - Tem? - Digo impaciente. Eu realmente nunca parei pra pensar se aqui tem uber.


• JK- Ter tem, mas são caros. Acho melhor irmos andando, assim aproveitamos para brincar e conversar no caminho. - Fala infantilmente, me fazendo sorrir boba. Todos concordamos com a ideia de Jungkook, andando em direção ao nosso destino.


• Estamos conversando sobre diversos assuntos aleatórios, e acabei lembrando da pergunta que há dias que estou pensando e tentando fazer. Talvez eles fiquem meio/muito envergonhados. 


• Eu- Estão namorando? - Vejo Sanay e Tae se entreolhando, estão envergonhados. - Estão ou não? Eu quero respostas... e um sobrinho. - Faço carinha de Lua e sorrio maliciosa. Eles riem de mim, não tardando a forçar a garganta e ter coragem. 


• Tae- Sim. Eu amo ela e ninguém vai separar nosso amor. Não vai ser você que irá nos separar. - Abraça Sanay de forma possessiva, me arrancando risadas. 


• Eu- É, não serei mesmo alguém que irá separar vocês. Eu sou a maior Vnay shipper que você respeita! - Sorrio, vendo o olhar reprovado de Jungkook. O que eu fiz? - Qual foi, Juão Cool?


• JK- Eu... - Aponta para si mesmo. - sou o maior shipper de Vnay do Universo! - Se gaba e eu rio sarcástica. Ah mas ele não é!


• Eu- Eu que sou a maior Vnay shipper que existe!! - Sorrio convencida. Ele apenas sorri de lado e me encara. - O que é? - Pergunto com tédio. 


• JK- Então se você morrer vai deixar de ser a maior Vnay shipper que existe? - Diz num tom assustador. Engulo em seco e olho para meu OTP, pedindo socorro apenas com o olhar.


• Eu- Você não seria capaz de me matar! - Digo com firmeza, sabendo muito bem que ele nunca, em hipótese alguma, seria capaz de fazer isso.


• JK- Você acha mesmo que eu não seria capaz de fazer isso? - Eu apenas nego com a cabeça, lhe arrancando um bufar calmo. - É, você tem razão. - Sorri fofo. Quanta bipolaridade. 


• Sanay- Casalzinho!!! - Viramos para os doidos que estavam nos chamando. - Vamos logo! - Assentimos e fomos andando de mãos dadas, parando de brigar para saber quem é o mais Vnay shipper.


• Durante o caminho percorrido, nós iamos brincando normal né, tava tudo ok. Mas o Tae decide brincar apenas de cumprir desafios, e quem foram os trouxas que aceitaram? Nós. 


• Tae- S/N! - Olho para ele com uma expressão revoltada por ter sido a primeira que ele escolheu. - Eu te desafio a ir até alguém e dizer que o pão de queijo tá na promoção. - Olho para ele incrédula e rio da idiotice que ele me desafiou a fazer.


• Com o pensamento de que claramente vai dar merda, eu procuro alguém que seja, aparentemente, legal. Encontro uma garota e ando até ela, sentindo o que eu sentiria se alguém estivesse no meu lugar; vergonha alheia. Eu não vou dizer que sentiria isso por completo, já que só pelo fato da pessoa estar indo cumprir o desafio já me favorece a acreditar que o ser humano é bem legal e companheiro. 


• Eu- Oi! - Chego de fininho perto da garota, sentindo um nervoso e uma enorme vontade de rir. - Sabia que o pão de queijo... - Me seguro para não rir, gargalhar, berrar, me jogar no chão e ter um piripaque. - está em promoção? Pois está! Apenas isso! - Saio correndo e rindo ao mesmo tempo. Eu quero matar Kim Taehyung! - Satisfeito?! Satisfeito?! - Falo com raiva, me segurando para não voar na garganta dos seres que apenas riam de mim, como se eu tivesse pagado o mico do ano. Eu vou me vingar.


• JK- Desculpa, mas foi a coisa mais engraçada que eu já vi! - Afirma rindo de mim. Não me controlo e começo a rir assim como os aderbais, denominados meus amigos. 


• Eu- T-tae... - Recupero o fôlego e respiro e inspiro. - eu te desafio a chegar num cara e falar/perguntar: "Nossa! Como uma gracinha dessas não tem namorado ou namorada?" - Digo já rindo só por imaginar a cena. Caralho! Eu tô muito vingativa.


• Tae- Vai tomar no cú, S/N! - Rio mais um pouco dele. - Eu vou logo cumprir essa bosta! - Sai bufando de raiva. 


• Sanay- Eu tô rindo muito! - Rimos. - Vamo ver que eu não quero perder nada!! Nada mesmo! - Partimos em disparada em direção à rua, procurando o Tae. - Alí! - Olhamos e rimos mais ainda do que vimos. 


• Começamos a nos aproximar um pouco mais para ouvirmos direito. 


• Tae- Nossa! - Só com isso nós já rimos. - Como uma gracinha dessas não tem namorado ou namorada? - Nos seguramos para não gritar e acabar com a brincadeira. 


• Garoto- Olha, eu também não sei. Mas o que um gatinho como você faz sozinho, hein? - A resposta nos comoveu, fazendo Tae ficar todo errado e nós rindo da desgraça. Estávamos ao máximo tentando ser um pouco discretos.

 
• Tae- Nem sei. Mas eu tenho que ir. Nos vemos por aí! - Sai de lá todo sem jeito e correndo até o bequinho no qual estávamos nos escondendo. - Eu vou matar vocês!!! - Parte pra cima de nós. 


Notas Finais


Gostaram??? A S/N_Vocês é bem vingativa. Ahishsiajaiau.

Tava faltando interação Vnay! Gostaram da dose de Vnay, neh? 😂😂

Amanhã volta a rotina chata! ;-;

Obrigada pelos 394 favoritos! Eu amo vocês/meu fandom. Parei😂💙

Chau!!!!♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...