História Opostos - Norminah G!P - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Demi Lovato, Fifth Harmony, Selena Gomez, Shawn Mendes, Troy Ogletree
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Selena Gomez
Tags Camren, Norminah, Romance
Visualizações 561
Palavras 1.993
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E aí, gente!
A música que a Demi canta pra Selena é give your heart a break.

Espero que gostem!

Capítulo 19 - Capítulo 19


Alguns minutos mais tarde, nós estávamos entrando no estacionamento do mercado. Nossos amigos estavam encostados na caminhonete de Demi e abriram um sorriso quando viram o carro de Dinah, o que me deixou mais tranquila, pois imaginei que estariam nos odiando agora pelo atraso.

Dinah estacionou o carro e me lançou um sorriso lindo antes de abrir a porta e sair. Eu tratei de pegar a sacola da cafeteria e sair logo do carro para ir ao seu encontro. Ela já caminhava em direção aos nossos amigos e eu precisei apressar meu passo até chegar ao seu lado e juntar nossas mãos, sorrindo para ela em seguida. Quando olhei para frente, encontrei nossos amigos nos encarando com sorrisos enormes no rosto e, alguns segundos depois, os amigos de Dinah começaram a uivar no meio do estacionamento, sendo acompanhados por ela, que saiu correndo na direção deles com um sorriso enorme. Eles continuaram uivando e comemorando enquanto eu me juntava a minhas amigas, admirando o grupo que atraía olhares divertidos em sua direção.

Minhas amigas se viraram para mim depois que eles pararam e entraram em uma conversa animada entre eles.

“Eu não acredito que você está usando a camiseta dela.” Selena falou sorrindo enquanto batia palminhas de animação na minha frente.

“Norminah é real!” Ally exclamou, acompanhando Selena, me fazendo rir.

“E então? Como foi? Se você não gozou no mínimo 4 vezes, meu trabalho terá sido em vão.” Selena falou e eu estava pronta para xinga-la quando me lembrei do que aconteceu na noite passada. Ainda não sabia o que tinha sido aquilo e precisava descobrir se era bom ou não. Quem melhor do que Selena para me dizer isso, não é mesmo?

“Na verdade, preciso conversar com vocês sobre isso.” Falei, recebendo olhares curiosos delas. “Mas eu acabei de ter a melhor noite da minha vida graças a vocês, e não falo apenas do sexo.” Elas me olharam mais curiosas ainda e eu sorri feliz me lembrando. “Ela falou que me ama!” Falei animada, vendo minhas amigas, incluindo Lauren, ficarem de queixo caído antes de começarem a pular e gritar ao meu redor, me fazendo gargalhar.

“AI MEU DEUS.” Ally gritou.

“NORMINAH É MUITO REAL!” Selena completou, e elas começaram a gritar entre elas, em uma comemoração particular pelo tempo que passaram tentando nos juntar.

Senti mãos em minha cintura e olhei para trás, vendo Dinah me puxar em sua direção. Sorri e enlacei meus braços em seu pescoço.

“Norminah?” Ela perguntou sorrindo, olhando para minhas amigas.

“É a incrível junção do nome de vocês. Nós que inventamos. Não é genial?” Selena falou, abraçando Ally pelo ombro.

“Não muito.” Falei, as fazendo revirar os olhos. “Se vocês já acabaram, tenho esses pedaços maravilhosos dos bolos preferidos de vocês aqui comigo.” Apontei para a sacola e vi as duas arregalarem os olhos. “E alguns pães de queijo.” Lauren avançou na sacola, nos fazendo rir.

“Não acredito que você comprou pão de queijo, Mani!” Ela falou, encontrando o pacotinho e enfiando um pão de queijo em sua boca, fechando os olhos em seguida. “Ai meu deus, que saudade! Você tem que comer isso, amor.” Falou, enfiando um pedaço na boca de Camila, que sorriu. Ela arregalou os olhos enquanto mastigava o pão de queijo e encarou minha amiga. Assim que ela engoliu, tentou pegar o saco da mão de Lauren, que desviou sem esforço algum.

“Era só um pedaço, Camz!” Falou emburrada enquanto Camila fazia o maior bico. Lauren odiava dividir comida, e Camila era tão comilona quanto ela. Juntas, elas formavam o maior saco sem fundo do mundo.

Selena e Ally observavam quietas enquanto devoravam os pedaços de bolo. Selena sorriu para mim quando olhei em sua direção e me puxou em um abraço, trazendo Dinah junto.

“Estou realmente feliz por vocês. Mal posso esperar para ser madrinha do casamento.” Falou, nos fazendo rir.

“É bom saber que pelo menos nem todas vocês querem arrancar o meu parceiro.” Dinah falou, arrancando uma gargalhada do grupo, com exceção de Lauren que a encarava com aquele seu sorriso psicopata.

“Ah, mas você ouse magoar Mani novamente pra ver se eu não corto fora esse seu brinquedo aí.” Ela falou, fazendo Dinah estremecer ao meu lado.

“Deixe Dinah em paz.” Falei, abraçando Dinah. “Arranca meu neném que eu arranco o seu!”

Camila imediatamente colocou a mão por cima de sua intimidade.

“Ei! Não me mete nisso aí não.” Falou, se protegendo atrás de Lauren, que ria da cara da namorada.

“Ainda bem nós não temos esse problema, amor.” Selena falou, levando um pedaço do bolo até a boca de Demi em seguida, que concordou com a cabeça.

“Aé? Quero ver se vocês não terão alguns probleminhas se eu arrancar esses dedos aí.” Ally falou com um sorriso sapeca nos lábios.

Nós a encaramos em surpresa com a frase e ela apenas riu, levantando uma sobrancelha.

“O que? Eu nunca disse que era um anjo.” Falou e saiu, puxando Troy em seguida, que sorria atrás dela.

Nós nos encaramos e eu fui a primeira a explodir em risada, sendo acompanhada pelos outros em seguida.

“Ai meu deus.” Lauren falou, enquanto enxugava algumas lagrimas que caiam por causa das risadas.

“Mani perde a virgindade, Lauren passa a chupar pinto, eu começo a namorar e Ally faz piada sobre sexo. O mundo realmente da voltas.” Selena falou, nos fazendo rir mais ainda enquanto andávamos até a entrada do mercado.

“Espera aí.” Falei, segurando em seu braço e parando na entrada. “Você está namorando?” Perguntei em choque e ela me deu um sorriso que eu não via há muito tempo em seu rosto.

“Depois eu conto tudo.” Falou piscando, enquanto corria saltitando até Demi, que sorriu carinhosamente para ela quando ela chegou ao seu lado.

Dinah observava tudo tão chocada quando eu. Nos encaramos e começamos a rir, enquanto ela me puxava com o braço, me abraçando de lado enquanto nos conduzia pelo mercado.

“Por quanto tempo nós ficamos no seu apartamento?” Falou, e eu ri ainda mais. Virei em sua direção e sorri maliciosamente.

“Ah, meu amor, não tanto quanto eu queria.”

                              -

Depois de comprarmos todas as coisas para a festa, finalmente tínhamos chegado à casa de Dinah. Eu e Ally estávamos na cozinha temperando as carnes e preparando alguns petiscos, Selena e Lauren estavam conosco preparando os drinks, Demi e Camila estavam arrumando o som perto da piscina e Troy e Di estavam cuidando da churrasqueira perto delas. Os quatro estavam entretidos em alguma conversa sobre futebol, nos dando uma oportunidade para falarmos sobre eles sem sermos descobertas.

“Eu não acredito que ela falou isso!” Selena falou depois que eu contei sobre nosso pequeno encontro com Alexa no elevador.

“Caridade uma ova! Não me diga que você se deixou afetar por isso, Mani.” Lauren falou dessa vez, me encarando enquanto abria uma cerveja para cada uma e nos entregava.

“Não vou mentir que foi um soco em minha autoestima. Vocês sabem que eu tenho dificuldades em acreditar que Dinah Jane está afim de mim, ouvi-la falando assim foi como confirmar todas as minhas suspeitas. Mas não se preocupem, já passou. Dinah foi bem fofa, e eu não consigo resistir a ela.” Falei com um sorriso nos lábios, lembrando-me das palavras de Dinah no carro.

“Ok, Mani, ela é Dinah Jane, mas você é Normani Kordei. Vocês são o topo da cadeia alimentar daquela faculdade, você só precisa abrir os olhos e enxergar isso.” Selena falou, me deixando um pouco constrangida.

“Vocês são minhas amigas e ela é minha namorada, não é como se tivessem alguma moral pra falar algo.” Retruquei, tomando um gole da cerveja amarga e fazendo uma careta em seguida.

“Exatamente. Nós somos suas melhores amigas e Dinah é sua namorada. Que outras opiniões importam pra você, Mani?” Ally falou enquanto cortava alguns legumes no balcão, me fazendo refletir sobre sua fala. Ela realmente tinha razão.

“Tudo bem. Vocês venceram. Vão ter que me aguentar sendo narcisista a partir de agora. Mas, falando em namorada...” Falei, olhando para Selena. Assim que ela percebeu que nós a encarávamos, ela abriu um sorriso bobo e ficou vermelha no mesmo instante.

“Ai! Parem com isso!” Falou, colocando as mãos no rosto.

“Conta logo! Que história é essa, hein?” Falei curiosa, jogando um pano nela.

“É claro que eu vou contar!” Ela respondeu, sorrindo animada. “Nós tínhamos brigado no sábado passado. Na verdade, eu briguei com ela. Foi horrível, falei coisas horríveis, como sempre faço. Eu estava com medo por causa dessas coisas que ela me faz sentir.”

“Você lembrou da Taylor, não foi?” Ally perguntou, fazendo Lauren rosnar com a menção daquele nome. Taylor tinha destroçado o coração da nossa amiga na adolescência. Foi seu primeiro e único amor.

“Sim... Vocês sabem que eu não me relacionei com ninguém depois dela. Eu nem conseguia sentir nada por ninguém, até essa maldita sorrir pra mim aquele dia no baile. Não é igual ao que eu sentia por Taylor. É mais... leve. Mais saudável. Com Taylor, eu sentia que estava sempre sem ar, e com Demi eu me sinto respirando ar puro toda vez. É assustador! Enfim, ela me ligou no domingo, disse que queria me ver, conversar direito, e que se eu não a quisesse mesmo assim depois disso, ela me deixaria em paz. Eu aceitei. Ela me levou pra jantar e nós conversamos bastante, aí ela me levou ao cinema. Estávamos assistindo aos trailers e um vídeo esquisito começou a passar. O dono do cinema estava falando sobre ajudar uma amiga a conquistar a mulher da vida dela. Achei fofo e olhei para Demi sorrindo e sussurrei que esperava que desse certo e ela concordou, então ela apareceu na tela e eu fiquei simplesmente em choque. Era um videoclipe de uma música que ela fez para mim. Foi lindo. Sério, gente, eu até chorei. Quando terminou, ela estava ajoelhada do meu lado e falou coisas mais bonitas ainda e me pediu em namoro. E é isto. Agora eu namoro.” Ela contou com um sorriso tímido nos lábios.

Lauren sorria abertamente para nossa amiga enquanto eu e Ally estávamos obviamente soluçando de tanto chorar.

“Ai meu deus, você está apaixonada!” Ally falou, correndo para abraçar nossa amiga que também tinha algumas lágrimas nos olhos.

“Eu nunca achei que concordaria com isso, Allycat, mas nem tenho como negar. E é tão bom!” Ela falou, abraçando com força a mais baixa. Eu não consegui me segurar e corri em direção a elas, me enfiando naquele abraço e logo senti Lauren nos envolvendo em seu abraço de urso.

“Eu sei que na maior parte do tempo eu estou deixando suas namoradas e seu namorado com medo, mas eu não sei nem dizer o quanto estou feliz por vocês, meus bebês.” Ela falou, nos apertando mais ainda.

“Por nós, Laur. Você também finalmente está com sua latina sexy.” Falei e nós rimos ao lembrar como ela falava de Camila antes.

“Por nós. Manibear. A melhor parte disso tudo é que nossos pares também são melhores amigos.” Ela falou enquanto nos soltava e concordamos imediatamente.

“Santa coincidência. Temos que agradecer ao casal hétero por essa.” Selena falou, rindo divertida para Ally.

“É um prazer lhes servir, ó santa trindade das caminhoneiras.” Ally brincou, fazendo uma reverencia em nossa direção, nos fazendo gargalhar enquanto voltávamos aos nossos afazeres.

Alguns tempo depois, tudo já estava organizado e eu encontrei Dinah sentada no sofá apenas de bermuda e top, com o abdômen a mostra, e um boné na cabeça, me fazendo ficar em um estado vergonhoso lá embaixo. Caminhei em sua direção e ela me encarou, sorrindo para mim e me envolvendo em seus braços enquanto eu sentava em seu colo.

“Ei.” Ela falou, enfiando o rosto no meu pescoço. “Senti sua falta.” Sorri e acariciei sua nuca, deitando minha cabeça na sua.

“Eu também. Terminaram tudo lá?” Perguntei e ela assentiu, com a cabeça ainda em meu pescoço. Sorri maliciosamente enquanto arranhava sua nuca suavemente e a senti respirar fundo. “Podemos ir lá em cima um pouco então?” Perguntei inocentemente e ela riu, levantando a cabeça e me encarando com aquele sorriso maravilhoso nos lábios, me fazendo morder meu lábio inferior.

“Espero que sim, ou vou ter que te comer aqui mesmo.” Ela respondeu com aquele sorriso maldito.

Essa mulher vai ser meu fim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...