História OPOSTOS - Park Chanyeol - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Visualizações 114
Palavras 1.124
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Como está no fds estou postando de acordo a quantidade que escrevo, pode ser que poste mais algum capítulo hoje, se não postar hoje, é certeza que postarei amanhã, não se esqueça de curtir, comentar e indicar para os amigos! Obrigada Por Lerem!

Capítulo 8 - Fique comigo


Fanfic / Fanfiction OPOSTOS - Park Chanyeol - Capítulo 8 - Fique comigo

Depois de ter passado o dia todo compondo, meus olhos começaram a arder de cansaço, sai do estúdio e fui na cozinha, preparei um chocolate quente e me sentei no sofá e sem perceber minha cabeça me levou a pensar na Young. Mais cedo havia encontrado a garota, ela estava diferente, não parecia ser a Young que se escondia no quarto lendo e compondo, parecia ser na Verdade a herdeira que ela realmente era, com roupas de marca, carros de luxo e motoristas particulares, então aquele era o mundo dela, eu nunca faria parte daquilo.

-Aish- falei enquanto batia os pés no sofá fazendo birra- Eu vou ficar maluco, tô até falando sozinho- me deitei no sofá tentando cochilar quando alguém bateu na porta, olhei no relógio era quase 1 da manhã, bem tarde pra uma visita, me levantei abri a porta e um segurança do prédio estava lá, parado, com uma garota desmaiada no colo toda molhada, a minha Young, tomei ela do colo dele e a levei pro sofá, olhei no rosto, braços e pernas dela procurando algum ferimento, mas não tinha nada, olhei pra trás e o segurança olhava com curiosidade.

-O que aconteceu com ela Ajussi?- perguntei sem paciência

-Eu não sei bem, estava fazendo a ronda no prédio e vi quando ela desmaiou na porta, como já vi ela aqui algumas vezes a trouxe pra cá, mas eu acho que ela não tem nada, só está bêbada, estava brigando com Deus por estar chovendo e o cheiro- disse se aproximando- certeza que é soju- disse e depois se afastou, suspirei aliviado, por não ser nada grave.

-Eu cuido dela, muito obrigado por tudo Ajussi.

-Que nada, só estou fazendo meu trabalho- disse saindo do dormitório, peguei ela no colo e levei pro quarto, ela estava ensopada, coloquei ela sentada na poltrona e tentei acorda-la.

-Young, acorda você precisa tirar essa roupa, e tomar banho, Young- Ela abriu os olhos totalmente embriagada e começou a chorar, nunca tinha visto tanta água sair de um corpo tão pequeno.

-Young, o que foi? Está sentindo dor, fala pra mim, o que aconteceu?- ela pareceu me ouvir dessa vez.

-Chanyeol, você veio? Você vai ficar comigo?

-Vou sim, ta doendo em algum lugar?- perguntei enquanto desgrudava o cabelo molhado do seu rosto.

-Não, só no meu coração. Porque ninguém gosta da Young, você sabia Chanyeol, a Young pobrezinha, não tem ninguém, ninguém ama a Young, ninguém cuida de mim- disse chorando ainda mais.

-Eu vou cuidar de Você Young, você tem a mim, está me entendendo?- ela tocou meu rosto com a mão gelada.

-você vai cuidar de mim? Você vai ficar? -

Perguntou parando de chorar

-Vou sim, eu estou aqui por você.

-Você tem que ficar comigo- disse mais alto, me empurrando pra sua cama- você me quer não é? Você é a única pessoa que me quis. – Disse enquanto tirava o casaco e sentava no meu colo.

-Heey Young, o que ta fazendo? Para com isso.- tentei tirar ela do meu colo, mas ela me empurrava e me beijava.

-Você não me quer? -Disse com a voz chorosa- Eu quero você desde o primeiro dia que eu te vi, eu tive tanto medo de gostar de você, porque todas as pessoas que eu gosto vão embora, elas me deixam sozinha, você me quer não quer?- disse puxando o vestido pra cima, ficando apenas de sutiã e calcinha, veio ainda mais pra cima de mim me beijando, eu não podia fazer aquilo, eu queria muito mas não desse jeito, eu aceitei o beijo e já sentia o volume se apertando na minha calça, e ela também sentiu, apertou ainda mais as pernas ao redor da minha cintura colando ainda mais seu sexo no meu, eu estava fervendo por dentro, mas juntei todo autocontrole que eu tinha e parei e tirei ela do meu colo de surpresa que me olhou com uma cara feia.

- Você que ficar comigo não quer? – ela assenti, então, que tal tomar um banho e colocar um pijama bem bonito pra gente ficar juntos?- Ela me olhou como uma criança de 4 anos que acabou de ser convencida e assentiu de novo.

-Ta bom, mas eu preciso de ajuda-

-Do que você precisa?

-Meu roupão, está no armário, e de uma calcinha e um sutiã, na segunda gaveta ao lado do espelho.-

-Fui até o armário e tudo estava exatamente bonde ela havia falado, peguei em seu braço ajudando ela a entrar na banheira, ela tentou tirar o sutiã mas não conseguiu, desabotoei e ela ficou de frente pra mim, sem nenhum pudor, como se quisesse que eu visse tudo, liguei o chuveiro e coloquei seu roupão e sua lingerie no balcão e sai.

Alguns minutos depois ela saiu do banheiro bem menos tonta, sequei seu cabelo e vesti uma camisola e a coloquei na cama cobrindo seu corpo com o cobertor, quando eu ia saindo do quarto, com suas roupas nas mãos, ela segurou minha calça.

-Não vai embora, eu não quero ficar sozinha, se você me deixar, eu não vou ter mais ninguém- meu coração se partiu, eu me abaixei dando um beijinho na sua testa.

-Eu só vou colocar essas roupas na lavadora e me trocar e venho ficar com você tá bom?- ela assentiu com os olhinhos fechados e as bochechas rosadas.

Saindo quarto e fui até a lavanderia, coloquei as roupas dela e as minhas pra lavar e fui no meu quarto, Chen estava dormindo, tomei um banho rápido e vesti uma calça de moletom preta e uma camisa e voltei pro quarto, ela estava sentada na cama abraçada com o travesseiro.

-O que está fazendo? -Perguntei me sentando na cama

-Eu estava indo te buscar, achei que tinha ido embora.- disse sonolenta

-Eu estou aqui, vamos dormir?- ela assentiu e eu a deitei na cama e depois me deitei ao seu lado, ela largou o travesseiro e se aninhou no meu ombro me abraçando, puxei ela pra mim sentindo o cheiro do cabelo recém lavado e do cheiro adocicado da sua pele macia e rosada, fiquei acordado com ela nos meus braços ouvindo ela respirar, e pensei em como eu queria passar o resto da minha vida daquele jeito, com ela colada em mim, eu não precisaria de mais nada se eu a tivesse pra mim. Ela parecia tão forte, mas hoje estava tão indefesa, me fez pensar o que teria deixado ela assim, o que teria feito ela beber tanto e chorar tanto, eu senti uma raiva enorme mesmo sem saber de quem por ter feito ela chorar daquele jeito, eu iria cuidar dela pra que ela nunca mais chorasse, Peguei no sono ainda colado com Young nos meus braços.


Notas Finais


Não se esqueça de curtir, comentar e indicar para os amigos! Obrigada Por Lerem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...