História Opostos - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Abo, Markgyeom, Youngjae Rebeldezinho
Visualizações 28
Palavras 823
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


VOLTEI E TÔ ANIMADA
olá, como estão???? eu to mortissima e feliz depois desse comeback do GOT7 que, jesus amado, tá uma beleza!!!!
enfim, minha demora foi pelas coisas da vida + o cb do got7 e fiquei dando stream Iqbsksbsieh mas boa leitura, e views em you calling my name!

Capítulo 3 - Comece a se aproximar ainda mais dele


Depois da conversa que Jaebeom e Youngjae tiveram, os dois saíram... felizes? Youngjae pensava em como poderia se aproximar já que sempre tentou todas as formas. E Jaebeom... só conseguia sorrir. 

O que de certa forma causou estranhamento em Mark. 

– Tá todo felizinho desde que terminou a conversa com o Youngjae. Aconteceu algo ótimo, né? 

Estavam na casa do mais velho, assistindo alguma série e comendo besteiras. Era assim nos sábados. 

– Hm? Ah, não. Só estou feliz... 

– Por? 

Jaebeom o olhou confuso, e Mark arqueou as sobrancelhas. 

– Jaebeom, eu não sou uma anta. Você está assim porque tá tentando se aproximar dele, não é? Seguiu mesmo meu conselho? 

O alfa mais novo se assustou, e Mark deu uma risada. 

– Eu sabia! – Mark apontou para seu rosto e sorriu malicioso. – Hm, ele é bravinho daquele jeito mesmo? 

– Hyung! – ficou vermelho, quase acertando uma almofada na cara do alfa mais velho. – Só decidi parar com aquela birra de que ele era insuportável sem eu conhecer ele antes e blá, blá blá.  

– Vai virar amigo dele? 

– Se ele vacilar comigo, eu acabo com ele. Você sabe. 

Mark riu. 

– Duvido você bater nele. Youngjae é tão bonitinho, sabe? Você teria coragem de fo- 

– Hyung!  

♡ 


– Aquele ali é ele? 

– Bambam, cala a boca! O Youngjae nem sabe que a gente tá aqui! 

– Cala a boca você, Jackson! 

– Será que dá para vocês ficarem quietos?! – Yugyeom bateu na testa dos dois idiotas. Apesar de ser o mais novo, parecia ser o responsável daquelas crianças, depois de Jinyoung, óbvio.  

– Por que estamos aqui mesmo? A gente já viu esse Jaebeom umas mil vezes nesse colégio. Jinyoung resmungou, no tédio. 

– Por que precisamos acompanhar o relacionamento amoroso do Youn- Meu Deus, ele tá indo no Jaebeom, é agora! 

Os meninos se encolheram atrás da parede, tentando observar ao mesmo tempo e se esconderem. 

Enquanto isso, Youngjae se aproximava de Jaebeom. 

– Ei, alfa. 

Jaebeom o olhou, suspirando. Youngjae fez um biquinho, escondendo as mãos dentro do moletom rosa claro enorme. 

Jaebeom achou aquilo fofo e deu um sorrisinho. 

– Por que está com esse bico? 

– Parece que você não quer mais falar comigo. 

O alfa revirou os olhos. 

– Eu só tenho essa cara ruim mesmo, fica tranquilo. Mas então, por que seus amigos estão seguindo a gente? 

– O quê? 

Jaebeom apontou para trás e Youngjae logo viu seus amigos, inutilmente tentando se esconderem sem serem vistos. Xingou. 

– Só ignora eles. Mas então, vamos? Estou com fome. 

Jaebeom riu. 

– Espera, você não sabe o que vamos fazer? 

Youngjae o olhou confuso, dando um sorrisinho de lado. Hmm, o alfa estava dando mole para ele, já? 

– Vamos fazer outra coisa, então? – deu um sorrisinho. 

Jaebeom mordeu o lábio inferior, passando os dedos pelo cabelo. E deu uma risada alta. 

Bem alta. 

– Óbvio que vamos, Youngjae. Nós vamos estudar. 

Do outro lado, os amigos se encaravam rindo. Youngjae o encarou indignado. 

– Quê?! Jaebeom, você aceita me conhecer melhor mas na primeira oportunidade nós vamos estudar? 

– Não me culpe, o professor Kang me pediu para eu te ajudar, deixe de reclamar, Youngjae. – puxou a mão do ômega e saiu o arrastando para fora da escola. – O que achou que íamos fazer? Transar? 

Youngjae arregalou os olhos, mas sorriu depois. 

– Não seria uma má ideia... 

– Youngjae! – soltou a mão do menor, o empurrando com o ombro. 

– Foi você que perguntou, eu só fui sincero! 

Os dois bufaram, mesmo que por dentro estivessem felizes. 

E Jaebeom não queria saber. Não importava, nunca iria falar que aquela aproximação estivesse o animando. Mas quem disse que precisaria dizer para Youngjae? Ele mesmo já sabia. 

– Jaebeom hyung... – o ômega resmungou, quase que manhoso. 

– O quê...? 

– Me compra algo para comer? Eu não comi nada, estou com fome, por favor... 

O alfa riu, negando com a cabeça achando graça daquela cena. Um ômega todo valentão daquele jeito pedindo comida com um bico nos lábios. Jaebeom não resistiu. 

– Tudo bem, mas você me paga depois. 

– Que seja, porra. 

O alfa bateu na cabeça do menor, andando rápido para acompanhar aquele ômega atrevido. 

– Eu sou seu hyung, me respeite. 

– Por quê? Vai me bater se eu te xingar?

Youngjae parou na sua frente, um sorrisinho convencido. Jaebeom o encarou, suspirando descendo o olhar para a boca do menor. 

Não. 

– Até te bateria, mas... você é bonitinho demais para eu estragar teu rosto desse jeito. 

Saiu andando, com o olhar do menor nas suas costas. O ômega deu um gritinho meio gay, dando pulinhos e até deixou a caixinha do cigarro cair no chão. Xingou e saiu correndo para acompanhar o alfa.  

– Ei, bonitinho, me espera! – gritou, emburrado. – Se você continuar andando, é porque quer me beijar! 

Fez uma brincadeirinha, pensando que Jaebeom o mataria por aquilo, mas o alfa continuou andando, e isso o surpreendeu de novo. 

– Vamos logo, Youngjae! Ou eu não pago sua comida! 

Deu um sorriso feliz, saindo correndo para alcançar o maior. Meu Deus, estava apaixonado demais pelo Im. 

Uau.


Notas Finais


o capítulo tá curtinho mesmo, vou tentar fazer um grande na próxima aa, me desculpem os erros :(
até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...