1. Spirit Fanfics >
  2. Opostos >
  3. E lá vamos nós!

História Opostos - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - E lá vamos nós!


E lá vamos nós! Mais uma semana se finda, um dia a menos na faculdade, um dia a menos no ano! Acordo sem pressa alguma já que são 5:25, prefiro acordar antes do que em cima da hora e me atrasar, olho para o lado e pego meu celular, dou uma mexida básica e resolvo levantar para tomar um banho demorado, passo no quarto de Melissa e ela dorme como um anjo, tenho muita sorte em ter uma filha tão maravilhosa como ela, sorrio com meus pensamentos e vou direto ao banho.

Depois do banho fui até a cozinha e preparei algumas torradas para tomarmos nosso café da manhã, Mel gostava de torrada com bastante queijo e eu como uma mãe que adora fazer alguns mimos durante o dia fiz o que minha pequena gostava, terminei ali e fui até o quarto dela chama-la.

- bom dia filha, bora acordar? - perguntei vendo ela se cobrir até a cabeça. - pensa positivo, hoje você vai ver suas amigas e amanhã você entra em férias e vai viajar com o seu pai! - falei vendo descobrir o rosto sorrindo.

- bom dia mãe, vou me arrumar - ela falou levantando em um pulo, fiquei a observando um tempo e quando menos percebi ela estava pronta, meus olhos estavam marejados, minha pequena já não era tão pequena assim.

- vem cá que eu vou pentear esses cabelos - falei vendo ela rir e sentar entre minhas pernas, fiz um rabo de cavalo e ela colocou uma tiara combinando com o uniforme, pegamos sua mochila e descemos para comermos juntas.

- pq você não viajar comigo mamãe? - ela perguntou pela milésima vez.

- Mel, já te expliquei 1001 vezes filha, eu e o seu pai não estamos mais juntos e ele tem uma esposa e ela está esperando um filho, seu irmãozinho, seria desconfortável para ambos os lados, você não acha? - perguntei e ela negou.

- você adultos que complicam - ela falou revirando os olhos e eu vi o pai dela na minha frente, Lucas tinha o mesmo costume e ela era a cópia dele, falando nele vou esclarecer algumas coisas: engravidei com 18 para 19 anos, eu e o Lucas éramos namorados a pouco mais de 1 ano, ficamos um tempo juntos depois que Mel nasceu, mas conforme o tempo foi passando percebemos que era melhor sermos os pais da Mel e não termos um casamento fracassado fazendo ela sofrer com tudo que viria, éramos amigos, conversávamos sempre que nos víamos como se nunca tivessemos namorado, era bom isso, hoje em dia ele é casado com a Antônia, uma ex-colega nossa e eles estão esperando um filho, o Arthur.  Depois da nossa pequena conversa ela não falou mais nada, ela ainda era nova e não entendia muito bem o porquê disso tudo, não quis mais tocar no assunto, seria melhor deixá-la com seus pensamentos. A deixo na escola e vou até o laboratório onde trabalho, chegando lá já dou de cara com Mabel, minha melhor amiga.

- bom dia meu amorzinho - ela disse apertando minhas bochechas.

- bom dia xuxu - falei a abraçando de lado.

- ansiosa para o nosso fim de semana? - ela perguntou animada e eu a olhei desconfiada.

- como assim? - perguntei.

- já falei, vamos a um show aí que você vai gostar - ela falou e eu neguei com a cabeça, ela sempre aprontava dessas, quando eu não estava com a Mel ela me fazia dar muitas voltas pelas noites paulistanas, era casa lugar exótico e diferente que íamos que eu poderia escrever um livro, a manhã passou rápido e quando vi já estava no horário de buscar minha filha, peguei as chaves e corri em direção ao estacionamento pegar o meu carro.

- me espera desgraça! - era Mabel gritando ainda dá porta do laboratório. - a mel vai esperar, ela não é louca de sair de lá!

- eu sei, mas eu preciso ser pontual e dar um exemplo para ela - falei como se fosse óbvio e ela riu.

- ah com certeza, com certeza Cecília - ela falou entrando no meu carro e em questão de minutos chegamos a escola dela e ela já estava na frente a nossa espera.

- oi mãe, oi tia - ela falou animada.

- oi meu amor, como foi o seu dia? - perguntei e ela sorriu.

- oi Melzinha - Mabel falou sorridente.

- foi ótimo mãe, tô tão ansiosa pelas férias com o papai - ela falou e eu sorri, Lucas morava no RJ e além dos fins de semanas ela passava as férias com ele, não era fácil, mas essa rotina já durava no mínimo 3 anos e mesmo assim eu chorava toda vez que minha pequena me dava tchau e subia no avião.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...