1. Spirit Fanfics >
  2. Opostos Princesa da Mafia (Jungkook-BTS) >
  3. Boate

História Opostos Princesa da Mafia (Jungkook-BTS) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Iae meu povinho? como vocês estão?
espero que gostem do capitulo de hoje, passei mais de 3 horas escrevendo ele...
bjs, Naty

Capítulo 4 - Boate


....Semanas depois...

???---Detetive! ---me virei rapidamente na cadeira giratória de minha mesa e me deparei com a investigadora Decker

---Oh! Decker, o que te traz aqui?! ---me levantei rapidamente com um sorriso no rosto e a abracei

Decker---Ah! para com isso somos amigos, me chame de Cloe....---desfizemos o abraço lentamente ficando um de frente pro outro---....UAU! você ficou um gato, caramba! ---ditou a mulher apalpando meus braços

----Credo Cloe! ---sorri envergonhado e tirei suas mãos de meus braços--- Você também mudou muito, nem parece mais aquela menininha...---sorri docemente

Cloe---É não sou mais aquela menininha que chora por namoradinhos de infância...---seu sorriso continuava lindo, engraçado que mesmo depois de anos ela ainda mente sobre seus sentimentos...

---Cloe...você ainda gosta dele? ---disse com cautela por saber que isso era algo que a machucava

Cloe---Claro que não senhor Detetive! ---disse brincalhona e com um sorriso sapeca

----Ah! qual é? Eu não posso te chamar de Decker ,mais você pode me chamar de Detetive?! ---arqueei minha sobrancelha olhando pra menor

Cloe---Ah...sei lá, acho que combina com você... Detetive Jungkook! ---sorriu sapeca se sentando na cadeira em frente a minha mesa

---Decker também combina com você! ---escorei minhas costas em minha mesa cruzando meus braços, ficando ao seu lado ---Quer café? ---ela concorda e eu pego duas xicaras do liquido quente, entregando pra mesma que bebericou o liquido

Cloe---Vamos fazer assim então, durante o trabalho eu sou a investigadora Decker e você o Detetive Jungkook...

---Certo então investigadora! ---sorri de ladinho ao ver ela me olhar feio--- ...o que te traz aqui na nossa delegacia, esses papeis em sua mão...não me parece ser coisa boa ---suspirei fundo

Cloe---E não são, lembra do caso de suicídio da menina Yang Yury?

---A menina que se matou enforcada? Como esquecer, aquela imagem não sai da minha cabeça...mais o que aconteceu? Porque esta falando de um caso que aconteceu a mais de 3 anos atrás? ---me desencostei da mesa me sentando na cadeira do seu lado

Cloe---Aquele coso sempre me intrigou, ela era uma órfão, não tinha família nem adotiva nem de sangue...como ela tinha vivido sozinha até os doze anos sem nunca ter ido para em um orfanato? Não havia registros dela, a única coisa que sabíamos dela era seu nome...---disse analisando os papeis

---Que eu me lembre naquela época eu ainda era consultor da policia, não tive muito acesso a esse caso...mais mesmo assim, não conseguiram encontrar nenhuma informação sobre ela? NADA? ---franzi o cenho observando as fotos da menina enforcada

Cloe---Tudo o que sabemos ela foi encontrada morta nos porões de uma boate, agora a questão oque uma menina de 12 a 14 anos fazia em uma boate?

---Abuso infantil? Pedofilia? O que descobriram quando investigarão a boate?

Cloe---Nada, a boate fechou depois de uma semana, os policiais só arquivaram o caso e consideraram ele suicídio...mais pensando agora, tudo isso é muito suspeito...

---Muito...acha que ela tinha alguém? Será que ela tinha alguns familiar sem ser os pais?

Cloe---Pelo que eu sei ela tinha um irmão mais velho, mais foi declarado morto quando tinha 12 anos....

---Ele deve ter criado ela antes de morrer...é triste saber que uma criança morreu de forma tão bruta...---entreguei as fotos de volta para Cloe que as guardou em um envelope

Cloe---E o que me diz? Eu sei que deve estar bem cheio agora que virou detetive, mais oque me diz de ajudar uma amiga de infância? ---me olhou pidona com cara de cachorrinho abandonado

---Isso não funciona mais, já se esqueceu? Você não é mais fofinha ---ri ao ver ela bufar--- ...eu acho que, não sei...eu estou investigando uma coisa que tem me intrigado bastante...---de raiva seu olhar passou pra curiosa

Cloe---O que é agora? Suicídio? Homicídio? ....não acredito que mal chegou e já conseguiu pegar um caso grande! ---disse fazendo manha e batendo os pés no chão

---Para com isso! Não é nada disso...---me aproximei dela e falei baixo--- Eu não devia estar te contando isso mais, você se lembra de quando a policia foi invadida por bandidos?

Cloe---Como esquecer? A policia virou um inferno depois disso ---suspirou cansada bebericando o café quente

---Na verdade...não foram bandidos que invadiram a polícia...foi a máfia ---mal escutou direito o ocorrido e já havia se engasgado com o café quente...

Cloe---O QUE?! --- espantada colocou a xicara em cima da mesa ainda se recuperando

---Fala mais baixo! Sim você ouviu certo, a máfia invadiu a policia... ----disse calmamente

Cloe--- Porque ela invadiu? E como você ta vivo depois disso? Eles são todos assassinos?!

---Bom...lembra do esquema de vazamento de informações onde o Gi-Tiang, braço direito do presidente, estava sendo acusado?

Cloe---Sim, mais o que um cara como ele tem a ver com a máfia?

---Disso eu também não sei... já ouviu falar que existia uma herdeira da máfia?

Cloe---A filha de Kwon Demon? Ela morreu faz muito tempo, assim como toda a família deles...

---É ai que você se engana...ela ta viva!

Cloe---Tá legal! Se ela ta viva eu sou o batman! ---disse sorrindo como se fosse uma piada

---Cloe, eu não to brincando... ela ta viva, foi por isso que a máfia invadiu a policia...

Cloe---Como? Depois do que seu pai fez com o pai dela, ela foi encontrada morta junto com seu irmão... ---me olhou com as sobrancelhas levantadas espantada

---Eu estive pesquisando isso, foram encontrados dois corpos, uma menina e um menino. A polícia nunca conseguiu um fio se quer do cabelo deles, como deduziram que eram eles?

Cloe---Mais eles tinham a idade estimada deles...e outra depois disso as gangs da máfia entrarm em guerra lembra? Provavelmente foi pela morte dos dois futuros herdeiros do império....

---É ai que tá, depois disso nunca mais se soube nada da máfia, apenas da destruição em massa que eles causaram em bancos e pessoas que deviam algo a eles ...e se eles estiverem vivos? E se os herdeiros estiverem vivos? O que vai acontecer se descobrirem que eles estão vivos e perto de assumirem o comando?

Cloe---Eu não quero nem ver a desgraça que isso vai ser... ---suspirou assustada---...tem noção que a cabeça deles vale mais que metade de Seul? Se descobrirem que eles estão de volta pra jogo vai acontecer  guerras de gangs e disputas sangrentas de poder...

---Agora você entende do que eu estou falado?! Isso é muito maior que uma simples rixa de gangs, isso vai ser o maior derramamento de sangue da historia...

Cloe---Mais me explica, porque a máfia veio até a policia? Vieram declarar guerra?!

---Não! Eu fui designado a investigar o Gi-Tiang, quando localizei ele e iriamos aprende-lo me surpreendi...tinha uma mulher apontando um arma bem na cabeça dele...

Cloe---Não me diga que é que eu estou pensando que é?! ---me olhou apavorada segurando meu pulso

---Pior que era... essa mulher é a filha de Kwon Demon....

Cloe---PUTA QUE O PARIU JEON JUNGKOOK! Não me diga que você mal começou e já prendeu uma PUTA  herdeira da máfia! ---ditou ela gritando em pé andando de um lado pra outro me encarando assustada

---Sim...o que eu podia fazer?! Eu não sabia que ela era a porra da Princesa da máfia! ---me levantei e fiquei em sua frente --- Mais o que eu podia fazer? Ela tinha uma arma apontada pra um cara que eu estava perseguindo a meses....

Cloe---Puta Merda! Eu ainda não to crendo! Jungkook você tem noção que você foi o primeiro policial a aprender um membro de elite da máfia?! Ou melhor a próxima RAINHA da máfia!?

---Pois é....

Cloe---O que aconteceu depois que você prendeu ela? Como ela é? Ela é gata?

---Você nem imagina o quanto... ---me peguei lembrando de seu rosto, mais logo me dou conta e fico serio --- ...enfim não importa, ela é a pessoa mais doida que eu já vi na vida...

Cloe---Porque? O que ela fez?

---Ela deve ter problemas, serio! Você acredita que ela tava me convidando pra transar enquanto eu aprendia ela?! –disse e olhei incrédulo pra ela, que por sua vez riu até não poder mais...

Cloe---Deus! Ela deve ser muito safada mesmo...---ela cessou o riso e me olhou novamente com preocupação--- ...Jungkook, você não tem medo dela querer se vingar da morte de seu pai? Afinal você sabe...seu pai matou o dela... –disse cautelosamente

----Não se preocupe com isso, ela nem sabe meu nome, e mesmo assim se ela viesse atrás de vingança eu iria prende-la! ---disse ríspido

Cloe---Você sabe que ela tem literalmente um arsenal de homens que poderiam facilmente te pegar né...

---Foda-se eu não to nem ai...

Cloe---Certo, e me conta o que mais aconteceu, é sobre ela que está investigando?

---Não exatamente...naquele dia ela me disse umas coisas que me deixaram inquieto...sabe o Gi-Tiang? De começo achei que ela seria a pessoa que comprava as informações dele. Mais eu etsva errado, segundo ela, Gi-Tiang era um dos cafetões do presidente, mexiam com venda de drogas, prostitutas, crianças e tudo mais...

Cloe---Ela falou que nosso presidente meche com coisas ilegais?

---Não só falou como apontou alguns pontos que pensando bem parecem realmente fazerem sentido... Sabe o Kim Han-Sol filho do presidente, ele foi nomeado a chefe de policia recentemente...

Cloe---Ela suspeita dele?

---Sim, sabe quantos anos esse garoto tem? Vinte e dois, sabe quantos chefes de policia assumiram esse cargo com vinte e dois? NENHUM!

Cloe---Sabe que estamos falando do nosso superior não sabe?

---Sei bem o que estou fazendo, mas pensa comigo ela tem razão, isso é muito suspeito não acha? Ele é filho do presidente e ainda chefe da policia, poderia facilmente encobrir várias coisas do pai....

Cloe---É tenho que admitir, isso é bem suspeito...

---Tambem achei...tenho que admitir apesar de achar que aquela mulher é um psicopata louca eu acho que ela tem razão nessas coisas....estou investigando faz umas semanas, e sabe o que eu encontrei? NADA! Esse filho do presidente e seu filho são um livro em branco de 2012 pra traz, ano que por sinal ele teve a primeira candidatura...

Cloe---Nossa! Eu realmente não esperava que quando disse que estava ocupado com um caso seria um tão bombástico! Vai continuar a investigar?

----Vou, as surdinas vou investigar todos da delegacia....não conte a ninguém Cloe sobre isso!

Cloe—Não se preocupe! ---ela acenou com as mão em rendição --- Faremos o seguinte então, fui convocada pra ajudar vocês no caso Amélia, ficarei umas semanas trabalhando com vocês... podemos nos ajudar com nossos casos o que acha?

---É uma boa ideia, mais...tenho medo de envolver você nisso não quero que se machuque...

Cloe---A partir do momento que me contou sobre a herdeira você deveria saber que eu não vou parar até descobrir o que está por traz disso... ---sorriu de ladinho

---Certo...obrigada Cloe, eu realmente precisava de ajuda. Foi muito bom te rever sério, senti saudade de conversar com você...

Cloe---Digo o mesmo senhor Detetive ---sorriu de ladinho

---Como você tem estado depois de tudo?

Cloe— Depois de tudo você quer dizer depois “dele” né... ---suspirou fundo—Jeon faz muitos anos que isso aconteceu...não nego que ainda me lembro dele as vezes, mais não sou mais aquela menininha apaixonada e boba de 7 anos atrás... e sabe se lá onde ele está eu não ligo!

---Fico feliz que tenha esquecido aquele idiota, ele não te merece, nunca mereceu...—disse serio desviando o olhar dela

Cloe---...E você? ---me olhou curiosa

---Eu? Oque tem eu?

Cloe---Não se faça de sonso...sabe muito bem do que eu estou falando...

---Isso é passado, não sinto mais nada por ela...---disse serio

Cloe---Que bom...você a amava, que bom que conseguiu seguir em frente...

---Eu não amava ela, eu gostava era um apaixonado de merda por uma garota idiota...

Cloe---O que será que aconteceu com ela?

---Não sei, mais espero que ela nunca amais volte!

Cloe---Eu digo o mesmo! Que esses dois seja lá pra onde tenham ido tenham sumido da face da terra...fiquem o mais longe de nós!

---Deus te ouça! ...o que acha de sairmos pra beber? Estou faminto! ---disse e pude ver seu sorriso sapeca igual uma criança que ganha doce...

Cloe---Só se for agora...---deu um pulo se levantando da cadeira e pegando suas coisas. Saímos da delegacia e andamos em direção a boate mais luxuosa da cidade...qual é eu precisava me divertir, meu avô não iria ligar se eu gastasse um pouco do dinheiro dele...ou melhor meu dinheiro...

Cloe---CARALHO! Nunca pensei que um dia eu estaria na fila da LUX! Dá pra acreditar?! ---disse sorridente

---Nem eu nunca vim nesse lugar antes...---olhei ao redor e notei as varias mulheres e homens vestidos luxuosamente e exibindo seu dinheiro através de roupas e relógios...

Cloe---jungkook te conheço a quase 9 anos e nunca te vi esbanjar dinheiro nem sair por ai com roupas...nesse nível ---disse apontando pra um homem vestido da cabeça aos pés de Gucci

---Porque eu não gosto de gastar dinheiro com coisas tão inúteis como roupas...---dei de ombros

Cloe---Ah qual é? Vai me dizer que essa roupa que você esta usando agora não custou um bons wons?! ---olhei minhas roupas e analisei-as, era um conjunto simples até, um moletom cinza escuro comprido até minhas coxas com uma calça moletom preta e pra finalizar um All Star preto de cano alto...

---Ah! para não foi tão caro assim...e você dona mocinha? E esse vestido ai, tem tanto brilho que vou ficar cego ---fiz um draminha

Cloe---Esse eu tenho que admitir foi os olhos da cara, gastei meu salário inteiro nele...mais temos que admitir eu fico muito gata com ele, não? ---deu uma voltinha em minha frente exibindo seu corpo

---Claro! Sempre está linda...---sorri de ladinho vendo a menor sorrir bobamente...ficaria até feio pra mim falar que ela era feia, uma verdadeira loira de respeito, olhos azuis e pele clara...nem dá pra acreditar que ela é coreana, seus traços ocidentais são tão gritantes que nem parece ter nacionalidade asiática...

Cloe---Você também não esta nada mal...---m olhou de cima a baixo me analisando--- Esta um gato, juro se não fosse sua amiga eu com certeza te pegaria! ---sorriu sapeca

---Credo! ---fiz careta----

???---Senhor, senhora? ---somos interrompidos quando o homem que liberava a passagem para a entrada da boate chamou nossa atenção pra entrar...

---Ah! obrigada... 

CARALHO! ---Dessa vez foi nossa vez de falarmos juntos, aquela boate era chique do chão ao teto, tinha luzes vibrantes, os bares pareciam ser de outro mundo, as prateleiras de bebidas pareciam não ter fim...e a pista de dança, nossa nem tenho palavras pra descreve-la, era enorme e escura, podia se ver apenas os vultos das luzes coloridas atravessarem a escuridão agradável do lugar.

As pessoas dançavam ao som da musica eletrônica tocada pelo DJ, estava incrível,  clima, a musica as luzes, tudo.....me pergunto porque nunca vim a esse lugar antes...

Cloe---Puta Merda é hoje que eu não vou voltar pra casa! ---disse já entrando no ritmo da musica

---Nada disso mocinha eu vou cuidar de você! ---disse puxando ela levemente pelo braço

Cloe---Aff Jeon! Nada disso você vai beber e sair pra dançar, você precisa deixar de ser durão e transar com o mundo TODO! Mostra pro mundo esse precioso que carrega no meio das pernas!

----Credo! Nem bebeu e já ta falando bobeira...---neguei com a cabeça rindo  de sua cara---vamos beber vem... ---puxei a mesma nos sentando numa das milhões de banquetas que tinham em volta do bar gigantesco

Cloe---Eu quero a bebida mais forte que você tem ai moço! ---ditou ao garçom que trouxe pra gente uma garrafa de Bacardi 151. ---Aos nossos Ex`s problemáticos que nunca mais queremos ver na vida! ---disse levantando um Shot da bebida, brindamos e tomamos uma dose....

---Puta Merda! Que PORRA e essa?! Mano eu vou vomitar! ---disse morrendo por dentro, aquele negócio era do demônio queimava mais que pimenta...

Cloe---Moço me dá mais uma garrafa disso aqui! Eu vou tomar todas hoje! ---disse completamente animada e bem como se não tivesse acabado de tomar pimenta pura...--- Jeon meu amigo você é muito mole!

   ....

Nem sei quantos shots Cloe tomou, só sei que nunca mais iria deixar ela fazer isso, em menos de cinco shots ela já tava dançando até o chão na boate, agora imagine agora, que eu já perdi as contas de quanto ela tomou.... olhava minha amiga na pegação com um cara no meio da pista de dança, era nojento, ugh! Dava vontade de vomitar! Virei meu rosto novamente para o bar encarando a garrafa de Bacardi 151 com suas últimas gotas , neguei comigo mesmo me arrependendo de ter tido essa ideia idiota de trazer essa bêbada pra esse lugar....

Pensava comigo mesmo como eu acharia um jeito de tirar aquela doida dos braços do homem que claramente estava querendo ir pra cama com ela, se eu chegasse do nada e puxasse o braço dela ia pegar mal......Deus! eu perdi aqueles dois! Voltei a olhar pra pista de dança procurando com os olhos os cabelos loiros de Cloe, mais nada.

Me levantei das banquetas do bar e fui em direção a pista me enfiando no meio daquelas pessoas suadas e bêbadas. Alguns estavam mais sobreo e carregavam os mais debilitados enquanto outros só faltavam ficar nús em meio a toda aquela gente...

Onde aquela retardada foi parar?! Resmungava comigo mesmo procurando os dois animais no cio pela boate gigantesca, estava escuro de mais para reconhecer qualquer rosto, apenas as luzes coloridas e brilhantes iluminavam o local abafado e com uma musica extremamente alta...

Caminhei tanto na pista que decidi desistir e sentar um pouco, me afastei da multidão e me escorei na parede oposta ao bar. Tentava a todo custo encontrar Cloe, apesar dela ser de maior eu me preocupava com ela....DROGA! maldita hora que inventei de virmos pra cá, Aish! Bufava esfregando a mão em meus cabelos os bagunçando, nem me importei em arruma-los quando me virei de lado e avistei uma escada gigantesca que dava acesso ao segundo andar VIP.

Não sei porque mais conhecendo Cloe como conheço tenho certeza que ela deve estar lá.....e la se vai mais uma furtuna....me aproximei do homem que gerenciava a entrada do lugar com pulseiras na mão e comprei uma pra poder entrar no local privado.

E de novo, CARALHO! Se eu pensava que aquele lugar já era Foda o suficiente me enganei...nessa merda desse lugar tinha um bar gigante e no fim uma cobertura aberta onde se encontrava uma enorme pscina com jacuzzis e tudo mais...

Nem preciso falar que piscina e gente bêbada não dá nada bom...tinha gente se comendo ao ar livre e na frente de todo mundo...por sorte avistei Cloe num canto novamente com a boca colada em outro homem, respirei aliviado e suspirei caminhando com dificuldade tentando andar até os dois...

???---DROGA! MAIS QUE PORRA! ---no meio do caminho acabei esbarrando em alguém e derramando sua bebida no chão

---Desculpa moça...---me virei para a pessoa olhando em seus olhos, e se eu disse-se que não fiquei em choque eu estaria mentindo ao reconhece-la

???---Detetive! Que surpresa vê-lo em um lugar tão...mal visto ---sorriu maliciosa--- Não sabia que curtíamos as mesma coisas...---em sei como mais ela se aproximou de mim se pondo frente a frente comigo....

---Olha só se não é a dona Mafiosa! Deveria te prender agora sabia?! ---disse serio e grosso

Mafiosa----Eu deixo só se for na cama...--- ela sorria de ladinho me olhando seriamente, e que olhar meus amigos...essa mulher era o capeta!

---Só sonha! Aproveita enquanto pode, daqui a pouco você estará atrás das grades...---encarei ela na mesma intensidade recebendo um riso sínico da mesma, que revirou os olhos inclinando a cabeça pro lado e sorrindo psicopatamente...

Mafiosa---Quero ver você tentar...acho que será você que estará preso daqui a pouco....---seu sorriso psicótico se tornou uma gargalhada sinistra

---Você é louca mesmo! ---franzi o cenho a encarando com raiva, mais ao contrario do esperado ela sorriu e se aproximou de mim falando em meu ouvido;

Mafiosa---Todos somos meu amor...todos somos, você ainda mais por me xingar em um lugar que pertence a mim....---ela se afastou de mim e cruzou os braços em meu pescoço ficando com o corpo próximo a mim

---UAU! parece que a máfia paga bem...mais tem uma coisa que você não sabe...---dessa vez foi minha vez de provoca-la me aproximando e sussurrando em seu ouvido --- Suas provocações não me afetam docinho, acha mesmo que vou me deixar levar por você?! Eu vou te prender! E não de um jeito bom meu amor...acho melhor se cuidar ---me afastei da mesma e sorri de ladinho olhando em seus olhos puros de luxuria e maldade

Mafiosa---É ai que você se engana lindinho...---disse entre os espaços de nossos lábios---...eu que vou prende-lo... não se engane Detetive, nos veremos mais vezes te garanto....

   Quando iria me afastar pra encara-la ela simplesmente me empurrou e saiu desfilando com uma arma em sua mão....idiota mesquinha, acha mesmo que ira me prender?! COITADA!

  Me desfaço de meus pensamentos raivoso e de ódio que tenho sobre a mesma, afinal, se ela quiser jogar esse joguinho terá que saber que eu não serei a vitima...se ela pensa que eu esqueci quem foram os culpados pela morte de meu pai ela tava bem enganada...

  Me lembro de Cloe e corro em direção ao lugar onde ela estava antes e não a acho, me desespero novamente, procurando ela por todo lugar...DROGA! Maldita Mafiosa!

    Me aproximo das pessoas rapidamente procurando achar seus cabelo dourados pela multidão mais nada....simplesmente nada, e quando eu estava prestes a pensar o pior e avisto parada de frente pra um homem que não reconheci, provavelmente seria um bêbado qualquer da balada...

Me aproximo dos dois que se encaravam freneticamente como se estivessem vendo um fantasma...

---Cloe! Vem vamos embora agora! ---puxo ela pelo braço olhando uma única vez para o homem alto de cabelos castanhos que a escarava aparentemente assustado

Cloe---E-ele...---foram as últimas palavras dela antes de apagar...e la vai eu pega-la no colo e carrega-la até o lado de fora da boate, pra minha sorte ela era bem leve...

       Como não sabia onde ela estava morando hoje em dia tive que leva-la até minha casa, pra minha sorte ou não meu avô estava em casa, e como de costume iria me encher de perguntas principalmente quando ver a Cloe desmaiada em meus braços....

Vô- Por Deus! Jeon, quem é essa menina?! ---disse o mais velho se levantando assustado do sofá vindo até mim

----Uma amiga de infância minha, ela bebeu demais e agora esta desmaiada....porque esta acordado a essa hora vô? ---olhei curioso pra ele, já passava das duas da manhã...

Vô---As minhas insônias atacaram novamente....agora ande leve-a até seu quarto ---eu apenas concordei com a cabeça e segui em direção as escadas, as subindo

     Por sorte tínhamos muitas empregadas noturnas, as mesmas trocaram as roupas de Cloe e deram um banho nela....e agora eu estou aqui deitado do lado de uma bêbada muito folgada que ocupa a cama inteira pra dormir....

O cansaço tomava conta de mim nesse momento, horas trabalhando e depois boate asté as três da manhã não é pra qualquer um....ainda mais quando você encontra o diabo em forma de mulher....

                                                                                                       .............


Notas Finais


Esse foi bem comprido emm...nossa deu muito trabalho escrever hoje, estou com problemas de bloqueio criativo então levei bastante tempo para escreve-lo....
Continua?
bjs,Naty


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...