História Opposites - Imagine Yoongi (Suga) - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7, HyunA, Jay Park, TWICE
Personagens Baekhyun, BamBam, Chaeyoung, Chanyeol, Chen, D.O, Dahyun, HyunA, Jackson, Jay Park, JB, Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jihyo, Jinyoung, Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Jungyeon, Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lisa, Lu Han, Mark, Min Yoongi (Suga), Mina, Momo, Nayeon, Park Jimin (Jimin), Rosé, Sana, Sehun, Suho, Tao, Tzuyu, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Tags Blackpink, Bts, Chimchim, Exo, Got7, Hot, Hyuna, Romance, Suga, Twice
Visualizações 378
Palavras 1.157
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong bebês 💕

Desculpa não ter postado ontem, tô dodói :'(

Espero que gostem 🌈

Obrigada pelos 50 favs :)

BOA LEITURA ❤❤❤❤❤

Capítulo 7 - Apenas um selinho


Fanfic / Fanfiction Opposites - Imagine Yoongi (Suga) - Capítulo 7 - Apenas um selinho

ANTERIORMENTE

Ficamos nos encarando e ele começou a se aproximar, nós estávamos a centímetros de distância, sua respiração em minha boca me levava ao delírio. Estávamos quase encostando nossos lábios até que ouvimos um tosse falsa vindo da porta. Olhamos para lá e vemos uma pessoa nos observando de braços cruzados na porta. Tinha que ser...

ATUALMENTE


–Vão se comer com a porta aberta? –Yoongi fala num tom irritado.

–Não vamos se comer! –falo irritada de seu comentário e por ter nos atrapalhado. –Metido! 

–Metido? Cala a boca, nerdzinha! Você é uma garota insignificante, que não merece atenção nenhuma. E não irei te aturar diante do mesmo teto que eu, nem que seja uma noite ou um segundo. Vaza daqui! –fala mais alto.

–Ignora, ele não manda aqui... –Jungkook fala acariciando minha bochecha.

–Tô bem... –sorri fraco.

–Não quer sair por bem, vai sair por mal! –vem em minha direção em passos firmes.

Yoongi me pega no colo e começa a me carregar pra fora da casa, eu me rebatia e ele me apertava forte. Chegou em um ponto que ele me apertou tão forte que senti meu osso do braço deslocar. 

–Ai! –comecei a chorar de dor.

Ele parou de andar e Jungkook que estava atrás de nós conseguiu nos alcançar.

–Olha o que você fez! –Jungkook me tira dos braços de Yoongi. 

–Eu não sei o que eu fiz... –fala desesperado.

–P-pra que usar tanta força, aaaah... –gemi de dor, realmente, estava doendo muito.

–Idiota! Que merda, Yoongi! –Jungkook fala irritado.

–O que está acontecendo aqui? –Jin aparece e quando me olha vem correndo até mim. –O que houve?

Olhei para Yoongi e ele olhou para o chão.

–O que você fez, Min Yoongi? –Jin pergunta com um tom bravo.

–Foi sem querer... –fala baixinho.

–Jin, eu e _______ estávamos no quarto. Yoongi entrou e disse que ela era uma insignificante e que não ficaria sobre o mesmo teto que ela, nem que fosse uma noite, e então ele a pegou no colo e veio correndo em direção a porta. E então ele usou sua força e acabou deslocando o braço dela. –Jungkook fala incrédulo.

–Você fez isso? –Jin pergunta boquiaberto.

–Não foi minha intenção... –Yoongi fala baixo novamente, que cínico.

Eu apenas permanecia calada. Jin começa a bater palmas, Jungkook se junta e logo após ouço mais palmas ecoando pelo ambiente. Olho em volta e os outros meninos o olhavam com um olhar ameaçador, batendo palmas. Achei a cena um pouco engraçada, mal me conheciam, e já estavam me protegendo.

–Obrigada gente, mas vou ao médico e depois para minha casa! –falei tentando me levantar.

Aish, agora que lembrei da Anne! Preciso lugar para ela... 

–Eu te levo! –Jungkook sorri. –Não vou deixá-la andar sozinha na rua a essa hora! 

–Obrigada, de verdade! –sorri e fiz aegyo.

Ele retribuiu e fez também. 

–Não vai se desculpar, Yoongi? –fala Jimin se aproximando de mim. –Está bem?

–Tô, obrigada anjo... –sorri sem mostrar os dentes.

–Aish, que fofa! –sorri de volta.

Yoongi apenas sai correndo para seu quarto. Dei de ombros e peguei meu celular que estava em minha bolsa, cujo estava em uma mesa ao meu lado. Disquei o número da Anne, tomara que atenda.

–Alô? –uma voz feminina atende, mas não era a Anne. Porém, a voz não me era estranha.

–Oi! Com quem falo?

—Lisa! Deve estar procurando a Anne, né?

–Na verdade tô na casa de uns amigos, e acabei esquecendo dela. Aonde estão?

–Calma, na minha casa. Anne surtou lá! 

–Ai, que merda, eu sempre me esqueço que não dá de deixar ela ir em festas assim.

–Por que?

–Ela sempre exagera. Okay, mas ela tá bem?

–Bem, bem não né. Ta dormindo, amanhã acorda com uma puta ressaca!

–Tá. Obrigada por cuidar dela!

–Amigas servem para isso. 

–Que linda! Preciso ir, beijos.

–Beijinhos!

Desliguei o telefone e assenti para Jungkook que já podíamos ir. Ele me ajudou a levantar e fomos em direção ao carro de Jin, que era o único disponível. O outro que era do Tae estava no concerto. Saímos a caminho do hospital, conversamos sobre várias coisas, tínhamos várias coisas em comum. 

[...]

Acabaram por enfaixar meu braço, não foi nada grave. Iria doer durante 3 dias, depois começaria a sumir a dor. Saímos do hospital e comecei a ditar o caminho para minha casa. Chegando lá o convidei para entrar, e ele aceitou. Eram 00:26AM, minha barriga começou a roncar.

–Será que a pizzaria ainda está aberta? –perguntei a ele pensativa.

–Acho que ainda dá tempo! Vou ligar! –fala pegando seu celular.

Depois de um tempo ele me pergunta qual sabor eu gosto, digo de quatro queijos e ele pede. 

–Quer fazer o quê enquanto não chega? –pergunto me sentando no sofá.

–Tem videogame? –pergunta se sentando ao meu lado, mas com uma distância saudável.

–Tenho! –apontei para o Xbox. –Vamos jogar o que?

–Fortnite, tem? 

–Tenho! Meu jogo favorito! –falo pegando o cd do jogo.

–Uau, o meu também! –sorriu.

[...]

Passamos um bom tempo jogando, até que ouço a campainha tocarmos. 

–Eu atendo! –falo me levantando.

Vou até a porta e a abro. Era o entregador de pizza. Espera... Mark?

–Mark? –pergunto surpresa.

–________? –estava com a mesma cara que eu.

–Quanto tempo! –sorri. –O que faz em Seul? 

–Me mudei com minha família para cá faz uma ano. –sorri de volta.

–Que legal! Me mudei faz 2 dias.

–Bem-vinda, você vai amar Seul! –piscou.

–Sem dúvida alguma! –faço aegyo.

Ele me entrega a caixa de pizza e também faz.

–Por conta da casa! –piscou. 

–Ah, obrigada! Meu número para que possamos manter contato... –falo meu número é ele anota em um papel.

–Foi um prazer revê-la! –sorriu se afastando.

–O prazer foi meu! –sorri de volta. –Até mais!

Ele acenou com a mão. Fui para sala sorrindo boba e Jungkook fitava o nada de cara fechada. Coloquei a pizza na mesinha de centro e fui até a cozinha pegar refrigerante. Quando voltei ele estava na mesma posição, do mesmo jeito. 

–O que foi? –abri a caixa e peguei um pedaço de pizza.

–Quem era? O garoto que você estava conversando, quem era? –pergunta rude.

–Meu ex-namorado. –falo de boca cheia.

–Ainda gosta dele? –pega um pedaço de pizza.

–Não. –ri.

Ele suspirou aliviado. 

–Está com ciúmes? –sorrio maliciosa e me inclino em sua direção.

–Talvez... –se inclina também.

Nossos rostos estavam muito próximos. Ele foi se aproximando e logo nossos lábios se encontraram. Sua boca era macia e carnuda. Foi o selinho mais demorado da minha vida. Quando se afastamos ele ficou sem jeito, e eu também, por fim coramos. Continuamos a comer a pizza em silêncio. Já dava 1:13AM.

–P-preciso ir, Jin deve estar preocupado. –Jungkook fala ainda sem jeito.

–É-é... Okay. Ele é bem mãezona, né? –falo.

–Sim... Até qualquer hora! –fala indo até a porta.

–Até! –falo mais alto para que ele me ouça.

Ele dá um sorriso de canto e sai. Que dia, hein! Por mais que tenha sido apenas um selinho, vai ser difícil o encarar amanhã na escola.


CONTINUA...






Notas Finais


Eita 🌚 Yoongi agressivo! 😑
Aqueta o rabo Jungkook! 😂
ATÉ O PRÓXIMO CAP, BJINS❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...