História Universe - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Tags Abo, Chanbaek, Hunhan, Kaisoo, Sulay, Xiuchen
Visualizações 232
Palavras 1.019
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Secundus


Em uma escola para crianças estava ficando turbulento. Finalmente começarão as aulas e por isso o local encontra-se cheio de crianças e pais procurando por informações. A escola costuma ser muito procurada por empresários e famosos já que tem um dos melhores ensinos de Seul. Na mesma, um ômega dedica seu amor e carinho para cada aluno ali.

Oh Sehun veio de família mediana, nunca passou fome mas também nunca teve as coisas em excesso e costuma apreciar as coisas mínimas da vida. Sehun é tido como um ômega dócil e amoroso. Está em seu quinto ano dando aula naquele local e nunca teve que enfrentar situações ruins. Por ser amoroso os pais acreditam muito em seu talento e paciência.

-Sehun. -Kyungsoo o chamou. O amigo é o dono da escola e seu hyung desde que chegou em Seul e alugou um quarto na casa do mesmo. Agora já mora sozinho mas foi uma luta para querer sair da casa que tanto viveu.

-Sim?

-Temos alguns alunos novos esse ano. Eu espero que todos possam se adaptar bem. -Kyungsoo sempre foi um pouco ansioso. Odeia quando as coisas saem do controle e principalmente não suporta ter que lidar com alguns pais que não tem a mínima sabedoria e querem mandar no modo de ensino de seu colégio. Quando abriu a escola estava muito ciente das coisas que poderia vir, mas lidar com ricos mimados sempre esteve fora de cogitação. Não é um ômega muito amigável nesse sentido.

-Eles vão sim Soo hyung. As crianças costumam gostar muito de coisas novas e basta saber entender o modo de pensar de cada uma. Nenhum bebê é um bicho de sete cabeças, eu acho eles incrivelmente interessantes.

-Você nasceu para ser um omma. -Ele disse rindo e Sehun corou. Todos conhecem o sonho do ômega mais novo. Ele vive em um mundo de contos de fadas onde vai encontrar o amor da sua vida e ser feliz. Embora perceba o olhar de muitos appas e homens sobre ele, sempre ignorou. Sehun é um dos homens mais belos de toda a Seul. Já teve diversas propostas de empresas pedindo que ele fosse modelo mas jamais aceitou um emprego desses por querer se dedicar apenas as suas crianças, se sente orgulhoso disso.

Sehun nunca tinha sequer dado o primeiro beijo mesmo com seus 24 anos. Nega veemente as possibilidades que aparecem. Conhece o jeito atirado de muitos alfas e o cheiro deles, nenhum o encantou de um jeito suficiente para querer vivenciar um romance. Estava pensando nisso quando sentiu algo entrar em impacto consigo e viu uma criança em suas pernas. Não o conhecia, sorriu e se abaixou.

-Olá pequeno. Se machucou? -Ele negou. As feições são muito diferentes, não parece um bebê coreano então supôs ser chinês. -Qual seu nome?

-Lu Tian Zitao.

-Oh, que nome lindo. Eu sou Oh Sehun, professor dessa escolinha. Você é novo por aqui certo? Tem quantos anos?

-Cinco. -Ele sorriu. Logo um adulto afobado corria até eles e sorriu quando encontrou o pequeno. Ele fez uma breve reverência que o ômega retribuiu de imediato.

-Olá. Eu sou Zhang Yixing, tio do pequeno Tao. Vim trazê-lo neste primeiro dia.

-Sou Oh Sehun, professor do primário e imagino que o novo professor dele.

-Ah sim. É um prazer senhor. A escola pediu para eu repassar as recomendações.

-Sim, tudo bem. Ele é alérgico a algum alimento ou material?

-Não. O appa dele apenas pediu para que Tao não tenha exageros com coisas doces ou gordurosas. Ele já teve alguns problemas de estômago e o appa dele se tornou mais rigoroso com comidas saudáveis. Por sorte o Tao gosta bastante então não tenha preocupações para fazer ele comer. Tao também é muito arteiro e gosta de bagunça. Ele poderia até mesmo liderar uma rebelião. Um pequeno pestinha.

-Ficarei de olho. Eu tenho outro rei da floresta na turma também. Pode deixar que Zitao estará em boas mãos. Esperamos deixar o ambiente melhor possível para nossas crianças. Os atrasos são permitidos até 20 minutos depois do horário.

-Obrigado professor. -Ele se abaixou e deu um abraço no pequeno. -Eu já tenho que ir. Seu appa vai vir te buscar ok? Se comporte bem. É seu primeiro dia.

-Tá. -Yixing se despediu e saiu. Sehun pegou Zitao e foi levando-o até a classe que ainda não tinha muitos alunos. Ele se sentou na frente e quando o sinal tocou o professor começou com as apresentações. Aos poucos percebeu as crianças se soltando na aula menos um alfa que estava sentado no canto. Ele parecia um pouco chateado, era Yifan, aluno de Sehun desde que se entende por gente. Kyungsoo tinha feito um projeto que a escola aceita e doa bolsas para alunos que são de orfanatos e ele é um desses. Sehun é o único a quem ele aceita e já tinha feito muitos escândalos só de imaginar que não teria aula com ele. Embora tudo isso, Yifan não é um mau aluno, mas tem muito déficit de atenção.

Sehun se aproximou de sua cadeira enquanto os alunos copiavam o dever e passou a mão em seu cabelo. Ele olhou e o ômega sentiu que ele estava magoado com alguma coisa.

-Aconteceu alguma coisa Fanfan? Você costuma ser mais elétrico na aula. Está passando mal? -Sehun não sabia o que tinha ocorrido nas férias de nenhum aluno ali e pediu para desenharem o que mais gostaram de suas férias. Percebeu o desenho de Yifan todo rabiscado e tudo com cores pretas e cinza.

-N-não tio. -Ele negou. Suspirou. Está no meio da aula e Sehun não poderia dar a atenção que gostaria para ele.

-Quando a aula acabar, nós vamos conversar sobre isso. Eu sei que tem alguma coisa te atrapalhando meu amor e você vai contar tudo bem? -Ele assentiu. Sehun voltou para frente e continuou dando aula mas por mais estranho que possa parecer. Zitao ficou observando Yifan quase o tempo inteiro. A aula continuou por mais tempo até que deu o intervalo. Esperou que as crianças saíssem da sala e chamou Yifan. -Conta para mim.

-Uma família me quis, e-eu fui, mas eles me trataram mal e me devolveram duas semanas depois. Por quê ninguém me quer tio? Você não pode me adotar?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...