História Universe - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Tags Abo, Chanbaek, Hunhan, Kaisoo, Sulay, Xiuchen
Visualizações 196
Palavras 1.058
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Sextus


Sehun

O tempo todo meus amigos tinham gravado na memória de que Luhan está interessado em mim. Tentei seriamente não pensar nisso pois ele tem um filho, além de uma história que nem todos parecem dispostos a superar. Ele perdeu alguém importante e embora muitos digam que eu deveria seguir em frente entendo como pode ser complicado sair desse conflito interno. Zitao é um amor de pessoa mas qualquer filho pode se revoltar ao perder o posto de mais importante ou único e eu prefiro ficar na minha enquanto isso.

Eu estou afastado da escola por uma semana devido ao meu cio que veio mais cedo. Sinto saudade dos meus alunos e felizmente meu cio durou dois dias a menos então aproveitei para ir até o orfanato onde Yifan mora para tentar mais uma vez ter sua guarda mas como sempre, é necessário um alfa. Isso sempre me deixa chateado. Kris merece sair daquele lugar para ser cuidado e amado mas por causa de uma sociedade cheia de preconceitos eu não posso tirá-lo de lá então mais uma vez retornei para casa com a resposta que eu não queria e no outro dia fui para a escola.

-Professor. Você está triste? -Tao perguntou sentando ao meu lado. Ele tinha uma coroa de flores muito fofa na cabeça.

-Ah... São alguns problemas de gente grande querido. Existem coisas que precisamos passar mas não são tão boas assim.

-Então por quê não podemos deixar isso para trás?

-Já teve alguma coisa que você desejou muito? Com todo o seu coração mas que não podia ter? -Ele assentiu.

-Meu omma. -Meu coração se partiu. Zitao tinha crescido com essa falta em sua vida e embora seja uma criança alegre e espontânea sente falta, como normalmente filhotes sentem.

-Então... Tem uma coisa que desejo conquistar nessa vida, mas que não posso sozinho.

-E o que é?

-Uma família. Você sabe que o Fanfan não tem uma não é? Eu quero muito que ele fique comigo pois eu o amo com todo o coração e sei que cuidarei bem dele, mas nem todos entendem isso bem porque sou ômega então não posso protegê-lo tanto sozinho e as pessoas que cuidam dele me disseram isso. Quando Fan estiver maior eu posso conseguir pois ele será um alfa mais forte.

-Ah... É igual com appa. As pessoas diziam que ele não podia cuidar de mim porque não sabe e é alfa. Eu não gosto quando aquelas pessoas do trabalho dele tentam entrar na família. Eles só querem meu appa e não gostam de mim.

-Eu duvido muito que alguém não goste de verdade de você meu querido. -Coloquei ele sentado no meu colo e abracei aquele pequeno ser. Zitao tem um cheiro de ômega muito agradável, o típico cheiro doce de filhote. -Eu adoraria ter um bebê assim. Iria te colocar em um potinho e guardar para sempre.

-Eu não caberia em um potinho tio. -Ele sorriu e eu gargalhei.

-Eu sei, você já é um homenzinho grande. Quer ir brincar com os outros amigos? Você tem andado muito sedentário, eu falarei com seu appa sobre isso.

-Tudo bem. -Ele se levantou e foi andado.

-Tem muito jeito com as crianças. -Chanyeol murmurou. -Zitao, apesar de alegre não costuma deixar que outras pessoas sejam próximas dele, talvez seu trauma pela falta do omma e alguns deslizes que Luhan cometeu.

-Não me parece que o senhor Lu comete erros com Zitao. Ele é uma criança muito educada, inteligente e amigável. Sua conduta tem sido sempre exemplar com os outros e ele se destaca no meio de qualquer pessoa pelo bom comportamento. -Chanyeol concordou. Eu sei que ele é amigo de Luhan porque diversas vezes Chan o levou para casa e então foi onde disse que seu ômega trabalha com Luhan e eles são amigos de infância fazendo com que Chanyeol também tenha se tornado "da família."

-Sim. Ele não peca na educação e comportamento, mas talvez tenha muitas vezes evitado quero Zitao fosse uma criança liberal. Taozi não costumava sair de casa quando menor por causa do medo que o hyung tinha do filho se machucar. Foi uma época bem difícil de passar e eu nem imagino toda a carga que ele recebeu de uma vez só. Toda a família do Luhan não é a favor de que ele fique com o filho. Seu omma sempre tentou tirar o neto de perto do Hannie por achar que suas escolhas na vida foram erradas.

-E a família do ômega dele?

-Esquece, aqueles lá nem merecem ser chamados de família. XiaoBai era chinês, uma típica família tradicional que acha que ômegas foram feitos para ficar em casa mas nunca conheci uma pessoa tão livre quanto ele. Xiao era completamente livre e conheceu Luhan na faculdade. Meu hyung lutou muito pelo ômega que negava qualquer envolvimento, eles se apaixonaram e viveram isso sem a família do XiaoBai e quando ele morreu não quiseram saber do Taozi.

-Que família horrível. -Estou chocado pelo tanto de coisa que Luhan teve que passar. A situação era muito complexa e eu não podia imaginar que ainda existem pessoas tão ruins ao ponto de culparem até mesmo uma criança inocente. -Eu sei que Luhan passou por momentos muito ruins e sinto muito por isso. Algumas vezes eu só queria poder mudar o mundo e o pensamento das pessoas.

-Você está bem tristinho. O quê houve? Sua alegria toda não está aparecendo hoje.

-É o Yifan. Estou tentando adotá-lo tem uns dois anos mas não posso. Dizem que preciso de um alfa e uma casa estabilizada. Isso tudo é algo que me deixa triste. Tenho boas condições, conheço o Fan desde que era um bebê e ele não se dá bem com família nenhuma. Cuidaria bem melhor dele mas as pessoas colocam regras estúpidas de uma sociedade com preconceitos.

-Ah... -Ele suspirou. -Eu não sabia que estava tentando adotá-lo e nem tinha noção de que precisava estar casado para isso. Não vejo sentido em uma coisa como essa mas não desanime. Por quê você não tenta conhecer melhor o Luhan?

-O que está insinuando? Espero que não seja o mesmo que meus amigos. Luhan tem uma vida, um filho e um passado doloroso. Eu não sei se ela está pronto para dar esse passo. Eu continuarei aqui, não espere que a ação parta de mim quando o mais quebrado é ele. Luhan precisa conhecer seus limites e seus novos sentimentos.

-Então você, esperaria por ele?

-Quem sabe?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...