História Oque o destino escreveu pra nós - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Gaston, Luna Valente, Matteo Balsano, Nina, Simón
Tags Lutteo Simbar Gastina
Visualizações 137
Palavras 968
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiê,agora vaaaaaaaai caralhoooow

Capítulo 23 - Putaria ?


Âmbar Perida

Entramos naquela boate e me surpreendi com a música que tocava, imediatamente arrastei as meninas para a pista.

Tocava um funk,com uma batidinha fininha e a letra era assim " ela embraza na onda do lança,tá usando bala,pede pra fumar. E quando eu vejo que beijar na boca,essa menina e louca, ela tá que tá.. " era uma putaria danada essa música,mais era muito boa.

As letras eram bem pornográficas,gostei,mais tinha umas que escrachava as mulheres. Não gostei tanto mais dancei por causa da batida. O DJ era um tal de FP do trem bala e DJ R10 pinta.

Eu e as meninas dançavamos, requebramos até o chão, rebolavamos, e balançavamos os nossos corpos. Era contagiante.

Luna - Vamos beber alguma coisa,pelo amor de Deus. - disse ofegante.

Nina - Vamos. - riu

Fomos a caminho do bar onde encontramos os meninos encostado nos olhando. Vi o volume na calça do Simon.

Matteo - Desde quando vocês gostam de músicas assim ? - ele riu.

- Desde hoje. - rimos.

Pedimos a garrafa de whisky e bebiamos nós seis do gargalo. Um calor envadiu meu corpo e começou a soar das caixas de som uma música do mesmo estilo, a letra era assim : " vai flexionando a xota,em cima da piroca, flexionando a xotaa. " 

Os meninos ficavam rebolando igual aqueles caras lindos dos vídeos do WhatsApp sabe ? O calor só aumentou. Para não fazer merda ali mesmo,puxei as meninas de novo. E descemos até o chão,até eu sentir uma mão na minha cintura. Olhei pra trás e dei um sorriso. Gabriel.

- Caraaa,que bom que você veio. - dei um abraço nele. Mais animada do que nunca.

Biel - Claro que eu vim. - deu um sorriso.-Cade a Valu ? - perguntou.

- Foi embora pra casa dela mais cedo. - ele deu um sorriso e foi comprimentar as meninas.

Biel - Oi esmeraldas - deu um beijo no rosto da Luna,a chamava assim por causa dos seus olhos. - Oi Morena. - deu um beijo no rosto da Nina.

Luna- Achei que você não viria.- saiu sem a resposta dele,já estávamos bem animadinhas.

Nina - Gente, eu estou realmente precisando esquecer o Gaston. - disse rindo, já estava meio tonta. Apontou pra ele conversando com uma garota bonitinha.

Gabriel. - Aquele amigo meu ali,apontou para um loiro dos olhos azuis. Lindo . - É o William,ele tava de olho em você na social da Luna. - ela riu e foi na direção dele.

Âmbar - Gabriel posso te beijar ? Simon tá conversando com aquela vadia Ali. - apontei para um morena que ele conversava.

Gabriel - Pode,mais você sabe que amo a minha ex e você e muito minha amiga. - assenti

Começamos um beijo calmo que logo se formou voraz,ele beijava muitoooo bem. Mais prefiro Simon,abri os olhos dechavada e vi Simon olhando. Logo em seguida beijei o amigo dele,um tal de Araripe

Nina Simonetti

Estava mais animada do que imaginei,nunca que eu iria chegar naquele menino,ele era lindo. Tocava no som uma música, cujo a letra era " Tava com ela pensando em você, e aqui contigo tô pensando nela,não venha com papinho de namorar. Tu gosta dos carinha que nao presta. É.. vai sentando sem compromisso,eu não quero namorar contigo,não vem dando de maluca não. É só um pente e rala Mozão.. " sorri e fui até o menino.

- Oi - falei já na sua frente e ele deu um sorriso. Lindo.

William - Nina,não e ? - falou no meu ouvido por causa do som alto.assenti

- Informado você. William certo ? - ele sorriu e balançou a cabeça positivamente.

William - Tô de olho em você já faz um tempo princesa. - deu um beijo no meu pescoço.

- Ah é mesmo ? Sabe que eu também? - falei bem perto dele.

Sem perder tempo,ele me beija,um beijo que tinha desejo de ambas partes,queria o Gaston,mais nao vai rolar,vou esquecer ele. Larguei meu copo no chão e puxei seus cabelos. Ele agarrou minha cintura,quando escuto alguém me cutucando. 

- Ah qual é. - virei pra trás vendo Matteo.

Matteo - Desculpe interromper. - deu um sorriso debochado. - tenho que falar com a minha irmã.

- Já volto. - ele me deu um selinho e disse que ia me esperar. 

Fui em direção ao bar com o Matteo e ele começou a falar.

Matteo - Sabe se a Âmbar tá namorando aquele cara ?- perguntou curioso.

- Tá me zuando que você tá interessado na Âmbar, você transou com a Luna cara. -dei um tapa nele.

Matteo - Não idiota. O Simon perguntou. - dei um sorriso malicioso. - nem começa,nao conta pra ela,acho que ele tá com ciúmes. - gargalhei.

- Ela não tá namorando ele não.- ri e sai andando encontrando o William.

Começamos a conversar e beber. Ele é um amor. Em seguida Fiquei com mais três,vendo Gaston de boca aberta

Luna Valente

Sai de perto das meninas e fui pro Bar, estava tocando uma música do Baile da Penha. Adorei. Estava conversando com um carinha bacana,e lindo,ele me dava umas cantadas mais não ligue.

Senti um baque ao ver Matteo beijando uma loira, foi na hora que agarrei o homem ao meu lado sem pensar duas vezes.

Quando o soltei,dei um sorriso e sai andando,agarrei outro,dessa vez um loiro. Logo em seguida agarrei o Matteo de surpresa,em frente a garota que ele conversava.

Entramos em um beijo,que tinha paixão,raiva, ciúmes,e muito desejo. Quando me afastei. 

- Matteo Você tem bom gosto. - sorri e ele estava sem reação.

Dei um beijo na Loira que Matteo beijou,já tinha ficado com mulheres,mais só de beijos,nunca e nem tenho vontade de transar,nem senti tesão. E só por diversão, dessa vez era por vingança. 

A loira enroscou sua mão no meu cabelo e eu apertei sua cintura,abri os olhos e Matteo estava paralisado. Me separei da Loira,dei um selinho no Matteo,bati na bunda da loira e sai andando gargalhando. 

- essa noite está maravilhosa. - gargalhei.



Notas Finais


Os DJs que citei na história,são reais. Não é fictício e as músicas de putaria realmente existe,eu gosto, mais quando e uma que escracha as mulheres,ignoro e escuto a batida que é muitoo boa KKK ❤️ amo vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...