História Oque sinto pelo meu meio irmão - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 22
Palavras 1.064
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Capítulo 4


As aulas estavam chatas de mais não aguentava mais. Finalmente o sinal tinha tocado e eu poderia ir pra casa. Finalmente também a boa notícia era que jin não estará em casa. Sim ele esta na faculdade e só chega quando minha mãe já esta em casa.



No caminho de casa estava eu e Jimin.

— Então amanhã minha mãe não vai estar em casa e nem o senhor jeon vai dormir lá ele vai tar ocupado na gravadora.

— Acho que não vai dar.

— Porque não você tem que dormir lá Jimin — Entro em desespero. — O Jin vai estar lá e se ele tentar alguma coisa.

— Ele não _____ ontem foi só um momento de recaída de um homem ele deve ter ficado excitado só isso.

— Só isso, você fala que só isso, eu já disse que ele me beijou e me tocou eu disse não e.

— Disse sim. — Jimin fica em silêncio por um tempo. — Sabe que eu acho que ele também gosta de você.

— Como assim também. — franzino a sombrancelha.

— Você também gosta dele eu sei disso.

— Eu não gosto dele já disse.

— Olha ____ você sempre provoca os garotos que gosta.

— Isso não e verdade.

— E sim. Se lembra do hoseok quando você ficou provocando o pobre coitado do garoto.

— C-como v-você sabe disso.

— Ai ai _____ eu sou seu amigo des de quando.

— D-de des do jardin de infância.

— Eu te conheço sei quando esta apaixonada sei quando esta triste, com medo e sei quando faz besteira igual da última vez quando afogou meu celular na picina.

Abaixo a cabeça olhando para um ponto qualquer do chão e fico brincando com a bara da minha saia.

— Eu não afogue seu telefone.— murmuro bem baixinho.

— Viu esta mentindo sempre que desvia o olhar e fica mexendo na saia  eu sei que mente.

— F-foi sem querer eu estava lendo suas conversas mais ai minha mão estava escorregadia, e na hora quando eu fui percebe ele já estava no fundo da picina.

— Você ainda leu minhas conversas — O mesmo coloca a mão na boca fingindo estar chocado — Não se poder ter privacidade nem na própria casa.

— Ha jimin quem manda você colocar o dia do seu aniversário como senha.

— E mas agora eu vou mudar a senha — suspira.

— Está bem mais você vai dormir lá em casa amanhã.

— Não vai dar minha minha pediu pra mim ajudar a limpar a casa com ela e dia de faxina.

— OQUE — _____ olha incrédula para o amigo pois sabia que o mesmo estava mentindo — Isso e mentira você mora sozinho e a sua mãe esta na Inglaterra.

Sim a família Park e rica, mais isso já e outro assunto.

— E você não faz faxina. Você e um garoto totalmente sedentário, você não lava nem a suas próprias cuecas vc paga aquela empregada oferecida pra fazer isso.

— Não fala assim da mimi, ela e bem legal.

— Fala a verdade jimin você não só como homens mais também mulheres. — pergunto com um sorriso travesso.

— Porque não, a mimi e gostosa.

— Você dormiu com a impregnada — fico de boca aberta.

— E oque que tem de mais nisso.

— Pera ai vc disse que só gostava de homens — paro na sua frente — E ainda fez cara de nojo quando me beijou. Quero explicações agora.

— Primeiro: eu só disse que homens são mais gostosos,

Segundo: Sim eu gosto de tanto quanto homens tanto quanto mulheres, terceiro: Te beijar foi a coisa mais estranha do mundo senti como se estivesse beijando minha irmã.

— Me beijar e tão ruim assim — digo cabisbaixa.

— Por a caso você ouviu oque eu falei garota — reclama indignado por eu ter só ouvido

*Te beijar foi a coisa mais estranha do mundo*.

— Ouvi sim.

Bufa — que saber vamos mudar de assunto.

— Então você vai dormir lá em casa jimin — falo manhosa juntando minhas mão perto do rosto.

— Ha você e muito chata despega OLX eu sei que você me ama mais isso já ta chegando a ser uma obsessão — brinca o mais velho.

— Vai se foder jimin, você não passa de um convencido isso sim.






                     (…...)








Depois de horas implorando pra jimin dormir na minha casa ele acabou cedendo e aceitando.

Em casa entro animada.

— Mãe cheguei — grito.

Vejo minha mãe descendo as escadas e vindo até mim.

— Oi minha linda como foi na escola. — a mesma me da um beijo na testa.

— Norma.

Me afastado da mas velha indo em direção a cozinha para pegar um copo dágua.

— Ha _____ — Ouso a mais velha gritar lá da sala — Tem um favor para te pedir.

— Pode fala — digo já saindo da cozinha e indo em direção a ela.

— Quero que vá ate a faculdade do jin e entregue essas anotações para ele. — fala me entregando um cadponto.

— Oque porque eu, porque não vai você — Fico um pouco desesperada eu não posso de jeito nem um olhar para ele de novo.

— Não vai dar eu vou sair agora parece que deu alguns erros nas capas dos livro e querem minha ajuda.

— Mais mãe eu não quero ir — faço manha

— Por favor _____ só dessa vez — a mais velha suspira cansada. — por odeia tanto o meu marido e o seu filho — Fico em silêncio olhando pro lada — Eu realmente amo o Jeon e o jin o jin e um ótimo menino ele gosta muito de você mais sempre que ele se aproxima de você, você se afasta.

— Eu não gosto deles — Falo bem baixinho. Ouço o suspiro da mais velha viro meu rosto em sua direção para analisa lá e percebe que a mesma esta com os olhos cheios de lágrima. Isso doía tanto ver minha mãe assim — M-mais e-eu posso tentar conviver um pouco normalmente com eles.

Minha mãe da um pequeno sorriso — Obrigado minha pequena.

— Eu vou então lá na faculdade entregar as anotações.

— Obrigado.

Ela diz e pega sua bolsa que estava no sofá e saindo de casa. Depois disso vou ate meu quarto tomo um banho super rápido e coloco uma camisa de manga comprida rendadas branco e um vestido de jardineira também branco com uma gargantilha de flores e outra de coração deixo meu cabelo solto coloco me tênis da adidas branco e saio de casa e vou para o ponto


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...