História Or Nah - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Romance
Visualizações 94
Palavras 763
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Por favor, leiam as notas é importante.

Capítulo 1 - Um


**Barbara Palvin**

Era meu primeiro dia na escola. Lá estava eu sentada no jardim da escola. Não era o meu lugar favorito de ficar, mas ao menos me fazia sentir menos solitária como na maioria do meu tempo,  pois meus pais vivem viajando a trabalho. 

Eu estava na aproveitando o meu intervalo na grama do colégio lendo meu livro favorito, "Quem é você Alasca" e esperando o sinal notar para começa a verdadeira tortura que chamam de aula. Sentir uma pancada na minha cabeça e olhei ao redor e vi as famosas panelinhas que estavam presentes me olhando e rindo, quando parei o meu olhar em quem me acertou com a bola, revirei os olhos e bufei.

- Merda - Falei e não perder tempo para arrumar minha coisas na mochila apressadamente.

- Desculpe Bárbara, eu não tinha lhe visto aí sentada - Justin falou quando pegou a bola que estava atrás de mim.

- Sem problemas, Bieber - Falei quando terminei de arrumar minhas coisas - Eu já estava de saída mesmo. - Me levantei e lhe dei as costas pronta para sair dali.

- Sabe, eu acho que temos que ter uma conversa - Eu não o deixei terminar.

- Bom, eu adoraia conversar, mas você me parece está ocupado e eu não quero incomodar - Ele me segurou pelo braço me trazendo de volta e o olhar nos olhos.

Ah, aqueles olhos.

Shiu, Bárbara, não olhei nós olhos desse babaca.

- Não precisamos ser assim, eu não quero que você fique chateada. - Justin falou coçando a nuca nervoso.

- É claro que eu não ficaria chateada por você ter me feito pagar um papel de palhaça - Falei irônica , já tinha chegado no meu limite - Até porque é fácil falar. Você está aí com a Selena, enquanto eu fui uma carência de verão, enquantoeu estava apaixonada e iludida vindo para o colégio pensando que dessa vez, ao menos uma vez você iria me escolher- Falei olhando em seus olhos e rindo sem humor - Aliás, o que você esta fazendo ainda aqui? - Falei o empurrando - A poucos segundos você estava se atracando com uma líder de torcida- Falei cheia daquele assunto - Mas para você tudo bem né!? Eu espero que um no fundo do meu coração você e a Selena fiquem juntos para sempre, afinal duas metades da laranja podre se merecem. - Falei e sair apressada de perto dele.

Ah mano, que ele vá pro quinto dos infernos.

Entrei na escola e percebir que tinha algumas pessoas no corredor, as ignorei como sempre faço e fiz o caminho para o banheiro,  me olhei no espelho e percebir  que meu rosto estava vermelho, demostrando toda minha raiva e vontade de chorar, mas me proibir de fazer tal ato por aquele ser desprezível. Ouvir o sinal toca e sair do banheiro indo em direção ao meu armário para pegar o material para aula de física .

Sentir um intacto contra o meu corpo, quando olhei para o que/quem me bati me deparei com uma garota branca de olhos castanhos escuros e cabelos preto, elá era bonita e nunca a tinha notado antes.

- Me desculpe, eu não tinha te visto. -Falou a garota. 

Deus, ou eu estou tendo super-poderes de invisibilidade ou eu só tenho essa "sorte" mesmo.

- Tudo bem, eu que estava andando rápido - Disse dando um meio sorriso.

- Prazer, Claire - Esticou sua mão para que eu apertasse.

- Prazer, Bárbara - Apertei sua mão .

- Bom, já que estamos meio que tendo uma conversa você pode me mostra aonde é a sala de física? - Pediu envergonhada - Eu sou nova aqui.

Explicado o porque de eu nunca a ter visto. 

- Claro que posso, se você não se importar de ir pegar comigo meu matérial no armário e vamos para a sala. - Falei animada.

Finalmente teria uma amizade depois de muito tempo.

- Ótimo - Sorriu animado me fazendo retribuir seu gesto.

Espero ter mais sorte nessa amizade. 

****

Ao sobreviver a todas as aulas deixei meus livros no armário das escola e fui para o estacionamento, tudo que eu mais queria nesse momento era a minha linda e bela cama.

Sair arrastando o pneu no asfalto e em poucos minutos eu estava em casa. Estacionei o meu carro na garagem peguei minha mochila e entrei dentro de casa que pelo silêncio ninguém estava lá. 

Fui para a cozinha peguei um pacote de biscoito e leite,  subir para o corredor do meu quarto e na hora que eu abrir a porta quase eu caio para atrás ao ver aquele ser sentado na minha cama. 

- Acho que temos que conversar.


Notas Finais


Eu meio que estou refazendo essa fanfic, pois o resultado dela antes não estava me agradando e eu não estava conseguindo desenvolver a história.
Não se preocupem que eu não mudarei mais essa fanfic, pois já tenho ela toda escrita e ainda hoje terá capítulo novo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...