História Ordinary Boy - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Monsta X
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Joo Heon, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Bts, Jhope, Jooheon, Kimnmajoon, Kimseokjin, Kimtaehyung, Lemon, Lgbt, Longfic, Minyoongi&junghoseok, Monstax, Parkjimin, Sope, Suga, Yaoi, Yoonseok
Visualizações 25
Palavras 1.665
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oii, voltei anjinhos ❤️
Tem alguém vivo depois de Epiphany? Acho que não, né? Que obra de arte divina essa Jintro!!!!!

Enfim, finalmente o capítulo que as coisas começam a acontecer *insira aqui uma risada maligna* hehehhe
Esse foi o capítulo que eu mais gostei de escrever e imaginar até agora, eu queria ser capaz de fazer um vídeo do jeitinho que eu imaginei tudo, enfim kkk só pra deixar vocês mais empolgados

Eu espero que gostem, boa leitura 💕

Capítulo 9 - Hongdae


Fanfic / Fanfiction Ordinary Boy - Capítulo 9 - Hongdae

E lá estava eu, indo para Hongdae, de noite.

Após mandar mensagem para Jin, que não recusava quase nenhum convite, me arrumei da forma clássica que consistia em uma calça jeans qualquer, camiseta, moletom e uma touca para disfarçar o meu cabelo que além de cinza, estava parecendo uma palha.

Namjoon, que havia acabado de se arrumar também, porém de uma forma não tão simples como a minha, não deixou de notar no meu desleixo.

- É por isso que você não arruma ninguém – franzi o cenho sem entender a sua colocação – olha essas roupas, parece um nerd antissocial. – falou apontando para as minhas vestes.

Arqueei as sobrancelhas sem acreditar no que ele estava falando - Então Namjoon, sinto lhe dizer, mas é isso mesmo que eu sou né, então tenho que me vestir a caráter. – falei brincando enquanto fazia um gesto de apresentação sobre a roupa, sem me importar muito no que ele dizia.

Eu nunca me vesti para agradar ninguém, nunca pensei nessa possibilidade também, até porque ninguém nunca notava em mim, então não seriam roupas que mudariam isso, certo?

Errado, porque eu não tinha noção nenhuma de como ser um adolescente na capital, as pessoas, mesmo que discretamente, se importavam sim com as vestimentas dos outros,  o que é meio sem sentido na minha cabeça, mas infelizmente é assim mesmo que acontece, todos avaliam a aparência primeiro, e pelo olhar do meu amigo, eu certamente deveria ser melhor que aquilo se quisesse chamar alguma atenção, o que não era nenhuma novidade pra mim.

- Anda, se troca, eu posso te emprestar alguma coisa legal – Namjoon se encaminhou para a mala e começou a vasculha-la em busca de alguma peça que, na sua cabeça, combinasse comigo.

Bufei e cruzei os braços negando com a cabeça. – Nem pensar, não vou trocar de roupa, eu hein. Se contente com esse meu estilo “único” – provoquei, irônico.

Me ignorando por completo, ele jogou uma camisa de malha fina preta com estampas repetidas amarelas, algo que de longe não combinava nem um pouco comigo. Fitei a peça e logo em seguida o encarei com uma cara confusa.

- Sério que você vai me fazer usar isso? – ri – Puta que pariu Namjoon, você não me conhece nem um pouco.

- Conheço ao ponto de saber que você só usa essas roupinhas básicas sem graça nenhuma. – em seguida, me jogou uma calça jeans clara – Nós estamos indo pra Hongdae se divertir, então deixa de frescura e se troca logo que eu tô apressado.

Murchei os ombros aceitando que não haviam mais opções se não vestir àquela roupa, e quando estava prestes a me vestir, a campainha tocou. Desci as pressas, tentando fugir da persuasão de Namjoon.

Quando abri a porta, Seokjin estava do outro lado, totalmente descontraído e bem vestido. É, pelo visto só eu não sabia me vestir pra essas coisas.

- Essa roupa tá boa? – perguntei antes que ele dissesse qualquer coisa.

- Que? O que tem a roupa? Parece a mesma de sempre, por que está preocupado com isso? – disse sem parecer se preocupar muito com o que eu estava vestindo.

Não sabia se ficava feliz ou triste com a resposta, e por isso que não perdi tempo e berrei da porta mesmo. – ANDA NAMJOON, O JIN CHEGOU, VAMO LOGO! – me fiz totalmente de desentendido tentando fugir da situação anterior a chegada de Jin.

- Olha eu não saio com você vestido assim, tá avisado – chantageou, se jogando no sofá e erguendo o celular na altura dos olhos. – Entra ai Jin, a gente só vai quando esse bundão vestir a roupa que eu emprestei pra ele.

A discussão demorou mais uns 5 minutos, quando fiquei farto de ver ambos fazendo piadinhas sobre a forma repetitiva como me vestia e quando minha mãe resolveu falar sobre também. Eu sabia que era só implicância, então não dei muita importância, e logo subi para vestir aquelas roupas, só para dar fim no papinho.

- Vê se arruma o cabelo também Yoon, ficou tão lindo com essa cor – dessa vez foi minha mãe quem gritou do andar de baixo.

Revirei os olhos e finalmente coloquei as peças. A blusa ficou um pouco folgada, e a calça, bem, tinha rasgões nos joelhos, até que eu gostava. Depois de um bom tempo checando a aparência no espelho, me convenci que a combinação não ficara tão ruim. Em seguida, tirei a touca e me dediquei um pouco em arrumar o cabelo recém tingido de cinza.

É, não é todo dia que eu saio com amigos, então pelo menos uma vez eu tenho que ficar descente.

Foi o pensamento que me fez mudar de ideia e me esforçar mais para me arrumar.

Desci e fui direto para a porta, fingindo impaciência para que não ficassem mais meia hora falando como a roupa tinha ficado – Anda logo, já tá tarde.

- Olha só, ficou lindo demais! – minha mãe falou do sofá com os olhinhos brilhando.

- É, até que não tá ruim – dessa vez foi Seokjin que falou sendo engraçadinho.

- Só precisa de um toque final – Namjoon, então, desabotoou os botões da camisa que ficavam na parte superior, deixando á mostra o inicio do meu peitoral – Prontinho, agora sim parece um jovem.

- Quê isso! Eu vou morrer de frio assim, porra! – falei tentando cobrir com as mãos aquela exposição e abotoando logo em seguida um botão, deixando só os dois primeiros abertos. – Assim tá bom?

- Que seja, vamos logo, Jooheon já tá nos esperando! Até mais, sra. Min.

- Tchau mãe!

.

.

No táxi, Namjoon e Seokjin conversaram mais do que eu esperava. Na verdade, eles foram o caminho inteiro conversando. Ambos eram bastante inteligentes, e foram debatendo sobre coisas de pessoas inteligentes que refletem muito sobre a vida. O assunto começou com um jogo, e logo depois eles já estavam discutindo sobre a sociedade. Eu achava bem chato aquele papo todo, então apenas saquei o celular do bolso e fui ver se Hoseok estava online, queria apenas conversar com alguém e ele estava quase sempre disponível para falar sobre qualquer assunto.

 

Me

A caminho de Hongadae

Hoje a noite vai ser top rs

Hoseok

Top kkkkkkk que hétero

Hongdae é maravilhosa

Aproveite a noite!

 

Hoseok não sabia da minha grave falta de vida social, e eu preferia que fosse assim. Sei lá, vai que se eu revelasse tudo ele começasse a me achar mais estranho do que eu já aparentava.

Diferente de Taehyung, que foi o segundo que fui encher o saco no chat.

Me

Você não vai acreditar

Eu não to em casa

A essa hora

Taehyung olha minha vida social aparecendo kkkkk

TaeTae

Omg vou até tirar print desse momento icônico

Arrumou amigos, palmas

Pera

Não tá indo se drogar não né?

Me

Af fui desmascarado T.T

Brincs keekke

O Namjoon veio pra Seul e resolveu que sair seria legal

Então to indo

TaeTae

Quando eu fui vc ficou inventando desculpa né safado

Anotei no meu livro de mágoas

Tenha uma boa noite

Me

Af Tae, menos

Você queria era ir pra balada sair beijando todo mundo

Odeio

Estamos indo apenas dar um passeio em Hongdae, beijos

TaeTae

Claro que queria af kkk

 

 

E então, depois de compartilhar um pouco do que estava acontecendo com meus amiguinhos virtuais, finalmente chegamos ao local. Jooheon estava sentado em um banco com a namoradinha quando nos aproximamos.

- Aish, ele tinha que trazer ela? – Namjoon resmungou ao notar a presença da garota.

- Não vai dizer que se você também tivesse um amorzinho não sairia pra todo lugar com ele? – Seokjin falou tirando sarro da indignação de Namjoon que fez uma careta em resposta, eu apenas ri da interação que os dois já estavam tendo.

As ruas do local estavam bastante movimentadas, mesmo sendo quase dez da noite. Fomos andando para procurar algum entretenimento, e no caminho nos deparamos com uma rodinha simples de dança.

Existiam muitas daquela, mas decidi prestar atenção especificamente naquela rodinha.

Um rapaz com uma máscara e boné se remexia de uma forma incrivelmente envolvente e desenvolta ao som de uma música que parecia dubstep. Meus olhos simplesmente focaram em cada movimento desenvolvido pelo corpo do garoto, era hipnotizante.

Meus amigos também pararam para apreciar aquele momento. Bom, eu não era o único que estava gostando daquela dança, a cada batida, parecia que mais pessoas se aproximavam e o garoto se remexia com mais empolgação, arrancando gritos daqueles ao redor.

Eu não sabia ao certo se foi a escolha da música com batidas envolventes, os passos ou a malemolência do dançarino que me fizeram prestar tanta atenção àquilo. Eu só sabia que queria ficar ali pelo resto da noite o olhando dançar.

Em seguida, ao escolher uma música de girl group, um garoto, também mascarado, se juntou. E puta que pariu, aquilo foi a coisa mais divertida de se assistir. Eles dançavam sem preocupação nenhuma, executavam os passos da coreografia perfeitamente, e o público continuava a gritar.

Eu estava me divertindo muito assistindo aquilo, mas meus amigos já estavam cheios e então resolveram procurar outro lugar para ir, e então, sobrou apenas eu naquela multidão assistindo os garotos.

Eles dançaram também músicas que estavam fazendo sucesso no país, foi a parte que eu mais gostei, já que eu gostava de muitos grupos de kpop. Eles pareciam verdadeiros idols, e em um momento cogitei que eles realmente fossem.

Fiquei realmente até a última música, até ambos ficarem exaustos e decidirem finalizar o pequeno show. O público foi se dispersando, e de um banco um pouco distante dali, pude observá-los juntar os equipamentos. O menor loiro pulou de alegria ao juntar o chapéu que estava no chão e ver a quantia que haviam arrecadado fazendo aquela apresentação, e eu sorri observando a cena. Eram fofos até, e pareciam ser legais, eu poderia tentar me aproximar e elogiá-los, mas meu cérebro deu a desculpa de que estava tarde demais, e então apenas peguei o celular para descobrir onde estavam os outros.


Notas Finais


Aiii eu não me aguento com essa última cena 💜💜💜💜 Será se era o Hoseok dançando????
Deixem aqui suas apostas hehehe

E os Namjin super íntimos? Deixem as apostas também kkk
E eu finalmente coloquei mais participação pro Tae, né? Só falava do bichinho mas nunca teve uma interação, porém aguardem mais um pouco que logo mais vocês conhecem mais desse anjinho!!

E como eu já disse, só me restam dois capítulos prontos, ou seja, tudo que vem pela frente ainda está na minha cabeça, e por isso talvez as atualizações fiquem mais demoradas, mas prometo colocar tudo no papel rapidinho!!

Ah, e logo mais outra história vai nascer, continuem me acompanhando!

Obrigada por todos os favoritos e leituras, eu fico muito feliz com cada numerozinho que aumenta!!!
E é isto, até o próximo capítulo ~~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...