1. Spirit Fanfics >
  2. Origem de Zhad o Assassino Justiceiro >
  3. A Origem do Assassino Justiceiro

História Origem de Zhad o Assassino Justiceiro - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Esse é um dos seres criados por mim, em um mundo fictício de heróis, vilões e anti-heróis! OBRIGADO POR LER ^^

Capítulo 1 - A Origem do Assassino Justiceiro


Fanfic / Fanfiction Origem de Zhad o Assassino Justiceiro - Capítulo 1 - A Origem do Assassino Justiceiro

ANO 2025

- Eu vivi desde que eu nasci naquele lugar, ele era estranhamente confortante mesmo tendo uma história sombria... Desde de bem criança eu fui ensinado a resolver os problemas com morte, violência e tortura, mas agora os causadores de sofrimento irão sofrer!

- Ah... eu entendo, mas vamos falar sobre negócios, você falou que nesse tal lugar tinha muitas riquezas, relíquias, troféus e até escriturasas antigas que valem muito dinheiro, isso é muito interessante...

-  Sim, além disso existi um cofre escondido no subsolo que eu apenas sei e o direi onde ele fica.

- AHAHAHAHAH!!! Eu amo isso! Ok, aceito seus termos, quando faremos isso?

- Amanhã tá bom? Quanto mais cedo melhor...

- Sim, sim, amanha está ótimo, arrumarei os preparativos! Adeus!

A porta se fecha fortemente, e pude ouvir ele cantarolando, hum, que ridículo, mas consegui engana-lo, agora tenho a distração perfeita para poder completar meu objetivo original, ainda bem que eles só pensam em dinheiro.

UM DIA DEPOIS...

É hoje que o império construído em mortes irá cair, eu estou fazendo isso não pelo que eles fazem com outros, mas sim, pelo que eles fizeram comigo, mataram a única família que eu tinha, e levaram meu olho direito também, me obrigando a colocar essa placa de metal com uma bola de luz na cara, mas é hoje que eles caem!

Depois de algumas horas 6 helicópteros se encontram nas proximidades da Guilda dos Assassinos, e dessem para começar a agrupar e fazer o ataque. Os vilões começam a atacar e eu me vou pelas sombras sem ninguém me ver, isso é fácil, eles vão estar tão preocupados com o ataque que nem vão perceber que estou aqui.

Estou me aproximando da biblioteca na qual estava lendo um dos livros que dizia sobre um ritual de invocação, só que antes de ler como ele é feito fui chamado e aconteceu tudo aquilo.

Cheguei sem ser detectado, só que possui um guarda na frente da biblioteca só que antes de fazer alguma coisa veio um desse vilões correndo feito louco para cima desse guarda e o distraiu, consegui entrar, agora é só procurar o livro.

5 minutos depois...

Achei, agora abrir na página 44, pronto, ah! então é assim que faz esse ritual... e como suspeitei esse ritual foi feito para prender um demônio acidentalmente libertado logo no início da guilda cerca de 127 anos, e esse ritual foi feito bem em baixo da casa do líder da guilda, zaugulr, bom vamos lá...

Cerca de 10 minutos se passaram e finalmente cheguei na casa dele, sorte que ele não está, aqui, está muito bem distraído, pego na minha bolsa um giz e fiz o desenho do pentagrama, pego a faca que eu trouxe e fiz um corte na minha mão e deixo pingar exatamente 6 gotas de sangue, a quantidade que o livro fala, enfaixo minha mão e fui para frente do pentagrama e começo a recitar as palavras escritas no livro, depois de 2 minutos recitando o giz de desapareceu e no lugar luzes roxas formavam ele novamente, 5 minutos depois do meio do pentagrama saiu um pilar de luz roxas que vinha do cão até o teto e pulsos de ar saiam do meio para as pontas, a medida que continuo a recitar as palavras esse pulso ficava mais intenso e acontecia mais e mais vezes e esse pilar de luz ficou mais forte e larga, e do meio do pentagrama teve um estrondo altíssimo.

- Mais que porra, o líder ouviu e está vindo para cá, preciso acelerar!

Começo a recitar muito mais rápidos as palavras, e o líder deu um chute na porta a arrebentando e grita comigo:

- PARE COM ISSO! VOCÊ VAI MATAR TODOS NOS, VOCÊ VAI TRAIR AQUELES QUE TE CRIARAM, AQUELES QUE TE DERAM UM LAR, EDUCAÇÃO?

Olho para ele e respondo:

- CALE A BOCA! EU NÃO ESTOU NEM AÍ PARA NENHUM DE VOCÊS, Eu sei o que vocês fizeram por mim, e agradeço, mas acabaram cometendo um erro, e precisam de justiça, e eu a causarei, você acabou com minha vida, só por causa de uma falha de uma missão, eu admiro o que vocês fazem, mas... E-eu, passei a odiar vocês... E você me ensinou: “ Caso alguém te faça sofrer, de a ele a justiça na qual ele merece, faça de tudo para que ele sofra as consequências de seus atos”, e é isso que eu estou fazendo, eu estou seguindo um de seus ensinamentos!

- AHHHH! MALDITO EU VOU MATAR VOCÊ!

Ele corre com sua espada na mão e ao se aproximas de mim, desfere um golpe e acaba tomando um ataque de energia de um campo de força criado ao meu redor, esse ritual é muito poderoso, não tem nem como impedi-lo. Ele levanta e se ajoelha perante mim, e o ouço sussurrar:

- Me... Me desculpe garoto... E-eu n tive escolha, eu sei que está cheio de ódio, mas eu só quero que saiba... Q-que eu eu não fiz isso com por conta própria.

- Han? Como assim?

Quando pergunto a luz do pilar ficar muito forte e acontece uma grande explosão destruindo toda a casa do líder, eu abro os olhos e vejo tudo destruído e a minha frente flutuando vejo uma imagem de um ser do meu tamanho com uma capa preta com bordas roxas revestindo todo o corpo, seu cabelo era preto e chegava até os ombros, tinha dois chifres um apontando para esquerda para baixo e o outro para direita para baixa, pude ver a roupa por baixo, era feito de placas de algum material de cor roxa, ele olha para mim e diz:

- Obrigado criatura inferior, pelo seu grande ato eu o pouparei e te darei um pequeno presente.

Ele levanta o braço e mira sua mãe para mim e energia saem da pontas dos dedos, essa energia me levanta do chão e começa a entrar no meu peito, eu sinto uma sensação estranha de algo passando pelo meu corpo e me sinto mais forte, eu sinto que meus olhos começam a brilhar, e sinto que algo foi implantado no meu corpo, ele abaixa o braço e caiu no chão, logo me levanto e me sinto estranhamente forte, e ele me explica:

- Eu te dei uma habilidade vinda do meu poder, eu te dei a capacidade de entrar e sair das sombras e de poder usar golpes de energia demoníaca, agora suma daqui antes que eu acidentalmente te mate.

Ele fala isso sorrindo debochadamente, eu o agradeço e saio correndo para o mais longe que consigo, consigo me afastar o suficiente e vejo ele bem no alto e vejo ele soltando misseis de cristais que ao atingir o chão eles explodiam e deixa uma fumaça roxa que intoxicavam os soldados, observo toda a destruição que ele está fazendo e lembro de todos os momentos bons, mas eu nem ligo para isso, eu apenas penso sobre a justiça que eles merecem, eu viro o rosto e começo a caminhar para sair daquele local.

- Eles mereciam, eles eram os verdadeiros demônios, eles me fizeram, eles fizeram a própria destruição, espero que sofram e queimem no inferno por toda a eternidade!

CONTINUA...


Notas Finais


OBRIGADO POR LER ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...