1. Spirit Fanfics >
  2. Orphanage - 3IN (HyunJin, JeongIn e SeungMin) >
  3. Hard and Soft (Capítulo 15)

História Orphanage - 3IN (HyunJin, JeongIn e SeungMin) - Capítulo 15


Escrita por: e KookMinnie_12


Notas do Autor


Oiii meus amores!!
Demorei? Sim!
Mas desta vez trouxe um capítulo mais longo e mais focado em Minsung e Woochan
Espero que gostem
Boa leitura 💖

Capítulo 15 - Hard and Soft (Capítulo 15)


Anteriormente

Jeongin: Acho melhor irmos dormir - ele concorda - Boa noite - digo voltando a me deitar e ele levanta

Jisung: Boa noite... - vai em direção ao seu quarto 

[...]

Atualmente


Acordo com o sol batendo em meu rosto e sem ninguém pulando em cima de mim, levanto da cama com uma belo empurrão e respiro fundo, indo em direção ao armário para trocar o meu pijama

Após colocar uma roupa folgada, saio do meu quarto e dou de cara com um esquilinho prestes a entrar no cômodo que acabei de sair

Jeongin: Bem que eu tinha estranhado, você não tinha me acordado até agora - solto uma risada

Jisung: Hoje eu acordei um pouco tarde, fui dormir lá para as duas da manhã - arregalo os olhos

Jeongin: Nossa, Por quê? Você não dorme tarde - ele sorri de lado

Jisung: É que... eu meio que fiquei no celular até essa hora... - olha pra baixo enquanto brincava com os dedos

Jeongin: Fazendo o que exatamente? Ficar no celular cansa, uma hora - ele volta a olhar para mim

Jisung: Eu fiquei conversando... com alguém - minha expressão se torna maliciosa e ele me dá um tapinha - Não faz essa cara...

Jeongin: Estava conversando com o MinHo né? - ele revira os olhos e assente fraco - Eu sabia! Você é um safado mesmo, aposto que trocaram uns nudes - digo indo para a cozinha e ele vai atrás de mim indignado

Jisung: E-Eu... Você, não... Eu não tenho argumentos para essa blasfêmia que você disse - Olho-o com sarcasmo 

Jeongin: Eu sempre to certo - mando um beijinho irônico - e você nem sabe o que é blasfêmia, não se faz de culto - abro a geladeira e ele se senta na mesa

Jisung: Ah Jeongin~ - Suspira apaixonado e começa a brincar com um guardanapo - Ele é um amor de pessoa, estava todo fofo - pego um suco e o coloco em um copo, pegando um doritos no armário logo em seguida e me sentando na mesa junto de Jisung

Jeongin: 'Tá todo apaixonadinho, alá - rimos 

Jisung: Talvez eu esteja mesmo... - o sorrisinho malicioso volta ao meu rosto, mas se desmancha logo quando percebo que WooJin não está em casa 

Jeongin: Jisung? - ele murmura - Agora que percebi... Você viu o Woo hoje? - ele nega com a cabeça 

Jisung: Iria te perguntar isso também, ele geralmente acorda mais cedo do que eu - toma um gole da água em seu copo - Liga pra ele, vê se ele te atende

Jeongin: Fiz isso ontem antes de dormir... mas acho melhor ligar mais uma vez  - puxo o meu celular do bolso e disco o número dele

Liguei duas, três, quatro vezes, mas todas deram chamadas encaminhadas, até mandei mais algumas mensagens

Já comecei a ficar nervoso, esta seria a minha última tentativa... O que pode ter acontecido com ele?

Ele finalmente atende

Woo: Alô - sua voz era rouca, parecia que havia acabado de acordar

Jeongin: Onde você está? Eu estou te ligando desde ontem a noite, você tambem não leu as minhas mensagens - digo direto e um pouco frio

Woo: Calma, eu estou bem... ainda estou na casa do Chan - arregalo os olhos levemente

Jeongin: Ainda!? - ele murmura um "uhum" - Aah... Okay - passo a mão em minha testa - eu fiquei preocupado contigo, poderia ter me ligado e avisado que iria dormir aí - digo enquanto os batimentos do meu coração diminuíam

Woo: Desculpa Innie - sua voz era fofa, ele sempre usa essa arma pra se desculpar de algo, argh - Prometo que da próxima vez te aviso...

Jeongin: Okay. Te desculpo, porém nunca mais me deixe sem resposta, posso ser o irmão mais novo, mas mesmo assim fico preocupado contigo - ele solta uma risadinha envergonhada -  Que horas você volta? 

Woo: Eu não sei, daqui há... duas horas, eu acho - mais uma vez, arregalo os olhos 

Jeongin: Duas horas!? Meu Deus... - nego com a cabeça e suspiro - Okay, se cuida e te amo - digo rápido 

Woo: Okay maninho, também te amo - desliga a chamada e eu coloco meu celular de volta em meu bolso


~ WooJin's P.O.V ~

× Ontem ×

Woo: por que me convidou para vir aqui Chan? - digo me sentando no sofá

Chan: eu quero me aproximar de você, eu gosto de ti - sorri e se senta ao meu lado. Seu corpo estava próximo do meu, e ele estava sem camisa

Woo: entendi... - sorrio de lado e não pude evitar de olhar para o abdômen de Chan por poucos segundos, rapidamente voltando a direcionar meu olhar para o rosto do mesmo corado, que parecia ter percebido

Chan: Ah, eu acho melhor eu vestir uma camis... - diz se levantando, mas eu o interrompo

Woo: não precisa - respondo rapidamente e olho levemente para baixo, tímido - você está na sua casa, eu que sou o convidado aqui - digo e chan sorri de um jeito que não era reconhecivel, mas me deixava perdido, e se senta novamente

Chan: Então está bem - sorri fofinho e eu surto internamente - está com fome? Quer que eu faça algo?

Woo: Não muita, não precisa se esforçar por mim, obrigado - Chan assente

Chan: Quer assistir algo então? - assinto com um sorriso alegre - Que filme quer ver? 

Woo: Um de ação! - ele assente

Chan: Okay, vou colocar um com bastante ação - ele sorri. Seu sorriso fazia os meus olhos brilharem de tão perfeito que era, ai meu Deus eu não posso com ele

Woo: Yay! - faço um leve aegyo e ele solta uma risadinha, passando a me encarar com um sorriso pequeno porém fofo

O encaro de volta, olhando no fundo de seus olhos por uns longos segundos.

Chan: Eu já disse que você é lindo? - ele solta essa frase do nada, me fazendo corar violentamente e perder completamente a minha capacidade de argumentação. Ele ri ao ver minha situação e desce seu olhar para baixo, pegando o controle remoto e colocando na categoria "Ação", na Netflix

Olho para frente e sorrio levemente ao perceber que fui elogiado pelo meu crush, mas deve ser apenas um elogio de amigos, nada mais que isso, não é? 

Escolhemos um filme e Chan se levanta para apagar as luzes, depois de ter feito isso, ele vai até seu quarto e volta com um edredom enorme

Woo: P-Por que isso? Está até um pouco calor aqui - me abano levemente e ele ri

Chan: Mas vai ficar frio - ele liga o ar condicionado e estica o sofá, deitando ao meu lado e jogando o edredom pro lado

Seu corpo estava bem proximo do meu, meu coração estava ficando cada vez mais acelerado, eu estava perdido em meus pensamentos

Meu olhar desceu para o seu abdômen de novo, mas desta vez permaneci olhando, o que fez com que o mais novo percebesse e sorrisse

Chan: Está gostando? - sua voz rouca me fez sair do meu transe e olhar rapidamente para ele

Woo: D-De que? - indago 'me fazendo' um pouco 

Chan: Disso aqui - ele segura a minha mão e em um instante a coloca por cima de seu abdômen. Tal ato fez meus olhos se arregalarem, ele entrelaça a sua mão na minha enquanto fazia um carinho em sua barriga

Com as minhas bochechas completamente vermelhas, tiro rapidamente minha mão dali e o encaro. Argh! Estava tão bom, por que eu fui tirar?

Engulo seco e ele, mais uma vez, faz aquele maldito sorrisinho no canto de sua boca

Woo: Vamos ver... o filme - direciono meu corpo para a frente e já começo a sentir um friozinho

Chan: Okay - ele da play no filme e puxa a coberta para cima de nós - Aish, essa coberta é muito pequena - se aproxima mais - Vamos ter que nos apertar um pouco - apenas assinto com a cabeça e volto a olhar para a TV

[...]

Podia sentir sua respiração em meu pescoço, ele estava muito próximo de mim e isso estava me deixando um pouco animado... 

Estava com medo de ele notar, então desvio levemente meu quadril para o lado oposto ao seu, me fazendo ficar meio de costas para ele

Chan: W-WooJin... - disse com dificuldade 

Woo: Fala

Chan: Posso fazer uma coisa? - eu apenas assinto e ele rapidamente encaixa seu corpo no meu, me fazendo sentir uma coisa dura atrás de mim

Woo: C-Cha- ele me interrompe 

Chan: A-Apenas fique quieto WooJin, a situação já está complicada para mim aqui - acabo por sorrir e me virar rapidamente, passando meu braço pelo seu corpo e o puxando novamente para perto, fazendo nossas respirações se colidirem - WooJin... - mordo o meu lábio e ataco a sua boca sem hesitar. Ele retribui enquanto passava uma de suas mãos na minha nuca, aprofundando o beijo

Nos separamos um tempinho depois por conta da falta de ar e seguro mais forte a sua cintura 

Chan: WooJin, você se importaria de tirar minha virgindade hoje? - arregalo levemente meus olhos

Woo: Como assim? Você ainda é virgem? - ele assente e eu solto uma risadinha nasal - Pensei que já havia transado com todos os tipos de garotas possíveis, e eu seria apenas um diferencial por ser homem - ele nega com a cabeça enquanto sorria 

Chan: Não, até hoje nunca tive o interesse em transar com mulheres, já quase fiz uma vez por conta do álcool, mas consegui voltar à realidade antes, aliás, enfiar nunca foi a minha praia... - diz a última frase mais baixo mas eu a escuto e acabo sorrindo

Woo: Entendi. E respondendo a sua pergunta, sim, eu adoraria tirá-la hoje - sorrio malicioso e ataco os labios de Chan mais uma vez enquanto ficava por cima do mesmo, que tirava a minha blusa lentamente sem desmanchar o beijo, neste momento, não ligava para que horas iria voltar para a casa

Tiro o meu cinto e o jogo em um quanto qualquer do cômodo, fazendo o mesmo com o seu cinto e calça

Simulava estocadas durante o processo, que nos deixava mais excitados ainda

Retiro a minha calça, ficando apenas com a cueca sobrando. Nossos membros se encostavam e isso nos trazia um prazer indescritível

Me desfaço de nossas últimas peças de roupa, ficando completamente nus debaixo das cobertas...


[...]


Jisung


Estávamos  eu e Jeongin sentados no sofá da sala enquanto cada um mexia em seu devido celular. 

Eu estava conversando com MinHo mais uma vez, mano... esse garoto me vicia em um nível que não consigo descrever

Jeongin estava com os seus fones de ouvido ouvindo alguma música, nem estava prestando atenção de como eu estava sorrindo igual a um bobo olhando para a tela do meu celular

Depois de mais alguns minutos conversando com ele, Jeongin se levanta do sofá e diz que vai tomar um banho, subindo as escadas logo em seguida e MinHo acaba por me convidar para fazermos algo juntos mais tarde

Naquele momento eu entrei em um surto interno, não poderia negar isso, não é mesmo? 

Aceito instantaneamente o convite e decidimos para onde iríamos, tudo o que eu mais queria era ir à um parque de diversões com ele, as minhas duas coisas favoritas juntas, risos

Por incrível que pareca, essa foi a primeira coisa que ele sugeriu. Realmente fomos feitos um para o outro 

Aceito mais uma vez com um sorriso no rosto. Marcamos para as 16H e ele iria passar aqui para me buscar, e como agora são 14:48, tenho que começar a me arrumar logo

Subo até o banheiro que Jeongin estava e bato duas vezes na porta. Precisava avisá-lo que vou sair

Jeongin: Oi? - ele diz de dentro do banheiro

Jisung: Innie, só quero te avisar que vou sair daqui há uma hora - digo em um tom meio fofo

Jeongin: Tudo bem, estou saindo do banheiro daqui a pouco - assinto e vou para o meu quarto em pequenos pulinhos de empolgação

Olho para as minhas malas e abro algumas delas, procurando uma roupa perfeita para sair com ele 

Gasto uns vinte minutos até encontrar algo realmente decente. Nesse tempo, Jeongin já havia saído do banheiro e me avisado, então pego a minha toalha e o conjunto de roupa e vou rapidamente para o banheiro, adentrando o mesmo e trancando a porta

Coloco a toalha pendurada e a roupa em cima da tampa da privada, me despindo e entrando no chuveiro

Após 10 minutos, saio do banheiro e me seco, enrolando a toalha na cintura e me olhando no espelho largo

Penteio o meu cabelo, passo desodorante, perfume, colônia e faço uma maquiagem leve, logo vestindo a roupa que havia selecionado

Vejo como ficou o resultado e fico orgulhoso de mim mesmo, estendo a toalha e coloco a roupa suja no cesto, saindo do banheiro em seguida

Olho a hora em meu celular, que indicou a hora como 15:56. Suspiro de alívio por finalmente ter conseguido me arrumar a tempo e desco até a sala novamente, vendo Jeongin deitado no sofá enquanto cochilava com a TV ligada 

Desligo a mesma e pego as minhas chaves para sair, ouço uma buzina vinda de fora e suponho que seja MinHo. Saio da casa e tranco a porta, em seguida guardando as chaves em meu bolso 

Olho para o mais velho com um sorriso bobo estampado em meu rosto, me aproximo do veículo e entro no mesmo

MinHo: Nossa, desse jeito me sinto um mendigo pelas roupas que estou vestindo - diz olhando a sua roupa e eu rio

Jisung: Você está ótimo! - sorrio e ele retribui, logo dando partida no carro e indo para o parque 


[...]


Ao chegar no local, ele estaciona seu carro em uma vaga próxima e descemos do veículo, ambos com um sorriso besta no rosto

Entramos na área e fico encantado pelo tanto de brinquedos maravilhosos que haviam, e MinHo, que também parecida maravilhado, me puxa para a cabine onde vendiam os bilhetes

Ele compra uma pulseira VIP, que fazia com que pudessemos ir em qualquer brinquedo até o parque fechar

Aquelas luzes coloridas que piscavam pelo lugar e o som da multidão animada eram uma combinação perfeita...

[...]


Fomos em diversos brinquedos, até naquele em que recebiamos um brinde caso cumprissemos uma tarefa simples, agora eu estava com um chapeuzinho de coelho e pinturas facias e ele com um arquinho de gato e luvas fofas

Ficamos rodando aquele parque até escurecer, e isso realmente nos aproximou  bastante, dividimos comida, choramos de adrenalina, rimos até a barriga doer e mais coisas... nesse momento eram 20:16 e o parque fechava as 20:30, e como nós já estavamos ficando cansados, resolvemos fechar a noite com a roda gigante

Vamos até a fila da estrutura brilhante que se destacava mais ainda na noite, que por sorte estava vazia, e entramos na atração em pouco tempo

Ela subia lentamente, deixando a vista do alto cada vez mais bonita. Chegamos até a altura máxima e era realmente lindo, os prédios e casas faziam uma obra luminosa, naquela altura, a música não chegava, dando um ar de tranquilidade

MinHo: Aqui é muito lindo, fechamos bem o dia de hoje - diz olhando para mim com um sorriso fofo 

Jisung: É lindo mesmo - retribui o sorriso e ele solta um suspiro enquanto apoiava a sua cabeça em meu ombro 

MinHo: Obrigado Jisung - ele diz e eu fico levemente confuso

Jisung: Pelo o que? - digo enquanto ria levemente

MinHo: Por ter feito ter feito desse, o melhor dia da minha vida - sorrio largo e fico levemente corado ao ouvir aquilo, ninguém nunca havia dito tal coisa pra mim

Jisung: Eu que deveria dizer isso - ele levanta a sua cabeça e olha nos meus olhos - Você conseguiu me fazer esquecer de tudo - ele sorri fofo mais uma vez - Você me faz bem, MinHo... eu quero que saiba disso - percebo suas bochechas ficarem rosadas

MinHo: Você também me faz bem Jisung, demais - seu olhar desce até a minha boca, mas volta aos meus olhos rapidamente

Nossos corpos vão lentamente se aproximando, parecia que algo estava nos puxando cuidadosamente 

Nossos rostos ficaram a centímetros de distância um do outro, já podia sentir sua respiração junta a minha

Lentamente, nossos lábios se tocam, formando um beijo românico e calmo, transmitindo os sentimentos necessários

Okay, acho que agora já posso dizer que estou apaixonado por MinHo, mesmo tendo conhecido ele há não muito tempo

Passo a minha mão em seu peitoral, segurando levemente a sua camisa, e ele faz o mesmo com a minha nuca, tornando o beijo ainda mais sentimental

Separamos o beijo e ficamos mais um tempo nos encarando, até rirmos igual dois adolescentes apaixonados em uma série clichê de TV

Nossa parte começa a voltar ao chão, a música volta aos nossos ouvidos junta com toda aquela sensação de felicidade

Seguro a mão de MinHo e o mesmo retribui com um sorriso

Faltavam poucos minutos para o parque fechar, então já fomos até o carro do mais velho e saímos daquele local...


[...]


Notas Finais


Espero que tenham gostado 💖
Até o próximo capítulo
Desculpe-me por qualquer erro ortográfico


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...