1. Spirit Fanfics >
  2. Orphet >
  3. O engenheiro

História Orphet - Capítulo 218


Escrita por:


Capítulo 218 - O engenheiro


Tomoty, mais conhecido como o Homem perfeito.

Ele recebeu esse titulo desde sua infância, a onde nasceu no berço da família Fenrir, o que era apenas um bebe normal, demonstrou um grande talento para varias classes, não só isso, como tambem nasceu com varias afinidades inatas.

Sua afinidade para o cultivo, de diversas classes era enorme e desde muito cedo foi tratado como o integrante principal da sua casa.

Com seis anos, Timoty despertou sua energia interna se tornando um guerreiro de nivel:1.

Com dez anos, ele despertou uma afinidade natural com todos os elementos incluindo as raras afinidades de raio e gelo.

Recebendo os melhores tutores que o dinheiro poderia pagar, Timoty foi ensinado a sempre seguir o caminho da justiça e do heroísmo, seus tutores desde cedo falavam que ele mudaria o mundo, mudaria orphet.

Afinal ele mais do que ninguém sabia como a federação oprimia e governava na galáxia eliminando tudo o que vá contra seus interesses.

Crescendo, com seus tutores o declarando o salvador da raça humana, o herói que todos precisavam, e a justiça, Timoty se forçou ser o homem perfeito, com dez anos, ele recebeu do seu pai seu primeiro familiar.

Um dragão.

Seu dragão bebe chamado sylva se tornou sua besta contratada, e após passar seus anos de vida na união, aprendendo a manipulação básica de todos seus elementos e afinidades, enquanto controlava seu QI e dominava a profissão de manipulador de bestas, Timoty foi enviado para arcádia.

Em seu primeiro dia, os filhos dos seus tutores que eram seus amigos, o levaram para apresentar toda a universidade, a onde ele conheceu a primeira semente maligna que apareceria na sua vida.

O Dissecador.

................

Zukan passou dias Criando suas Estações secretas dentro do planeta A-1, através do trem global, ele conseguiu estabelecer varias bases ocultas com recursos, ele estudou o local, anotou completamente sua geografia e seus membros.

E após isso finalmente interagiu com as pessoas ali agindo somente quando garantiu que o local era seguro.

Hoje era o dia 515, faltava 5 dias para o inicio das aulas, e os aprendizes que iniciariam na universidade, chegariam hoje, para conhecer, se adequar e se adaptar a esse ambiente.

Zukan ficou de encontrar um alquimista no centro comercial, portanto, ele saiu da sua instalação secreta que ficava perto dos dormitórios primeiro, o local era oculto e bem isolado, apesar de ser bem grande no subterrâneo e armazenar inúmeros Golens de metal desativados esperando suas ordens.

Zukan vestia, seu terno comum como empregado o terno negro, seu óculos escuros e seu penteado foram todos decididos pela supervisão da escola, portanto era fácil reconhece-lo e essa roupa o fazia parecer um pouco assustador.

Talvez porque não fosse a hora do rush, não havia muitas pessoas espalhadas na região comercial, Zukan carregava uma maleta escura que usava como bolsa, após atravessar a cúpula de sinalização e entrar na área comercial, ele começou a andar pelas calçadas como uma pessoa comum.

Apesar do seu comportamento discreto, por algum motivo havia algumas pessoas o encarando durante o caminho com um rosto curioso e ao mesmo tempo ansioso.

Olhando ao redor, havia todos os tipos de pessoas vendendo seus produtos de todas as maneiras, No entanto com chip, e o registro do preço comercial, ele sabia o valor e a autenticidade de cada um desses materiais

Os itens vendidos nas lojas não eram ruins, mas havia muita enganação e exagero, ele encontrou um minério um dia a onde o dono jurava com os dois pés que tinha metais raros em seu interior, mas na verdade só havia ferro nek com uma cor modificada por alguma tinta.

Sem chip ele só teria notado quando fosse tarde demais.

Desde então ele não respeitou mais a maioria desses charlatões.

Hoje era um dia especial, portanto ele queria recepcionar Tiria e katarina e dar a elas presentes, havia um vampiro para ele educar tambem, já que o mesmo estava muito rebelde ultimamente.

Ele estava animado já que conheceria seus amigos de novo.

Continuando em frente, zukan encontrou a loja que queria.

Era uma barraca de flores, a quantidade de flores nessa barraca era alta, alguns foram cultivadas especialmente pelo dono, e alguns eram plantas locais, coletados no território de arcadia.

Após uma observação lenta pelas vitrines zukan se encantou com três plantas seladas dentro de uma película ecológica de solução nutritiva, o metodo de preservação alquímica e da manipulação das partículas de energia em torno das plantas foi excepcional, algo que ele estava longe de produzir, portanto ele ficou satisfeito.

Zukan comprou as três Rosas lunares, suas pétalas eram prateadas e cristalinas e simbolizava admiração e desejo, e em seguida passou em uma loja de roupas femininas, quando ele falou as medidas de Tiria e katarina para a lojista a mulher ficou o encarando por vários minutos com um olhar surpreso.

Tiria provavelmente viria com uma roupa comum, ela não se importa com isso mas os outros podem desrespeita-la por conta disso.

Katarina pro outro lado não tinha roupas bonitas e viria coberta com uma capa grossa se fazendo de má, quando na verdade só vão estar constrangidas, ele sabia que os dois eram cabeças ocas demais, para pensar em algo do tipo portanto ele queria evitar que elas se constrangessem.

Alem do mais ele não as via a um bom tempo portanto queria presentear esses amantes com algo digno.

Depois de comprar 20 conjuntos de roupas, para uso diário ou apresentações, incluindo 10 conjuntos completos de roupas intimas, ele reservou o material, para entrega a loja entregaria naturalmente para os devidos quartos quando ele desse uma ligação.

Tudo por aqui era muito versátil.

Depois de realizar suas compras, zukan foi ate uma loja de chá a onde usou dois cupons que conseguiu, as pessoas nessa cidade ainda estavam chocados com o quão mesquinho era o homem e a cara do balconista ao receber seu cupom de 50% não foi diferente de um olhar de morte.

Zukan não era muito popular na região comercial.

A casa de chá era grande, havia muitas mesas redondas de tamanhos diferentes na região alimentícia, ele se juntou a um grupo de pessoas que costumavam a pegar um elevador direto para o ultimo andar desfrutar de um chá e lanches ao ar Livre.

O sol artificial, estava fraco nessa hora da manhã dando um clima húmido mas não desconfortável, Zukan recebeu sua Xicara de chá, e pacientemente adoçou um pouco e levou par sua boca.

Ele parecia solitário naquela mesa de chá, ate que notou que o alquimista que o convidou estava presente.

Ele era bem "visível"

O alquimista era velho, tinha os cabelos grisalhos, e bagunçados, os cabelos pareciam sair da orelha, e subir ate o topo da sua cabeça o que era bem estranho, e para acompanhar ainda havia uma cabeça lisa e macia.

O homem caminhava ate ele com um sorriso retorcido segurando um monte de peças em suas mãos.

Vendo zukan com um sorriso o encarando o velho sorriu tambem revelando dentes brancos.

-Você veio, santo deus achei que ficaria naquela floresta trepando com bestas demoníacas o resto do ano!- o homem falou quase gritando, ele era bem descarado, ele parecia um pouco ofegante, provavelmente devido a exaustão.

Zukan se aproximou e o acompanhou ate a mesa a onde ambos se sentaram na frente um do outro e o velho colocou peça por peça diante dele.

Zukan se sentou tambem, pegou sua xicara de chá e aproveitou o show.

O velho começou a montar as peças na mesa, juntando cada soquete com sua conexão correspondente, a montagem de muitas conexões era muito técnica, e quem não estava familiarizado com a tarefa demoraria varios minutos para vincular uma única conexão.

Mas este velho alquimista os ligou quase em um segundo, ele era muito hábil neste trabalho, suas mãos apoiavam, equilibravam e pressionavam com calma, mas ao mesmo tempo com velocidade.

As peças ali eram como fragmentos sendo reunidos aos poucos formando uma obra prima. E enquanto montava sua expressão era muito séria, zukan que entendia o que ele estava fazendo tambem tinha um rosto sério e ate mesmo sombrio.

Através da sua observação especial, ele pode aprender muitas coisas apenas ficando ali sentado, ele nunca viu alguém capaz de fazer uso total da mana e do espirito em seu corpo dessa forma, assim como o controle das próprias mãos a uma precisão tão absurda.

O velho tinha uma experiencia incrível ao diferenciar partes, ele só precisava de meio segundo para entender qual peça era, traçar um plano de instalação, e seria capaz de colocar sem culpa em sua posição.

Durante o processo de montagem, uma imagem tridimensional apareceu em chip, que estava registrando todo o processo, quando uma peça foi montada, a próxima peça a ser colocada na conexão já estava identificada pelo seu espirito.

Zukan entrou em sincronia com os movimentos do idoso de forma que no momento em que sua mão se movia, o foco espiritual do aprendiz pousaria na região correta quase no mesmo tempo.

Era a primeira vez que eles se conheciam, mas já estavam testando e aprendendo um com o outro.

Foram dez minutos lentos para zukan, esse idoso o convocou aqui a alguns dias, no entanto ele não esperava uma demonstração tão assustadora de conhecimento que esse velho homem tinha.

Em dez minutos, um pequeno Golem de metal com dez centímetros de altura estava completo, zukan observou o processo de montagem do inicio ao fim, e sabia muito bem como era complicada a montagem de conexões de circuitos, núcleos de força arcana, a ligação dos círculos mágicos, as peças da construção.

Cada ação era necessária um encantamento, e controle preciso, uma manipulação delicada do espirito, e a transferência correta da mana para os dedos, assim como o controle da potencia.

Alem desse pequeno Golem de metal estar alem da sua liga atual, zukan estimaria que mesmo um alquimista formado levaria pelo menos 6 horas para montar um Golem tão detalhado e independente, o teste de qualidade? Para ele era desconhecido, mas ele tinha certeza que o produto diante dele estava pelo menos na força de combate de um nivel:7.

Ou seja esse Golem de 10 centímetros pode lutar com ele de igual para igual.

O velho tossiu algumas vezes, e encarou zukan com uma expressão de interesse.

-Você esta interessado criança?- O golem se levantou e começou a dançar, ele dançava balé de um lado para o outro, sem produzir nenhum som, diante da mesa dos dois alquimistas.

Zukan não respondeu na hora.

-Algumas partes não entendi- Ele começou a conversar com o homem, no entanto ele não entendeu muitos princípios, o alquimista tinha um sorriso apaixonado no rosto, surpreso com as perguntas que zukan havia feito.

Antes que eles percebessem o tempo passou rapidamente.

-O circuito interno é o sistema nervoso do Golem de metal, É Preciso muito esforço para instalar esse sistema nervoso com precisão sem falhas, o nucleo de força é o coração do golem enquanto o nucleo espiritual, ou o que você criou chamado placa de rede é o cérebro essas três peças fundamentais são o mais básico do conhecimento, estou a anos estudando Golems de metal, e minha vantagem esta na pratica- Depois de mostrar os circuitos internos que eram feitos de ouro, o homem apontou para varias partes do golem.

-Primeiro se deve esquecer o avançado, começe por algo básico, sem dominar o básico não se pode ir alem, essas coisas podem parecer simples e de baixo valor, mas você deve entender o quão importante eles são-

-Vocês mais novos adoram poder "quero golems poderosos" vocês dizem já que vocês amam brincar com armas, mas vocês não prestam atenção aos processos mais básicos de fabricação, não vamos falar sobre a forma e o design das peças, já que isso vai de cada um- Ele bebeu um chá enquanto zukan abria uma pequena bolsa de couro e entregava as moedas ao garçom que o olhava com nojo.

-Depois de projetar o design você terá que escolher os materiais, processa-los entende-los a onde eles ficam? Como são usados, para o que realmente servem, todos esses processos exigem algo chamado- Ele apontou o dedo para cima como se estivesse prestes a revelar um incrível segredo.

-Calma e precisão-

O velho e zukan entraram em um mundo completamente desconhecido espantando os clientes os dois foram ficando cada vez mais absorvidos enquanto falavam.

O velho que encontrou alguém com os mesmos gostos, mas jovem e inexperiente estava atirando saliva para todos os lados com um rosto completamente enlouquecido, e ao ver a expressão animada desse aprendiz na sua frente, o velho só parecia mais e mais agitado como uma besta.

Depois da tempestade veio a calmaria eles finalmente começaram a beber o chá.

-Ahahahahah desde que invadi aquela sua A-1, sabia que você era uma criança muito interessante, vou falar com os superiores e te colocar amanhã no departamento de engenharia magica, você será meu aluno pessoal então o que me diz-

Foram horas realmente animadoras para zukan, no entanto, era a primeira vez que ele via esse ancião, no entanto ele estaria mentindo se falasse que não estava surpreso e ate animado para conhece-lo melhor.

O homem amava o que fazia e levava isso muito a sério.

O tempo parecia congelar para ambos, o rosto de zukan mostrou varias preocupações deixando o idoso um pouco ansioso.

-Podemos tenta....-

ZZZZZOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOMMMMMMMM!!!- o som de um carro voador em alta velocidade ressoou acima da loja de chá.

Um carro voador preto escuro passou acima do local, as chamas das naves lamberam os especialistas ali, e no momento que foi para o rosto de zukan, o golem que estava centado na mesa acendeu os olhos e criou uma tela azul de energia.

O rosto de zukan que estava animado e feliz ficou sombrio e frio, seus olhos cairam na maquina que foi destruida, e em seguida caiu nas três flores que comprou gastando 100 gemas magicas.

100 gemas magicas!!

O mundo parecia ter parado no tempo, quando as chamas lamberam as rosas lunares, que ficaram negras e murcharam na sua frente.

O rosto sombrio e frio, foi para zangado e rancoroso.

Realmente, foi um crime e tanto em plena luz do dia, mas os formados pareciam acostumados com isso e não tiveram reação.

O velho tinha olhos arregalados e redondos.

Não pelo carro mas sim pelo aprendiz na sua frente a expressão de morte que esse aprendiz mostrou foi assustadora.

E seu espirito antes pacifico e calmo pareceu endurecer, enviando os talheres que estavam perto do seu corpo para frente como se uma força os empurrasse na mesa.

Ele sorriu escondendo seu rosto irritado.

Se levantou, e abriu sua grande maleta prateada que carregava consigo.

CHI CHI CHI.- Varios compartimentos mecânicos saiu da mala, controlado por cordões azuis, cobrindo o corpo com uma armadura mecânica prateada.

-Sinto muito por isso acabar assim, mas preciso ir primeiro, o contatarei mais tarde-

KACHAKACHAKACHAKACHA- A armadura de metal produzia sons metálicos ao ser ativada, cobrindo o corpo com uma aura azul, enquanto zukan colocava a bateria em suas costas, ele caminhou ate a ponta do edifício, e saltou.

BOM!!! Um som de explosão soou, no momento seguinte, uma prancha metalica se desdobrou no ar, e as turbinas na sua parte inferior cuspiram uma chama vermelha que se intensificaram e se tornaram azuis.

As Pessoas no local abriram a boca.

E imediatamente ligaram seus tablets.

-cometer um crime diante do chefe do departamento de segurança, é os jovens hoje em dia tem coragem- O velho suspirou impotente, ele pegou seu transmissor quando viu que uma pequena parte do seu golem estava queimado.

Seus olhos tambem ficaram furiosos.

Ninguem machuca seu bebe assim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...