1. Spirit Fanfics >
  2. Orphet Era sol nascente >
  3. Perseguição e morte

História Orphet Era sol nascente - Capítulo 18


Escrita por:


Capítulo 18 - Perseguição e morte



Nirnir Teve sua barriga antingida antes da luta começar, ele estava usando as duas luvas akagi para emboscar o jovem criando uma rede de metal, mas infelizmente, ele foi ferido com a flecha de aura, ele não esperava que uma flecha viesse, embuida em aura pura do ramo emissão 

Essa flecha tinha mais potencial destrutivo do que as armas de polvora chamadas fuzis de progetil e só perdia para os fuzis de energia magica desenvolvidas na central de desenvolvimento, apesar do alcance ser menor ainda assim sua armadura de couro era inutil contra o poder do akagi 

Nirnir Estava surperso e ao mesmo confuso, Por alguma razão, ele estava perdendo força e se senti muito mal após ser atingido, Sua testa estava suando e ele estava com febre

"Droga, A flecha realmente tinha veneno nela! Aquela puta desgraçada, ele mergulhou isso em veneno! que mente doentia"- Nirnir continuou xingando, e então pegou um saquinho de papel escuro, ele abriu e comeu o pó negro dentro dele

"Quase perdi minha vida....por sorte eu me preparei para isso e trouxe um antidoto porem.. ele provavelmente tem mais, e a proxima rodada esta chegando o desgraçado esta me seguindo"- Nirnir sabia que estava sendo rastreado pelo sangue que deixou

As ações arduas que ele fez depois de ser atingido fizeram o veneno viajar mais rapido pelo corpo, pode levar horas para o medicamento funcionar

"Preciso me mover, maldição maldição eu deveria ter recuado quando fui atingido"- Nirnir guardou suas coisas, ele não foi em direção a sua base, de cima da montanha ele podia ver o vulto escuro se aproximando, começando a correr ele pisou em um galho e caiu no chão, Uma pedra afiada machucou sua cabeça e ele começou a sangrar

"Que merda puta merda mas porra, eu estou o que amaldiçoado?"- Nirnir estava simplesmente muito irritado, porem ele rapidamente vestiu as manoplas e se retirou 

Ele precisava se recuperar antes de recomeçar a luta

A velocidade do seu alvo não era o maximo que podia demonstrar, ele tambem estava polpando energia e estava o seguindo apenas pela pressão

Muitas coisas estavam erradas sobre esse cara, seu corpo se movimenta de maneira estranha e irregular, ele não seguiu nenhuma forma evasiva, e simplesmente lutou como uma fera, isso alimentou ainda mais a ideia de Nirnir que esse garoto não tenha aprendido nenhuma tecnica 

Agora como ele o descobriu? ele estava usando  uma técnica de movimento chamada movimento sutil 

Nirnin começou a pensar que esse garoto tinha um talento especial, Nirnir colocou o anel negro em sua mão e sentiu a energia vegetal percorrer e tratar o veneno, havia varias inscrições verdes no anel

"Vou me recuperar mais rapido com isso"

O tempo passou 

Um vulto escuro corria de um volto marrom na floresta, eles deram varias e varias voltas enquanto o vulto escuro não parava de se movimentar um segundo isso durou por duas incriveis horas

Na floresta não muito longe da cidade

Nirnir estava parado em cima e um galho olhando para o ponto escuro se aproximando

"aaaaa Nirna Fennir, vou acabar com isso agora, você me tocou ate agora como se eu fosse um instrumento musical mas agora acabamos com isso"- Nirnir não podia acreditar que não conseguiu enfrentar esse feto, e seu orgulho não podia permitir que ele fosse ao castelo implorar por ajuda 

Ele estava bem preparado para esse assassinato, Porem não esperava que o garotinho fosse tão insistente, o perseguindo como se fosse um cão raivoso

******************

Zaatar estava correndo com seu arco nas costas, sua espada foi quebrada então agora ele tinha apenas um punhal que ele usava para caçar coelhos sem chifres

Zaatar caminhou em direção a floresta e parou após chegar a 40 metros de uma árvore, ele se posicionou e observou o inimigo vindo, ele sentiu o mesmo calafrio que na utima luta, porem dessa vez ao inves de ir para trás ele deu um impulso para frente e pode ver uma corrente passando a 3 centimentros acima da sua cabeça indo para onde estava a sua posição original, depois que se chocou com o chão a corrente segundos antes tomou a forma de uma bola de metal pesada 

Ele ja teria morrido se não avançasse e teria se machucado desnecessariamente se recua-se, apesar de sentir medo foi a decisão certa, Essa foi a mesma sensação ao ser atacado pela barra do orc, se desesperar foi um erro que ele cometeu e custou um ferimento que por sorte não foi fatal

Zaatar usou aura em seus olhos, ele rapidamente se levantou e se escondeu atrás de uma árvore, ele pegou uma flecha da  aljava como planejado, e mergulhou veneno na ponta da flecha e atirou na direção do inimigo, Zaatar estava completamente concentrado tentando ouvir qualquer movimento assim que uma aura por descuido piscou ele sorriu

"Morra!"- Zatar disse e disparou uma flecha novamente e depois se escondeu atrás da árvore, a flecha parecia um clarão branco e foi lançada contra um monte de grama alta, Zaatar podia ouvir o som do bloqueio do outro lado, e sorriu se sentindo animado 

Por algum motivo ter sua vida em perigo o deixou excitado, Zaatar ouviu o som da bola de metal em suas costas, ele não hesitou e disparou para frente e começou a correr em uma rota tipo "S" para evitar possiveis ataques, Ele podia ouvir os passos rapidos por trás, seu oponente deu a volta para pega-lo em suas costas

Zaatar não conseguiu ate agora pensar em uma maneira de usar essas árvores como vantagem alem de escudo, Ele começou uma guerrilha com o homem de negro atirando flechas e rolando, após encontrar uma ladeira abaixo ele rolou no chão e sacou seu punhal

"Ainda não sou bom o suficiente'- Zaatar pensou consigo mesmo enquanto segurava o punhal que mais parecia um faca em uma das mãos, a lamina foi completamente banhada em veneno, ele podia ouvir os passos se aproximando, Zaatar inclinou totalmente o corpo com as pernas abertas 

Suas duas mãos ficaram abaixo perto dos seus pés e ele olhou para cima como uma cobra

Dessa forma seu corpo podia se mover para qualquer angulo sem problema algum, Os passos estavam se aproximando, zaatar tirou outra faca do seu colete de couro e se inclinou escondendo seu corpo da vista do oponente, depois de um minuto de silencio seu inimigo pareceu checar algo e uma sombra negra saltou em sua direção

O som dos metais se chocando ressou no ar

*DANG!

Zaatar fez um X com os dois punhas e bloqueou um porrete de metal, apoiado por uma corrente, ele então polou para trás imediatemente com seu rosto vermelho, seu corpo não sofreu porque ambos seus punhos foram revestidos com ampliação, porem rachaduras apareceram nas laminas 

O homem parou o ataque e puxou a corrente de metal novamente e elas se fundiram em duas manoplas estranhas que o homem carregava, as manoplas eram prateadas e tinha uma aura akagi sendo emitida dela 

"Nirna Nirna... Ouvi dizer que você era problematico, eu não esperava que você fose capaz de lidar comigo, parece que os rumore nem sempre são precisos, o homem de preto  tirou a mascara, e zaatar franziu as sobrancelhas, o homem parecia uma versão dele com a meia idade, porem havia uma grande cicatriz em sua testa"

"Quem é você? Você é do clã Fennir?"- Foi a primeira coisa que zaatar pensou ao ver a aparencia do homem

"Você sabe sobre isso? meu parente te enviou muito jovem para aquele lugar não pensei que nutria memorias... era impossivel te matar no norte então tivemos que forjar um desaparecimento, você não é bem vindo no clã fennir, ninguem te atura ou te suporta, você sabia que ate mesmo seus pais aceitaram te vender como um escravo?"-O homem riu, as duas manoplas emitiram uma luz vermelha e duas correntes de metal se formaram e depois se juntaram formando uma corrente grande 

"Bem isso é esperado, afinal você é um escravo e sempre sera um, olha só, você deixou sua profissão de carregador de pedras e agora vai ser morto por mim, hehehe"- Zaatar não se importou tanto com as palavras do homem que estava tentando desestabilizar seu emocional

Ele tinha Shu E evans agora, ele não precisava de outra familia mas sim aqueles que o acolheram quando ele não tinha nada, o cheiro desse lugar não era muito bom, percebendo seus olhos o homem riu parecendo se divertir muito

"Você esta tentando correr? infelizmente você não poe fugir de mim dessa vez"- Mas foi ele que fugiu da ultima vez? 

Zaatar  fez um rosto duvidoso fazendo uma veia surgir na testa do homem que entendeu seus pensamentos esse cara ta correndo a varias horas dele e ainda fala que ele fugiu? ele deve ter algum problema com sua alto estima, aparentemente não querendo mais continuar a conversa o homem pulou em direção a zaatar após a conversa

De repente no meio do salto do homem que queria competir corpo a corpo, os braços de zaatar subitamente incharam um pouco e ele se chocou 

*DANG!

Zaatar colidiu com as mãos do homem, mas as luvas de metal nas mãos o protegeram, zaatar fez força com as pernas e deu um salto para trás dando um mortal desviando da corrente pesada, sua mão tocou o solo e depois ele recuperou o equlibriio e assim que seus pés tocaram o chão ele rapidamente deu um impulso para frente desviando de outro golpe 

"Droga!"- Nirnir ficou surpreso, ele teve que evitar o ataque, ele quase foi atingido no peito em dois movimentos e começou a suar

Esse garotinho tinha muita força da onde vinha tanta força?

Nirnir usou as manoplas que formaram uma espada prateada, depois de desviar do ataque secundario  rolando para o lado seu peito subia e descia enquanto ele viu a mão grossa revelando unhas afiadas 

"Pequeno verme, como você...."- Nirnir não teve tempo de terminar suas palavras, Zaatar girou sua cintra e deu um chute descendente e e seguiu com um soco ascendente, vindo de varios lados, no entanto seus ataques fisicos foram todos bloqueados Por nirnir, mas foi capaz de impedir Nirnir de atacar 

Socos, chutes, cortes 

Movimentos alternados indo desde o canto superior direito ao canto superior esquerdo anternando ataques vindo de todos os lados, O corpo de zaatar parecia ser forjado em aço seus musculos colidiam com o corpo da espada fazendo sons de colisão brutais 

Uma vez que seu ataque era bloqueado, ele apenas trocou de posição e foi para outro, tentando tingir o corpo de nirni com sua ampliação pelo menos uma vez

Corpo sem costura + Ampliação 

Vai quebrar, com essa armadura de couro Nirnir não vai aguentar um ataque direto sequer, Zaatar não soltou nirnir, desferindo ataques como uma fera, e como os ataques não tinham uma ordem ou formas marciais Nirnir não sabia o que esperar, seus combos eram ruins porem imprevisiveis

Zaatar mostrou completamente sua inexperiencia, mesmo assim estava usando bem sua vantagem fazendo Nirnir ficar na defensiva por um tempo, Nirnir só podia tentar acompanhar o ritmo de Zaatar, apesar dos golpes serem bem fajutos o mais assustador era que os combos de zaatar estavam melhorando cada vez mais rapido 

Varios movimentos desnecessários estavam sendo feitos mas não voltavam a ser realizados depois, mesmo com seus punhos ou pés bloqueados, zaatar estava encontrando maneiras de atacar e restringir Nirnir mais e mais 

*DANGDANGDANGDANGDANGDANG!

O som da carne colidindo com metal se tornou cada vez mais alto, enquanto a velocidade de zaatar estava aumentando, dessa vez eles estavam em um declive sem árvores, era uma descida suave que ia para uma florest e nirnir estava sendo levado para baixo sendo arrastado a força para trás, o cada soco ou chute deixava um som torturante de impacto

Os chutes e socos não paravam um segundo, fazendo o rosto de Nirnir finalmente ficar vermelho, ele não esperava que esse garoto fosse tão forte, Nirnir sentia que estava lutando de frente com um Gorila, os musculos desse cara eram duros demais 

Cada soco vinha acompanhado com um impacto poderoso, apesar de ser um assassino experiente esse garoto tinha um fisico naturalmente forte, ele simplesmente não tinha velocidade e força para competir com zaatar, A luta corpo a corpo não estava a favor de Nirnir, ele não teve tempo para falar porque viu uma pilha de adagas estranhas brilhando verde, ele não queria ser furado por isso novamente seu antidoto Ja foi usado e é de uso unico 

"Tch!"- Nirnir não foi atingido criticamente nenhuma vez, mas saltou para longe pulando em cima do tronco de uma arvore que estava perto, ele usou suas manoplas e cinco facas prateadas sairam dos seus dedos todos indo em direção a zaatar, dois foram apontadas para o torax e os demais foram direcionados para a cabeça, Nirnir tinha o rosto palido, seus dois ombros e dois braços estavam dormentes e inchados ele sentia uma dor sincera vindo das colisões

Zaatar ficou surpreso pelo tamanho do pulo, o homem usou a aura em sua perna sem poupar energia e pulou  cerca de dez metros de altura, isso fez zaatar ficar surpreso, ele não pensou nisso antes, Zaatar ficou surpreso com o movimento e não teve tempo para se esquivar, ele rolou para esquerda e bloqueou para a frente com uma de suas facas 

Duas dessas facas de metal foram bloqueadas por seu punhal, mas as outras duas atingiram seus ombros que começaram a sangrar, e a ultima adaga caiu em seu braço esquerdo e ficou embutida ali, o fazendo sangrar muito, o rosto de zaatar ficou palido enquanto ele tirou a faca do braço, ele então rolou para esquerda para desviar de mais duas facas e começou a correr em direção a floresta 

"A onde você pensa que vai"- Nirnir gritou e começou a persegui-lo rapidamente, Ele nao conseguiu acompanhar a velocidade de zaatar, e zaatar se esquivou de varios acertos em cadeia de adagas criadas pelas manoplas, Nirnir ficou mais lento enquanto atacava 

"AAAAAAAHHHH"- Nirnir gritava de raiva quando viu a silhueta desaparecendo, ele estava tão irritado que nem sequer observou o rastreador de linhagem , ee não conseguia mais ver zaatar a vista e estava respirando pesadamente

Ele usou muita aura nisso, e não tinha mais estamina ou resistencia para persegui-lo

"Eu deveria ter levado mais antidotos comigo, e trazer algumas adagas envenenadas"- Nirnir gritou em arrependimento, ele não era fã de aplicar veneno em suas armas, e não tinha ideia do porque ou como zaatar aprendeu aquela tecnica de combate corpo a corpo

"Se ele soube-se as formas... eu agora seria um cadaver"- No entanto ele encontrou a fraqueza de Zaatar

"Eu preciso lutar com ele dentro de um lugar com varias árvores, ele não sabe usar totalmente a aura do seu corpo ainda, mas seu progresso nessa luta foi assustador"- Nirnir sorriu e ele enxugou o suor do rosto, e virou as costas para voltar 

De repente, o som de vento veio das costas de Nirnir, ele parou imediatamente e jogou duas correntes finas criadas as pressas na parte de trás do seu corpo, no entanto, era um pouco tarde demais 

3 punhais com a lamina verde atingiu todo seu braço esquerdo

Ele se virou e viu zaatar que tinha um rosto palido, De alguma forma ele conseguiu voltar em uma duração tão curta... como? eu não senti sua presença por perto

Nirnir não sentiu a aura de zaatar, ele pensou que ele fugiu, o cheiro de sangue em seu corpo tinha desaparecido, Nirnir tinha uma armadura de couro mas seu braço foi completamente revestido por 3 punhais de ferro negro, apesar da armadura ainda cortou sua pele

Isso o deixou ansioso pois sabia que ele estava envenenado

"Você acabou agora"- ele ouviu a voz que disse com um sorriso sincero fazendo o rosto de Nirnir escurecer, A raiva de nirnir foi tanta que ele ampliou muito a aura em seu punho

*BAM

Seu punho fechado acertou Zaatar no peito, A velocidade de movimento de Nirnir foi  tanto que ele não conseguiu se esquivar, foi um ataque direto de aura sem poupar energia que ampliou todo seu corpo de uma só vez 

Zaatar e seu corpo pequeno voou ao mato ao lado, havia sangue por toda a parte, alguns estavam nas árvores outros na grama, na lama marrom e no próprio nirnir que sentiu tontura

"Eu tenho que ir"- Nirnir sentiu o veneno entrando em vigor, e disse enquanto sentia o perigo, zaatar se levantou logo atrás fazendo o rosto de nirnir mostrar descrença

A armadura caiu do seu corpo mostrando um corpo sem costura completo porem gravemente ferido, Depois de dar o soco, Nirnir mal via as coisas claramente mais ainda sentiu o horror subindo a sua pele

Zaatar olhou para nirnir, seu parente distante não estava se divertindo, seu rosto parecia completamente azul agora, agora que ele não tinha um antidoto e não tinha uma rotina de auto envenenamento, Nirnir iria sofrer uma dificuldade 

Zaatar experimentou o veneno em orcs, e eles morreram em 3 minutos, ele não tinha certeza de como isso afetaria os humanos, mas parecia bastante eficas em nirnir, Nirnir sentia como se seu corpo estive-se se entorpecido, e decidiu recuar depois de trocar olhres com zaatar, ele queria se curar primeiro, ja que percebeu que não sabia nada sobre esse garoto

Seus passos sutis e ataques a distancia não foram eficazes, seus poderosos ataques corpo a corpo foram inuteis devido a defesa natural e a alta velocidade e as habilidades barbaras de socar e chutar desse garoto, e ele ainda acabou sendo enenenado

Seu melhor remédio ja foi usado e ele ficou muito tempo usando a manopla e sua aura estava na ultima gota 

'Esta tentando fugir?"- Uma voz de escarnio saiu da boca de zaatar

"Eu tenho uma pergunta ... a onde aprendeu isso? como descobriu sobre isso?"- Nirnir perguntou com uma voz profunda, ele queria saber como zaatar aprendeu essas  tecnicas

"Não tem sentido para cadaveres descobrirem segredos"- Zaatar riu e saltou em direção a nirnir

*DAANG

Novamente seu punham se chocou com as manoplas, Nirnir não aguentou a força de zaatar e recuou pela primeira vez

"SEU VERME!"- Nirnir gritou com raiva tentando cortar zaatar com todo seu poder restante, as manoplas brilharam usando sua ultima gota de aura e criou um punhal

ELe nem tentou bloquear a palma de zaatar que estava reta tentando cortar seu pescoço, ele estava apenas tentando trocar sua vida com a de zaatar

Os dois se acertaram ao mesmo tempo, e o sangue começou a sair de ambos, Zaatar e Nirnir se seugraram no ombro um do outro se mantendo em pé, e o sangue escorria de suas roupas rapidamente

Nos seus ultimos momentos de vida Nirnir encarou zaatar profundamente 

Ele achou inacreditavel que uma criança tivesse coragem de trocar golpes com ele, a palma de zaatar arrancou 1/3 do pescoço de Nirnir, sua palma saiu do outro lado do seu pescoço, zaatar exerceu tudo que tinha nesse ataque, seu ombro direito foi gravemente ferido e embora tentase evitar a espada seu ombro foi completamente atravessado, seus ossos estavam abertos para fora e um buraco podi ser visto aparentemente o punhal perdeu energia e desapareceu 

"Você é realmente um de nós independente de quem finja te amar você sempre sera um Fennir"- Nirnir perdeu a vida após isso, seu rosto ficou palido e seus olhos ficaram sem vida 

Zaatar ficou em silencio por poucos segundos 

"Eu venci hahahahaha ai ai toma seu desgraçado"- Zaatar deu um passo para trás e cutou a cabeça de Nirnir, ele se sentia um pouco tonto, porem não perdeu a razão

"Preciso sair rapido o sangue vai atrair criaturas de alta energia"- Zaatar disse não se sentindo confortavel, mas ele tinha que fugir agora, ele queria levar o corpo mas não tinha força para isso

Zaatar rapidamente investigou o corpo de Nirnir, havia uma faca na bolsa e um anel escuro de aparencia antiga, havia uma bolsa com moedas e anotações, e duas manoplas de prata 

Zaatar pegou tudo, ele pegou uma adaga negra de Nirnir e começou a sair

"WOOOOOOOO!"- Uma fera começou a uivar na floresta, Zaatar ouviu depois de caminhar alguns passos e começou a correr de volta para sua base, o som veio das suas costas, Zaatar acabou de sair, ele poderia morrer se ficar mais um pouco 

Zaatar usou os passos nebulosos e se ocultou na floresta, a fera continuava uivando na floresta, e muitos passaros voavam das árvores, zaatar não parou por nenhum segundo, Zaatar olhou para trás depois de um tempo e seus olhos se arregalaram 

Um urso

Um enorme urso com cinco metros de altura, ele tinha duas patas traseiras grossas e fortes e quatro braços dianteiros poderosos

"Santo"- Zaatar sentiu ue a força desse urso era insondavel

***********

Em uma sala escura, composta por varios cristais vermelhos brilhantes um cristal pequenino de repente se rachou e fragmentou

O cristal se espalhou como pó indo para todas as direções e uma senhora com os cabelos negros se levantou e olhou para o nome no suporte de metal

"Hmm... Nirnir morreu, Nornura, va ver o que aconteceu, use orb de regreção aqui esta seu local de morte"- A velha pegou uma bussola ao lado do suporte do cristal de linhagem e jogou para um homem forte com o rosto sério e cabelos escuros 

Ele concordou com a cabeça e depois se retirou nas sombras

"Tch.... Como ele morreu no sul?"- A velha grunhiu e depois voltou para sua cama meditar
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...