História ORVERT. (Jikook) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 54
Palavras 943
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Você não me assusta.


5:00 Am

Eu estava dormindo lindamente quando ouço sons no lado de fora, era alguém falando em um megafone.

- Atenção, todos tem meia hora para se arrumar e vir para o pátio principal! Quem se atrasar será punido! - Após ouvir isso, bufei e sai da cama, indo diretamente ao banheiro.

Pelo menos não tenho um colega de quarto para me incomodar.

Após tomar banho e fazer as higienes necessárias, voltei para o quarto vendo a peça de roupa que estava no guarda-roupa, o tutor havia mandado vesti-la hoje.

Era apenas uma calça esverdeada e uma regata branca. Coloquei a roupa acompanhado dos meus coturnos.

Sai da casa e fui para o pátio principal, que já estava lotado.

- Muito bem, todos aqui? 

- Myun Bi ainda não chegou. - Uma moça bonita falou, no mesmo instante um rapaz chega correndo. 

- Estou aqui!

- Tsc, Myun Bi. Faz quase duas semanas que está aqui e ainda não aprendeu o básico? - O tutor Jeon fala encarando o rapaz. - Pois bem, coloque suas mãos no chão e estique a bunda para cima, fique assim por cinco minutos sem escostar os joelhos no chão.

O rapaz fez isso enquanto resmungava. Aish, eu não quero ter que passar por essa humilhação.

- Pessoal, para quem ainda não me conhece, sou Jeon Jungkook, eu os ajudei em suas inscrições. - Te conheci ontem e já não gosto de você. - Bom, as equipes que já estão formadas já estão em filas, por tanto, vamos distribuir os novatos.

Haviam equipes de cores diferentes: vermelho, azul, amarelo e verde.

- Equipe vermelha: Park Jinyeong, Lee Taemin, Mark Tuan e Park soomin. Por favor, entrem na fila. - Os nomes citados se juntaram a equipe vermelha. - Eu sou o responsável por essa equipe.

Grande merda. 

Pelo menos não fiquei na equipe dele.

- Equipe azul: Kim Seokjin, Jackson Wang, Park Jimin, Jung Hoseok e Kwon Hyuk. O responsável por vocês é um dos nossos melhores tutores, Kim Namjoom. Podem se juntar a fila.

Ele mencionou as outras equipes, porém não prestei atenção.

- Agora que as equipes estão formadas, vocês terão um tempo para tomar o café da manhã. Em seguida, retornem aqui.

Fui tranquilamente para o refeitório sem qualquer pressa, me servi e procurei algum lugar vazio. Avistei um bem no fundão, fui até lá e me sentei.

Cara, eu não conheço ninguém nessa merda.

E por que todo mundo está me encarando??

- *sussurro* ei! Aquele cara não está no lugar do Elijah?

- *sussurro* Se ele o ver ali, ele vai levar um pau!

Mas que porra eles estão falando?

Apenas ignorei e continuei comendo.

- Ei, boneca! - Ouço uma voz, porém ignoro. Não deve ser comigo. - Ai seu ruivo desgraçado, eu falei contigo!

Paro de comer e olho em direção a voz, tinha um cara parado atrás de onde eu estava sentado. Ele era alto e possuia algumas tatuagens.

- O que foi?

- Esse é o nosso lugar, cai fora. - Ele fala e alguns caras se aproximam. - Ou se não nós vamos te dar uma surra daquelas!

- Ah, vai te lascar! - Viro de costas e volto a comer.

- Como é que é!? - Sinto meu cabelo ser puxado com força, e em seguida meu corpo ser jogado no chão. - Tá se achando demais, novato! - Ele aperta os dedos da mão, fazendo eles estralarem. - Alguém precisa te ensinar uma lição.

Ele veio para me dar um soco, porém consegui desviar. Mas em seguida cai no chão, aquele desgraçado havia me dado uma rasteira.

Em um movimento rápido eu me levantei do chão, peguei impulso no banco que eu estava sentado e pulei, dando um chute em sua nuca.

- Era pra doer? - Ele ironiza.

- Ah é? - dei um chute no meio de suas pernas, podendo ouvir ele gemer de dor.- Aí, seu lixo! Por sua culpa eu perdi a fome. Amanhã você quem paga meu lanche. Entendeu?

- Isso não vai ficar assim, seu filho da puta.- Disse e eles foram embora. 

- Tsc, aqueles amigos deles não servem para nada. Só ficaram se borrando de medo. - Resmunguei e voltei a comer.

Senti uma mão em meu ombro, já estava pronto para encher a pessoa de porrada, porém parei ao ver quem era.

- Para o meu escritório, agora! - Ele saiu andando. Bufei e o segui.

______________________________________________________

- Park Jimin, primeiro dia e já causou confusão!! - Ele berra.

- Aí, Jeon. Eu estava comendo pacificamente quando chegou aquele arrombado se achando.Eu só me defendi. - Dou de ombros.

- Você chutou as partes íntimas dele!

- E ele bagunçou meu cabelo, fiquei meia hora tentando ajeitar. - Jogo meu cabelo para trás.

- Inacreditável. - Resmunga. - Seu primeiro negativo no caderno, se passar de três, punição severa! Espero que não cause mais problemas.

- Não causar mais problemas? - Dei uma risada irônica. - Aí, Senhor Jeon. Sabe porquê estou aqui?

- Não. - Arrumou sua postura na cadeira. - Por qual motivo, Park?

- Temperamento explosivo. Já quebrei braços e pernas de várias pessoas na minha escola, aquele retardado no refeitório deu sorte. - Me surpreendi ao vê-lo rir.

- Era para eu ficar com medo?

- É pra você ficar esperto, reze para que eu vá embora deste acampamento com todos seus alunos intactos.

- certo, agora deixe-me dizer o motivo de eu ser o seu tutor, Park.

- Diga. - Jeon se inclinou um pouco sobre a mesa.

- Para te pôr na linha. Se está aqui, é por uma razão. Você não me assusta, criança. - Ele sorrio debochado.

- É oque veremos.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...