1. Spirit Fanfics >
  2. OS - O garoto dos meus sonhos - Jikook >
  3. Capítulo único

História OS - O garoto dos meus sonhos - Jikook - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olaa, sejam bem vindos a mais uma OS minha e agora é com o meu shipp fav que é o Jikook.
Bom, eu escrevi essa OS já tem um tempinho e depois de fazer algumas pequenas alterações resolvi postar aqui.
Eu espero que quem ler goste. Escrevi com muito carinho.

100% autoral.

Boa leitura. ❤

Capítulo 1 - Capítulo único


Fanfic / Fanfiction OS - O garoto dos meus sonhos - Jikook - Capítulo 1 - Capítulo único


-Ho... Hoseok oppa? -encarava incrédulo a cena a minha frente

-Jungkook? -o mesmo parecia surpreso por me ver, também ser pego no flagra não é o desejo de ninguém.

Não acredito que Hoseok me traiu com uma das líderes de torcida da escola. Logo uma menina! Nunca me senti tão humilhado. Era por isso que ele não nos assumia, sempre dava uma desculpinha para se livrar de mim nos corredores alegando estar muito ocupado demais com o time, mas era sempre o melhor namorado quando estávamos sozinhos, sem ninguém por perto.

-Jungkook, não é nada disso que esta pensando!

-Como não? -ri desacreditado com tamanha cara de pau -Olha... me esquece pra sempre Hoseok! Finge que nunca me conheceu e que nunca tivemos nada!

Girei meus calcanhares e sai as pressas, escutando ele gritar meu nome. Por mais que eu o ame, não posso suportar uma traição. Chega de sempre ser o amoroso e preocupadinho da relação. Eu estava amando por nós dois e aquilo era sufocante demais para aguentar.

Hoseok tem vergonha de mim.

Não pude mais segurar as lágrimas e entrei em casa, a qual estava vazia, chorando, indo direto para o meu quarto. Joguei minha mochila em um canto qualquer e me joguei na cama,  me permitindo chorar. Acontece que por mais que a pessoa que você ame tenha te decepcionado, não é fácil tomar uma decisão. Por mais que no começo estejamos bastante bravos,  no final, quando caimos na realidade, é quando o nosso coração mais parece doer e é impossível evitar o choro. Chorei tanto que nem percebi quando fechei os meus olhos e adormeci.

Rapidamente vejo silhuetas que já eram bem conhecidas por mim, se formar neles. Era ele!  O garoto que eu sempre sonhava todas as noite. Ele estava ali, estendendo suas mãos em minha direção como sempre fazia, parecia me chamar, mas o engraçado é que eu nunca ia, sempre acordava antes de algo acontecer. Até nos sonhos era fiel a Hoseok e ele fez aquilo comigo.

O garoto parecia um anjo! Sua beleza era tão inexplicável ao ponto de me deixar completamente hipnotizado, todas as vezes que sonhava com ele.
Mas quem era ele? Quem era esse garoto loiro trajado de branco, a qual eu sonhava todas as noites?

Sem pensar dessa vez estendi minhas mãos em sua direção, a qual ele segurou. Era hora de viver meu sonho completo com aquele garoto.

E sem que eu controle, meus olhos se encheram de lágrimas, pois, senti uma paz que nunca havia sentido antes. Era como se ele fosse a minha própria paz, e estava ali para me tirar toda dor.

Rapidamente uma imagem meio embaçada de Hoseok apareceu na minha frente,  eu ainda permanecia de mãos dadas com o garoto, e as lembranças veio a tona me fazendo triste novamente, e sem que eu pudesse evitar as lágrimas vieram e agora eram de total magoa e tristeza. O garoto entrou na minha frente e segurou minha outra mão, fazendo olha-lo. Soltou uma e direcionou ao meu rosto molhado, limpando o e logo alisando o meu cabelo. 

-Não chore! -pude ouvir sua voz, a qual saiu como a canção mais linda que já ouvi.

-Quem é você? Por que aparece em meus sonhos todos os dias?

-Me chamo Jimin, e sobre isso, você que me chama, todos os dias!  Eu só te atendo. 

-E... Eu? 

-Sim! Você não consegue parar de pensar em mim! Estou aqui para você, Jungkook-ah. Me diga o que quer que eu faça para você se sentir bem.

-Eu acho que não posso falar!  -abaixei a cabeça

-Ei! -ele pegou no meu maxilar e o levantou, fazendo me encara-lo novamente -Só me diga, que eu faço!

O cenário mudou, e agora estávamos em... Meu quarto? Se era o meu ou não, eu não sei. Só o que me importa era o menino dos meus sonhos a minha frente, falando que vai fazer tudo que eu pedir só para me ver bem. Eu estou tão sensível, tão destruído por dentro. Passei a maior parte do meu tempo me dedicando em um amor que só me causava, na maioria das vezes, tristeza.

Eu queria ser amado por alguém que eu gosto.

E eu gosto de Jimin... muito mesmo! Eu realmente pensava nele antes de dormir e quando eu acordava. Eu sempre estava a chamar por ele sem saber de fato. Eu me apaixonei pelo garoto dos meus sonhos. como isso pode ser possível? Ja faziam quase três semanas que isso acontece e eu ainda me sentia mal quando namorava Hoseok por estar sonhando com outro garoto, mas, agora me sinto bem, pela primeira vez do dia, por ter Jimin como o meu sonho mais lindo.

Que eu não entendia o porquê de Jimin está nos meus sonhos todos os dias era fato, mas já que estou em meio a toda essa loucura maravilhosamente boa, não quero perde-lo ao fechar meus olhos toda noite para dormir. Não quero que a sensação avassaladora que ele causa em mim desapareça. Não quero perder o garoto dos meus sonhos. Não quero te perder Jimin porque você já se tornou a minha companhia preferida todas as noites.

-Me ame Jimin, como eu nunca fui. -quase implorei e ele me olhou carinhosamente com um lindo sorriso nos rosto, balançou a cabeça e começou a se aproximar de mim. Senti suas mãos acariciarem o meu rosto e logo elas abraçaram o meu pescoço, e cada vez mais eu só sentia Jimin se aproximar de mim ate que seu rosto foi a única coisa que presenciei antes de fechar meus olhos e senti seus lábios macios. E isso me fez tão vulnerável a ele que passei minhas mãos por suas costelas, o abraçando e o trazendo mais para perto de mim.

E assim como um sonho, Jimin estava me amando do jeito que pedi, implorei, para ele fazer.
Parecia tudo tão real! Eu o sentia. Tão entregue, tão quente ao ponto de não sobrar mais nenhuma brecha de frio para o meu corpo. Era tudo tão quente e bom. Eu não sentia mentiras, apenas amor e entrega. 


Estava sendo amado como nunca fui antes.

Acordei no meio da noite e olhei ao meu redor, ainda sonolento. Estava tudo escuro e eu me levantei,  acendendo a luz.
Sai meio cambaleando porta a fora de meu quarto ate o banheiro e depois de alguns minutos se olhando no espelho, decidi tomar um banho, e foi inevitável não lembrar de tudo que acabou de acontecer durante as minhas poucas horas de sono.

-Como eu queria que você fosse real Jimin!

Fechei meus olhos e deixei a água morna cair livremente pelo meu corpo, que ainda permanecia aquecido. 

                         💭💭💭

No dia seguinte,  acordei com o meu despertador. Seria mais um dia de escola. Seria apenas mais um dia em que eu iria reclamar sem motivos,  mas agora eu tenho... E de sobra!

Tomei meu café e dei um beijo em minha mãe ja que meu pai sai primeiro do que todos para o seu trabalho.

Fui para a escola. 

Cheguei na mesma e logo na entrada avistei Hoseok. Ele me olhou triste e antes que ele falasse e implorasse pelo meu perdão, fiz um sinal para ele parar ali mesmo e passei por ele. Entrei na sala e tudo parecia tedioso. Estou desejando ir para casa, de preferência para minha cama, fechar os meus olhos e imaginar Jimin comigo, me amando novamente como eu nunca fui. Ele sim me fazia bem e gostava de mim.

Dobrei meus braços sobre a mesa e encaixei minha cabeça entre eles, desejando que tudo passasse rápido. Senti alguém se aproximar e parece ter sentado na mesa ao lado da minha, a qual estava vazia já tinha uns dias, o que não fiz questão de levantar minha cabeça, mas a pessoa fez o favor de derrubar uma caneta perto dos meus pés e eu tive que pegar.

-Essa caneta é sua? -estendi minhas mãos e a pessoa tocou na minha.

-É sim, obrigado.

foi ai que observei sua aparência, e fiquei parado, raciocinando se eu estava apenas delirando ou ainda não tinha acordado dos meus sonhos... não pode ser...

-Aliás, me chamo Jimin, sou o novo aluno. Qual o seu nome? -ele disse simpático e sorrindo pra mim. Havia um brilho nos seus olhos, o mesmo brilho dele...

-Jimin? -sussurrei sem acreditar.

Ele parecia tanto com o Jimin dos meus sonhos... pera... até o seu nome é igual. Não pode ser!... ou pode.
Eu ainda estou sonhando? Isso é realmente possível? É realmente possível você passar um certo tempo sonhando com uma pessoa e depois ela aparecer na sua frente do jeitinho que era no seu sonho?

-Sim! -ele abriu um sorriso -E o seu?  -me olhava fixamente

-e... e... eu... Sou o Jungkook! -ele me olhou com um olhar que eu já conhecia muito bem... um olhar de carinho.

-Prazer Jungkook! Espero nos darmos muito bem!

Continuamos mantendo contato visual, e como agora eu realmente me dei conta que estávamos na realidade e que aquilo era mesmo real, Jimin era real, a professora entrou na sala, quebrando todo o clima a qual criamos. Jimin virou para frente e eu tratei de me virar também, perturbado, não que seja uma perturbação, muito bem longe disso, só que era algo absurdamente anormal pra mim e ao mesmo tempo muito bom... bom demais para ser verdade.

O olhei, eu não conseguia não olha-lo, era impossivel, ele é tão lindo, e ele percebeu, pois, retribuiu o meu contato visual e sorriu, me fazendo sorrir também.

O menino dos meus sonhos estava ali, em carne e osso pra mim. E eu acho que o desejei tanto que ele fosse real que ele veio até mim, e agora em vida, porque não vejo outra explicação. Ele estava do meu lado e eu não quero deixá-lo escapar. Eu quero ele.

Ele é a resposta para todos os meus relacionamentos que não deram certo.

É como se o nosso destino estivesse sempre traçado e fizesse eu sonhar com ele bem antes de conhecê-lo.

-Eu espero que a gente se dê muito bem também Jimin.

Sussurrei e ele abaixou um pouco sua cabeça timidamente e sorriu mais ainda.

Ele é
meu garoto dos sonhos. 💙

FIM


Notas Finais


Se você leu até aqui o meu muito obrigada.

Espero que tenham gostado.
Um beijo e até a próxima. 💭💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...