História Os 13 porquês - Imagine BTS e BlackPink - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Os 13 Porquês (13 Reasons Why)
Personagens Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Tags 13 Reasons Why, Blackpink, Bts, Drama, Romance
Visualizações 35
Palavras 1.418
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii coalinhas! Pois é, eu não postei semana passada, mas antes que vocês me xinguem quero avisar que vai ter mais um cap e talvez seja amanhã (Espero que sim) Se não for amanhã pode ser que saia no meio da semana porque eu quero compensar vocês. Então me perdoem por favor!!
Boa leitura!

Capítulo 5 - Kim Taehyung pt1


Fanfic / Fanfiction Os 13 porquês - Imagine BTS e BlackPink - Capítulo 5 - Kim Taehyung pt1

Eu, Tae e Jennie não conversamos mais depois que os dois começaram uma relação, mas agora parece que eles não estão bem.Eu estava na secretaria para assinar uns papeis que eu tinha que assinar e Jennie estava lá sentada em um dos bancos.
S/n – Oi Jen.
Jennie – Oi.
S/n – Sra. Antilly?
Jennie – É.
S/n – Está tudo bem? Tipo, no mundo... ou com você?
Jennie – Está.
S/n – Pode passar no nosso escritório depois, se quiser fazer um relatório.
Jennie – Nosso escritório?
S/n – Monet’s.
Jennie – Ah, é. Esqueci disso. A coisa do escritório.
S/n – Já faz um tempo.
Jennie – Tem muita coisa acontecendo.
Taehyung entra.
S/n – Macho!
Tae – Fêmeas.
S/n – Ei, que tal uma reunião no Monet’s hoje? Ainda há algumas bebidas pra você provar na sua jornada do cardápio. Você estava tão comprometido.
Jennie – Compromisso é uma dificuldade para o Taehyung.
Tae – Pelo menos eu consigo experimentar coisas novas.
O clima agora está pesado. O que será que aconteceu? A porta da sala da senhora Antilly se abre revelando a mesma.

Quebra de tempo

Estava saindo da escola quando ouço alguém me chamando.
Kook – S/n! Ei s/n!
S/n – Bom dia capacete! Pergunta urgente: notou algo de estranho no Taehyung ultimamente?
Kook – Hum... O cabelo dele é estranho, mas isso não é novidade.
S/n – O cabelo dele é irado.
Kook – Eu não disse que não era legal, é só que é, tipo, diferente.
S/n – E ele arrasa com as roupas dele. Talvez pudesse aprender alguma coisa.
Kook – Eu poderia. Que bom que mudamos o assunto pra falar das minhas falhas. Imaginei quanto tempo levaria.
S/n – Vai trabalhar hoje?
Kook – Vou. Você e eu estamos no turno das seis. Eu acho. Segundo o cronograma. Falando de hoje a noite, não sei se você sabe, mas vai ter um eclipse lunar penumbral ás 23h49.
S/n – Um o que?
Kook – A sombra da terra é penumbra. A Lua vai passar por ela esta noite. A última sessão é às 21h. Se limparmos tudo rápido,e podemos, já que nenhum jovem vai ver  aquele filme inglês porque é chato, poderíamos sair a tempo para eu mostrá-lo a você. Se você quiser. – Paramos de andar. Fico na frente dele.
S/n – Quer me mostrar a lua?
Kook – Haverá uma sombra. Não um eclipse total. Você não veria exatamente a... Mas, sim. – Ele dá um sorrisinho de lado.
S/n - *Risos* Você deveria se patentear. E, sim, eu vou ver a lua com você. Talvez eu até uive.
Kook – Legal. Então nos vemos de noite.
Sigo meu caminho.

Mais tarde, no cinema:

S/n – Ele ainda está lá.
Kook – Ele está bem? Os créditos terminaram há cinco minutos. – Escuto a porta ser aberta.
S/n – Aí vem ele. – Falo baixo para Jungkook.
Tae – Boa noite, eu acho.
S/n – A Jennie não veio?
Tae – Não.
Kook – Você está bem, cara?
Tae – Estou. Até mais. – Ela vai em direção a saída. Eu e Jungkook nos olhamos. Jungkook olha as horas no seu celular.
Kook – Você conta os ingressos, eu faço a limpeza. Faltam dez minutos! – Ele diz comemorando e apressando seu trabalho. Eu sorrio vendo sua empolgação.

Depois de terminamos tudo, fomos sentar no teto do cinema para ter uma melhor visão.
Kook – Te peguei. – Ele diz me ajudando.
S/n – Está bem.
Kook – Certo, agora você coloca sua perna esquerda aqui. – Passo minhas pernas devagar para sentar na beirada – Sim, isso mesmo. Pronto.
S/n – Obrigado. – Ficamos olhando pra cima – O que exatamente eu deveria estar vendo?
Kook – Só uma sombra sobre a Lua. – Ele diz apontando para a Lua – Veja, está crescendo lentamente.
S/n – Uma sombra... crescendo lentamente...
Kook – Sim, pouco a pouco. Olhe atentamente.
S/n – Espere, estou vendo. – Sorrimos – Estou vendo. É meio assustador. – Ele olha para mim. Volto a olhar a sombra e ele faz o mesmo. Me aproximo mais dele e me encolho por estar com frio. Ele fica me olhando.

Assim ficamos. Observando a Lua enquanto trocávamos alguns olhares e sorrisos.

No dia seguinte:

Avisto Jungkook passando no corredor da escola. Passo do lado dele.
S/n – Bom dia, Garoto Astronomia.
Kook – Acho que é melhor que Capacete!
S/n – Acho que os dois são bons. – Ele assente. Seguimos nosso caminho.

Sinto algo estranho acontecer enquanto ando. Percebo que alguns meninos estão me seguindo... e tirando fotos...
Vou até o banheiro e quando vou lavar as mãos, duas meninas ficam me observando por trás e rindo. Achei estranho, mas deixei pra lá e fui pra sala.
Prof – Bom dia pessoal! Acredito que todos tenham feito a leitura ontem à noite, então hoje vamos passar para... teoria do aprendizado social. Então, a teoria diz que as pessoas aprendem ao observar o comportamento daqueles ao seu redor. Alguém pode me dar um exemplo disso? Qualquer um. Jungkook.
Kook – Hum... Sim. Um exemplo seria uma gíria. Se alguém começa a dizer uma palavra, todos acabam dizendo.
Prof – Muito bem! Então, a opinião ou preconceito de uma pessoa pode influenciar o resto do grupo.
Olho para Rosé e ela me entrega um papel. A professora continua com a explicação. Abro um papel e vejo que era uma lista. E lá dizia que eu tinha a... melhor bunda da escola... e que a Jennie tinha a pior. Que lista idiota! A Jennie é muito mais bonita que eu! Me levanto e vou até a lixeira para me livrar desse papel. Sinto olhares sobre mim.
Prof – S/n, preciso que se sente.
Volto para o meu lugar. Olho para Jungkook e ele é o único da sala que está sério. Essa lista deve ser uma brincadeira de mau gosto... Certo? A professora continua sua explicação. Vejo um menino pegando aquele papel no lixo. Não devo levar isso a sério, eu acho...

...

Não entendo. Agora os meninos estão me seguindo toda hora. Olho para trás e vejo Jungkook conversando com um menino perto do seu armário. Seu sorriso logo desaparece quando ele percebe que estou o olhando. Ele me olha preocupado. Sigo pelo corredor.

Jungkook on:

Estou com Jack na biblioteca porque temos que fazer um trabalho.
Kook – Está bem. Só precisamos trabalhar na estrutura – digo olhando a atividade – e você usou a palavra “único” umas sete vezes. Se uma coisa é única, as outras seis coisas provavelmente são... outra coisa.
Jack – Qual é o problema? Se uma coisa é única, significa que é diferente. Estou dizendo que este tipo de literatura é diferente dos outros tipos. E é... – Observo Angie que está toda vaidosa passando batom, naquela lista dizia que ela tinha os melhores lábios.
Jack – Não é isso Jeon? Jungkook!
Kook – Você viu a lista? Ela tem... – Olho para Angie que está tirando selfs.
Jack – Lábios únicos. Sim. Peça o número dela.
Kook – Eu não quero. Eu só estou...
Jack – Pensando em beijá-la.
Kook – Não.
Jack – Parabéns Angie! Está bonita.
Angie – Obrigado Jack!
Lisa – Shh! Biblioteca! Está bonito Jungkook.
Kook – Oi Lisa. Desculpe. – Fico a olhando de vez em quando.
Jack – Cara! Não me diga que curte a Crepúsculo.
Kook – Não. A gente só costumava ser amigo.
Jack – Ela é bonita! Não sei porque ela se veste assim. Mas pelo menos ela é única.

Intervalo:

Avisto S/n e vou até a mesa onde ela está.
Kook – Posso sentar?
S/n – Sem tarefa de Geometria?
Kook – Não. Fiz ontem a noite. Minha mãe está preparando um julgamento. Fazemos o dever juntos. É muito chato, mas admito que é legal ter a tarefa pronta antes da aula.
S/n – O ensino médio é besteira.
Kook – Sim. Não discordo. Mas algum motivo em especial?
S/n – Queria que existisse um botão para avançar sua vida pelas partes de merda e passar direto para as partes boas.  
Kook – E onde estão as partes boas?
S/n – Faculdade. Em Nova York. – Ela diz com um sorriso.
Kook – Por que Nova York?
S/n – Assim que eu chegar lá poderei ser outra pessoa. Quem eu quiser.
Kook – Mas quem é agora está bom.
S/n – Bom. Que elogio. Obrigada.
Kook – Quero dizer, está ótimo. Você é...Está na lista das gostosas.
S/n – Sério Jungkook?
Kook – O quê? Disseram que tem a melhor... E foi entre várias boas candidatas. Não que eu tenha pesquisado, só estou dizendo.
S/n – E se as garotas fizessem uma lista e você tivesse o pior bíceps?
Kook – Garotas nunca fariam algo assim.
S/n – Exato.
Kook – E meus bíceps são melhores que o do Taehyung, pelo menos. Acho que ele não levanta mais que uma caixa de leite há anos.
S/n – Mais uma vez, você não entende o que quero dizer.
Ficamos calados. Acho que minhas tentativas de não ser um babaca estão falhando.





Continua... 


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Esse cap ficou grande e não sei quantas palavras vai ter no outro...
Annyeong!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...