1. Spirit Fanfics >
  2. ((Os 13 Signos)) >
  3. Capítulo 2

História ((Os 13 Signos)) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


O carinha da foto é o Alex.
Espero que gostem e desculpa pelos erros de português :)

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction ((Os 13 Signos)) - Capítulo 2 - Capítulo 2

P.O.V Sebastian

Eu estava dentro daquela sala a mais de uma semana, não sabia o por que, e nem como fui parar lá, a única coisa que me lembro é de me deitar na minha cama e acordar aqui. Uma porta se abre na minha frente e aquele homem vem até mim novamente

- Trouxemos uma companhia pra você, espero que se comportem! - ele disse enquanto dois seguranças carregavam um garoto ruivo nos braços, ele estava se debatendo e gritando, parecia que ia explodir de tanta raiva, mas os seguranças agiam normalmente como se o garoto nem estivesse ali. - Podem jogá-lo! - Assim que ele disse aquilo os seguranças jogaram o ruivo no chão da sala, ele caiu ao meu lado e quando ia se levantar e correr pra dar um soco nos seguranças, o homem de terno fecha a porta na cara dele.

- Vocês vão ver só! Quando eu sair daqui eu vou quebrar cada um na porrada! - O garoto gritava enquanto esmurrava a porta de ferro.

- Érr.... Não adianta cara, essa porta é de ferro - falei com um pouco de medo dele me dar uma voadora.

- Ahn? Ah, quem seria você? - disse ele percebendo minha presença.

- Meu nome é Sebastian, tenho 18 anos, e você? - Falei com um sorriso no rosto.

- Me chamo Alex, tenho 17 anos. - ele sorriu de volta, mas sem mostrar os dentes.

- Então, por que você está aqui?

- Eu meio que causei uma explosão utilizando as minhas mãos. - ele disse com um sorriso desajeitado no rosto.

- Err.... Tah, neh? - falei com um pouco de medo.

- Mas eu juro que não foi por querer, eu nem sei como fiz isso. Mas e você? O que te trouxe aqui?

- Eu não sei, eu dormi em casa e acordei aqui, agora não me deixam mais sair. Nem ao menos sei aonde estamos!

- Estamos em uma agência Mundial chamada ACS, pelo visto, vamos ser estudados, acho que somos ETs - ele disse com uma expressão pensativa.

- O que? - Não consegui segurar o riso, aquilo era sério?

- Estou falando sério idota!! - parei de rir assim que vi que aquilo não era uma piada.

- Então..... Somos ETs? - perguntei confuso

- Não exatamente, acho que temos poderes...

*Ele ta de zoação com minha cara? Sério isso!?* pensei

- Tá, e qual seria o seu "super poder"? - falei ainda não acreditando muito.

- Não ouviu nada do que eu disse?! Eu causei uma explosão apenas com a minha mão! - ele parecia bastante irritado, que garoto esquentadinho.

- Tá... Se isso é real, qual é o meu poder? Que eu saiba eu nunca explodi nada. - falei num tom sarcástico.

- Se nem você sabe, porque eu saberia? - Falou como se aquilo fosse a coisa mais óbvia do mundo.

- Mas se isso é verdade, então os caras lá fora sabem que eu tenho um poder, mas.... Como eles sabem, se nem eu sei? - falei a última parte usando o tom de voz da última frase do ruivo, que pareceu não gostar.

- Isso eu já não sei, mas bem que você poderia ter um poder que nos tirasse daqui! - ele falou.

- Não seria nada ruim! - falei com um meio sorriso no rosto.

- ATENÇÃO, HORA DE DORMIR, NÃO QUERO OUVIR NENHUM BARULHO A PARTIR DE AGORA!! - Gritou uma voz vinda de um alto-falante que ficava no canto do teto da sala.

- Bom, boa noite Alex! - Falei pro mais novo que estava indo se deitar.

- Boa noite... - ele parecia triste, mas resolvi não perguntar.

*Quebra de tempo*

Alex narrando

Não consegui pegar no sono nem se quer por um segundo, minha cabeça estava a mil, estava tão imerso em meus pensamentos que nem me dei conta de que as luzes tinham sido acesas.

- Só mais cinco minutos mãe... - ouvi o Sebastian falando em quanto dormia.

*A quanto tempo ele deve estar aqui?*

Derrepente fui tirado dos meus pensamentos por um ser caindo do teto ao meu lado.

- MAS QUE P*** É ESSA!? - Me deparo com Sebastian no chão, ao lado da minha cama.

- Aii, minha cabeça! - ele se levanta com a mão na nuca.

- Como você foi parar lá em cima!!?

- Eu não sei, eu tava' dormindo! - ele estava com uma expressão de dor e com um olhar confuso.

- Acho que já sei qual pode ser o sei poder! - falei com um leve sorriso no rosto.

- Acho que eu também já tenho uma idéia. - falou ele ainda esfregando a mão na nuca. 


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...