História Akai Ito - Unidos pelo amor: Imagine BTS - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, EXO, Got7, TWICE
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanyeol, Dahyun, G-Dragon, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Jungyeon, Lisa, Lu Han, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Taeyang, Tzuyu, V, Xiumin
Tags Bangtanboys, Beyondthescenes, Fanfic, Jeonjungkook, Jimin, Jungkook, Parkjimin
Visualizações 188
Palavras 1.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Obrigado pelos 32 favoritos, rumo aos 40 fav ❤

Capítulo 13 - Implicância ..


Fanfic / Fanfiction Akai Ito - Unidos pelo amor: Imagine BTS - Capítulo 13 - Implicância ..

P.o.v Jimin

Depois de separar algumas roupas, coloquei todas na mochila, me troquei, colocando uma blusa branca e uma calça jeans e um all star de cano médio preto também. Coloquei meu óculos e como eu estou namorando agora, coloquei um colar com um anel, falando em anel, tenho que comprar um pra ela. Desci e fui até a porta, vendo meu pai dormir na poltrona, ele deve ter discutido com minha mãe e ela o colocou pra dormir na sala. Fui até a TV e a desliguei. Olhei pro relógio, já tá ficando tarde. Sai de casa e optei ir andando pra não gastar gasolina, não vou tô conseguindo emprego, quem sabe o pai da Haihai pode me ajudar.

(...)

Depois de uns 15 minutos, cheguei na casa dela e bati da porta, quem abriu foi o pai dela. Ele me olhou de cima a baixo e bufou.

O: Quem é papai ? É o Chim ?

Sr.K: O que acha ? Entra ai garoto.

Coçei meu nariz e abaixei a cabeça pra passar por ele. Fui direto pra cozinha, ouvi a voz da Hai vir de lá, quando cheguei lá, vi ela encima de um banquinho, pegando alguns tempeiros no armário.

O: Que droga ..-ouvi ela resmungar e ficar em um pé só no banquinho, de esticando mais pra pegar as coisas.

- Você vai cair.

Falei e ela se assustou e bateu a cabeça no teto do armário, que era pequeno.

O: Ai, Jimin, quer me matar do coração ?-eu ri

- Sai daí, o que quer pegar ?

O: A pimenta em pó ..-ela desceu do banquinho e passou uma mão na cabeça, estiquei meu braço a achei alguma coisa que parecia ser um saleiro. Peguei e estendi pra ela.

O: Obrigado.-ela pega da minha mão e vai até o fogão, colocando no chili, eu senti o cheirinho bom de chili.

- Olha, ela sabe cozinhar.-falei, a olhando.

O: Sei mesmo, espero que goste do meu chili.

Sr.K: O que estão fazendo ?-o pai dela apareceu e me encarou.- Vai pir a mochila no quarto dela logo, Jimin.-ele disse sério, eu suspirei e assenti, passando por ele com um certo medo, ele vai me matar ainda. Fui até o quarto dela e suspirei aliviado, deixei minha mochila do lado da cama dela e desci, indo pra sala. Sentei no sofá com as costas curvadas pra frente, pegueu meu telefone no bolso, comecei a mexer. O pai dela chegou e sentou na minha frente, no outro sofá, olhei pra ele e engoli seco, voltando a atenção pro telefone. Ele ficou me encarando, com a sombrancelha arqueada.

- Algum problema senhor Nikari ?-bloqueei o telefone e olhei pra ele.

Sr.K: Você transou com a minha filha ?

- An .. Não ..-ele revirou os olhos

Sr.K: Não mente, isso é importante pra mim.

- Não acha melhor esperar ela contar ?

Nessa hora, Ohai chamou nós dois pra irmos comer, nós fomos.

(...)

Estávamos comendo o chili com carne e queijo, admito que Ohai cozinha be, e não é só por que ela é minha namorada.

P.o.v Ohai

Sorri enquanto comia na mesa com os dois, eu nunca imaginei que isso aconteceria.

- Tá bom ?-sorrio e sigo comendo.

Jm: Tá sim

P: Fala logo Ohai, você e o Jimin transaram ?-nedda hora eu e o Chim nos entreolhamos, ele arregalou os olhos e voltou a comer rápido. Eu corei e olhei meu pai.

- P-pai ! Isso é pergumta que se faça ?

P: Eu quero saber .. Eu tenho esse direito.-ele fez bico e deu a última colherada no chili, terminando o dele, Chim acabou logo em seguida e levantou da mesa, saindo da cozinha.

- Pai .. Eu sei que você sempre foi minha mãe e meu pai ao mesmo tempo, mas .. Você é homem, não quero falar sobre isso.

P: Eu não quero que ele se aproveite de você.

- Pai, o Jimin e eu nos amamos.

P: Sua mãe também dizia que me amava ..

- VOCÊ TÁ COMPARANDO O JIMIN COM A MINHA MÃE ?! PAI ! EU NÃO TENHO CULPA SE ELA TE TRAIU E NOS DEIXOU, O JIMIN NÃO É ASSIM.

P: Eu sei .. Eu sei de tudo isso, mas não precisa gritar comigo.-meu pai disse ainda calmo, eu levantei e sai da mesa, indo pro meu quarto. Cheguei lá e Jimin estava sentado na janela, encostado no batente.

Jm: Não devia ter gritado com seu pai .. Ele só quer cuidar de você.

- Mas .. Ele quer te comparar a minha mãe .. Ela é uma .. Vadi ..

Jm: Não diga isso.-ele veio até mim e me abraçou, dando um beijo no topo da minha cabeça.- Vamos escovar os dentes e dormir, tá ?!-eu assenti e assim fizemos.

(...)

Jimim tirou os óculos, touca, tênis e meias, também tirou aquela calça e colocou uma bermuda de pano fino. Deitou na cama e ficou olhando eu me trocar.

- Para de me olhar assim.-falei colocando o short do pijama, depois a blusa.

Jm: Só mais um pouco ..-fui até ele e dei um tapinha em seu rosto, ele fez um "o" com a boca e segurou meus pulsos.- Sua folgada !-ele ficou por cima de mim e começou a fazee cócegas em mim. Eu ri alto e fiquei me debatendo debaixo dele, logo ele parou, me dando um selinho.

- Vamos dormir logo.-ele sorriu e deitamos, ele deitou do lado da parede eu na ponta da cama. Ele me abraçou por trás e deu um beijo na minha nuca.

Jm: Boa noite ..

- Boa noite ..-apaguei a luz do abajur. Jimin logo dormiu, eu fiquei pensando na minha mãe, dormi pensando nela, eu a odeio com todas as minhas míseras forças.

Sonho on

10 anos atrás

- Mamãe ! Mamãe !-eu chorava vendo minha mãe ir embora com outro cara enquanto ria e acenava pra mim e pro meu pai. Meu pai me segurava no colo. Eu quero minha mãe, eu quero sentir o cheiro dela, abraçar ela.

P: Filha .. Hai, não chora, olha, o papai tá com você.-ele disse olhando pra mim e chorando com um sorriso triste no rosto. Eu o abracei forte e continuei chorando. Por que ? Mamãe .. Por que nos deixou ? Quem vai arrumar meu cabelo e fazer tranças pra eu ir a escola ? Quem vai me dar colo ? Fazer aquelas comidas deliciosas ? Mamãe, volta .. Eu quero a senhora, eu te amo mamãe.


Eu achei que era sua princesinha ..



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...