História Os 7 Pecados Capitais:Demônios Também Amam (HIATUS) - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Arthur Pendragon, Ban, Diane, Dreyfus, Elizabeth Liones, Escanor, Gilthunder, Gowther, Guila, Hendriksen, Jericho, King, King Liones, Margaret, Meliodas, Merlin, Veronica
Tags Ban, Diane, Elizabeth, Escanor, Gowther, King, Meliodas, Merlin, Nanatsu No Taizai
Visualizações 104
Palavras 1.010
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 23 - Brincadeira Fatal - Parte 4: Adiamento


Os homens fugiram, mas foram cercados por várias pessoas com máscaras e que estavam armadas, as pessoas dentro do local entraram em mais pânico ainda pelos sons de tiros de metralhadoras, os Pecados então foram para uma passagem secreta, levando Elizabeth com eles, ao chegarem, viram um cômodo secreto que parecia mais uma casa de luxo.

- A gente vai ficar aqui e depois vamos vazar. – Disse Meliodas.

- Que lugar é esse? – Elizabeth questionou olhando para o local.

- Digamos que o dono é um “amigo” nosso. – Ban respondeu, frisando a palavra “amigos”.

Cada um foi para seu quatro, como só haviam sete quartos, Elizabeth teve que dividir um quarto com Diane, que parecia olhar feio para ela.

- Diane, porque você está assim comigo? – Questionou se sentando na cama.

- Você beijou o meu cara! – Disse com raiva.

- Primeiro, ele não é “seu cara”, segundo, eu não gosto dele, terceiro, o idiota que me beijou, e quarto, você nunca me falou o que sentia por ele. – Respondeu com calma.

- Sério? – Questionou mudando a expressão de raiva para uma curiosa.

- Sério! Você acha que eu ficaria com um cara que eu mal conheço? – Respondeu.

- Desculpa, Eli, é que eu gosto dele desde que a gente se conhece. – Se sentou ao lado dela.

- Não tem problema, mas me parece que ele não gosta de você.

- Eu sei... – Respondeu, se lembrando do que Ban lhe falou.

POV Meliodas

Aquele Hendrickson me paga! Quando eu colocar minhas mãos nele, vou encher tanto aquele filho da puta de tiro que ele nem vai ter mais rosto! Aff, e se você acha que eu desistir do meu plano, tá muito enganado, ou enganada, foda-se pra quem tá lendo essa merda! Parece que eu vou ter que adiar meus planos, agora o que eu quero é o crânio do Hendrickson na minha mesa!

POV Narrador

1 mês seguinte

“ A cidade de Nova York se encontra em total pânico, pelo fato de vários ataques terrem ocorrido e sido confirmados como de autoria dos 7 Pecados Capitais e a Máfia Russa, as autoridades temem que isso pode evoluir para uma guerra sem igual. “

A cidade de Nova York conheceu o terror dos 7 Pecados Capitais, eles atacaram praticamente todas as delegacias da cidade e mataram os policiais, aproveitando para roubarem suas armas, eles instauraram um horário, a partir da 20:00 não pode haver ninguém nas ruas, ou a pessoa será metralhada, o medo atualmente toma conta da cidade tomada pelos mais terríveis demônios em forma de pessoas...

                                                                              ******

Meliodas se encontrava em um beco, usava uma calça e um colete pretos, acompanhados de um colar de dragão de grande valor sentimental e tênis pretos, colocou uma máscara também preta, e portando um fuzil começou a avançar com seus soldados que estavam vestidos da mesma forma, eles então veem um restaurante e quebram a janela do mesmo, aproveitando para entrarem e se esconderem.

- King, coordenadas. – Ordenou pela escuta.

- Eles estão aí! – Respondeu.

Eles se esconderam embaixo das mesas, e viram pela janela vários homens passarem, todos com metralhadoras e encapuzados, após passarem pelo restaurante, Meliodas fez sinal, e seus homens saíram do local, ficando atrás dos homens que com certeza eram de Hendrickson.

- Agora!!! – Gritou e várias pessoas trajadas da mesma forma que seus homens saíram de todos os cantos e cercaram os inimigos.

As armas são descarregadas, os sons de tiros são ouvidos por vários locais, os homens da Máfia Russa foram mortos, apenas um estava vivo, com tiros no tronco, Meliodas se aproximou e tirou uma Glock 9MM do colete e atirou na testa do homem, o matando.

- Vamos para o próximo ponto. – Disse de maneira fria guardando a arma e recarregando o fuzil.

                                                               ******

Elizabeth e suas irmãs estavam no chão do apartamento, para não levaram tiros de balas perdidas, após os tiros cessarem, continuaram no chão, até que se levantaram.

- O que vai acontecer a partir de agora? – Questionou Elizabeth.

- Amanhã vou ligar por papai, mas acho que vamos ter que nós mudar. – Respondeu Margaret.

- Aff, eu já tó cansada disso! – Veronica reclamou e foi para o seu quarto, empurrado a porta.

- Melhor irmos dormir, já está ficando tarde. – Disse Margaret.

- Ok, boa noite. – Disse Elizabeth indo para seu quarto.

                                                               ******

Apartamento dos Pecados

Os outros líderes estavam na sala, na frente da televisão, que exibia um mapa da cidade com a localização de objetos e pessoas em tempo real por um sensor de calor.

- Capitão, como está? – Questionou King.

- Eu tô bem, e você? – Debochou da pergunta.

- Eu tô falando do local! – Reclamou.

- Nenhum inimigo e soldado ferido até o momento. – Respondeu.

- A área parece já estar limpa, acho que podemos tomar esse território. – Analisou o mapa na tela e deu a ideia.

- Ok, estou avançando. – Respondeu.

                                                               ******

Meliodas avançava agachado pelas ruas apontando seu fuzil, sendo seguido por seus homens, eles então se escondem em vários becos, e veem um grupo de inimigos se aproximando, Meliodas fez sinal, todos atiram e uma troca de tiros se inicia...

Em alguns minutos a troca terminou, Meliodas e seus homens haviam gastado todas as balas, mas para a sorte deles os inimigos usavam as mesmas armas, eles então recarregam suas armas e pegam mais munição e partem para um local onde havia uma bandeira azul.

Não demorou muito para chegarem, o local estava cercado por inimigos, então, uma troca de tiros se inicia...

Em cerca de 20 minutos, todos os inimigos foram mortos, e alguns dos homens de Meliodas também, ele então subiu o telhado do galpão e também subiu o mastro, e retirou a bandeira, tirando do bolso do colete uma bandeira vermelha e a colocando no mastro, reivindicando aquele local como dos 7 Pecados, Meliodas então desceu do mastro e do telhado, indo até seus homens.

- Vamos sair daqui, em algumas horas o Sol vai amanhecer. – Ordenou e eles saíram do local, ignorando os corpos mortos espalhados pelo local.


Notas Finais


Meliodas, Meliodas, respeita meus leitores...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...