História Os alunos da Academia Yokai Yakabusta - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 0
Palavras 852
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Estupro, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Nesse história estamos falando da jovem raposa de nove caldas sakkaku, espero que gostem de conhecer um pouco dela

Capítulo 1 - Sakkaku Katsuni


Fanfic / Fanfiction Os alunos da Academia Yokai Yakabusta - Capítulo 1 - Sakkaku Katsuni

Era um noite normal no santuário das raposas, estava todo calma, todos estavam dormindo e eu uma bela raposa filhote (6 anos) estava bem ao lado da minha mãe já adormecida quando derepente ouço passos pesados entrando pelos fundos, apreensiva mantenho os olhos fechados fingindo dormir até que ouço uma voz suave

-sakkaku, precisamos sair daqui

Era minha mãe logo me segurando pelo pescoço e saindo de fininho,mas quando menos esperávamos, invadem a sala onde estávamos, todos acordam. Uns tentando fugir e outros atacam os intrusos, porém logo sangue nosso é derramado em questão de segundos, minha mãe não pesa duas vezes em sair correndo cmg

-mae, temos que ajudar eles

Falo preocupada e apreensiva mas minha mãe não demonstra intenção de voltar atrás

-preciso proteger vc

Fala ofegante e com dificuldade por esta me segurando mas ainda assim sentir a tristeza em sua fala era fácil,   sinto meus olhos encherem de lágrimas, minha família estava lá e eu não podia fazer nada para ajudar, logo vejo meu pai se juntando a nós me deixando mais aliviada por vê-lo

-eles são muito fortes, nunca vi um ataque tão feroz de caçadores de kitsune assim, precisamos sair daqui o quanto antes, a ala sul está livre

Minha mãe confirma com a cabeça e fomos para lá, logo saímos do santuário e fomos para o mais longe e seguro possível onde a mesma me solta

-sakkaku me escuta, sabemos que é nova de mais para se transforma mas preciso que tente

Fala minha mãe extremamente nervosa com a situação, mas sempre tentando me manter calma, vejo que meu pai estava  mancando, deve ter se machucado enquanto corria

-Está bem, vou tentar

faço de tudo para mudar minha forma e com muito esforço consigo uma forma metade raposa e metade humanoide, meus pai conseguem com facilidade e começamos a correr de novo, encontramos um lugar para passar a noite

-podem ir dormir, vou proteger vcs

Fala meu pai se mantendo em pé

-mas vc está machucado, ficarei acordada tbm, sakkaku, vá dormir

Sabendo que eu era inútil para ajudar em nossa segurança fico deitada meio triste mas logo pego no sono

Mas com o  tempo todos caem no sono por exaltam, logo em seguida nossa paz se vai, somos atacados, acordamos rápido pelo susto da flecha entre nós

-como nós acharam??

Fala meu pai surpreso, saímos correndo de novo, mas nós alcançam, meus pais param em minha frente ficando entre min e os caçadores, estava muito assustada

-não vamos deixar tocarem nela!

-é isso que vamos ver!

Fico confusa: "oq eles queriam cmg??"

Olho para minha forma e percebo o porque fomos achados, eu estava com minha orelhas e rabo de raposa, e como sou filhote ainda solto pelo.

"Foi tudo culpa minha"

Fico vendo a briga, meus pais se transformam mas eles estavam fracos pela fuga, minha mãe tinha me tido a pouco tempo que tinha me dado a luz  e estava em recuperação , meu pai estava ferido e doente então não tinha muito a fazer.

-sakkaku...saia..saia daqui

-mas mãe~

-AGORAAAH!

assim que minha mãe fala isso meu pai    cai no chão super machucado, com meus olhos cheios de lágrimas ao vê-lo sangrando tanto, volto a forma original e corro o mais rápido que eu posso para dentro da floresta, encontro uma toca onde me escondo e fico sozinha com minhas lágrimas, doía muito não saber se meus pais ficariam bem

***

Semanas passaram e eu estava comecando a me acostumar com a ideia que agora em diante eu estaria sozinha mas estava faminta. Depois de dias andandondando dou de cara com um pequeno vilarejo

-ate quem fim, comida

Ainda em minha forma original ando pelo pequeno local, encontro uma praça onde vejo uma família fazendo um piquenique

-essa é minha chance

Saiu correndo na direção deles de pulo pra a cesta, onde a consigo pega com a boca, porém não tive tempo de canto vitória, logo começo a correr pra fugir dos donos da cesta

-nunca vão me pegar viva!

Depois que consigo despista-los vou para um beco onde tinha uma briga acontecendo, fico encima do muro comendo e vendo a treta

-ele não me roubou policial, ele é meu amigo e eu dei a carteira pra ele

Fala um cara até bem vestido, estiloso, não parece ser daqui

-quem te perguntou seu bostinha, sai daqui antes que sobre pra vc

Fala o policial me fazendo rir, observo a cara de irritado do outro cara que o ataca

-eita, vou me sair

Saiu de lá e termino de comer, volto a andar até que vejo um vitrine de roupas

-gostei

Pulo na vitrine atravessando a vidraria, pego a roupa e saiu de lá, corro para um lugar deserto e me transformo pra prova a roupa que ficou perfeita

-parece feito para min

Fico tão confiante que decido desfilar com ela porai, mas eu esqueci de um detalhe, eu no consigo fica 100% humanoide então logo começo a ver persseguida

-eu nao posso ter paz!

Depois de correr muito encontro um lugar para me esconder, começo a ouvir passos mas estava morta, então só aceito. Vejo um cara se aproximando, cada vez que ele se próxima mas minha visão fica escura

-o que... o que fez comigo...

***

Alguns dias depois...

-bom dia diretor !~

-bom dia sakkaku

O homem bondoso me resgatou


Notas Finais


O próximo capítulo será de um meio demônio meio quente


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...