História Os amores de Konoha - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chouji Akimichi, Deidara, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari
Tags Amor, Dor, Drama, Naruto, Revelaçao, Romance, Sakura, Sasuke
Visualizações 34
Palavras 1.992
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente a vida tá uma correria só por conta da faculdade e estágio, então resolvi postar esse capítulo narrado pelo Narutinho, para não atrasar tanto a história. Mas prometo que semana que vem, volta o foco do casal principal e eu estou preparando um capítulo caprichado!
Beijos

Capítulo 10 - Um dia na vida do Naruto


Fanfic / Fanfiction Os amores de Konoha - Capítulo 10 - Um dia na vida do Naruto

Um dia na vida do Naruto

Naruto Uzumaki (apartamento do Sasuke)

 

Depois de uma noite muito engraçada, onde o Sai e a Ino brigaram de tapas por um DJ famoso, eu só queria ir para casa. Tentei sair para esquecer de um certo par de olhos perolados, mas estava cada vez mais complicado. Em todo lugar que eu ia simplesmente não tinha graça sem Hinata. Depois dessa noite eu estava decidido, da próxima vez que eu a visse, eu iria chama-la para sair e diria a ela o que sinto.

Não ficamos muito tempo no “after” do tal DJ, Sasuke não quis vir, Shikamaru estava morrendo de sono e não tinha a menor chance de eu ficar pra trás olhando Sai e Ino brigando pelo mesmo cara. Resolvi ligar pro Kiba, para saber se ele não topava ir a um bar do outro lado da cidade que tocava uns covers maneiros de rock. Não consegui convencer Shikamaru a ficar e levei ele embora antes de ir encontrar com Kiba e Gaara no bar Sennin.

Cheguei no bar por volta de 3:30 da manhã e não sentia muito sono, nem estava bêbado, entrei e tocava uma banda cover do Metallica, uma das minhas bandas favoritas, não demorei a encontrar a cabeleira ruiva do Gaara em meio a multidão, ele estava sentado ao lado do Kiba e já estavam bebendo.

– Ei porque vocês não me esperaram? – perguntei mal-humorado.

– Você estava em outra festa, onde a Ino estava e nem me chamou Naruto – Gaara e sua obsessão com a Loira, eu nunca entendi a graça que ele vê nela.

– Foi mal cabeça de fosforo, o Sasuke me chamou de ultima hora e você sabe, a gente quase não sai junto... –

– É ele tava com a namorada Gaara, não dá pra se intrometer em encontro de casais – bradou o Kiba.

– Vai se foder bafo de ração – respondi ao abusado.

Ficamos no bar bebendo até 5:30 da manhã, e tudo estava chato, a bastante tempo não consigo me concentrar em muita coisa. Eu trabalho como advogado na empresa dos meus pais, que leva nosso sobrenome, mesmo sendo novo tenho uma capacidade incrível de me comunicar e convencer as pessoas do que quer que seja, menos quando se trata de uma pessoa: Hinata Hyuuga.

Nós meio que crescemos juntos, mas eu só fui perceber como me sentia em relação a ela há 6 meses atrás, ela começou a namorar um cara e eu percebi que aquilo me incomodava profundamente. Por conta do namoro ela parou de andar tanto com a gente e eu quase não a via, foi assim que eu percebi que a graça das festas não eram as bebidas, o lugar ou a música, era ela.

Fui para casa meio grogue, peguei um táxi e ao descer na porta do prédio eu a vi, parecia um anjo flutuando pelo ar, e estava com roupas de ginástica, correndo no calçadão em frente ao prédio, próximo a orla do rio, meu Deus, eu olhava aquela visão do paraíso e minha barriga ficava cada vez mais funda, tomara que seja vontade de comer lámen, eu fui andando, olhando pra ela até bater de cara no vidro da porta do condomínio.

Como sempre o porteiro estava dormindo o que me poupou de ter alguém além dela rindo da minha cara, ela me encarou por conta do grito que eu dei e eu me apressei pra entrar no prédio antes que a vergonha aumentasse. Minha cabeça estava latejando e eu não encontrava minhas chaves, então resolvi ir até o apartamento do teme, eu sempre guardo uma chave reserva de lá embaixo do meu tapete, é bom se prevenir.

Abri a porta e fui até a geladeira, mas como sempre só tinha água e cerveja, esse vagabundo não faz compras a dias e a comida da minha casa já acabou, vou ter que dar um jeito nisso eu mesmo.

Andei pela casa e percebi um sutiã no chão da cozinha, teme safado tinha se dado bem, fui até o quarto até porque não me importava se tivesse alguém lá eu estava com fome e com sono, não iria dormir naquele sofá.

Não tinha ninguém na cama com ele e resolvi deitar por ali mesmo, a cama era mais confortável e quando acordasse faria ele ir comprar comida.

Tive um dos melhores sonhos da vida, lá estávamos eu e Hina em um festival de Lámen, eu já tinha comido tanto e ela continuava ali do meu lado segurando minha mão.

– Ah Hina, não me larga por favor, me abraça... –

– AAAAAH, SEU DESGRAÇADO, DOBE O QUE ESTÁ FAZENDO AQUI FILHO DA MÃE? –

De repente o Teme estava me abraçando e aquilo foi estranho, ele começou a gritar e eu cai da cama

– Mas que merda é essa Naruto? Porque estava deitado na minha cama? –

Eu não entendia qual o motivo de todo aquele estresse matinal

– Qual seu problema, Teme? Eu cheguei cansado, não ia dormir no sofá, aqui é mais confortável. –

Não tinha a menor chance de eu dormir no sofá sem uma coberta e um travesseiro.

– Cadê a Sakura? –

– Perai, você dormiu com a Sakura? Isso explica a calcinha rasgada no corredor, o sutiã na cozinha e o abraço carinhoso da manhã. –

Então essa era a garota que ele tinha ficado, agora eu entendi a pressa pra sair correndo da festa, eu acho.

– Vai se foder dobe, cuida da sua vida. –

Desde quando você dorme com alguém? Achei que seu lema era foder e mandar vazar. –

– Desde quando você sonha com a Hinata? –

Ok, agora ele tinha pegado pesado, eu só queria voltar pro meu sonho com aquele um milhão de Lamén e o cheiro do perfume da Hina.

– Cuida da sua vida, Teme. – Dei de ombros mal-humorado.

– E você da Sua –

Cara pra que todo esse mal humor, voltei a dormir, pedindo a Deus pra continuar no mesmo sono, mas em alguns segundos, um alarme alto começou a tocar e eu me desesperei.

– FOOOOOOOOOOOOOOOONNNNNNNNNNNNNN–

– AÍ MEU DEUS, TÁ PEGANDO FOGO –

Eu levantei com um desespero imenso e acabei tropeçando, minha visão estava embaçada e eu só conseguia ver que aquele idiota estava ajoelhado no chão se contorcendo de tanto rir.

– Teme seu desgraçado! –

– Você me paga teme, vai ter volta –  *soco na barriga*  Eu comecei a socar ele com toda a minha força, com extremo ódio, já era a segunda vez que ele atrapalhava o único lugar que eu podia ficar em paz com a Hina, nos meus sonhos...

– Isso é só a volta por ter babado no meu travesseiro dobe – * chute na barriga*

Estávamos rolando no chão, quando alguém abre a porta do quarto e eu escuto uma voz preguiçosa.

– Que bonito, o casal se agarrando no chão –

Mas que isso é o dia de tirar com a cara do Naruto? Eu levantei já atacando o preguiçoso.

– Mas que porra é essa? Todo mundo tem a chave dessa casa? –

– A porta tava aberta – Shikamaru deu de ombros, enquanto chutava ,me deu um  golpe baixo e eu bati de costas na parede

– Não sei como sou amigo de vocês, ninguém me respeita aqui. –

– O que você quer aqui preguiçoso? –

– Fui na empresa e você não estava lá, o vagabundo do Naruto também não apareceu para trabalhar hoje, então resolvi vir aqui acordar o casal soneca. –

– E você quer me convencer que foi na empresa para ME procurar, Nara? –

Teme estava lascado, eu ia dedar ele agora.

– E quem mais eu iria procurar oras? – Ele respondeu fingindo impaciência.

– Ah Temari é claro! – Naruto 1 Shikamaru zero!

– Quer que eu ligue para a Hinata, para falar que você anda passando suas noites na cama do Sasuke, Naruto? – Shikamaru falou em tom de ameaça e

– Não tô nem aí, não fui eu que passei a noite na cama do Sasuke, foi a Sakura otário.  –

Eu disse que ia dedar ele

– Como é que é? Desde quando você passa noites inteiras com mulheres na sua cama? –

– Desde nunca, cuida da sua vida, Naruto você me paga. –

– Na verdade, ela que foi quem vazou, sabe? Fez ele provar do próprio veneno.

Naruto 1 x Sasuke 0 to recuperando minha moral

– Caiam fora e vão cuidar das suas vidas, otários. – Sasuke foi se levantando do chão.

– Sasuke, desde quando você tem algo com a Sakura? – Shikamaru perguntou sério.

– Desde nunca –

– É sério cara. Vai com calma, ela tá numa fase meio dark. –

– Do que você tá falando? –  Eu meio que viajei, então não estava entendendo mais nada da conversa.

– Deixa de ser burro Naruto, você não foi no enterro do primo da Hinata comigo há cinco meses? Eles eram noivos idiota! – Shikamaru bradou.

Ele começou a contar uma história chata e eu só conseguia pensar no quanto eu estava com fome.

– Caralho – Falei pensando na dor da fome que eu sentia.

Mas então eu ouvi uma voz que eu sabia que iria me fazer sentir muito mais dor do que dois dias amarrados sem comer.

– NARUTOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO! –

Não, não pode ser ela, meu pai disse que ela tinha voltado com o Ero-senin, mas não era possível, minha vó tinha voltado pro Japão e estava arrebentando o apartamento do Teme.

– MINHA PORTA! – Ele gritou pra porta já caída no chão.

Eu tentei correr pra abraça-la, talvez se eu fingir demência ela não me desça o cacete por ficar três semanas sem ligar pra ela.

Não resolveu muito e ela começou a me bater de forma amorosamente agressiva.

– VOVÓ! –

– Que vovó o que? Eu tenho cara de ser vó de alguém, eu vim dar uma surra em um, mas já que encontrei os dois, vou aproveitar. –

Shikamaru gritava:

– Quebra ele na porrada dona Tsu! –

– Perai aí Shikamaru, me ajuda aqui, aí meu Deus, aí vovó –

Eu não entendi quando ela começou a bater na Sakura e acabei vacilando e ela me acertou um socão na cabeça, eu cambaleei pra trás e ela puxava os cabelos cor de rosa da garota.

– Vovó, desculpe, eu ia ligar, eu senti sua falta, AAAAAAAAÍ –

– Espera aí, como você é minha vó se é vó dela e eu nunca soube que você era minha vó e vó dela também? –

Eu estava confuso, com fome e com dor, como assim minha vó era avó da Sakura?

– Eu não sou avó de vocês, netos ligam e se importam, vocês são dois desnaturados. –

Ela sentou no sofá chorosa quebrando a mesa de centro do Sasuke no chute, eu tenho que me lembrar de parar de estressa-la é sério.

– Naruto para de fazer essa cara de mongol, Sakura é filha da Mebuki, uma das minhas melhores amigas na Inglaterra, eu a conheci quando me separei do seu avó e volta e meia eu ia visita-la –

Ah eu não estava entendo era nada, mas honestamente eu só queria comer

– entendeu moleque? –

– uhum – não mesmo, mas não ia pedir pra ela explicar de novo, ia ser desculpa pra continuar o dia de espancar o Naruto.

– Então já que a senhora está aqui, podemos ir comer alguma coisa? Eu estou morrendo de fome –

– eu mal cheguei e você só se importa com comida? Você é igual ao seu avô –

Essa velha tá carente e eu to com fome, mas espera aí cadê a Sakura e porque só eu to levando bronca aqui?

Quando olhei pra trás vi o teme e ela conversando na cozinha, isso estava estranho, eles se olhavam de um jeito esquisito, não entendi muito bem, mas estava decidido que sairia pra comer, ou iria morrer ali mesmo.

– Vamos vó, meu pai também deve estar com saudades, vamos passar no Ichiraku e comprar um ramen, pelo amor de Deus –

– Tudo bem moleque, vamos logo! Sakura, eu venho te ver amanhã, hoje vou jantar com Minato e Kushina –

– Tudo bem vó! –

– Até amanhã –

Saímos de lá e minha vó ainda me batia e falava o quanto eu era um neto desnaturado, mas até que eu senti falta dessa velha louca, ia ser interessante ter ela e o Ero-senin juntos de novo.


Notas Finais


Tomara que esse frio na barriga seja vontade de comer Ramén porque se for paixão...
Espero que tenham gostado! Beijocas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...