1. Spirit Fanfics >
  2. Os Beauchamps >
  3. Capítulo 67

História Os Beauchamps - Capítulo 67


Escrita por:


Capítulo 67 - Capítulo 67


-Sina?-Josh se vira pra mim assustado- eu só...eu...A Any

-o que você está fazendo com ela?- vejo a bebê com uma bandana- e por que ela está com uma bandana?- confesso que quando a Any me falou que a bebê estava com o Josh meu coração quase pulou do peito. Eu estava preparada pra vê um cadáver e quando eu chego vejo o Joshua colocando uma bandana na bebê

-A Any foi atrás da Sabina e largou ela nos meus braços. E eu achei que ela parecia um homem. Então decidi colocar uma bandana nela- ele fala rápido o que chega a ser engraçado

-ah...obrigada por cuidar dela- falo sem jeito. Vou até a cama do mesmo e pego a bebê- ela ficou linda com a bandana...

-foi eu que fiz, né?- ele rir fraco

-tchau- falo saindo mas ouço o mesmo me chamar

-a gente pode conversar mais tarde?- ele pergunta tenso

-pode ser- falo e vou para o meu quarto. Eu sei muito bem do que ele quer conversar. E eu relamente acho necessario conversamos. Eu não quero ficar com mais rancor dele. Ele é o meu parceiro e parceiros brigam e se se resolvem

-está tudo aqui?- Noah pergunta olhando as sacolas

-está sim- Falo balançando a bebê e com a cabeça nas nuvens

-está tudo bem?

-o Josh pediu pra conversamos mais tarde- ele vem até mim

-isso é bom...está nervosa?

-sim- rio fraco- isso parece muito idiota, né?

-não- ele acaricia meu rosto. Esse menino quer acabar com o meu psicológico- ao contrário- ele se aproxima e eu encaro seu lábios - é fofo- ele cola nossos lábios lentamente. O beijo é lento e com cuidado pois eu ainda estou segurando a bebê. Ele passa a mão por dentro do meu dentro do meu cabelo e me puxa mais pra ele. Mas a bebê começa a chorar. Até empata essa garota virou agora?

-Podiamos dar um banho nela- falo com vergonha- na banheira mesmo

-é...pode ser- ele fala. Deito a bebê na cama e começo a tirar suas roupas com cuidado.

-por que ela está com essa bandana?

-o Josh que colocou. E não me pergunte nada, também estou surpresa- Quando finalmente consigo tirar a roupa da mesma mando Noah pegar uma toalha. Enrolo a a criança na mesma e a levo pro banheiro

-acha que essa temperatura está boa- ele pergunta enchendo a banheira

-nem quente e nem fria- falo

-então está perfeita- a banheira não está totalmente cheia. E a tempertatura está otima. Desenrolo a bebê da toalha a tendo completamente nua em meu braço - eai? O que o tutorial diz?

-pra você colocar o bebê na banheira...

-jura? Eu nem imaginava isso- falo irônica

-você vai apoiar a cabeça do bebê no seu braço

-calma ae- entro na banheira e me sento na posição perna borboleta. Coloco a bebê deitada na mimha perna e uso minha mão esquerda para segurar sua cabecinha e outra para jogar agua em cima dela

-o tutorial não fala para darmos banho nela assim- ele fala

-o tutorial complica tudo- falo enquanto olhos a bebê que apenas fica séria- será que ela está gostando?

-acho que sim, senão já teria chorado- ele pega um pouco de agua da banheira e joga sobre o corpinho dela

-hey, Megan- falo e sorrio. A mesma apenas me encara- acordou séria hoje? Noah, pega a toalha e abre- o mesmo faz isso abrindo ela sobre o seu peito. Pego a bebê e levanto da banheira- vai pro, Noah- falo colocando a bebê sobre o peito do mesmo e ele na mesma hora enrolar a mesma

-ela está tremendo- ele aquece a bebê como se estivesse abraçando a mesma

-sabe vestir ela?- pergunto e o mesmo assenti saindo do banheiro- olha o meu estado- falo me olhando no espelho- estou completamente encharcada- tiro minha roupa e coloco um roupão. Saio do banheiro e vejo Noah vestindo a pequena. Me escoro na porta e cruzo meus braços vendo essa cena. Noah brinca com a mesma enquanto tenta vestir a roupa

-ei, ei- ele balança uma chanve para a mesma para de chorar

-você um dia vai contar que matou o pai dela?- pergunto

-não- ele fala colocando uma meia rosa nela- ela nunca vai saber que teve outro pai além de mim

-e você acha que isso vai dar certo?- vou até ele

-já está dando. Eu mandei o Kyle organizar a papelada para registra ela com uma Urrea- só como uma Urrea?

-que bom...ela vai ser muito feliz ao lado de alguém como você- ele pega a mesma no colo e começa a balançar ela de um lado para o outro com a intenção de faze-lá dormir. A mesma está com um bori preto. Com uma calça braca. Com uma meia rosa fraco e com uma touca rosa com um pom pom rosa. Podemos vê que Noah ama rosa

-ela poderia ser mais feliz ainda se você estivesse ao nosso lado- ele fala

-eu...nunca daria certo- falo pegando a toalha molhada da minha cama- eu sou uma Beauchamp e você um Urrea. Quando martamos o Simon vamos voltar a ser como antes

-você mesmo sabe que não vai ser a mesma coisa. Não se engane assim e não complique as coisas

-o que você quer, Urrea?

-quero que você case comigo- nessa hora eu fico sem saber o que dizer. Minhas pernas tremem- quero que você seja minha mulher. E eu não estou blefando, Sina. Eu nunca falei tão sério na minha vida. Casa comigo?

-mas a gente nem namora e você já quer pular para um casamento? Isso é loucura

-então namora comigo? Não me venha com esse a gente não se conhece deireito para comeca a namorar. A gente se conhece muito bem...

-Noah...eu posso pensar?

-você tem todo o tempo do mundo- ele fala calmo

-eu...vou me trocar- falo andando em passos rápidos e entrando no closet. Tranco a porta do mesmo- puta que pariu- falo baixo e coloco a mão sobre meus labios. Eu nem acredito que ele me pediu em namoro. Uma felicidade invade meu peito de tal maneira que eu quero gritar pros quartos cantos que eu aceito. Mas antes eu preciso pedir concelho a umas pessoas

Um tempo depois...

-e o que você está esperando para aceitar?- Any me pergunta

-se ele me pedisse em namoro eu nem pensaria duas vezs- Sabina fala

-então eu aceito?- peegunto confusa

-é obvio! Com Noah Urrea te pedindo em namoro você ainda pensa?- Heyoon pergunta

-já falei que você precisa de homem, Heyoon? O Krys está querendo você- falo

-o Krys é gay- ela fala

-ele não é- Any fala- só não tem masculinidade fraca como os outros. E eu admiro muito isso em um homem

-se o Josh vê você falando isso- Sabina fala

-não ia ter nada- ela se levanta- alguém quer?- ela pega um copo e despeja wiski- hoje meu dia foi instenso

-não posso- Sabina fala

-por quê?- Heyoon pergunta

-eu esqueci de te falar...mas eu tô grávida- Sabi fala e Heyoon pula em cima dela

-parabéns- ela ficou tão animada que chega a ser engraçado- mas em relação a máfia? Não vai esconder isso pra sempre- Any me entrega um copo de wiski

-isso eu resolvo. Mas acredita que o Bailey queria que eu tirasse?

-covarde- Sina fala

-não nego verdades- Heyoon fala

-mas chega de falar de coisa ruim- Any Fala- que tal depois do treino todas nos reunimos para comemorar o bebê da Sabi?

-eu topo- Heyoon fala

-eu deixo a Megan com o Noah- falo- só vai ser a gente mesmo né?

-podemos contar para as outras meninas também- Sabi fala- todas mesmos com alguns defeitos são justas e vão me entender

-não sei se isso é uma boa- Falo- e se algumas contar pro Kyle?

-não vai- ela fala- confia em mim

-tudo bem...agora vamos almoçar- falo e me levanto da cama da Any

Todas nós descemos para a sala de jantar. Me sento ao lado do Noah e da Heyoon. Confesso que estou me aproximando mais das garotas e que isso esta me faxendo muito bem. É muito boa a sensação de ter...amigas?

-nos sirva- Joshua fala com a postura menos séria de sempre. As empregadas começam a nos servir- o que vamos treinar hoje, Kyle?

-vocês verão- ele fala. Vejo Bailey encarando a Sabi com um olhar mortal. A mesma somente encara de volta mas vejo o quanto triste ela está

-algum problema, Bailey?- chamo a atenção de todos na mesa

-nenhum. Mas acho que com você há- ele rebate- apoia coisas que nunca apoiaria. Algo esta mudando em você. Talvez seja porque começou a transar com o Noah- se considere morto Bailey

-acho que isso não me afetou em nada. Ao contrário- olho pro Noah sorrindo- mudou pra melhor. Por isso eu quero informa pra você e para todos dessa mesa. Principalmente ao Noah, que eu aceito o seu pedido de namoro- falo olhando pro Noah com um sorriso envergonhado e todos começam a gritar. Noah somente me olha sem acredita.

-Josh?- Any bate nas costas do mesmo que está engasgado- bebe água- ela entrega uma taça pro mesmo

-eu te amo, Sina- ele me abraça fortemente e eu retribuo

-eu te amo, Noah- colo nossos lábios

Josh p.o.v

Ouço todos gritando enquanto Noah e Sina se beijam. Não matar, Noah. Não matar, Noah. Não matar, Noah. Na hora da notícia eu até engasguei com a porra da comida.

-mas gente nem preparado pra esse baque eu tava- penso

-parabéns- todos falam menos eu. Any chuta minha canela para que eu possa falar algo. Eu vou falar um "vai se fuder, Urrea" Sina somente me olha apreensiva como se esperasse eu falar algo. Apenas me levanto e vou até Noah

-se magoar a Sina se considere morto e enterrado, Urrea- falo com um tom ameaçador- ah...e parabéns- sorrio falso e saio de lá e vou para o escritório. Me sento na poltrona e suspiro- droga

Realmente eu não estava preparado pra essa notícia. Eu fico feliz por ela estar feliz. Mas eu fico triste por ser logo o Urrea. Eu e o Naoh nos resolvemos mas nem tanto ao ponto dele ser o meu cunhado.

-Hey- Any entra e vem até mim- fico feliz por não ter dado um escândalo- ela se senta em meu colo

-eu só não queria piorar a situação entre eu e ela- falo- mas se ela está feliz...eu também tô- sorrio forçado

-mentiroso- ele bate no meu peitoral- ta na sua cara que você quer estragular o Noah- ela rir

-Any, posso te fazer um pergunta?

-pode

-você ta grávida?- a mesma somente rir da minha cara- é serio, Any

-é serio digo eu. Você tá achando que estou gorda?- ela fica séria do nada. Bipolaridade é uma porra, viu?- em?

-eu vi um teste de gravidez em cima da sua cama...o que me fala sobre isso, Gabrielly?

Any p.o.v

Fudeu. Fudeu. E fudeu de novo

-que teste, amor?- me faço de cínica. Percebi que eu e o Joshua sempre nos chamamos de "amor" quando aprontamos merda

-agora VOCÊ não venha com esse "amor". Pode me explicar tudo, eu vou ser pai?- ele coloca a mão sobre minha barriga e olha a mesma

-você está se drogando?- tiro a mão dele da minha barriga- eu não estou grávida. Eu conheço a palavra camisinha e pra que ela serve

-e então de quem era o teste?- ele volta a pergunta

-que teste?

-bora, Any!- ele fala perdendo a paciência

-Josh, eu não estou me sentindo bem- minto e coloco a mão sobre minha testa

-não me venha com essa- finjo um desmaio e caio sobre o seu peitoral. O mesmo não se move nenhum dedo pra me socorrer. Se eu tivesse morrendo eu morria por culpa dele- acabou o teatro? Quero minha resposta- ele me força encara-ló e eu abro os olhos

-eu não sei do que você está falando, amor- falo- deve ter sido uma empregada. Ou sei lá- beijo seu pescoço para enrrola-lo- acredita em mim

-vou acreditar quando fazr um teste de gravidez em todas as gatotas daqui- ele levanta e eu quase caio do seu colo. Mas me apoio na mesa

-quê?? Josh, pra que a necessidade??

-vai me falar de quem é o teste?- ele repete a pergunta

-era da empregada. Mas eu escondi porque ela não queria ser demitida por estar gravida- falo tentando fazer isso soar o mais convicente possivel. O mesmo somente me encara com uma cara de quem não acreditou muito em mim- por que eu mentiria pra você?- vou até ele e lhe dou um selinho- em?

-também não sei

-vamos treinar que ganhamos mais- puxo ele pela a mão saindo do escritorio. Fomos até o centro de treinamento e eu vou até a Sabina- fudeu. Fudeu. Fudeu

-o quê?- ela pergunta

-o Josh descobriu o teste e tá desconfiado que uma das meninas está grávida

-puta que pariu- ela fala- tô ferrada

-ta mesmo- falo e a mesma me encara com um olhar mortal- quer dizer...podemos dar um jeito se você contar a verdade. Eu tento falar com ele

-não! Isso está fora de cogitação. Isso ia dar na certa aborto- ela fala- o jeito é esperar a bomba explodir e ficar preparada

-eu não vou deixar ninguém tocar nesse bebê- falo

-nem eu- ela fala

-Any e Josh no meio do centro- Kyle fala. Eu e Josh vamos até onde ele mandou- lutem- ai o Kyle me ferra né- e Josh não é pra deixar a Any ganhar. Aprenda a separar vida pessoal do profissional. Na luta a Any é sua inimiga- porra Myle ai tu quer me matar é

-pode deixar- Kyle se afasta. Josh me encara intesamente- eu não vou ter pena

-não estou pedindo para ter- falo o encarando. Sabe aquela frase que a gente se arrpende de falar?? Essa é a minha situação agora. O mesmo apenas solta um sorriso sarcástico

Em um ato rápido ele se abaixa e passa a perna para mim cair e eu como não estava esperando isso caio

Mas gente?? Não tinha nem 1, 2, 3??

O mesmo não perde tempo e vem para cima de mim. Ele levanta o punho fechado e tenta me dar um soco no rosto mas eu seguro seu punho. Mas como a burra segura só um ele me acertar um soco no rosto. O lugar lanteja como nunca. Mas nem tempo de me recuperar do outro soco pois outro me acertar.

-fica na defesa, Any- Kyle fala. Apenas coloco meus braços na frente do meu rosto. Deixo ele socar meu braço até o ritmo dele diminuir pelo o cansaço. Meus braços doem como nunca

-H.I.P, Any- ouço Krys falar. Valeu, Krys

Quando joshua menos espera me viro ficando por cima do mesmo e lhe acertando um soco na boca do estômago. Mas parece que isso nem o afeta. O mesmo somente pega o meu cabelo e me força a levantar. E ele acerta mas um soco na minha cara e chuta a minha barriga com tudo, essa realmente doeu pra cacete. Hoje tu dorme no sofá, filha de uma mãe!. Eu tento cair mas Joshua não larga meu cabelo de jeito algum o que me impede

-já desitiu assim, Any?- ele fala no meu ouvido

- é assim então?- falo e chuto suas partes íntimas. O mesmo na mesma hora me solta e se abaixa

-desgracada- ele fala com dificuldade. Vou até o mesmo e lhe acerto um chute no rosto. Ai Deus o que foi que eu fiz? Isso doeu em mim. Ah foda-se. Chuto o peito do mesmo o fazendo cair deitado e eu fico por cima dele o acertando vairos socos no rosto. O mesmo fica parado com os olhos fechados como se estivessem desmaiado.

-Josh?- paro quando vejo o rosto do mesmo sangrando. O mesmo não me responde. Coloco meu ouvido no seu peito para vê a sua respiração. O mesmo continua respirando. Do nada sinto uma mão puxar meu cabelo e me empurrar pro lado

-sabe o ruim de você?- ele fica por cima de mim e segura meu pescoço apertando o mesmo- você é muito boazinha- a falta de ar começa a chegar junto com o desespero- e para se sobreviver nesse mundo tem que se matar isso- ele força cada vez mais. Apenas arranho sua mão para ele me soltar- bate 3 vezes- bato na mão dele quando não aguento mais. Eu juro que iria morrer se ficasse mais um segundo com ele apertando meu pescoço- foi uma ótima luta, Amor- ele me força encara-ló e me dá um selinho em forma de deboche. Minhas costas doem. Meu rosto doi. O desgraçado me espancou e ainda me chama de "amor"

-vai se fuder, Joshua- falo quando ele tenta me pgar no colo- eu consigo andar- falo quando vou andando com a mão na barriga até o pessoal

-Josh foi ótimo hoje. Any você tamebm foi boa mas se não tivesse deixado seus sentimentos inteferir na luta ganharia- Kyle fala. Apenas concordo- Lamar e Diarra - os mesmos para o meio do centro. Sinto alguém me abraçar por trás e já adivinho quem é

-depois de me espancar ainda vem me abraçando por trás- falo e me viro pra ele

-romance, romance...negócios a parte- ele me rouba um selinho na cara dura- mas seu soco também doi, senhora Beauchamp- ele me vira e fica abraçado a mim- quero vê Diarra quebrando a cara do Lamar- ele beija a minha bochecha e meu pescoço

-Lamar, é forte também- falo e sinto o mesmo aperta a minha cintura fortememte para demonstrar que não gostou do que disse- e bonito- completo

-fumou, Any?- ele me vira pra ele rapidamente- acho que acabei batendo sua cabeça no chão.

-não precisa ficar com ciúmes- passo meus braços pelo o seu pescoço- o cara que eu amo é você- ele cola nossos lábios, mas sou puxada para trás nos separando do beijo

-estamos em um treinamento. Deixa a pegação para quando acabar tudo- Kyle fala e eu apenas concordo.

-me dá massagem, peste- falo pro Josh que me dar massagem nos ombro enquanto assisti a luta

Vejo Diarra realmente apanhando pro Lamar. No final das contas quem ganhou foi o Lamar, e claro que eu tive que esfregar na cara do Josh que eu estava certa. Logo depois foi Sina e Noah, nessa dispulta Sina ganhou com difuculdade. Depois foi Hina e Shiv, onde a japonesa ganhou. Depois Joalin e sofya, onde a russa ganhou. Logo depois foi Krys e Heyoon , onde a Yoon levou a melhor. Agora a mais tensa...Bailey e Sabi

Sabina p.o.v

Minha respiração está tão ofegante. O medo consumu meu corpo. Bailey me olha de um jeito tao assustador que chega a me dar calafrios. Apenas passo a mão pela a minha barriga

-ninguem vai te machucar- sussurro pra mim mesma- eu prometo

Bailey vem para cima de mim mas eu desvio e chutou suas costas, mas nem afeta o mesmo. Ele está completamente consumido pelo o ódio. Ele vem até mim e puxa o meu cabelo, nem dando tempo de me defender. Ele me joga no chão e chuta minhas costas com força

-bai- bailey- falo quase chorando- para-o mesmo vem para cima de mim e soca meu rosto. Apenas tento pedir parar ele parar mas ele ignora. O mesmo se levanta, quando eu finalmente penso que ele vai parar ele não para

-ele não nasce- ele chuta a minha bariga com tudo fazendo eu gritar

-PARA!- grito. Uma odr enorme invade minha barriga. Novamente Baiely chuta as minhas costas- meu bebê- choro

-BAILEY- vejo a Sina, Heyoon e Any partirem pra cima dele com tudo

Autora p.o.v

Mas gente o que está acontecendo?? O que eu pedir?- Krys fala e corre a Sabi que ainda está caida no chão chorando com uma dor insuportável

-SEU DESGRAÇADO- Sina empurra Bailey que simplesmente a encara com odio

-gente vou chamar uma ambulância- Heyoon fala pegando um celular e ligando para a mesma

-o que ela tem?- Hina pergunta

-ela ta grávida- Any fala e todos olham a Sabi chocados- e o desgracado do Bailey sabia e chutou a barriga dela de propósito para ela perde o bebê- nessa hora todos encaram Bailey com ódio

-olha bem, Bailey- Shivani fala- se a Sabina perde esse bebê eu nem sei do que eu sou capaz de fazer com você

-Mas eu sei- Sina partir pra pancadaria com Bailey. Os dois rolam no chão enquanto se batem

-espera que você não vai bater sozinha- Diarra e Any fala e vai pra cima do Bailey também.

Logo todos, menos Krys que ficou v
Com a Sabi, estão andando em direção ao Bailey para provavelmente linxar o coitado, ou não tão coitado assim

-ei- Kyle se coloca na frente de todos- vamos primeiro pensar na Sabina e depois batemos no Bailey...Josh, Noah e Lamar tirem as meninas de cima do Bailey ou elas vão arrancar a cara do menino

-deixa elas se divertirem um pouco- Josh fala olhando as meninaa acabando com o Bailey

-agora, Josh- ele fala e Josh vai até Sina e pega a mesma por trás a puxando para longe do Baiely

-deu, Sina- ele fala

-você é um homem morto, Bailey- ela fala com um pedaco da blusa dele em mãos

-Any, eu não tô te reconhecido- Lamar pega a mesma por trás

-ei, Lamar- Josh larga a Sina e empurra o Lamar- não atravasse a toca-lá

-CHEGA!- Heyoon fala e todos ficam em silêncio- a Sabi precisa da nossa ajuda. Venham todos aqui façam uma roda em volta dela- todos fazem o que ela manda, menos o Bailey. O mesmo sai mancando por causa da surra que levou das meninas- todos vamos dar as mãos e orar até a ambulância chegar- Sabi apenas chorando e abraca sua bartiga

-meu bebê...-ela fala

Todos se olham antes de darem as mãos e ajoelharem em volta a Sabi

-quem não sabe orar só é pedir para o bebê da Sabi ficar bem- Any explica. A maioria que estão aqui nunca oraram

Todos fecham os olhos e começam a pedir para o bebê da Sabi ficar bem

Heyoon: oi, Deus, sou eu denovo. Eu quero pedir mais uma coisa. Que dessa vez possa deixar esse bebê que a Sabina vivo, eu juro que troco as fraldas dele

Sina: eu prometo matar o Bailey com a pior tortura. Eu sei que somos pecadores...mas esse bebê não. Ele merece viver, porfavor

Josh: eu corto o pinto dele para ele não fazer mais filho...

Any: ele só é um bebê. Não o leve da Sabi, sei que aqui ele ter a uma família... doida, divertida, maluca, protegeram ele e o mais importante de tudo...darão amor

Krys: ele não tem culpa de nada que aconteceu. Ao contrário ele sabe de nada que estar por vim

Joalin: mas se ele fica sei que vai aer perfeito pra essa família. Ele vai ser um guerreiro

Diarra: eu não quero vê ele sofrer, por isso se não for pra ele vir eu vou entender

Hina: ele vai ser o mais fofos de todos os bebês

Shivani: me desculpe pelo o meu irmão. Ele não soube o que fez. Deixe o meu sobrinho viver

Sabina: não o leve porfavor. Não leve a única coisa que me fez feliz por completo...eu te imploro, Deus

Lamar: eu vou ensinar ele a jogar fultebol e bou tentar fazer ele o mais feliz possível

Sofya: eu o ensino balé. E como ser flexível. E vou dar todo o amor do mundo

Noah: eu vou deixar ele brincar com a Megan o dia inteiro. Se eu a pouco tempo com a Megan já a amo imagina a Sabi que está carregando ele

Todos fazem uma corrente de oração e colocam toda a sua fé nela. Cada um pede com o seu jeito, mas com a mesma fé. Eles nem ligam da porcaria da regra eles somente oraram. Uns prometem coisas em troca do bebê dela ficar bem.

Depois de alguns minutos a ambulância chega e colocam Sabi na maca

-quem vai com ela?- o para-médico pergunta e todos levantam as mãos- é só um

-eu- Heyoon fala e emtra na ambulância. A mesma dá a partida

-o que estamos esperando??- Shiv lerguna- vamos pro hospital

-antes eu tenho que resolver uns assuntos com Bailey Beuachamp



Até o próximo capítulo💗




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...