História Os Beeps do amor (namjin) - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Personagens Originais, Rap Monster, V
Tags Bts, Jin, Namjin, Namjoon
Visualizações 77
Palavras 430
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Capítulo 13


Mas chega, se não houve troca, chega, porque esperar o impossível sozinho é solitário demais, abandono demais. Para mim as vezes penso que a solidão que sinto é como uma ilha com saudades do barco que se foi... Abandono é quando o barco parte e vc fica.... As vezes me pego pensando que estamos todos nessa vida para sofrer, mas não, estamos nela para evoluir. Então hoje eu acordei sem ter quem apoiar-me, mas aí eu olhei no espelho e vi, pela primeira vez na vida, a única pessoa que pode realmente me fazer feliz.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


Taetae estava andando de um lado para o outro enquanto olhava para o celular, eu estava sentado com o Jin no sofá, só esperando para saber o que estava acontecendo.

Já fazia um tempo que era para minha mãe e o meu padrasto chegarem, mas  até agora nada. Então o Tae está tentando falar com eles.

T: Alô!- Tae atende rapidamente o celular quando ele toca- Appa, cadê você e a mamãe?

Depois disso ele olhou em minha direção e deu uma mordida no lábio inferior, ele estava com uma expressão meio apreensiva.

Taetae desliga o telefone é chama o Jin até a cozinha, eu ia segui-lo mas ele me impediu e falou que era para eu espera-lo que ele já voltava.

Eu como o grande curioso que logicamente não segui suas orientações e fui investigar o caso como um grande detetive, igual aos dos filmes de mistério. Então parei no batente dá porta que estava aberta, mas não onde eles poderiam me ver.

Lá estava a frase que eu tanto temia: "Eles não vêem".

Minha cabeça aceitou esse fato com uma facilidade inacreditável, talvez seja porque está acostumada. Mas isso não impediu que eu me quebre por dentro, estava desabando. E pensando bem acho que "desabando" literalmente, pois vejo só um preto e meu corpo bater em algo.

Acardo após um tempo e encontrei Jin sentado no chão apoiando seu corpo é cabeça na minha cama. Taehyung estava deitado em uma poltrona próxima para porta.

Acho que quando me sentei na cama acabei fazendo-a se mexer, pois rapidamente Jin acordou atordoado, e como um susto subiu na cama e me abraçou.

-Você está querendo me matar hoje, não é possível!? Sai do hospital sem me avisar e ainda desmaia.

-Desculpa hyung, eu prometo que não vai mais acontecer.

-Quantas vezes já te disse para não me chamar assim?- ele foi feito aproximando de mim e falando cada vez mais baixo- e eu sei que não vai acontecer, eu vou te proteger.

Sinto algo meio molhado encostando em meus lábios e me assusto ao perceber que são os dele.






Notas Finais


Espero que tenham gostado 💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...